Skip to main content
Corredor Polonês

Corredor Polonês

By Kamil Tkacz
Formando em jornalismo sou apenas mais um estrangeiro que tenta sacar qual é a do Brasil.

Por meio de entrevistas com especialistas tento entender não apenas a violência brasileira, como também investigar outros aspectos culturais, sociais e econômicos que tornam este país tão único.

Twitter - @kamilpolones
Instagram - @corredorpolonespodcast

corredorpolonespodcast@gmail.com

Produção: Kamil Tkacz
Música: "Robin Hood" e "Teia de Aranha" de Douglas Omena douglasomena00@gmail.com
Design: Rogério Lionzo - lionzo.com
Where to listen
Apple Podcasts Logo

Apple Podcasts

Castbox Logo

Castbox

Google Podcasts Logo

Google Podcasts

Overcast Logo

Overcast

Pocket Casts Logo

Pocket Casts

PodBean Logo

PodBean

RadioPublic Logo

RadioPublic

Spotify Logo

Spotify

Stitcher Logo

Stitcher

Currently playing episode

Ep. # 8 - "O mundo esquecido das prisões" - Entrevista com a ex-diretora das políticas penitenciárias da DEPEN - Valdirene Daufemback.

Corredor Polonês

1x
Ep # 32 - "Como acabei tomando uma cerveja com um assassino".
Dizem que você começa a pensar em sua própria mortalidade quando tem filhos. Certamente foi verdade para mim, mas a velocidade com que aconteceu e as circunstâncias me surpreenderam. Neste último episódio da série conto como fui a uma festa com uma família que teve seu trágico fim um mês depois pelas mãos de Wanderson Mota Protácio, com quem nessa festa tive uma conversa inocente e cuja namorada já falecida, segurava em seus braços, minha filha de 5 meses. Uma experiência profunda que senti a necessidade de compartilhar. Eu tento dar um pouco do histórico do meu ambiente social, mas também do histórico e das motivações do assassino. Falo sobre opiniões divididas sobre violência no Brasil, armas e a relação de Wanderson com as mulheres e lições que tirei disso. Desejo a todos um resto de ano seguro, um abraço. LINKS 1) Materia sobre crimes dele: https://www.youtube.com/watch?v=gS_8gue0jM0&t=21s&ab_channel=RecordTVGoi%C3%A1s 2) Materia sobre a mulher, Cinda Mara, que convenceu ele se entragar: https://www.youtube.com/watch?v=mHeNmlrlTQ8&ab_channel=CidadeAlertaRecord 3 )Uma notícia sobre seu suicídio:  https://www.youtube.com/watch?v=dK8BwJwMZAU&ab_channel=TVSerraDourada 4) Caso Lázaro https://www.youtube.com/watch?v=Kxz4EAG2ee0&ab_channel=RecordTVGoi%C3%A1s
41:56
May 15, 2022
Ep # 31 - "Por que violência e não futebol?"(Parte 2) - uma conversa com Tiago Abrantes.
Neste episódio, compartilho mais da minha historia pessoal e falo sobre minha experiência de ser preso injustamente na Polônia e o trauma que isso causou. Também conto ao Tiago como se vestem os criminosos poloneses, a importância da reputação, a hegimônia de raça, classe e status no meu bairro. Por que, na ausência de armas de fogo, os criminosos poloneses investem mais em seu físico e em muitos outros tópicos.  Por motivos pessoais, estou pensando em dar uma pausa na gravação de episódios e voltar daqui a pouco. Foi divertido e houveram muitas conversas esclarecedoras. O Brasil é um animal diferente, de fato! Ficarei aberto a novas sugestões de episódios Abraço!
44:16
July 26, 2021
Ep # 30 - "Por que violência e não futebol?"(Parte 1) - uma conversa com Tiago Abrantes.
Neste episódio especial, compartilho um pouco sobre o bairro em que cresci na Polônia e porque estou interessado em violência. O bairro era um pouco perigoso, mas é claro que estava longe dos padrões brasileiros. Desta vez, Tiago assume o papel de entrevistador. Conto para ele sobre criminosos locais com quem cresci, ele pergunta sobre estilo de vida deles, religiosidade e confilto das gerações entre outras coisas. Nós os comparamos aos criminosos brasileiros e conversamos sobre muito mais. Fique ligado na parte 2. Até a próxima.
35:55
June 29, 2021
Ep # 29 - "Rio de Janeiro - uma colcha de retalhos" - entrevista com Julia Michaels do RioReal blog.
Neste episódio tive o prazer de conversar com a jornalista e escritora Julia Michaels, criadora do blog RioReal, autora de seu último livro, “Rio de Janeiro: como chegamos aqui? Filha adotiva do Rio, vinda dos Estados Unidos - Julia explica muitos problemas que incomodam a linda cidade do Rio de Janeiro. Novamente um grande aprendizado para mim é um verdadeiro prazer. Você nem precisa saber inglês para acompanhar esta conversa - sim, nós falamos a sua língua. Sinta-se à vontade para entrar em contato comigo e me diga o que você acha. Lembre-se - gringos não mordem. Falamos sobre como megaeventos como os Jogos Olímpicos não são realmente eficazes em ajudar os locais a melhorar suas vidas. Pelo contrário, eles podem atrapalhar. Mencionamos também grandes áreas cinzentas na esfera pública do Rio, questões de infraestrutura do Rio, se a cideade é uma boa representação do Brasil, violência, polícia, legado da escravidão, mídia, trágicos acontecimentos recentes no Jacarezinho e muito mais. Até a próxima! LINKS: 1) https://riorealblog.com/   2) https://www.amazon.com/Rio-Janeiro-como-chegamos-Portuguese-ebook/dp/B08J61QHJG 3) https://www.youtube.com/watch?v=UQ1GnEyhlIg&t=1s&ab_channel=JuliaMichaels
01:01:00
May 30, 2021
Ep # 28 - "O Complexo de Vira-Lata - Uma análise" (Parte II) - conversa com Tiago Abrantes.
Neste episódio, Tiago e eu estamos de volta para terminar o assunto complexo e fascinante: o suposto "Complexo de Vira-Lata". Nesta parte estamos falando de experiências nem sempre agradáveis de brasileiros no exterior. Termos polêmicos como "tupiniquim", "eugenicismo", "miscegenação", pacotes intelectuais de esquerda e direita, identidade, viralatimso suposto de classes média e baixa e por último sobre o que a pandemia de Covid tem a ver com complexo de vira-lata. Como sempre, há muito mais. Até a próxima! Links) 1) Complexo de vira-lata - Eduardo Gianetti  https://www.youtube.com/watch?v=WPqbekzIy10&ab_channel=CanalFutura 2) O episódio do podcast do Globo - "O Assunto " https://g1.globo.com/podcast/o-assunto/noticia/2021/03/10/o-assunto-407-brasil-celeiro-de-covid-ameaca-global.ghtml 3)Por que brasileiro gosta de falar mal de si mesmo? - Luiz Felipe Pondé https://www.youtube.com/watch?v=XBJkQtMSNn0&t=1s&ab_channel=LuizFelipePond%C3%A9
01:07:25
May 01, 2021
Ep # 27 - "O Complexo de Vira-Lata - Uma análise" (Parte I) - conversa com Tiago Abrantes.
