Skip to main content
O Que a Bahia Quer Saber

O Que a Bahia Quer Saber

By Jornal Correio*
As reportagens especiais do Correio*, agora também em formato de áudio. Toda semana, aprofundamos uma história de interesse para toda a Bahia: pandemia, economia, comportamento, violência, baianidade. Disponível em todos os players e no site do Correio 24 Horas.
Where to listen
Apple Podcasts Logo

Apple Podcasts

Castbox Logo

Castbox

Google Podcasts Logo

Google Podcasts

Pocket Casts Logo

Pocket Casts

RadioPublic Logo

RadioPublic

Spotify Logo

Spotify

Stitcher Logo

Stitcher

Ep. 57 - O direito de registro da população trans e a atuação da Defensoria Pública
Na Bahia, os registros de identidade de homens trans cresceram mais de 180% nos últimos dois anos. Esse dado foi obtido a partir de levantamento da reportagem do jornal CORREIO, do repórter Vinícius Nascimento, junto ao Departamento de Polícia Técnica (DPT). De janeiro a junho de 2022, o número de novos RGs de homens trans subiu de 82 para mais de 200, quando comparado ao mesmo período de 2020. O direito de ter um novo registro de nome e gênero no documento oficial e na certidão de nascimento é garantido para a população trans desde 2018 no Brasil, mas é um processo que ainda não é adotado em massa pelo público, seja pelo desconhecimento de que é possível registrar oficialmente pelo nome que quer ser identificado, ou pelo desencorajamento imposto por parte da sociedade, através dos seus preconceitos. Por isso, o episódio 57 do O Que a Bahia Quer Saber traz uma entrevista especial com Lívia Almeida, Coordenadora da Especializada de Direitos Humanos da Defensoria Pública do Estado da Bahia. A especialista explica o que pode justificar esse aumento no número de registros por parte da população trans e quais os caminhos para que mais homens e mulheres transexuais possam fazer a mudança em seus registro oficiais. O episódio tem produção de Vinícius Harfush, com apoio da reportagem de Vinícius Nascimento, veiculada no site correio24horas.com.br.
19:53
July 20, 2022
Ep. 56 - 5G no Brasil: o que essa tecnologia irá mudar no nosso dia a dia?
No último dia 6 de julho, Brasília se tornou a primeira cidade do Brasil a receber o sinal da tecnologia 5G. Planejada desde novembro de 2021 com o 'Leilão do 5G', a tecnologia chega ao país com a possibilidade de se tornar uma ferramenta fundamental e inovadora para diversos setores da sociedade, desde indústrias em vários ramos, até a palma das mãos dos usuários de celular. Dez anos após a chegada do 4G, o que essa nova tecnologia para apresenta para nós? Quais são as diferenças dessa 5ª geração em comparação com as anteriores e em que circunstâncias essa nova frequência poderá ser usada em benefício da população? Para ajudar a responder essas questões, o episódio 56 do O Que a Bahia Quer Saber recebe o diretor executivo da Accenture, Paulo Tavares. O gestor é especialista em telecomunicações e responsável pela rede 5G na América Latina, conduzindo a empresa conhecida por fazer consultorias de gestão e tecnologia. Paulo explica por que a tecnologia 5G se destacada das versões anteriores e dá detalhes sobre a potência que terá quando for usada em larga escala no país. Além da velocidade, o que torna as interações online praticamente instantâneas, a nova tecnologia dará cobertura a um número muito maior de pessoas conectadas. Sobre seu uso para além da internet móvel, Paulo Tavares conta como as indústrias podem se apropriar dessa ferramenta e transformar processos dentro das empresas, dando um passo em direção a automatização de diversos serviços e produtos para a população. Manufaturas agrícolas, da área da saúde e tecnologia serão algumas das áreas beneficiadas. Após o período de implantação do 5G na Europa, já é possível olhar para o Brasil e imaginar de que forma a tecnologia poderá ser aplicada daqui em diante. O podcast ainda informa quando o sinal do 5G chega para a população do estado da Bahia e explica por que nem todos os aparelhos celulares vão conseguir se conectar com a nova tecnologia. Esse episódio tem produção, narração e edição de Vinícius Harfush.
26:04
July 13, 2022
Ep. 55 - Queda no preço da gasolina: o que esperar do cenário econômico no segundo semestre de 2022
