Skip to main content
Crítica Desapiedada

Crítica Desapiedada

By Equipe CD
O Podcast Crítica Desapiedada é mais uma ferramenta de luta cultural vinculada ao site homônimo (https://criticadesapiedada.com.br/).
Este Podcast, assim, visa contribuir na luta pela transformação radical da sociedade a partir de debates sobre temas diversos, mantendo-se a perspectiva revolucionária e as ferramentas teóricas adequadas
Listen on
Where to listen
Apple Podcasts Logo

Apple Podcasts

Breaker Logo

Breaker

Google Podcasts Logo

Google Podcasts

Overcast Logo

Overcast

Pocket Casts Logo

Pocket Casts

RadioPublic Logo

RadioPublic

Spotify Logo

Spotify

Nem Fascismo, Nem Antifascismo, a Perspectiva Proletária
Neste nono episódio do Podcast Crítica Desapiedada, Gabriel Teles conversa com Guilherme Bachmann a respeito do seu artigo “O Espantalho Fascista dos Antifascistas e a Luta Contra as Ilusões Democráticas”, como parte do evento Ciclo de Debates Enfrentamento: A Perspectiva Revolucionária frente o Fascismo e o Antifascismo, realizado no mês de agosto de 2020. Referências: https://criticadesapiedada.com.br/2020/08/15/ciclo-de-debates-enfrentamento-a-perspectiva-revolucionaria-frente-o-fascismo-e-o-antifascismo/
1:23:18
September 5, 2020
Luta de Classes e Maio de 68 na França - Seminário Autogestionário
Neste oitavo episódio do Podcast Crítica Desapiedada, o militante autogestionário Marcus Vinícius debate o tema "Luta de Classes e Maio de 68 na França", como parte das atividades do seminário virtual “Capitalismo, Luta de Classes e Experiências Revolucionárias”, realizado no mês de junho de 2020. Referências: https://criticadesapiedada.com.br/2020/06/23/seminario-parte-iv-luta-de-classes-e-maio-de-68-na-franca-marcus-vinicius/
1:38:04
August 25, 2020
A Revolução Russa: do processo revolucionário à contrarrevolução burocrática - Seminário Autogestionário
Neste sétimo episódio do Podcast Crítica Desapiedada, a militante autogestionária Aline Ferreira debate o tema "A Revolução Russa: do processo revolucionário à contrarrevolução burocrática", como parte das atividades do seminário virtual “Capitalismo, Luta de Classes e Experiências Revolucionárias”, realizado no mês de junho de 2020. Referências: https://criticadesapiedada.com.br/2020/06/14/seminario-parte-iii-a-revolucao-russa-do-processo-revolucionario-a-contrarrevolucao-burocratica-aline-ferreira/
1:42:13
August 10, 2020
Luta de Classes e Desenvolvimento Capitalista: A Teoria dos Regimes de Acumulação - Seminário Autogestionário
Neste sexto episódio do Podcast Crítica Desapiedada, o militante autogestionário Nildo Viana debate o tema "Luta de Classes e Desenvolvimento Capitalista: A Teoria dos Regimes de Acumulação", como parte das atividades do seminário virtual “Capitalismo, Luta de Classes e Experiências Revolucionárias”, realizado no mês de junho de 2020.  Referências: https://criticadesapiedada.com.br/2020/06/09/seminario-parte-ii-luta-de-classes-e-desenvolvimento-capitalista-a-teoria-dos-regimes-de-acumulacao-nildo-viana/
1:56:20
June 26, 2020
A Teoria do Modo de produção capitalista em Karl Marx - Seminário Autogestionário
Neste quinto episódio do Podcast Crítica Desapiedada, o militante autogestionário Mateus Orio debate o tema "A Teoria do Modo de produção capitalista em Karl Marx", como parte das atividades do seminário virtual “Capitalismo, Luta de Classes e Experiências Revolucionárias”, realizado no mês de junho de 2020. Referências: https://criticadesapiedada.com.br/2020/06/03/seminario-parte-i-a-teoria-do-modo-de-producao-capitalista-em-karl-marx-mateus-orio/
1:25:17
June 15, 2020
Sindicalismo: Da Expectativa Revolucionária à Conformação Burocrática - Live Autogestionária
Neste quarto episódio do Podcast Crítica Desapiedada, o militante autogestionário José Santana debate sobre o tema "Sindicalismo: Da Expectativa Revolucionária à Conformação Burocrática". Referências: https://criticadesapiedada.com.br/2020/05/11/live-autogestionaria-sindicalismo-da-expectativa-revolucionaria-a-conformacao-burocratica/
1:02:26
June 5, 2020
Lumpemproletariado e Luta de Classes na Contemporaneidade - Live Autogestionária
Neste terceiro episódio do Podcast Crítica Desapiedada, o militante autogestionário Lisandro Braga debate sobre o tema "Lumpemproletariado e Luta de Classes na Contemporaneidade". Referências: http://criticadesapiedada.com.br/2020/04/25/live-autogestionaria-sobre-lumpemproletariado-e-luta-de-classes-na-contemporaneidade/