Neste episódio, Tiago e eu estamos de volta para falar sobre um tema complexo e fascinante: o suposto "Complexo de Vira-Lata". Nesta primeira parte, tentamos defini-lo, fazer algumas observações gerais, contrastá-lo com o complexo de inferioridade, analisá-lo em nível individual x nacional. Também compartilhamos algumas experiências pessoais desse fenômeno no Brasil. Falo sobre semelhanças entre Brasil e Polônia e Tiago contrasta brasileiros com americanos. No final, discutimos as reações de alguns youtubers e outras figuras públicas a este complexo. Eu nunca me canso do Tiago. Fique ligado na segunda parte. Aproveitem! LINKS 1)A definição de Nelson Rodriguez. https://pt.wikipedia.org/wiki/Complexo_de_vira-lata 2) Henry Bugalho I  https://www.youtube.com/watch?v=dx7A1W-EoNQ&ab_channel=HenryBugalho 3) Henry Bugalho II https://www.youtube.com/watch?v=rh4OBxgMxxs&ab_channel=HenryBugalho 4) Luiz Felipe Pondé https://www.youtube.com/watch?v=XBJkQtMSNn0&ab_channel=LuizFelipePond%C3%A9 5) Michael Jackson videoclipe "They don't care about us" https://www.youtube.com/watch?v=QNJL6nfu__Q&ab_channel=michaeljacksonVEVO
51:41
March 27, 2021
Ep # 26 - "Milícias, jihadistas brasileiros e o envolvimento do estado no Rio de Janeiro" - Entrevista com Bruno Paes Manso, de NEV-USP.
Por que as milícias são tão enigmáticas e difíceis de entender para um estrangeiro como eu? Por que os jovens do Rio estão recorrendo ao narcotráfico em resposta à violência do estado? Por que atores criminosos e atores estatais justificam as execuções como algo necessário? Meu convidado responde a essas perguntas em nossa conversa. Tive um verdadeiro prazer em conversar com Bruno Paes Manso sobre o seu fantástico livro “A república das milícias: Dos esquadrões da morte à era Bolsonaro”. Ouça! LINKS: https://todavialivros.com.br/livros/a-republica-das-milicias https://globoplay.globo.com/assine/doutor-castor/?dclid=&gclid=CjwKCAiAg8OBBhA8EiwAlKw3kleRhYXRRNwYgCOynvNPP3I-6OJZ0CXfo2jRgUizo8weCuOkuGthbxoCFsEQAvD_BwE
01:07:22
February 21, 2021
Ep # 25 - "A fusão entre lícito e ilícito no roubo de cargas" - entrevista com Leonardo Ostronoff.
Você já ouviu falar em crimes praticados “na louca” x “especializados”, ou uma figura de um "receptador''? O que é “migração criminal'' e por que ela ocorre em ondas? O que torna o crime do colarinho branco diferente dos outros? Nesta entrevista, meu convidado Leonardo Ostronoff tenta responder porque o roubo de cargas é um símbolo da mistura perversa entre legalidade e ilegalidade. Claro, tem muito mais. Ouça!  - - - - Neste episódio tive o prazer de conversar com Leonardo Ostronoff. Ele é Sociólogo, possui pós-doutorado, doutorado e mestrado em Sociologia pela USP. É pesquisador do NEV/ USP e foi assessor do Gabinete da Prefeita de Fortaleza. Obrigado pelo seu apoio e até a próxima! - - - - LINKS 1) O artigo "Entre o lícito e o ilícito: a dinâmica do roubo de cargas e suas zonas cinzentas" https://www.academia.edu/44475750/Entre_o_l%C3%ADcito_e_o_il%C3%ADcito_a_din%C3%A2mica_do_roubo_de_cargas_e_suas_zonas_cinzentas 2) A música  https://www.youtube.com/watch?v=EIhvwaibWuE&ab_channel=BOTDALAN
01:22:35
December 19, 2020
Ep # 24 - "Bandidos na TV" (Netflix - 2019) - Conversa com Guilherme Bezerra Pujades Magalhães.
Você pode combater o crime com um programa de TV ou inevitavelmente se torna parte do problema? A única maneira possível de ver Wallace Souza  é como culpado ou inocente enquadrado por inimigos políticos? Por que a Polícia Militar se recusou a ter voz neste documentário? Eu e Guilherme tentamos responder a estas 3 perguntas principais e muito mais quando discutimos um fantástico documentário de 7 partes da Netflix “Bandidos na TV” de 2019. Guilherme Bezzerra Pujades Magalhães é meu amigo e se formou em Direito em 2008 pelo Centro Universitário de Brasília, é assessor jurídico na Procuradoria Geral da República, trabalha há mais de 10 anos na área criminal. Tem se interessado pela dinâmica do processo decisório e temas que envolvem inteligência artificial e ética de máquinas. Gosta também de estudar o fenômeno da morte e tem especial interesse por temas que envolvem a mentalidade política brasileira. Espero que voces gostem e até a próxima! OBS. Desculpe por alguns problemas técnicos que tivemos com o áudio. Minha voz não soa muito bem. Eu já consertei isso. LINKS 1) Página oficial do show https://bandidosnatv.com/ 2) Artigo da Folha de Sao Paulo  https://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2019/07/febre-em-manaus-bandidos-na-tv-divide-opiniao-da-cidade-sobre-a-inocencia-de-apresentador.shtml
01:14:28
November 24, 2020
Ep # 23 - "Trauma e aprendizagem infantil" - entrevista com Yvonne Bezerra de Mello.
Neste episódio eu e Tiago tivemos o prazer de conversar com Yvonne Bezerra de Mello.  Yvonne é uma educadora carioca que, ao longo de sua longa carreira, ajudou muitas crianças pobres e traumatizadas a estudar. Ela abriu sua própria escola e desenvolveu seu próprio método chamado "Uerê-Mello", do qual falará hoje. Conheci o trabalho dela quando assisti vários documentários sobre a violência no Rio. Incrivelmente motivada e destemida Yvone apareceu em muitos filmes, livros e artigos. Uma verdadeira inspiração para mim, foi ótimo conversar com ela. Abaixo, incluo a biografia dela, encontrada no site TED, partes da qual incluí na introdução deste episódio. Espero que vocês gostem. Até a próxima!  “Ensinar é uma magia, principalmente em um país que a educação não funciona” explica a fundadora do projeto Uerê, Yvonne Bezerra de Mello com a palestra “Aprendendo a Aprender”.  30% dos jovens não alcançam um nível de matemática adequado, e 19% não alcançam o nível de português. 55% dos alunos não aprendem nada, somando mais de 20 milhões de crianças brasileiras. Só amor daria sentido na vida de algumas crianças. A gente tem que aprender a ensinar todos os tipos de inteligência. São cerca de 15 mil professores e 299 escolas que utilizam a pedagogia Uerê Mello, um sistema declarado como um dos 6 melhores no mundo pela UNICEF. “Tudo é possível em educação, somente a esperança vai melhorar o Brasil. Só a educação muda o mundo!”, completa.  Doutora em Filologia, pela Sorbonne, Políticas Públicas na UFRJ e Direitos Humanos na Loyola University em Chicago e dedicou os últimos 30 anos de sua vida a estudos e pesquisas na área de educação. O início de sua pesquisa foi em seis países africanos em guerra, que foram o tema da sua pesquisa para sua tese na Sorbonne sobre bloqueios de linguagem em crianças traumatizadas em países em guerra. Esse foi o início dos esboços para a criação da Pedagogia UERÊ-MELLO: Desbloquear cognitivamente uma criança que sente fome, apanha e sofre e não consegue aprender" LINKS 1) TED  https://www.youtube.com/watch?v=K__5PBtLrgM&t=18s&ab_channel=TEDxTalks 2) Projeto Uerê https://www.projetouere.org.br/ 3) Artigo sobre Yvone da Paula Schmitt para Poder360 https://www.poder360.com.br/opiniao/brasil/a-longa-viagem-de-yvonne-bezerra-de-mello-conta-paula-schmitt/ 4) Gente de Expressão - Yvonne Bezerra de Mello https://www.youtube.com/watch?v=rQu0HVU4fpc&ab_channel=BRUNALOMBARDI 5) Yvonne Bezerra de Mello Onibus 174 Chacina Candelária https://www.youtube.com/watch?v=iUiiPHbFpsQ&ab_channel=EduardoHomemdeCarvalho
