Skip to main content
Audioteca crítica

Audioteca crítica

By Guilherme Magalhães

Este perfil postará audiobooks marxistas, visando a publicização de textos de ciência política pouco debatidos ou acessíveis.
Where to listen
Amazon Music Logo

Amazon Music

Castbox Logo

Castbox

Google Podcasts Logo

Google Podcasts

Spotify Logo

Spotify

Currently playing episode

Sobre a Autoridade - Friedrich Engels

Audioteca crítica

1x
Precisamos de camaradagem - Jodi Dean
Precisamos de camaradagem - Jodi Dean
Jodi Dean é uma professora de história e teoria política em Hobart and William Smith Colleges, em Nova Iorque. Autora de livros como "The Communist Horizon", Dean é integrante do Party for Socialism and Liberation (PSL), um partido marxista revolucionário dos Estados Unidos. A autora é também muito crítica do imperialismo e das contradições endêmicas do capitalismo, denunciando como a história das revoluções socialistas é contada como engessadas e estática, enquanto a história do capitalismo é contado como dinâmico e cheio de nuances. Sinopse do texto: Por muito tempo, a retórica individualista do "autocuidado" eclipsou nosso senso de trabalho coletivo em busca de objetivos comuns. A camaradagem tem a ver com nossa responsabilidade uns pelos outros - e nos torna melhores e mais fortes do que jamais poderíamos ser sozinhos. Texto: https://jacobin.com.br/2019/11/precisamos-de-camaradas/ Leitura: Elisa Stefanelli Edição: Rafael Zorzal Apoiadores:  Apoia.se: André Claudio Gonçalves do Nascimento, Daniel Alves Paiva, Giovana Sarlo Rito, Gisa Santana, Guilherme Massari, Raphael Homen, Xavier Neto, Rafael Figueiredo, Gilberto Pereira Sassi, Daniel Davi Libâneo, Cabele Silva, Giovana Sarlo Rito, Lourenço Serpa, Rafael Figueiredo / Orelo: Cadu, Marina Pullen, André Batista Berri.     Lembrando que você pode nos apoiar em apoia.se/comuninja ou pela plataforma Orelo, onde ganhamos 3 centavos para cada reprodução que passar dos 70% do episódio: https://orelo.cc/podcast/63596d0765a447074f37f367
17:52
November 23, 2022
Enver Hoxha - A literatura e a arte devem temperar as massas com consciência de classe para a construção do socialismo (1965)
Enver Hoxha - A literatura e a arte devem temperar as massas com consciência de classe para a construção do socialismo (1965)
Neste episódio, Enver Hoxha, secretário-geral do Partido do Trabalho da Albânia, discorre sobre os propósitos da arte socialista. Uma contribuição de valor imensurável, a arte deve ser "nacional em sua forma e socialista em seu conteúdo", e deve elevar a consciência da classe para a construção de uma nova sociedade. Texto: https://www.marxists.org/portugues/hoxha/1965/10/26.htm Introdução: Thales Caramante (Unidade Popular) Leitura: Guilherme Magalhães Edição: Rafael Zorzal Apoiadores:  Apoia.se: André Claudio Gonçalves do Nascimento, Daniel Alves Paiva, Giovana Sarlo Rito, Gisa Santana, Guilherme Massari, Raphael Homen, Xavier Neto, Rafael Figueiredo, Gilberto Pereira Sassi, Daniel Davi Libâneo, Cabele Silva, Giovana Sarlo Rito, Lourenço Serpa, Rafael Figueiredo / Orelo: Cadu, Marina Pullen, André Batista Berri.   Lembrando que você pode nos apoiar em apoia.se/comuninja ou pela plataforma Orelo, onde ganhamos 3 centavos para cada reprodução que passar dos 70% do episódio: https://orelo.cc/podcast/63596d0765a447074f37f367
01:12:22
November 17, 2022
Um Catedrático Liberal Fala de Igualdade - Vladimir Lenin (1914)
Um Catedrático Liberal Fala de Igualdade - Vladimir Lenin (1914)
Neste texto de 1914, Lenin rebate o economista russo Mikhail Tugan-Baranovsky sobre diferentes perspectivas da ideia de "igualdade" Texto: https://www.marxists.org/portugues/lenin/1914/03/11.htm Leitura: Daniel Oliveira Edição: Rafael Zorzal Apoiadores:  Apoia.se: Daniel Alves Paiva, Giovana Sarlo Rito, Gisa Santana, Guilherme Massari, Raphael Homen, Xavier Neto Rafael Figueiredo, Gilberto Pereira Sassi / Orelo: Cadu, Marina Pullen, André Batista Berri. Lembrando que você pode nos apoiar em apoia.se/comuninja ou pela plataforma Orelo, onde ganhamos 3 centavos para cada reprodução que passar dos 70% do episódio: https://orelo.cc/podcast/63596d0765a447074f37f367