O ano chegou na metade e, até aqui, o baiano e brasileiro tem enfrentado muitas dificuldades quando o assunto é economia. Alta no combustível, gás, alimentos... o retrospecto de 2022 não é muito positivo até aqui e, constantemente, novas pesquisas e matérias são divulgadas alertando para novos aumentos de produtos fundamentais no dia a dia da população. Porém, na contramão dessa maré negativa, governos estaduais anunciaram a redução na base de cálculo do ICMS, o que impactou numa redução imediata dos combustíveis nessa virada de semestre. Será que isso é um sinal que as coisas estão melhorando? Por isso, neste episódio 55 do O Que a Bahia Quer Saber, o podcast de reportagens especiais do Correio, o convidado é o professor Carlos Eduardo Drummond, que ensina no departamento de ciências econômicas da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), que fica no sul do estado da Bahia. O especialista analisa o cenário dos primeiros seis meses de 2022 e detalha quais os setores que mais foram impactados e onde a população encontrou mais dificuldades para se manter. O professor também explica de que forma a redução do ICMS impacta no recuo do preço dos combustíveis e faz um alerta sobre as consequências dessas decisões tomadas pela gestão pública. Isso porque o governador da Bahia, Rui Costa (PT), anunciou uma redução de R$ 2,4 bilhões na arrecadação do estado após a mudança na base de cálculos do imposto. O podcast também apresenta detalhes do crescimento da cesta básica no estado da Bahia. Salvador foi apontada como a segunda capital que mais sofreu com o aumento do preço dos alimentos básicos para a população, com crescimento de 25%. De que forma a queda no valor dos combustíveis pode auxiliar na diminuição do valor desses alimentos? O professor Carlos Eduardo Drummond detalha essa relação durante o programa. O episódio tem produção, narração e edição feitas por Vinícius Harfush.
23:59
July 06, 2022
Mulheres lideram negócios de crossfit na BA e lutam contra o machismo
Empresárias de espaços para crosstraining na Bahia são exemplos de um movimento que vem rompendo a barreira do machismo na prática esportiva que é sucesso mundial. A prática do crossfit foi criada por um homem e, desde então, sempre teve o machismo como braço forte no esporte.  Esse machismo sempre foi um braço forte para a prática do crossfit, que foi criado por um homem. Nos últimos anos, o cenário começou a mudar.  Com o mercado fitness em alta, mulheres atletas e ex-atletas resolveram investir no negócio crossfit através da criação de boxes, venda de acessórios e também como head coachs. Essa é a realidade de Arantia Lopes, Denise Tavares e Talita Saad.  Arantia Lopes tem 33 anos, é sócia e heah coach da Vibrar 55 Crossbox, que fica em Paripe, no Subúrbio de Salvador. Ela testemunha que existe um machismo predominante no meio, (aspa de Arantia).  Essa reportagem especial foi apurada por Jorge Gauthier e tem narração e edição de Isis Cedraz. Leia também a matéria completa no site correio24horas.com.br.
09:45
June 29, 2022
Ep. 54 - O cenário do aborto no Brasil e os procedimentos da adoção legalizada
Após a divulgação dos casos envolvendo abusos sexuais de duas jovens no Brasil, muitas pessoas passaram a se questionar sobre qual o cenário que o país ocupa atualmente em relação ao aborto e ao processo de entrega voluntária para a adoção de crianças após o nascimento. De que forma acontecem os procedimentos de abroto legal o Brasil e quais as circunstâncias as mulheres podem fazer o procedimento cirúrgico? E após o nascimento, qual o passo a passo para executar a entrega legal para adoção? Neste episódio 54 do O Que a Bahia Quer Saber, o programa recebe especialistas na área jurídica e médica para esclarecerem essas dúvidas. A advogada familiarista com especialização em gênero Mariana Régis detalha qual o papel da Justiça diante de uma solicitação de entrega legal feita pela mãe ou pela família e quais os benefícios trazidos para a criança e para outras famílias que aguardam na fila de adoção. Já a médica ginecologista Samyra Coutrim, que é especialista em ginecologia natural e em longevidade para mulheres, detalha os riscos que um aborto clandestino pode trazer para as mulheres e de que forma o setor da saúde precisa ser estrturado para trazer mais segurança e acolhimentos às vítimas de violência sexual. O episódio tem produção, narração e edição de Vinícius Harfush.