01:00:11
October 06, 2020
Ep # 22 - "Violência Policial - As 3 narrativas da mídia" - conversa com Tiago Abrantes.
3 homens encontrando seu fim nas mãos da polícia. 3 abordagens diferentes da mídia. Tiago e eu tentamos fazer perguntas abertas e colocar o princípio dos direitos humanos em primeiro plano na conversa, nos perguntando por que alguns casos recebem mais atenção do que outros.  Nos conte o que você pensa. Twitter - https://twitter.com/kamilpolones Instagram - https://www.instagram.com/corredorpolonespodcast/ corredorpolonespodcast@gmail.com  Até a próxima! Links: 1) Caso João Pedro https://extra.globo.com/casos-de-policia/caso-joao-pedro-policiais-recolheram-estojos-de-cartuchos-antes-de-pericia-chegar-ao-local-do-crime-24471766.html https://www.youtube.com/watch?v=5ad1FGBofSU 2) Caso Bunitinho https://extra.globo.com/casos-de-policia/fenomeno-na-internet-bunitinho-morre-baleado-na-ilha-do-governador-zona-norte-do-rio-rv1-1-24119505.html https://extra.globo.com/casos-de-policia/pericia-em-carro-onde-bunitinho-foi-morto-aponta-que-os-ocupantes-do-veiculo-nao-estavam-armados-24120305.html https://www.youtube.com/watch?v=NhxYb5lnaH0&t=1s 3) Caso Motociclista https://ponte.org/em-video-pm-mata-motociclista-com-tiro-pelas-costas/ https://oglobo.globo.com/brasil/nada-justifica-um-tiro-pelas-costas-diz-doria-sobre-acao-de-policial-em-sp-24553182 https://sao-paulo.estadao.com.br/noticias/geral,pm-e-preso-apos-atirar-pelas-costas-e-matar-motociclista-em-sp,70003376646
01:02:48
September 02, 2020
Ep # 21 - "Central do Brasil" (1998) - Nossas Impressões.
Neste episódio tive o prazer de conversar com meu amigo e co-host Tiago sobre um dos melhores filmes brasileiros que já vi na minha vida - Central do Brasil (1998). O filme do Walter Salles não precisa de introdução, então pouparei vocês disso. Como estrangeiro, ao assistir filmes brasileiros, sempre procuro perceber, se há algo essencialmente brasileiro. Houve muito disso, mas também muitos tópicos universais de luta humana, por isso escolher apenas 3 tópicos foi difícil, mas vamos-lá. Os três tópicos nos quais focamos são: 1)Violência contra crianças. 2)O sempre presente abandono das pessoas, principalmente mulheres. 3) Contrastes entre a cidade e o campo, entre os quais mencionamos religião, analfabetismo e outros.  Este episodio está disponível no Youtube - https://www.youtube.com/watch?v=AJ1rTI7E68c&t=3641s. Para acompanhar o podcast, siga-me: Twitter - @kamilpolones Instagram - @corredorpolonespodcast Me manda um email em corredorpolonespodcast@gmail.com Música do Intro - Robin Hood - Douglas Omena Escute e nos conte o que achou. Até a próxima!
01:38:08
July 21, 2020
Ep # 20 - "Dançando com o Diabo" (2008) - Nossas Impressões - conversa com Tiago Abrantes.
Neste episodio tive o prazer de conversar mais uma vez com meu amigo Tiago Abrantes sobre talvez um dos melhores documentários sobre violência que eu já vi - "Dançando com o Diabo" (2009). Estamos explorando essa obra-prima cheia de complexidades, situada em uma das favelas do Rio de Janeiro. Ouça! LINKS 1) O Filme https://www.youtube.com/watch?v=EXRRQ2nDL3w 2) A Pagina oficial do filme http://dancingwiththedevilthemovie.com 3) Artigo da Rosiane Rodrigues sobre o filme e influencia da igreja evangelica. https://extra.globo.com/noticias/religiao-e-fe/rosiane-rodrigues/dancando-com-diabo-384157.html 4) Artigo sobre violencia urbana no Brasil https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-88391999000400002
58:19
June 05, 2020
Ep # 19 - “Jovens Polacas” (2019) - poesia em forma de filme - Entrevista com diretor Alex Levy-Heller
Neste episodio tive um prazer de conversar com o diretor e produtor brasileiro Alex Levy-Heller. Alex produziu e dirigiu vários filmes, incluindo os documentários “O relógio do meu avô”, “Macaco Tião” e seus dois filmes mais recentes - “Christabel” e “Jovens Polacas”. Tive a sorte de ver “Jovens Polacas” no Cine Brasília, um cinema maravilhoso na capital, pouco antes do início do bloqueio pandêmico. Fiquei impressionado com a sensação muito sutil e poética do filme e quis muito convidar o Alex para o programa. Falamos sobre sua trajetória que é muito interessante e surpreendente, as condições do cinema brasileiro, que tipo de cinema nacional vende no exterior, seu interesse em temas judaicos e sua paixão por artes e dramaturgia. Na segunda parte, passamos algum tempo analisando “Jovens Polacas” e o que o tornou tão bonito de assistir. O filme está disponível em todas as principais plataformas de VOD do Brasil, como Net Now, Oi Play e Vivo Play. Não deixe de conferir e escute a nossa conversa. Até a próxima! LINKS 1) Artigo sobre o filme: https://aventurasnahistoria.uol.com.br/noticias/historia-hoje/conheca-o-filme-jovens-polacas-de-alex-levy-heller.phtml 2) Trailer  https://www.youtube.com/watch?v=P3-N291CbjM&t=53s 3) Filme disponivel no NET NOW https://www.nowonline.com.br/filme/jovens-polacas/1210884
59:27
May 05, 2020
Ep # 18 - "Uma reflexão sobre o artigo do Quilette sobre o complexo de superioridade da Europa"
Nesta breve atualização, falo sobre os próximos episódios e minha decisão de esperar um pouco com a publicação deles, além de um artigo do Quilette.com, não relacionado ao Brasil, que me fez refletir sobre o outro lado do suposto "complexo de viralata". Até a próxima!  LINKS  1) O artigo do Quilette.com  https://quillette.com/2020/03/14/conceit-and-contagion-how-the-virus-shocked-europe/  2) Documentario "Dancando com o Diabo"  https://www.youtube.com/watch?v=EXRRQ2nDL3w
10:48
March 24, 2020
Ep. # 17 - "Bacurau" (2019) - Nossas Impressões.
