Skip to main content
A VOZ TRABALHISTA

A VOZ TRABALHISTA

By Centro de Memória Trabalhista
Discursos e Entrevistas históricos de lideranças que fizeram parte da construção do Trabalhismo Brasileiro.
Listen on
Where to listen
Apple Podcasts Logo

Apple Podcasts

Breaker Logo

Breaker

Google Podcasts Logo

Google Podcasts

Overcast Logo

Overcast

Pocket Casts Logo

Pocket Casts

RadioPublic Logo

RadioPublic

Spotify Logo

Spotify

Ciclo 2 - Aula 2 - As guerras do Brasil - Curso A formação do povo brasileiro
Diferentemente do que é dito, aqui houve muita resistência, muita luta e nossa formação enquanto um novo gênero humano foi lavado em de sangue índio, sangue europeu e sangue africano.
14:38
January 16, 2021
Ciclo 2 - Aula 1 - Gestação Étnica - Curso A formação do povo brasileiro
A desconstrução étnica das três matrizes formadoras dá lugar a um “povo ninguém”, uma vez que ele não é mais índio, não é mais europeu e não é mais africano.
11:21
January 15, 2021
Ciclo 1 - Aula 4 - Enfrentamento dos mundos - Curso A formação do povo brasileiro
As três matrizes que compõem a formação do povo Brasileiro originam o começo da miscigenação em nosso país e a geração de conflitos entre suas culturas e visões de mundo, dentre elas a fé. Nasce a luta de classes em nosso país.
17:35
January 14, 2021
Ciclo 1 - Aula 3 - Matriz Africana - Curso A formação do povo brasileiro
Na matriz africana encontraremos as influências que ajudaram a construir o Brasil, enquanto nação, com as origens da sua desconstrução étnica e a perversidade da escravidão.
11:47
January 13, 2021
Ciclo 1 - Aula 2 - Matriz Lusitana - Curso A formação do povo brasileiro
Portugal, uma das nações mais antigas do mundo, nesta aula aqui veremos as influências dos diversos povos que construíram a nação portuguesa e sua disposição de ser a nova cruzada.
18:56
January 12, 2021
Ciclo 1 - Aula 1 - Matriz Tupi - Curso A formação do povo brasileiro
Nesta primeira aula vamos conhecer a cultura indígena, sua fé e seus costumes. Darcy Ribeiro apresenta a primeira matriz da formação do Brasil e debate a sua desconstrução.
19:22
January 11, 2021
Homenagem a Domingos Fernandes
Em homenagem ao companheiro dirigente político-militar da ALN, guerrilheiro e signatário da Carta de Lisboa, Domingos Fernandes, publicamos aqui, uma entrevista concedida, este ano, ao Centro de Memória Trabalhista. Domingos, que completaria 75 anos no próximo dia 13 de dezembro, faleceu ontem (1/12/20) em Guarulhos-SP, onde estava hospitalizado decorrente de um AVC. Nossa homenagem a este lutador das grandes causas para um Brasil mais justo e soberano.
1:07:25
December 2, 2020
23 anos após o mandato cassado, Doutel de Andrade volta à Câmara dos Deputados.
No PDT, Doutel de Andrade pronunciou um discurso na Câmara dos Deputados, em 30 de março de 1989 sobre o golpe de 964 e a emoção de retornar à Casa 23 anos depois.
40:22
November 21, 2020
Doutel de Andrade denuncia, em 3 de abril de 1964, o golpe instaurado no país.
UM DIA APÓS AURO DE MOURA ANDRADE, PRESIDENTE DO SENADO FEDERAL, PRONUNCIAR A VACÂNCIA DO CARGO DE PRESIDENTE DA REPÚBLICA, EM 02/4/1964, QUE CULMINOU COM O GOLPE CIVIL-MILITAR QUE DEPÔS JOÃO GOULART.  
07:26
November 20, 2020
Discurso histórico sobre a cassação do mandato do deputado federal Doutel de Andrade
Mesmo com o mandato cassado pelo Ato Institucional nº 2, em 1966, Doutel foi à tribuna da Câmara dos Deputados e pronunciou um discurso memorável. Este discurso não consta nos anais da Câmara. Somente este áudio da sessão. 
39:12
November 19, 2020
Fala, Doutel! Sessão extraordinária de 31/3/1964.
SESSÃO NOTURNA EXTRAORDINÁRIA DA CÂMARA DOS DEPUTADOS DE 31/3/1964. DISCUSSÃO ENTRE DOUTEL DE ANDRADE, LÍDER DO GOVERNO E DEPUTADO FEDERAL DO PTB, PAULO DE TARSO (EX-MINISTRO DE JANGO)  E ARNALDO CERDEIRA (DEPUTADO DA ARENA-SP).
16:44
November 18, 2020
Fala, Doutel! Homenagem póstuma a John Kennedy
Sessão extraordinária, em 23/11/193, da Câmara dos Deputados. Homenagem póstuma ao assassinato do presidente americano John Kennedy.