08:04
November 09, 2022
Poder em qualquer lugar onde haja povo - Fred Hampton (1969)
Poder em qualquer lugar onde haja povo - Fred Hampton (1969)
Para além da nossa programação normal, neste mês de Novembro lançaremos episódios extras em homenagem ao mês da consciência negra, dando um foco especial para autores e autoras negras. O primeiro episódio dessa série é a leitura de hoje, “Poder em qualquer lugar onde haja povo”. Trata-se de um discurso proferido por Fred Hampton em 1969 na igreja de Olivet, enquanto vice-presidente do Partido dos Panteras Negras. Fred foi um importante ativista político estadunidense, auxiliando os panteras com seus conhecimentos aprendidos na formação em direito pela Triton Junior College. O conhecimento da lei permitiu que eles se protegessem da violência policial, realidade comum nos subúrbios de Chicago. No texto a seguir, Fred mostra como conseguiu atuar um policial em flagrante, realizando uma prisão cidadã e evitando que uma situação saísse do controle. além de trazer a teoria marxista-leninista de forma didática para os seus camaradas, usando exemplos tangíveis do cotidiano da classe trabalhadora local. Fred foi brutalmente assassinado pela polícia em dezembro de 69, mas sua memória foi eternizada em livros, músicas e filmes. Quem tiver interesse em conhecer mais sobre a figura de Fred Hampton e o Partido dos Panteras Negras, sugerimos o filme “Judas e o Messias Negro”, de 2021, dirigido por Shaka King. Texto: https://jacobin.com.br/2020/08/poder-em-qualquer-lugar-onde-haja-povo/ Leitura: Guilherme Magalhães Edição: Rafael Zorzal Apoiadores:  Apoia.se: Daniel Alves Paiva, Giovana Sarlo Rito, Gisa Santana, Guilherme Massari, Raphael Homen, Xavier Neto Rafael Figueiredo, Gilberto Pereira Sassi / Orelo: Cadu, Marina Pullen, André Batista Berri. Lembrando que você pode nos apoiar em apoia.se/comuninja ou pela plataforma Orelo, onde ganhamos 3 centavos para cada reprodução que passar dos 70% do episódio: https://orelo.cc/podcast/63596d0765a447074f37f367
22:22
November 06, 2022
Fascismo - Clara Zetkin (1923)
Fascismo - Clara Zetkin (1923)
Clara Josephine Zetkin (1857-1933) foi uma importante revolucionária, professora, política e jornalista marxista alemã. Tendo sido perseguida diversas vezes devido a leis anticomunistas, Clara passou grande parte da vida em exílio, mudando-se constantemente com o marido. Participou de jornais revolucionários clandestinos como o Der Sozialdemokrat, jornal oficial do Partido Social-Democrata Alemão. Junto de Alexandra Kollontai, propôs a criação do Dia Internacional da Mulher Trabalhadora, em 26 de agosto de 1910, durante a Segunda Conferência Internacional das Mulheres Socialistas, realizada na Casa do Povo (Folket Hus), em Copenhage. Em 1915, participou da criação da Liga Spartacus, o que viria a ser o Partido Comunista da Alemanha. Como deputada, participa de diversas ações denunciando a postura alemã com guerras, o que lhe rendeu diversas detensões e enfim a prisão. Com a ascenção do nazismo, é exilada em Moscou, onde morre em 1933. Em vida, foi homenageada com as condecorações Ordem de Lênin (1932) e a ordem do Estandarte Vermelho (1927). Seu túmulo se encontra junto à Muralha do Kremlin, na praça vermelha, em Moscou, junto de outras figuras célebres como Joséf Stalin e Iuri Gagarin. Texto: https://www.marxists.org/portugues/zetkin/1923/08/fascismo.htm Leitura: Elisa Stefanelli Edição: Rafael Zorzal Gostou do nosso conteúdo? Considere ajudar-nos em apoia.se/comuninja !
24:38
November 02, 2022
Luta Interna e Dialética - Carlos Marighella (1966)
Luta Interna e Dialética - Carlos Marighella (1966)