Neste episódio, tive o prazer de conversar mais uma vez com meu amigo Tiago Abrantes. Você pode se familiarizar com a história dele nos episódios 13 e 14. Desta vez, conversamos sobre uma obra de arte muito impressionante: ''Bacurau''. Um filme brasileiro que saiu no ano passado e se encaixa em pelo menos um dos critérios que sigo na escolha dos filmes nacionais que gosto de analisar: violência. Seguindo o formato, abordamos em três aspectos o que mais me impressionou como estrangeiro: 1) Cidades Remotas 2) Decapitações 3) Anti-Americanismo, além de tantos outros pontos. Ótimo filme, mas não imune às nossas críticas. Junte-se a nós na discussão. Até a próxima! LINKS Musica que usei no episodio. Trilha sonora 1)  "Bichos Da Noite" - Sergio Ricardo https://www.youtube.com/watch?v=Dvzk_E3WGYc&list=OLAK5uy_lSQ8zBcyQtJtoRlKRgb1lGW6gSkla7YMg&index=5 Trilha Sonora 2) "Night" - John Carpenter  https://www.youtube.com/watch?v=tyNuWCjc-bg&list=OLAK5uy_lSQ8zBcyQtJtoRlKRgb1lGW6gSkla7YMg&index=14
49:35
February 17, 2020
Ep. # 16 - "Porque a TV aberta nos faz um desfavor ao cobrir crimes" - Entrevista com Leandro Ayres França.
Nesse episodio tive um prazer de conversar com  Leandro Ayres França. Ele é professor, pesquisador, escritor e tradutor. Professor de Direito Penal e Processo Penal da Faculdade Estácio Rio Grande do Sul, campus Porto Alegre. Doutor e Mestre em Ciências Criminais pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências Criminais da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), com Pós-Doutorado pelo mesmo programa. Coordenador do Grupo de Estudos em Criminologias Contemporâneas. Pesquisador do Grupo de Pesquisa Modernas Tendências do Sistema Criminal, desde junho de 2009. Editor do projeto Café e Fúria. Atualmente, reside em Porto Alegre. Na primeira parte, nós conversamos sobre alguns dos projetos dele, como “Projeto Vazou”, “As Marcas do Cárcere” e “Café e Fúria”, conhecimento e estado da Criminologia, entre outros tópicos. Leandro é uma pessoa curiosa que faz muitas pesquisas interessantes que atraíram minha atenção. Nessa conversa eu certamente apresento só uma parte do seu trabalho, mas vocês podem visitar o site dele (links abaixo), onde encontrarão bastante material esclarecedor sobre violência e criminalidade no Brasil. Vale a pena! Ele é um dos acadêmicos que valorizam conversas com pessoas leigas como eu :) Na segunda parte, focamos em programas de TV aberta, como ‘Primeiro Impacto’, que tratam violência de um jeito bastante controverso e eu tento, através da minha posição de gringo:), entender o espaço e a responsabilidade social que os mesmos tem no país. Como eles ajudam na perpetuação dos estereótipos relacionados com o crime, por exemplo? Para mim foi uma conversa muito rica, divertida e com vasta aprendizagem.  Galera, se vocês gostaram dessa conversa. Podem me seguir no Instagram, Twitter e Facebook. Isso ajuda na visibilidade da programa. Valeu! Tomara que vocês gostem e até a próxima!  1) Link para a página pessoal do Leandro - "Aqui você encontrará o  meu currículo biográfico; a descrição do meu trabalho e das áreas em que  atuo; minhas publicações, com acesso aberto e gratuito aos conteúdos; a  apresentação dos projetos que integro; e uma seção de material  acadêmico destinado a estudantes" http://www.ayresfranca.com/ 2) Projeto Vazou - Pesquisa sobre vazamento não  consentido de imagens íntimas. https://www.projetovazou.com/ 3) Historia Comovente do Homem Elefante e traducao do Livro feita pelo meu convidado Leandro Ayres Franca. https://en.wikipedia.org/wiki/Joseph_Merrick (Ingles) http://www.cafeefuria.com/ayresfranca/Livro_08_FRANCA_LA_O_homem_elefante.pdf 4) Urso de Varsovia https://www.megacurioso.com.br/guerras/39291-conheca-a-historia-do-urso-que-foi-membro-oficial-do-exercito-polones.htm 5) Mitos e fatos da persecucao penal http://www.cafeefuria.com/ayresfranca/Art_11_FRANCA_LA_et_al_Mitos_e_fatos_da_persecuo_penal.pdf 6)  Programa de noticias - Primeiro Impacto https://en.wikipedia.org/wiki/Primeiro_Impacto
01:37:12
January 17, 2020
Ep. # 15 - "O Sequestro do ônibus 174" (2002) - Minhas Impressões.
Nesta série de episódios mais curtos, falo sobre filmes brasileiros que me impressionaram e recomendo que as pessoas vejam. Explico em 3 pontos o que se destaca para mim, como estrangeiro nestes filmes. No primeiro, escolhi "O Sequestro do ônibus 174", de José Padilha. Uma história trágica e triste que não poderia ser melhor contada do que neste documentário comovente. Aproveitem e Até a próxima! LINKS 1)  Produtora do Filme  http://www.zazen.com.br/ 2) Podcast Vida de Jornalista que faz a entrevista com a jornalista Mariana Gross que foi a primeira repórter a chegar ao local. https://vidadejornalista.podbean.com/e/memorias-2-onibus-174/ 3) Um artigo da Veja que fala sobre abordagem da policia que mudou depois do sequestro. https://veja.abril.com.br/brasil/sequestro-ao-onibus-174-mudou-abordagem-da-policia/
27:15
December 10, 2019
Ep. # 14 - "Entre Racismo e Anti-racismo (Parte II)" - Entrevista com Tiago Abrantes.
Esta é a segunda parte da minha entrevista com o Tiago Abrantes. Se você não ouviu a primeira parte, sugiro que você o ouça antes desta. https://anchor.fm/corredor-polones/episodes/Ep---13---Entre-Racismo-e-Anti-racismo-Parte-I---Entrevista-com-Tiago-Abrantes-e5bocf Tiago é meu amigo, negro, de descendência angolana e portuguesa. "Em sua vida, Tiago transitou por três continentes e os mais variados meios sociais. Em 2008 se formou em antropologia pela Hunter College, em Nova Iorque. Ele luta pela sobrevivência da melhor maneira possível e, em suas horas vagas, se considera um entusiasta e estudioso sobre várias questões filosóficas. Especialmente, a tensão entre a autopropriedade de indivíduos em relação a abstrações coletivistas como sociedade, religião, raça e noções românticas de relacionamento calcadas no auto-sacrifício." Hoje conversamos sobre o racismo e anti-racismo no discurso público. Conceito próprio de anti racismo, o termo inglês “virtue signalling”, leis brasileiros sobre racismo, cotas, o racismo sistêmico, entre vários outros tópicos. Galera, se vocês gostaram dessa conversa. Podem me seguir no Instagram, Twitter e Facebook e não esqueçam de deixar a sua avaliação na qualquer plataforma na qual vocês escutem o podcast..Isso ajuda muito na visibilidade da programa. Aproveitem essa conversa e até a próxima! LINKS 1) A Lei n.º 7.437/1985 é conhecida como "Lei Caó" nomeado após advogado, jornalista e político brasileiro Carlos Alberto Oliveira dos Santos conhecido como "Caó" e Lei nº 12.288 de 20 de Julho de 2010 que é o Estatuto da Igualdade Racial assinado por Lula em 2010. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/L7716.htm https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2010/lei/l12288.htm 2) Mulher é presa suspeita de injúria racial em supermercado do Rio. http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2016/05/mulher-e-presa-suspeita-de-racismo-em-supermercado-na-zona-sul-do-rio.html 3) Materia do Correio Brasiliense que explica injúria racial e racismo. https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/brasil/2019/01/05/interna-brasil,729072/lei-que-torna-racismo-crime-completa-30-anos-mas-ha-muito-a-se-fazer.shtml 4) Caso Maria Julia Coutinho - Maju http://g1.globo.com/pop-arte/noticia/2015/07/maria-julia-coutinho-maju-e-vitima-de-racismo-no-facebook.html 5) Dia Nacional da Consciência Negra https://pt.wikipedia.org/wiki/Dia_da_Consci%C3%AAncia_Negra