05:10
November 17, 2020
EP#12-Saturnino Braga, 1985. Jingle.
Saturnino Braga (PDT-RJ) candidato a prefeito do Rio de Janeiro. 
02:50
October 25, 2020
EP#11-Jackson Lago, 2006. Jingle
Jackson Lago (PDT-MA) candidato a governador do estado. 
02:41
October 24, 2020
EP#10-Ciro Gomes, 2018. Jingle.
Ciro Gomes candidato a presidente da república.
03:28
October 23, 2020
EP#9-Carlos Lupi, 2014. Jingle
Carlos Lupi candidato ao Senado Federal. 
02:09
October 22, 2020
EP#8-Leonel Brizola, 2000. Jingle
Leonel Brizola candidato a prefeito do Rio de Janeiro. 
01:34
October 21, 2020
EP#7-Jefferson Peres, 2002. Jingle
Jefferson Peres (PDT-AM) candidato a reeleição ao Senado Federal. 
01:26
October 20, 2020
EP#6-Leonel Brizola, 1990, candidato a governador do Rio de Janeiro. Jingle.
Leonel Brizola candidato a governador do Rio de Janeiro em 1990.
01:14
October 19, 2020
EP#5-San Tiago Dantas, candidato a vice-governador de Minas Gerais, em 1960. Jingle.
Tancredo Neves (PSD) e San Tiago Dantas (PTB). 
02:03
October 18, 2020
EP#4-João Goulart candidato a vice-presidente em 1960. Jingle.
O show do voto livre com apresentação de artistas famosos da época.  O jingle Vamos Jangar! 
03:42
October 17, 2020
EP#3-Marechal Lott candidato a presidente em 1960. Jingle
Candidato a presidente da república em 1960.
01:00
October 16, 2020
EP#2-Getúlio Vargas e a eleição de 1950.Jingle.
Retrato do Velho foi um jingle em prol da vitória de Getúlio Vargas na eleição presidencial de 1950. A letra da marchinha, composta por Haroldo Lobo e Marino Pinto, fazia referência ao fato de Getúlio ter determinado que as repartições públicas tivessem o retrato do Presidente na parede, que então voltariam a ter seu retrato caso houvesse sucesso dele no pleito, como de fato aconteceu.  Foi interpretada por Francisco Alves. Letra Bota o retrato do velho outra vez Bota no mesmo lugar Bota o retrato do velho outra vez Bota no mesmo lugar O sorriso do velhinho faz a gente trabalhar O sorriso do velhinho faz a gente trabalhar Eu já botei o meu E tu, não vais botar? Já enfeitei o meu E tu, vais enfeitar? O sorriso do velhinho faz a gente se animar O sorriso do velhinho faz a gente se animar
02:17
October 15, 2020
EP-Leonel Brizola, 1989. Jingle
Leonel Brizola candidato a presidente da república em 1989. 
01:31
October 14, 2020
EP#1-Getúlio Vargas e a Revolução de 1930-Jingle
Autor: Lamartine Babo Intérprete: Almirante, com o Bando de Tangaras. A marchinha "Gê-Gê", apelido carinhoso usado pelos partidários de Getúlio Vargas, canta com bom humor e talento as esperanças desatadas pela Revolução de 30.  Só mesmo com revolução Graças ao rádio e ao parabélum Nós vamos ter transformação Neste Brasil verde-amarelo Getúlio Certa menina do Encantado Cujo papai foi senador Ao ver o povo de encarnado Sem se pintar mudou de cor Getúlio *Parabélum é o nome de uma pistola automática muito usada na época;  *Encantado é um bairro da Zona Norte do Rio;  *Encarnado (vermelho) era a cor dos lenços dos revolucionários de 1930.
03:16
October 14, 2020
EP#1-Fala, Getúlio Dias! Revolução de 1930 - suas causas e consequências
Getúlio Dias, deputado federal pelo PDT-RS, faz um pronunciamento na tribuna da Câmara dos Deputados, em 1980, sobre os 50 anos da Revolução de 1930 liderada por Getúlio Vargas.  Com aparte dos deputados Odacir Klein, Carlos Sant´anna e Djalma Bessa, Getúlio descorre sobre o movimento tenentista da República Velha (Primeira República), o fim da política café com leite (alternância de poder entre SP e MG),  a plataforma da Aliança Liberal e a deposição de Washington Luiz com finalmente a posse de Vargas como Chefe do Governo Provisório. 
32:36
October 3, 2020
EP#6-Fala,Brizola! Revolução de 1930
Partido que não tem história não tem presente. Muito menos futuro.
11:11
September 30, 2020
EP#1-Fala, Pasqualini!
Alberto Pasqualini foi candidato do Partido Trabalhista Brasileiro para governador do Rio Grande do Sul. Neste episódio ele faz um agradecimento pela escolha do seu nome pela legenda trabalhista.