Introdução: Froggy Leitura: Fernanda Viegas Edição: Rafael Zorzal Gostou do nosso trabalho? Considere apoiar em apoia.se/comuninja // ou pelo pix: senwyr@gmail.com
22:27
October 26, 2022
Sobre o Caráter Ideológico dos Mexericos - Enver Hoxha (1969)
Sobre o Caráter Ideológico dos Mexericos - Enver Hoxha (1969)
Enver Hoxha foi o primeiro secretário-geral do Partido do Trabalho da República Popular Socialista da Albânia, sendo conhecido pelas suas posições antirevisionistas perante a União Soviética e, mais tarde, a China. Neste breve texto, Hoxha elabora sua preocupação com os "mexericos" (ou fofocas) como forma de suscitar discórdia e a divisão no seio das organizações de trabalhadores. A boa crítica eleva o moral da organização, melhorando o trabalho do militante ou do partido, e nunca deve ser feita pelas costas como forma de antagonização gratuita ou desmobilizante para o campo político. Diz ele: "A crítica deve, em todas as circunstâncias, caracterizar-se por um objetivo moral, político e ideológico, ter uma função educativa para o indivíduo ou para o coletivo criticados, nunca ter como objetivo esmagar moralmente o elemento em causa, mas, pelo contrário, elevar o seu moral para lhe permitir corrigir os seus erros" Texto: https://www.marxists.org/portugues/hoxha/1969/09/12.htm Leitura: Guilherme Magalhães Edição: Rafael Zorzal Gostou do nosso conteúdo? Considere ajudar-nos no apoia.se!
12:17
October 19, 2022
Sobre as Correntes Filosóficas Dentro do Movimento Feminista - Anuradha Gandhi - (Episódio 3) - 2006
Sobre as Correntes Filosóficas Dentro do Movimento Feminista - Anuradha Gandhi - (Episódio 3) - 2006
Neste último episódio do livro "Sobre as Correntes Filosóficas Dentro do Movimento Feminista", Anuradha Gandhi continua tecendo comentários sobre o anarcafeminismo, ecofeminismo, pós-modernismo e feminismo socialista, concluindo com uma visão do movimento de mulheres da Índia. Leitura: Elisa Stefaneli Edição: Rafael Zorzal Texto: https://www.marxists.org/portugues/gandhi/2006/correntes/index.htm Apoiadores: Gisa santana, Giovana Sarlo Rito, Xavier Neto, Raphael Homem, Guilherme Massari, Lourenço Serpa, Luiz Henrique, Fernanda Viegas, Rafael Figueiredo, Gilberto Pereira, Helena Kunz Aires, Núbia Silva. Gostou do nosso conteúdo? Considere ajudar pelo apoiase: https://apoia.se/comuninja ou pelo pix: senwyr@gmail.com
01:29:57
October 13, 2022
Sobre as Correntes Filosóficas Dentro do Movimento Feminista - Anuradha Gandhi - (Episódio 2) - 2006
Sobre as Correntes Filosóficas Dentro do Movimento Feminista - Anuradha Gandhi - (Episódio 2) - 2006
Nesta continuação, Anuradha Gandhi explica a origem do feminismo liberal e radical e, em seguida, trata de criticá-los a partir de um viés marxista. Leia o texto aqui: https://www.marxists.org/portugues/gandhi/2006/correntes/index.htm Leitura: Elisa Stefaneli Edição: Rafael Zorzal Apoiadores do mês: Giovana Sarlo Rito, Gisa Santana, Xavier Neto, Raphael Homem, Guilherme Massari, Loureço Serpa, Luiz Henrique Jacinto, Fernanda Viegas, Rafael Figueiredo, Gilberto Pereira, Helena Kunz, Núbia Silva. Gostou do nosso conteúdo? Considere se tornar um apoiador em https://apoia.se/comuninja ou pela chave pix: senwyr@gmail.com
42:04
October 05, 2022
Sobre as Correntes Filosóficas Dentro do Movimento Feminista - Anuradha Ghandi - 2006 (Episódio 1)
Sobre as Correntes Filosóficas Dentro do Movimento Feminista - Anuradha Ghandi - 2006 (Episódio 1)