44:08
November 07, 2019
Ep. # 13 - "Entre Racismo e Anti-racismo (Parte I)" - Entrevista com Tiago Abrantes.
Neste episódio tive o prazer de conversar com Tiago Abrantes. Em sua vida, Tiago transitou por três continentes e os mais variados meios sociais. Em 2008 se formou em antropologia pela Hunter College, em Nova Iorque. Ele luta pela sobrevivência da melhor maneira possível e, em suas horas vagas, se considera um entusiasta e estudioso sobre várias questões filosóficas. Especialmente, a tensão entre a autopropriedade de indivíduos em relação a abstrações coletivistas como sociedade, religião, raça e noções românticas de relacionamento calcadas no auto-sacrifício. Tiago é meu amigo, negro, de descendência angolana e portuguesa. Nós conversamos principalmente sobre várias formas de racismo e anti-racismo. Essa entrevista é dividida em duas partes. Essa é a primeira. Aqui Tiago conta suas experiências na adolescência com racismo cotidiano em Brasília e Rio de Janeiro, sobre a curiosidade de saber mais sobre suas raízes, mudança de percepções e definições da negritude entre anos 80/90 e tempos mais recentes. Tiago também passou uma boa parte de sua vida nos Estados Unidos e ele fala sobre a  complexidade de sua experiência lá vivida. Tocamos no assunto das diferenças entre Brasil e Estados Unidos em relação ao racismo, a linha divisória entre pessoas brancas e negras, a percepção que os negros americanos tem dos negros não americanos, as “vantagens“ de ser negro ao redor de pessoas brancas liberais, brutalidade da polícia e diferenças entre treinamento policial aqui e nos Estados Unidos, conceitos de racismo velado, racismo benevolente entre vários outros tópicos. Aproveitem essa conversa e até a próxima! Galera, se vocês gostaram dessa conversa. Podem me seguir no Instagram, Twitter e Facebook e não esqueçam de deixar a sua avaliação na qualquer plataforma na qual vocês escutem o podcast..Isso ajuda muito na visibilidade da programa. LINKS 1) Música que influenciou Tiago. https://www.youtube.com/watch?v=6IKNkBmtxqU&feature=youtu.be 2) Frantz Fanon -  "Black Skin, White Masks" (1952) (Inglês) http://abahlali.org/files/__Black_Skin__White_Masks__Pluto_Classics_.pdf 3) Dois links que mostram complexidade da violência letal da polícia nos Estados Unidos (Inglês) https://towardsdatascience.com/us-police-killings-what-the-data-tells-us-563f8b052452 https://www.washingtonpost.com/business/2019/08/08/police-shootings-are-leading-cause-death-young-american-men-new-research-shows/?noredirect=on
40:44
October 08, 2019
Ep. # 12 - "Um choque de visões de mundo - a situação dos povos indígenas" - Entrevista com Fernando Pessoa de Albuquerque
Neste episódio, tive o prazer de conversar com Fernando Pessoa de Albuquerque. Fernando é Psicólogo Sanitarista, doutorando em saúde coletiva pela USP, com experiência de 7 anos na gestão das ações de saúde mental no subsistema de saúde indígena. Nós conversamos principalmente sobre a violência e os problemas que povos indígenas enfrentam no Brasil, como também o polêmico infanticídio. Como profissional na área de saúde indígena, Fernando tocou em um aspecto muito interessante no meio desse dilema: a fragilidade da saúde dos indígenas. Durante a entrevista eu me refiro várias vezes a um debate do qual Fernando participou, na TV Senado, sobre o infanticídio indígena. Vocês podem assisti-lo no youtube, segue abaixo o link de um resumo do vídeo, que vale a pena assistir porque tem várias opiniões divergentes sobre o assunto. Nós conversamos também sobre as principais vulnerabilidades que os índios enfrentam, como a poluição de suas terras com mercúrio pelos garimpeiros, as distâncias enormes de algumas aldeias às cidades próximas, as várias doenças que podem ser perigosas como gripe e diarréia; o triste índice de suicídio entre adolescentes indígenas, 3 vezes mais alto do que o nacional; o fenômeno do epistemicídio; o papel da Funai; a importância da confiança entre aldeias e trabalhadores do governo; o paternalista estatuto do índio de 1973, as disputas de terra e subsequentes homicídios; a visão que algumas aldeias têm sobre a criança; as controvérsias do termo "índio integrado", entre outros tópicos. Aproveitem essa conversa e até a próxima! LINKS 1)Discussão do TV Senado sobre infanticídio indígena (26min) https://www.youtube.com/watch?v=-284sId5m7w&t=380s 2)O polêmico filme "Hakani, uma menina chamada sorriso" (36min) https://www.youtube.com/watch?v=dNvN6G0DahA 3) Mais um filme, feito por Sandra Terena, atual secretária nacional de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH). "Quebrando o Silêncio: Infanticídio em Aldeias Indígenas" (28 min) https://www.youtube.com/watch?v=V5F9HjSnsmw 4)Artigos Brasileiros https://brasil.elpais.com/brasil/2018/12/13/politica/1544706288_924658.html https://www.bbc.com/portuguese/brasil-46448437 https://www.dm.com.br/politica/2017/01/o-dilema-do-infanticidio-indigena/ http://revista.antropos.com.br/v3/downloads/Os%20Direitos%20Humanos%20e%20a%20Liberdade%20Cultural%20-%20Ma%EDra%20de%20Paula%20Barreto.pdf https://www.brasildefato.com.br/2016/11/14/projeto-de-lei-sobre-infanticidio-indigena-gera-polemica-no-senado/ 5) Artigo em Inglês https://foreignpolicy.com/2018/04/09/the-right-to-kill-brazil-infanticide/# 6) Organização Atini https://www.atini.org.br/ 7) Agência Funai http://www.funai.gov.br/
52:59
August 28, 2019
Ep. # 11 - "As várias formas de violência contra as pessoas trans" - Entrevista com a socióloga e pesquisadora - Berenice Bento da UnB.