57:06
May 26, 2020
A Concepção de Estado em Marx com Matheus Almeida - Live Autogestionária
Neste segundo episódio do Podcast Crítica Desapiedada, o militante autogestionário Matheus Almeida debate sobre o tema "A Concepção de Estado em Marx". Referências: http://criticadesapiedada.com.br/2020/04/16/live-autogestionaria-com-matheus-almeida/
2:01:04
May 18, 2020
Um Manifesto Inaugural
Cartas de Karl Marx a Arnold Ruge (1843).“Embora a construção do futuro e sua consolidação definitiva não seja assunto nosso, é ainda mais claro, no presente, o que devemos realizar. Refiro-me à crítica desapiedada do existente, desapiedada tanto no sentido de não temer os próprios resultados quanto no sentido de que não se pode temer os conflitos com aqueles que detêm o poder. […] Você não dirá que eu tenha o presente em grande estima, e se eu não desespero dele, é só porque a sua situação desesperada me enche de esperança.” O Portal Crítica Desapiedada surgiu como iniciativa a partir de debates entre indivíduos que possuem um interesse em comum: a ampliação da luta cultural na perspectiva revolucionária. Trata-se, portanto, de uma ferramenta de propaganda revolucionária, em espaços virtuais, que almeja contribuir com o avanço da consciência revolucionária e o acesso à formação autogestionária. Mas o que seria essa luta cultural? O seu significado aponta para a luta de classes no plano cultural da sociedade. Dessa forma, a luta cultural perpassa todas as classes sociais e estas se digladiam para expressarem suas perspectivas políticas na busca de uma hegemonia cultural. Essa luta, na perspectiva revolucionária que adotamos, ocorre nas mais diversas formas: propaganda, teoria, manifestações artísticas, críticas etc., que são materializados em panfletos, livros, música, poesia, uso da internet, revistas, etc. A percepção e a análise da importância da luta cultural é efetivada pelos revolucionários demonstrando a necessidade de seu desenvolvimento não só em períodos revolucionários, mas também em tempos de refluxos, sedimentando uma cultura contestadora que, posteriormente, com a intensificação da luta de classes, irá colaborar com o avanço da consciência do proletariado em luta de forma mais acelerada. O bloco revolucionário tem um papel fundamental no processo de contribuir para acelerar o processo revolucionário, no avanço da hegemonia proletária e da criação de condições favoráveis à vitória da classe operária quando explodir uma situação revolucionária. Assim, a luta cultural torna-se uma arma indispensável para corroer a hegemonia burguesa e criar condições favoráveis para o proletariado chegar ao estágio autogestionário de suas lutas. A maneira como nós pretendemos contribuir com todo esse processo é a partir da crítica desapiedada do existente, tal como colocado por Karl Marx em sua carta à Arnold Ruge. A crítica desapiedada busca explicar e criticar a totalidade da sociedade capitalista. Nesse sentido, não se trata de um aspecto X ou Y dessa sociedade, mas de sua totalidade, de todas as suas determinações que contribuem para a exploração, dominação, opressão, miséria psíquica e outras formas de destrutividade do ser humano. Logo, a crítica aqui não é pensada em si mesma, muito menos apenas no aspecto negativo. A crítica revolucionária é, simultaneamente, negadora e afirmadora. Negadora da miséria presente em nossa sociedade e afirmadora de uma nova sociedade radicalmente distinta que nos leve para a emancipação do ser humano, o fim da pré-história humana. Assim, a crítica desapiedada, no presente portal, se manifestará nos mais diversos textos produzidos, traduções, episódios de podcasts, vídeos, indicações de leitura, dossiês sobre temas pertinentes e militantes, grupo de estudos online, entre outras iniciativas que porventura poderão ser desenvolvidas. Trata-se de um trabalho coletivo que inicia-se e pretende se desenvolver ao longo de sua existência, mas sempre mantendo a sua essência que é o seu caráter revolucionário, sem concessões. Dessa maneira, iniciamos os trabalhos dessa nova empreitada com a convicção de que a brava toupeira da revolução cava sem descanso, dia e noite, até chegar à luz.
05:21
May 13, 2020