Filha de pais comunistas que casaram na sede do Partido Comunista em Mumbai e militaram no partido até os anos 1950, Anuradha iniciou sua militância política desde muito pequena. Participou da inauguração do Partido Comunista Indiano (Marxista-leninista) de 1969, sempre denunciando o caráter patriarcal da cultura Indiana e resgatando o marxismo como forma de superação dessa terrível chaga. Mesmo sofrendo com o machismo (dentro e fora do partido) e perseguição política, sua vida foi marcada por importantes contribuições políticas ao longo de toda a vida. Nos anos 90 foi diagnosticada com esclerose múltipla, fato que não a impediu de continuar lutando para fortalecer e expandir o Krantikari Adivasi Mahila Sanghatan (KAMS), uma organização feminista popular com mais de 90.000 membros. Este livro é sua contribuição teórica mais pujante, abordando as armadilhas teóricas dentro do movimento feminista, além de responder com a devida crítica marxista a essas questões. Apoiadores do mês: Giovana Sarlo Rito, Gisa Santana, Xavier Neto, Raphael Homem, Guilherme Massari, Loureço Serpa, Luiz Henrique Jacinto, Fernanda Viegas, Rafael Figueiredo, Gilberto Pereira, Helena Kunz, Núbia Silva. Introdução: Sued Carvalho Leitura: Elisa Stefaneli Edição: Rafael Zorzal Leia o texto aqui: https://www.marxists.org/portugues/gandhi/2006/correntes/index.htm Gostou do nosso projeto? Considere ajudar em https://apoia.se/comuninja
35:32
September 21, 2022
Por Onde Começar - Vladimir Lenin (1901)
Por Onde Começar - Vladimir Lenin (1901)
Neste artigo breve que precede uma das maiores obras de Lenin, "O Que fazer?", Lenin tece comentários sobre organização, futuro do partido Social-Democrata Russo e discute pontos que seriam aprofundados futuramente em outras obras. Leitura: Nicolas Caous Edição: Rafael Zorzal Gostou do nosso projeto? Considere ser um apoiador em https://apoia.se/comuninja
21:11
September 14, 2022
Princípios básicos do comunismo - Friedrich Engels (1847)
Princípios básicos do comunismo - Friedrich Engels (1847)
Escrito em forma de pergunta e resposta, "Princípios básicos do comunismo" discorre sobre questões básicas para o entendimento do que é o comunismo, sendo o embrião que daria origem mais tarde ao "Manifesto do Partido Comunista", quando Marx e Engels ficam encarregados de elaborar o programa da Liga dos Comunistas em seu 2º Congresso, de 29 de novembro a 8 de dezembro de 1847. (Fonte para o texto: https://averdade.org.br/2020/11/principios-basicos-do-comunismo/) Leitura e edição: Rafael Zorzal Gostou do nosso trabalho? Considere ajudar-nos pelo link: https://apoia.se/comuninja
46:16
September 09, 2022
O Manifesto do Partido Comunista - Karl Marx e Friedrich Engels (1848)
O Manifesto do Partido Comunista - Karl Marx e Friedrich Engels (1848)
Talvez o documento político mais importante do século XIX, O Manifesto do Partido Comunista teve sua primeira edição em 1848 e distingue as várias formas de opressão social do capitalismo, além de tecer críticas à classe dominante que o opera: a burguesia. Nesse episódio, contamos com a participação especial de Ian Neves (https://twitter.com/ianfneves) fazendo a introdução e trazendo o contexto histórico da Obra. Sigam as redes do camarada e seu canal na Twitch também (twitch.tv/historiapublica). Marcações de tempo: Abertura: 00:00 (Ian Neves) Introdução/ Capítulo 1: 9:41 (Guilherme Magalhães) Cap 2: 41:01 (Elisa Stefaneli) Cap 3: 01:00:36 (Rafel Zorzal) Cap 4: 01:21:38 (Nicolas Caous) Créditos: 01:25:33 Ficha Técnica: Introdução Ian Neves Leitura Guilherme Magalhães  Elisa Stefaneli Nicolas Caous Rafael Zorzal Edição Rafel Zorzal Arte Suzie Samico Considerem apoiar o nosso projeto, sugerir pautas e receber antecipadamente os nossos conteúdos: https://apoia.se/comuninja
01:27:48
August 23, 2022
Os fundamentos Sociais da Questão Feminina - Alexandra Kollontai (1907)
Os fundamentos Sociais da Questão Feminina - Alexandra Kollontai (1907)
Nesses extratos de 1907, Kollontai aborda as problemáticas do movimento feminista que não leva em consideração a questão de classe em sua análise. No lugar de estigmatizar e rivalizar seus pares masculinos de forma abstrata, as mulheres devem se organizar e se voltar para as estruturas que as prendem à dupla escravidão sofrida pelas mulheres proletárias, como a burguesia, a igreja e a família tradicional. "Enquanto para as feministas burguesas, alcançar a igualdade de direitos com os homens sob o atual mundo capitalista representa um fim suficientemente concreto em si mesmo, a igualdade de direitos no tempo presente é, para as mulheres proletárias,  apenas um meio para progressos na luta contra a escravidão econômica da classe trabalhadora." Leitura: Elisa Stefanelli Edição: Rafael Zorzal (https://linkr.bio/zorzaverso) Apoie o nosso trabalho aqui: https://apoia.se/comuninja