Neste episódio, tive o prazer de conversar com Berenice Bento. Berenice é socióloga, mestra em Sociologia pela Universidade de Brasília  e doutora pela mesma universidade. Sua pesquisa concentra-se em temas como gênero, sexualidade e direitos humanos. Berenice é autora de vários livros entre eles ,”O que é Transexualidade” de 2008 que eu li em preparação para esse episódio. Ela também é colunista da Revista CULT desde 2015 onde publica opiniões bem interessantes. Lá achei algumas que criticam Damares Alves, atual ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos e sobre as quais converso com Berenice.  Nós conversamos sobre a associação de transexualidade com o pecado e a patologia, a problemática confusão em chamar as pessoas trans de homosexuias, o significado da palavra perfumaria, que eu nunca tinha ouvido antes, e o ativismo das pessoas trans no Brasil. Abordamos também o complicado aspecto das cirurgias de mudança de gênero e várias razões pelas quais as pessoas as fazem, a percepção depreciativa das feministas como bruxas feias, as diferenças entre violência contra mulher e mulher trans, o chocante "Caso Dandara" de 2017 como ilustração de certo ritual de “apuramento” na sociedade, e a vulnerabilidade do trabalho de prostituição. Ela conta várias histórias pessoais que são bem tocantes e me deram uma melhor compreensão da questão.   Galera, se vocês gostaram dessa conversa, tem críticas ou sugestões, entre em contato através das redes sociais. Podem  me seguir no Instagram, Twitter e Facebook e não esqueçam de deixar a sua avaliação em qualquer plataforma na qual vocês escutem o podcast. Isso ajuda muito na visibilidade do programa. Aproveitem essa conversa e até a próxima!  LINKS  Livros do Berenice Bento  https://www.amazon.com.br/s?k=berenice+bento&__mk_pt_BR=%C3%85M%C3%85%C5%BD%C3%95%C3%91&crid=30R7A4603PUP1&sprefix=berenice+%2Caps%2C311&ref=nb_sb_ss_i_4_9  Artigos do Berenice na Revista CULT https://revistacult.uol.com.br/home/tag/berenice-bento  Caso Dandara   https://www.huffpostbrasil.com/entry/dandara-dois-anos-travesti-assassinato_br_5c67742ee4b01757c36bb716   Dossiê dos assasinatos e da violência contra travestis e transsexuais no Brasil em 2018  https://antrabrasil.files.wordpress.com/2019/01/dossie-dos-assassinatos-e-violencia-contra-pessoas-trans-em-2018.pdf
53:31
July 24, 2019
Ep. # 10 - "O papel do MST em declínio?" - Entrevista com o pesquisador e professor - Zander Navarro da EMBRAPA.
Neste episódio, tive o prazer de conversar com Zander Navarro.  Zander é Engenheiro Agrônomo com especialização em Economia Rural; Mestre em Sociologia Rural e Doutor em Sociologia Geral. Tem pós-doutorado em Ciências Políticas e foi um professor de sociologia por 36 anos. Atualmente é pesquisador da Embrapa em Brasília. Em seu trabalho, Zander aborda processos sociais rurais, desenvolvimento agrário e rural; movimentos sociais e organizações rurais; história agrária do Brasil; participação social e processos de democratização. Nós conversamos principalmente sobre o MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra), suas origens e ligação com partes da Igreja Católica, sua estrutura semi-clandestina e os maiores escândalos envolvendo o movimento. Zander escreveu um artigo bastante crítico sobre o MST, que originou nossa conversa. Neste podcast eu conto um pequeno incidente que aconteceu comigo e minha esposa enquanto viajávamos e que aumentou minha curiosidade sobre o tema. Neste episódio, ele fala sobre como  sua trajetória profissional lhe permitiu ter um olhar único sobre as táticas do grupo que, de acordo com ele, culminam no fracasso do movimento. Tocamos também no tema da reforma agrária e no pouco conhecimento que outros países tem sobre o Brasil. Aproveitem essa conversa e até a próxima! LINKS https://www.embrapa.br/equipe/-/empregado/356194/zander-soares-de-navarro 196_223_Versão final Zander Navarro (Versão apenas em inglês) https://online.unisc.br/seer/index.php/redes/article/download/1362/1472 https://pt.wikipedia.org/wiki/Movimento_dos_Trabalhadores_Rurais_Sem_Terra http://www.mst.org.br/2019/02/13/sem-terrinha-em-movimento-brincar-sorrir-lutar.html https://www1.folha.uol.com.br/poder/2009/01/491141-aos-25-anos-mst-defende-novo-conceito-de-reforma-agraria.shtml https://portal.comunique-se.com.br/sebastiao-salgado-expoe-obras-que-retratam-o-movimento-sem-terra/ https://www.ifch.unicamp.br/formulario_cemarx/selecao/2012/trabalhos/6142_Feix_Plinio.pdf
01:06:01
June 24, 2019
Ep. # 9 - "A Cracolândia e a demonização do crack" - Entrevista com o jornalista e ilustrador André Cabette Fábio, do Nexo Jornal
Neste episódio, tive o prazer de conversar com André Cabette Fábio.  Ele é jornalista e ilustrador formado na Universidade de São Paulo, com passagens pelo Estadão, Folha, UOL, Die Zeit Online, da Alemanha, e atualmente trabalha no Nexo Jornal. Ele cobre as questões de drogas, violência, direitos LGBTI, a questão indígena, ciência, saúde e meio ambiente  Nós conversamos principalmente sobre a Cracolândia, que fica no centro da cidade de São Paulo. Me Lembro de ver uma matéria sobre como o crack é vendido em feiras, como se os produtos ali vendidos fossem frutas e verduras. Isso me intrigou, então decidi fazer um episódio. André escreveu vários artigos no Nexo de forma muito clara  sobre a Cracolândia, que me ajudaram a entender o que é realmente esse lugar. Nessa conversa ele aborda as origens desse bairro, ações do governo, o perfil das pessoas que acabam morando lá, a guerra contra as drogas no Brasil, os mitos sobre a Cracolândia, Liberdade pessoal no Brasil e vários outros temas.  Aproveitem essa conversa e até a próxima! OBS.!! O programa de internação compulsória dirigido aos usuários de drogas da Cracolândia do então prefeito de São Paulo João Doria chamava-se "Redação" e não "Renascer" como afirmamos erroneamente. Peço desculpas pelo erro. LINKS https://www.nexojornal.com.br/expresso/2017/05/23/A-nova-interven%C3%A7%C3%A3o-na-cracol%C3%A2ndia-origens-e-precedentes-de-um-problema-cr%C3%B4nico https://www.nexojornal.com.br/expresso/2017/06/27/Por-que-o-crack-n%C3%A3o-%C3%A9-o-%C3%BAnico-problema-de-quem-est%C3%A1-na-cracol%C3%A2ndia?fbclid=IwAR3p4XlxvP6oWg3n38bSUs9gei7RVxAtTXUv2yDvntMSNwGHgL0I4q8eq5w https://www.nexojornal.com.br/expresso/2016/03/31/Quais-s%C3%A3o-os-resultados-de-pol%C3%ADticas-de-redu%C3%A7%C3%A3o-de-danos-para-usu%C3%A1rios-de-crack https://www.nexojornal.com.br/explicado/2017/01/14/Lei-de-Drogas-a-distin%C3%A7%C3%A3o-entre-usu%C3%A1rio-e-traficante-o-impacto-nas-pris%C3%B5es-e-o-debate-no-pa%C3%ADs?fbclid=IwAR1EEpF5LXsoOjVg8prtJlSiU7lef_Gj-ZX8sfxtwOVmoNgLdCmnEBzoSwc https://www.youtube.com/watch?v=jz8TEEfinAY https://www.youtube.com/watch?v=tKxk61ycAvs http://www.mpf.mp.br/pgr/noticias-pgr/inspecao-nacional-aponta-graves-violacoes-de-direitos-humanos-em-comunidades-terapeuticas Galera, se vocês gostaram dessa conversa, tem críticas ou sugestões entre em contato através das redes sociais. Podem me seguir no Instagram, Twitter e Facebook e não esqueçam de deixar a sua avaliação no Itunes ou em qualquer outra plataforma na qual vocês escutem o podcast..Isso ajuda muito na visibilidade da programa. Obrigado! 