30:35
June 29, 2022
Ep. 53 - São João e Covid: quais as consequências do aumento de infecções na Bahia?
Poucas semanas antes do São João, o estado da Bahia registrou um aumento de quase 200% no número de infecções por Covid-19. Após meses de estabilidade na contaminação e no número de mortes, a chegada de uma nova onda de casos preocupa especialistas da medicina e gera uma série de perguntas na cabeça das pessoas. Será que esse crescimento é, de fato, preocupante? O que explica essa onda que estamos vivendo agora? Como o São João pode impactar nesse aumento da contaminação não só no estado da Bahia, mas em todo o Brasil? Nesse episódio do podcast de reportagens especiais do Correio, o O Que a Bahia Quer Saber recebe especialistas em saúde para responder essas perguntas. O episódio 53 do programa convida Dário Frederico Pasche, professor doutor do departamento de saúde coletiva de UFRGS, e Raquel Stuchhi, que é médica infectologista, professora associada da Unicamp e consultora da Associação Brasileira de Infectologia. Dário relata quais são as possíveis causas para o aparecimento dessa nova onda e associa ao relaxamento de medidas de prevenção. Ele explica quais as medidas precisam ser controladas neste momento e por quê elas impactaram tanto para esse pico de infecções. Raquel Stucchi alerta para o atual cenário da vacinação no país. Assim como no Brasil, a Bahia caminha a passos lentos na imunização contra a Covid-19 e apresenta números baixos quando se trata das doses de reforço para a população. A infectologista também explica por quê a diminuição no ritmo da vacinação impacta diretamente nas contaminações e quais as alternativas para quem vai curtir o São João, mas quer se manter seguro e todos ao seu redor. Será que dá para fazer isso em meio a tantas festas juninas? E mais, o que explicaria essa baixa adesão às vacinas pelos baianos e brasileiros? Se até o fim de 2021 o país se mostrava estimulado a frequentar os postos de saúde, o que pode ter mudado para a vacinação ter empacado? Esse programa tem produção, narração e edição de Vinícius Harfush, com o apoio da matéria escrita pela repórter Esther Morais.  
22:12
June 22, 2022
Ep. 52 - Varíola dos Macacos: quais os riscos que ela representa e tudo o que você precisa saber sobre a doença
Desde o começo do mês de junho já foram confirmados cinco casos positivos de varíola dos macacos no Brasil. A doença, que já havia se espalho pela Europa, América do Norte e na África, chegou no país e trouxe junto com ela a preocupação de sus consequências por aqui. Será que a presença dessa infecção viral entre a população representa um risco sério? Será que veremos uma realidade parecida como a que estamos vivendo há dois anos? Para responder essas questões, o episódio número 52 do O Que a Bahia Quer Saber responde essas e outras questões durante o episódio dessa semana. O convidado especial do podcast é o virologista Gúbio Soares, que é pesquisador do laboratório de virologia no instituto de ciência e saúde da Universidade Federal da Bahia. O professor mostra como e onde essa doença foi detectada pela primeira vez, quais são as formas de contágio e quais os sintomas são sentidos pelos pacientes infectados. Além disso, ele explica quais as ações da comunidade médica e de saúde em relação ao controle dessa doença e sua prevenção. Será que existem vacinas sendo aplicadas para conter a varíola dos macacos? Gúbio projeta qual a situação do Brasil no meio disso tudo e compara o atual cenário com o que vivemos diante da pandemia de coronavírus. O episódio tem produção, narração e edição de Vinícius Harfush.
17:25
June 15, 2022
Ep. 51 - Como políticas sustentáveis podem transformar a vida das pessoas e das grandes cidades