44:17
August 17, 2022
Contra o Liberalismo - Mao Zedong
Contra o Liberalismo - Mao Zedong
Neste texto de 1937, Mao Zedong denuncia os problemas de crenças e comportamentos considerados "liberais" no seio do partido. O liberalismo “rejeita a luta ideológica e preconiza uma harmonia sem princípios”, o que provoca a degeneração da luta. A origem de tais vícios está no egoísmo pequeno burguês, que prioriza os interesses pessoais e secundariza os interesses da revolução. Leitura: Nicolas Caous Edição: Rafael Zorzal
09:08
August 03, 2022
Friedrich Engels - Sobre a Questão da Moradia - Capítulo 1
Friedrich Engels - Sobre a Questão da Moradia - Capítulo 1
Sinopse: Neste texto de 1872, Engels rebate uma série de artigos sobre os problemas de habitação dos trabalhadores alemães de autoria de Arthur Mülberger, médico de Württemberg. Indignado com as soluções apresentadas por Mülberger, que não tinham por base estudos criteriosos a respeito do tema e se resumiam a “achismos” fortemente influenciados pelo socialismo pequeno-burguês de Pierre-Joseph Proudhon, Engels questiona sua publicação pelo jornal Volksstaat e é convidado pelos redatores a redigir uma resposta, utilizando-se de fina ironia e erudição para o feito. Ficha Técnica: Leitura: Guilherme Magalhães (@comuninja) Edição: Rafael Zorzal (@zorzaverso) Apoiadores: Lourenço Serpa Gilberto Sassi Núbia Silva Luiz Henrique Jacinto Fernanda Viegas Rafael Figueiredo Daniel Davi Libâneo Helena Kunz Matheus Hrymalak
57:06
July 27, 2022
Podcast História Pública - Maoísmo
Podcast História Pública - Maoísmo
Neste episódio, Ian Neves, do canal "História Pública" conversa com João Pedro Fragoso, do coletivo Onças Pintadas, falando sobre os panoramas histórico e teórico do movimento maoísta. Siga o História Pública: No twitter: https://twitter.com/ianfneves Na Twitch: twitch.tv/historiapublica No Apoia.se: https://apoia.se/historiapublica
02:02:53
April 02, 2022
Nosso Direito de Sermos Marxistas Leninistas - Fidel Castro
Nosso Direito de Sermos Marxistas Leninistas - Fidel Castro
Nesse texto, Fidel faz considerações sobre a importância do marxismo-leninismo nas últimas décadas.  Texto: https://www.marxists.org/portugues/castro/2015/05/07.htm Leitura e edição: Guilherme Magalhães
03:52
March 21, 2022
Ecletismo e Marxismo - Carlos Marighella
Ecletismo e Marxismo - Carlos Marighella
Neste texto de 1967, Marighella busca em Lenin respostas para a conjuntura brasileira da época, enquanto rebate argumentos e vai além do falso debate da chamada "frente ampla". Este texto trás importantes ideias para pensar e debater o Brasil de hoje, superando a ilusão nos políticos burgueses e num reformismo sem reformas. O texto pode ser lido aqui: https://www.marxists.org/portugues/marighella/1967/mes/ecletismo.htm Leitura e edição: Guilherme Magalhães
09:35
March 10, 2022
Sobre a Autoridade - Friedrich Engels
Sobre a Autoridade - Friedrich Engels
Neste texto, Engels faz um breve estudo sobre o que significa o conceito de autoridade. Leitura e edição: Guilherme Magalhães
08:40
February 23, 2022
As Três Fontes e as Três partes Componentes do Marxismo - Vladmir Lenin (1913)
As Três Fontes e as Três partes Componentes do Marxismo - Vladmir Lenin (1913)
Neste texto de 1913, Lenin reúne elementos representativos da concepção científica que toma como base o marxismo-leninismo. Ainda que antigo, é um texto bastante didático para entender os pilares do marxismo e a atualidade do seu método ainda hoje.  Leitura: Guilherme Magalhães Edição: Rafael Zorzal
13:38
February 18, 2022