51:02
May 24, 2019
Ep. # 8 - "O mundo esquecido das prisões" - Entrevista com a ex-diretora das políticas penitenciárias da DEPEN - Valdirene Daufemback.
Hoje tive o prazer de conversar com Valdirene Daufemback. Ela é Psicóloga, Doutora em Direito e Perita do Mecanismo Nacional de Prevenção e Combate à Tortura. Foi Ouvidora e Diretora de Políticas Penitenciárias do Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN), Conselheira do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária do Ministério da Justiça e Conselheira do Conselho Carcerário de Joinville, Santa Catarina. Valdirene também é colunista na revista online ''Justificando'', onde ela publica reflexões muito interessantes sobre o mundo carcerário. Ela é também uma das organizadoras do livro recente “Para além da prisão: reflexões e propostas para uma nova política penal no Brasil” que propõe várias soluções para melhorar o sistema penitenciário brasileiro. Nós conversamos sobre a carreira dela na DEPEN, as 400 visitas nas prisões que ela faz durante esse tempo, as mais de 2000 cartas que a administração recebeu de prisioneiros. O papel das igrejas na prisões, que tipo de criminoso você encontra nas prisões, a história e percepção do crime no Brasil e a imagem de super herói que a sociedade cria em relação às autoridades, entre outros tópicos. Galera, se vocês gostaram dessa conversa, campartilhem e se não esqueçam de deixaruma avaliação no Itunes ou em qualquer outra plataforma na qual vocês escutam o podcast como Spotify ou Castbox. Isso ajuda muito na visibilidade do podcast. Obrigado!  LINKS http://www.justificando.com/2018/03/12/o-curioso-mundo-religioso-das-prisoes-brasileiras/ http://www.justificando.com/2018/09/10/uso-dos-celulares-na-prisao-da-serie-como-fomentar-aquilo-que-se-quer-coibir/ https://g1.globo.com/df/distrito-federal/noticia/2018/09/03/quatro-jovens-sao-indiciados-pelo-linchamento-de-um-adolescente-apos-festa-no-parque-da-cidade-em-brasilia.ghtml http://www.justificando.com/2018/01/09/guerra-entre-faccoes-e-causa-d-crise-prisional/ https://grupoeditorialletramento.com/shop/pre-venda-para-alem-da-prisao-reflexoes-e-propostas-para-uma-nova-politica-penal-no-brasil/ https://www.amazon.com.br/Pris%C3%A3o-Reflex%C3%B5es-Propostas-Pol%C3%ADtica-Brasil/dp/8595301220 Aproveitam essa conversa e até a próxima!
50:30
April 23, 2019
Ep. # 7 - "A lei Maria da Penha na prática" - Entrevista com Alberto Carvalho Amaral
Neste episódio tive o prazer de conversar com Alberto Carvalho Amaral. Alberto é Defensor Público do Distrito Federal. É Doutorando em sociologia - pela Universidade de Brasília (UnB) e é Mestre em Direito e Políticas Públicas pelo Centro Universitário de Brasília (CeUB). Alberto escreveu um livro “A violência doméstica a partir do olhar das vítimas: reflexões sobre a Lei Maria da Penha em juízo”, publicado pela editora D'Plácido em 2017.  Nós conversamos sobre o livro e a pesquisa dele. Alberto explicou então o que é a lei Maria da Penha e porque ela é tão importante no combate à violência doméstica. Falou também sobre como essa lei funciona no mundo real, as barreiras entre o campo judicial e as pessoas comuns e o ciclo de violência que a Maria da penha pretende quebrar. Além disso debatemos sobre as ondas de feminismo, o perfil das mulheres mais afetadas pela violência doméstica, a diferença entre feminicídio e homicídio, entre outros tópicos. Aproveitem essa conversa e até a próxima! Galera, se vocês gostaram dessa conversa não esquece de deixar um like e me seguir nas mídias sociais. Sua avaliação no Itunes ou em qualquer outra plataforma na qual vocês escutam o podcast ajuda muito na visibilidade do podcast. Obrigado! LINKS 1) https://www.amazon.com.br/Viol%C3%AAncia-Dom%C3%A9stica-Partir-Olhar-V%C3%ADtimas/dp/8584255249/ref=sr_1_1?qid=1553016108&refinements=p_27%3AAlberto+Carvalho+Amaral&s=books&sr=1-1 2) http://direito.folha.uol.com.br/blog/cime-traio-e-legtima-defesa-da-honra 3) https://www.google.com/search?client=firefox-b-d&q=FEMINICIDIO+NA+BRASIL+2018++G1
01:22:25
March 20, 2019
Ep. # 6 - "O Fenomeno do PCC" - Entrevista com Fernando Salla de NEV-USP
Neste episódio tive o prazer de conversar mas uma vez com Fernando Salla. Ele é doutor em sociologia pela USP e pesquisador do Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo. Dessa vez conversamos sobre o fenômeno do Primeiro Comando da Capital ou PCC, a estrutura e o surgimento do movimento, as várias fases pelas quais este passou e a incrível influência que o movimento tem nas prisões paulistas e fora delas. Além disso, debatemos as condições de vida em bairros pobres, laços de dependência entre usuários de drogas e traficantes  e a diferença entre o PCC e as gangues nas prisões dos Estados Unidos.  Apontamos também vários paradoxos como o entendimento dos direitos humanos no Brasil, a relação do governo e o PCC, as práticas punitivas nas prisões aplicadas pelo estado e pelo PCC e alguns outros tópicos. Galera, se vocês gostaram dessa conversa não esquece de deixar o like na media social e a sua avaliação no Itunes ou em qualquer outra plataforma na qual vocês escutam o podcast. Isso ajuda muito na visibilidade do podcast. Obrigado! Links 1)Criminalidade organizada nas prisões e os ataques do PCC - Sérgio Adorno e Fernando Salla - Fernando Salla é sociólogo, pesquisador sênior do Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo (NEV -Cepid/USP). Autor de “As prisões em São Paulo  1822-1940” (Annablume/Fapesp, 1999) - 2007 http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-40142007000300002 2)As rebeliões nas prisões: Novos significados a partir da experiência brasileira - Fernando Salla - 2006 http://www.scielo.br/pdf/soc/n16/a11n16.pdf 3)Práticas punitivas no cotidiano prisional - Fernando Salla 2015 www.seer.uece.br/?journal=opublicoeoprivado&page=article&op=view&path%5B%5D=1210&path%5B%5D=1258  4) Os crimes de maio, 2006. Dez anos depois - Reportagem da Globo, 2016 http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2016/05/ha-dez-anos-sao-paulo-parou-durante-serie-de-ataques-contra-policiais-e-civis.html  Em Inglês  4)Formal and informal controls and punishment: The production of order in the prisons of São Paulo - Camila Nunes Dias and Fernando Salla - Prison Service Journal, January 2017 http://www.academia.edu/33521447/Formal_and_informal_controls_and_punishment_The_production_of_order_in_the_prisons_of_S%C3%A3o_Paulo 5) Organized Crime in Brazilian Prisons: The Example of the PCC- International Journal of Criminology and Sociology -  2013 - Camila Nunes Dias e Fernando Salla http://nevusp.org/wp-content/uploads/2015/11/1459-4409-1-SM.pdf