01:37
September 23, 2020
EP#5-Fala,Brizola! Encontro com moradores na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro-RJ.
Campanha a prefeito do Rio de Janeiro, em setembro de 2000. 
28:31
September 16, 2020
EP#1-Fala, Neiva!
Posse de Neiva Moreira como deputado federal. 
05:18
September 14, 2020
EP#4-Fala, Brizola! Sobre as encampações realizadas no Rio Grande do Sul.
Quem se lembra das encampações das empresas de telefonia e energia elétrica, que foram realizadas por Leonel Brizola, na década de 1960, quando era governador do Rio Grande do Sul? 
08:19
September 9, 2020
EP#1-Fala, Jango! Cerimônia de posse no Congresso Nacional em 7/9/1961.
Depois de quase 15 dias da Campanha da Legalidade liderada pelo governador do Rio Grande do Sul, Leonel Brizola, finalmente João Goulart toma posse como presidente da república. 
24:14
September 7, 2020
EP#1-Fala, Juruna! Discurso em homenagem ao dia do Índio.
"Eu não vim aqui fuxicar com ninguém, eu vim aqui pra trabalhar, pra defender povo, eu vim aqui pra lutar. Eu quero que gente começa a respeitar nome de Juruna. Eu quero que gente trata índio brasileiro o mais possível dentro do melhor. Cada um de nós tem consciência e cada um de nós tem capacidade. Ninguém tem menos capacidade. Todos nós temos capacidade e todos nós temos inteligência e todos nós temos a vontade para assumir onde que existe poder. Eu acho esse já é fruto está nascendo aqui dentro do Brasil, esse já é sinal está nascendo aqui dentro do plenário. Único índio que tá falando hoje, único deputado que tá falando hoje: não é terceiro, não é quinto deputado, não é cinquenta deputado. Se tiver ao menos mais cinquenta Juruna, o Juruna já tinha mudado o Brasil."
14:53
September 3, 2020
EP#3-Fala,Brizola! Sobre a segurança do sistema eleitoral brasileiro.
Entrevista de Leonel Brizola ao jornal Correio Braziliense, na sede do partido, no Edifício Orly, em setembro de 2000. O ex-governador falou dentre diversos temas sobre o sistema eleitoral brasileiro, a questão da segurança e transparência das urnas eletrônicas e a falta comprovante de impressão de voto. 
04:02
September 2, 2020
EP#1-Fala,Doutel! Campanha da Legalidade
O deputado federal Doutel de Andrade (PTB-SC), ao usar a tribuna da Câmara, em sessão extraordinária de 29 de agosto, para informar a adesão do III Exército do Rio Grande do Sul,  um dia antes, sob o comando do general Machado Lopes, na campanha da Legalidade, em 1961.
02:35
August 29, 2020
Episódio Especial-Sessão Extraordinária do Congresso Nacional com a leitura de documento enviado por Ranieri Mazzilli.
Em 28 de agosto de 1961, Ranieri Mazzilli enviou mensagem ao congresso nacional a decisão dos ministros militares sobre a inconveniência da volta de Jango ao país. A sessão extraordinária teve início às 20h e durou pouco mais de 3 horas.
02:11
August 28, 2020
Episódio Especial-Sessão Extraordinária do Congresso Nacional com a leitura da Carta-Renúncia do presidente Jânio Quadros, em 25 de agosto de 1961.
Em 25 de agosto de 1961 começava no Brasil a Campanha da Legalidade liberada por Leonel Brizola, governador do Rio Grande do Sul. Jânio Quadros renunciara ao mandato de presidente e João Goulart, seu vice, encontrava-se em visita oficial à China. “Nesta data, e por este instrumento, deixando com o Ministro da Justiça, as razões do meu ato, renuncio ao mandato de Presidente da República.” Brasília-DF, 25 de agosto de 1961. Jânio Quadros
12:51
August 25, 2020
Episódio Especial-Carta-Testamento de Getúlio Vargas