01:20:16
February 18, 2019
Episódio # 5 - " Violência e Mídia no Brasil e mais rebeliões " - Entrevista com Felipe Frazão de “O Estado de São Paulo”
Neste episódio, tive o prazer de entrevistar Felipe Frazão. Felipe é um jornalista nascido no Rio de Janeiro e graduado pela UFRJ. Cobre política, governo e grandes temas nacionais como crime e corrupção e é baseado em Brasília, onde mora desde 2015. Atualmente trabalha no jornal “O Estado de São Paulo” e já foi repórter da revista VEJA. Na primeira parte do nosso encontro, conversamos sobre a relação pessoal de Felipe com a violência e sua experiência de morar no Rio, SP e Brasília, no que diz respeito à segurança, à intervenção militar no Rio e à relação que a mídia e a sociedade tem com a violência.  Na segunda parte,  Felipe discorre sobre o processo de escrever seu artigo “Metástase do Horror”, publicado na Veja, sobre as rebeliões que ocorreram nas penitenciárias de Manaus e de Roraima em Janeiro de 2017, nas quais 91 detentos foram brutalmente assassinados.  Neste artigo, Felipe aborda as condições prisionais, a guerra entre as organizações criminosas e o domínio que possuem dos territórios nos quais se encontram. Debatemos também a incapacidade do governo de controlar os ambientes prisionais e de falar honestamente sobre esses massacres. Galera, se vocês gostaram dessa conversa não esqueçam de deixar a sua avaliação no Itunes ou em qualquer outra plataforma na qual vocês escutem o podcast e também dar um like na mídia social. Isso ajuda muito na visibilidade do podcast. Obrigado! Links: Rebelião em Manaus - 1 de Janeiro, 2017 http://g1.globo.com/am/amazonas/noticia/2017/01/rebeliao-no-compaj-chega-ao-fim-com-mais-de-50-mortes-diz-ssp-am.html Rebelião em Roraima - 6 de Janeiro, 2017 http://g1.globo.com/rr/roraima/noticia/2017/01/mais-de-30-presos-sao-mortos-na-penitenciaria-de-roraima-diz-sejuc.html Imagens mostrando um preso carregando uma arma dentro da prisão de Manaus https://www.youtube.com/watch?v=wAzaYuOwplU
01:01:19
January 27, 2019
Episódio # 4 - "Massacre do Carandiru e a reaçaõ da cultura" - Entrevista com Antonio Suxberger
Neste episódio, tive o prazer de entrevistar Antonio Suxberger. Ele é promotor de Justiça do Ministério Público do Distrito Federal. Conversamos principalmente sobre o Massacre do Carandiru (1992) em São Paulo onde uma tentativa policial de reprimir uma rebelião causou morte de 111 presos. Debatemos as manifestações artísticas, o dualismo que existe na sociedade sobre o massacre e o criminoso em geral. Além disso Antônio expôs a complexidade do trabalho policial e sistema prisional. Aproveitam essa conversa e até a próxima! Galera, se vocês gostaram dessa conversa não esquece de deixar a sua avaliação no Itunes ou em qualquer outra plataforma na qual vocês escutem o podcast e também dar um like na media social. Isso ajuda muito na visibilidade do podcast. Obrigado! Links Racionais Mc’s - Diario de um Detento https://www.youtube.com/watch?v=er-bYI9-3hM Memória Massacre Carandiru https://www.massacrecarandiru.org.br/ “Chegou a morte” O Relatório da Amnesty International de 1993 https://anistia.org.br/wp-content/uploads/2012/10/amr190081993pt.pdf https://pt.wikipedia.org/wiki/Drauzio_Varella https://pt.wikipedia.org/wiki/Massacre_do_Carandiru
51:47
December 18, 2018
Episódio # 3 - "Rebelião na Ilha Anchieta, 1952" - Entrevista com Fernando Salla
Neste episódio tive o prazer de conversar com Fernando Salla. Ele é doutor em sociologia pela USP e pesquisador do Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo. Nós conversamos principalmente sobre a rebelião que ocorreu na prisão da Ilha Anchieta (SP), a crise que ela causou na área da segurança pública nos anos 50, o pânico que a fuga dos presos causou na sociedade e o simbolismo desse acontecimento. Violenta e sangrenta, essa fuga teve todas as características de um drama Hollywoodiano, mas as consequências se transpuseram à vida real. Galera, se vocês gostaram dessa conversa não esquece de deixar a sua avaliação no Itunes ou em qualquer outra plataforma na qual vocês escutam o podcast. Isso ajuda muito na visibilidade do podcast. Obrigado! Links Produção da delinquência e rebelião: a fuga de presos da ilha Anchieta em 1952 - Dirceu Franco Ferreira www.scielo.br/pdf/rh/n177/2316-9141-rh-177-a04117.pdf Rebelião na Ilha Anchieta em 1952 e a primeira grande crise na segurança pública paulista - Fernando Salla revistas.ufrj.br/index.php/dilemas/article/view/7307/5886 Práticas punitivas no cotidiano prisional - Fernando Salla www.seer.uece.br/?journal=opublicoeoprivado&page=article&op=view&path%5B%5D=1210&path%5B%5D=1258 As rebeliões nas prisões: novos significados a partir da experiência brasileira - Fernando Salla www.scielo.br/pdf/soc/n16/a11n16.pdf Mãos Sangrentas - o filme brasileiro baseado nos eventos de 1952 www.portalbrasileirodecinema.com.br/christensen/filme-maos-sangrentas.php?indice=filmes
48:23
December 04, 2018
Episódio # 2 - "Holocausto Brasileiro" - Entrevista com Daniela Arbex
Neste episódio tive o prazer de entrevistar a jornalista e autora do livro "Holocausto Brasileiro" de 2013, que retrata a triste história do Hospital Colônia em Barbacena, um manicômio no qual os pacientes sofriam graves abusos e negligência. O livro virou um documentário da HBO em 2016. Na nossa conversa, Daniela conta a história do manicômio e fala sobre o caminho profisssional que escolheu na vida. Aprendi muito com essa troca. Aproveitem essa conversa e até a próxima! Links http://www.danielaarbex.com.br/ O documentário - https://www.youtube.com/watch?v=izE_vxYqUiU&t=3878s O livro - https://www.amazon.com.br/Holocausto-brasileiro-Daniela-Arbex-ebook/dp/B00DIDZ9IO Documentário do Helvécio Ratton 'Em Nome da Razão' - https://www.youtube.com/watch?v=PeXjSSs4q2k
51:03
November 13, 2018
Episódio # 1 - Introdução - O que é o Corredor Polonês
Sejam bem vindos ao Corredor Polonês. Neste primero episódio, eu falo um pouco sobre mim e meus interesses, sobre o que originou o podcast, do que ele trata e de sua estrutura. Vocês podem fazer a assinatura no Itunes e no Spotify, entre outras plataformas. Dê uma curtida no Facebook e siga o Corredor Polonês no Twitter. Até breve!
02:58
November 04, 2018