Era uma manhã de terça-feira, 24 de agosto de 1954, quando o país foi surpreendido com o suicídio do presidente Getúlio Vargas, com o tiro no peito, no Palácio do Catete, no Rio de Janeiro. “Mais uma vez as forças e os interesses contra o povo coordenaram-se e se desencadeiam sobre mim. Não me acusam, insultam; não me combatem, caluniam; e não me dão o direito de defesa. Precisam sufocar a minha voz e impedir a minha ação, para que eu não continue a defender, como sempre defendi, o povo e principalmente os humildes. Sigo o destino que me é imposto. Depois de decênios de domínio e espoliação dos grupos econômicos e financeiros internacionais, fiz-me chefe de uma revolução e venci. Iniciei o trabalho de libertação e instaurei o regime de liberdade social. Tive de renunciar. Voltei ao governo nos braços do povo. A campanha subterrânea dos grupos internacionais aliou-se à dos grupos nacionais revoltados contra o regime de garantia do trabalho. A lei de lucros extraordinários foi detida no Congresso. Contra a Justiça da revisão do salário mínimo se desencadearam os ódios. Quis criar a liberdade nacional na potencialização das nossas riquezas através da Petrobras, mal começa esta a funcionar a onda de agitação se avoluma. A Eletrobrás foi obstaculada até o desespero. Não querem que o povo seja independente. Assumi o governo dentro da espiral inflacionária que destruía os valores do trabalho. Os lucros das empresas estrangeiras alcançavam até 500% ao ano. Nas declarações de valores do que importávamos existiam fraudes constatadas de mais de 100 milhões de dólares por ano. Veio a crise do café, valorizou-se nosso principal produto. Tentamos defender seu preço e a resposta foi uma violenta pressão sobre a nossa economia a ponto de sermos obrigados a ceder. Tenho lutado mês a mês, dia a dia, hora a hora, resistindo a uma pressão constante, incessante, tudo suportando em silêncio, tudo esquecendo e renunciando a mim mesmo, para defender o povo que agora se queda desamparado. Nada mais vos posso dar a não ser o meu sangue. Se as aves de rapina querem o sangue de alguém, querem continuar sugando o povo brasileiro, eu ofereço em holocausto a minha vida. Escolho este meio de estar sempre convosco. Quando vos humilharem, sentireis minha alma sofrendo ao vosso lado. Quando a fome bater à vossa porta, sentireis em vosso peito a energia para a luta por vós e vossos filhos. Quando vos vilipendiarem, sentireis no meu pensamento a força para a reação. Meu sacrifício vos manterá unidos e meu nome será a vossa bandeira de luta. Cada gota de meu sangue será uma chama imortal na vossa consciência e manterá a vibração sagrada para a resistência. Ao ódio respondo com perdão. E aos que pensam que me derrotam respondo com a minha vitória. Era escravo do povo e hoje me liberto para a vida eterna. Mas esse povo, de quem fui escravo, não mais será escravo de ninguém. Meu sacrifício ficará para sempre em sua alma e meu sangue terá o preço do seu resgate. Lutei contra a espoliação do Brasil. Lutei contra a espoliação do povo. Tenho lutado de peito aberto. O ódio, as infâmias, a calúnia não abateram meu ânimo. Eu vos dei a minha vida. Agora ofereço a minha morte. Nada receio. Serenamente dou o primeiro passo no caminho da eternidade e saio da vida para entrar na história.“
04:17
August 24, 2020
EP#3-Fala, Getúlio! Discurso do presidente Getúlio Vargas na inauguração da antiga Usina Manesmann, em Belo Horizonte-MG
Evento realizado em 12 de agosto de 1954 com a presença do governador do estado de Minas Gerais, Juscelino Kubsticheck. 
19:13
August 12, 2020
EP#2-Fala, Brizola! O presidente nacional do PDT discursa em 1997.
A conclusão do discurso do ex-governador Leonel Brizola sobre a campanha da Legalidade, no Rio Grande do Sul, após a renúncia do presidente da república Jânio Quadros, em agosto de 1961,  e que garantiu a posse do seu vice, João Goulart, na presidência. 
15:31
August 4, 2020
EP#1-Fala, Brizola! O presidente nacional do PDT discursa em 1997.
O evento realizado no Rio de Janeiro  traz um relato do ex-governador sobre o que foi a Campanha da Legalidade ocorrida em 1961, quando era governador do Rio Grande do Sul. 
10:38
August 4, 2020
EP#1-Fala, Getúlio! O presidente Getúlio Vargas discursa ao ser homenageado na sede na ABI, no Rio de Janeiro, em 1944.
Um almoço foi oferecido a Vargas com a presença do jornalista Herbert Moses, presidente da instituição. 
16:33
August 4, 2020