O debate sobre políticas sustentáveis e ações em prol do meio ambiente tem se tornado cada vez mais comum e necessário na nossa sociedade. Mas para quem acha que o tema se restringe em práticas voltadas apenas para o meio ambiente, ou para se tornar "amigo da natureza" está enganado. A busca por soluções que sejam benéficas para o meio ambiente e para a população, principalmente aquelas de baixa renda, tem se tornado cada vez mais comum. Se tornou, inclusive, o propósito do trabalho de uma startup que nasceu em Salvador e já está espalhada em estados da região sul e sudeste do país.  A Solos, criada por Saville Alves e Gabriela Tiemy tem um objetivo que parece simples: desenvolver soluções pra reduzir a quantidade de lixo nas cidades. Mas quando a discussão sobre o tema é ampliada e passa pela prática, ainda são encontradas diversas barreiras que precisam ser superadas para, de fato, tornar o ambiente social mais conectado e consciente de pautas sustentáveis. Por isso o 51º episódio do O Que a Bahia Quer Saber discute sobre a importância de desenvolver políticas públicas voltadas para o meio ambiente e sustentabilidade, e como isso beneficia toda uma comunidade envolvida nesse processo. A Solos busca impactar não só na questão ambiental, mas também na geração de emprego e renda para catadores e cooperativas que trabalham diretamente com o recolhimento de resíduos sólidos. Essa pauta sobre resíduos sólidos, aliás, ainda é pouco explicada para a sociedade, que ainda não entende quais os elementos que estão relacionados ao tema. A começar pela Política Nacional de Resíduos Sólidos, uma lei que aguardou dez anos para ser regulamentada e, finalmente, estar à disposição para que empresas passem a adotá-la. O episódio do podcast recebe também André Fraga, que é engenheiro ambiental e vereador de Salvador. Ele detalha em quais elementos essa lei está baseada e o que significam as principais práticas relacionadas a ela: economia circular, logística reversa, responsabilidade compartilhada e o impacto social. Além disso, o engenheiro fala sobre suas perspectivas para Salvador e o estado da Bahia avançarem em pautas sustentáveis e na adoção dessa política de resíduos sólidos. Representando a Cooperaguary, uma cooperativa de catadores que fica no bairro de Periperi, no Subúrbio de Salvador, o catador Tico conta como ele enxerga a interferência dessas empresas na atuação dos catadores e de que forma eles são beneficiados, principalmente pela ideia da economia circular. Tico também explica porque as cooperativas são importantes para grandes cidades como Salvador. O episódio tem produção, narração e edição de Vinícius Harfush.
20:38
June 03, 2022
Ep. 50 - Como a educação financeira pode mudar a visão dos jovens sobre o dinheiro e o futuro profissional
Para quem quer ter tranquilidade no fim do mês para fechar as contas é imprescindível manter uma organização financeira e ter um planejamento de gastos. Geralmente essas responsabilidades surgem com o começo da 'vida adulta', mas na verdade essa deveria ser uma realidade apresentada muito tempo antes em sua vida. Se planejar e ter uma educação financeira de qualidade durante a juventude pode transformar sua relação com o dinheiro e com o mercado de trabalho. Começar a pensar em como e de que forma eu vou gastar aquilo que ganho pode ser um diferencial para quem busca paz na hora dos pagamentos na correria do a dia. Por isso, no 50º episódio do O Que a Bahia Quer Saber, o podcast discute a importância de tratar a educação financeira como um tema essencial para a formação dos jovens no país. O planejador financeiro Raphael Carneiro é um dos convidados desta semana e revela quais são as primeiras ações que podem ser tomadas pelo jovem que quer começar a lidar com finanças. O que é preciso entender antes de começar a mexer com a gestão financeira? Será que há um caminho ideal a ser seguido? Flávia Paixão, que é especialista em gestão de negócios e marketing digital, dona do canal no YouTube chamado Empreender com Paixão e já produziu lives pra o Instagram do Jornal Correio com temas voltados pro empreendedorismo, também participa do episódio e fala como o educação financeira se torna importante para jovens que buscam crescer no mercado de trabalho e apostar em profissões empreendedoras e que trabalham com a internet. Ela acrescenta que a busca por uma gestão financeira de qualidade não deve se resumir a ter um investimento e viver disso, mas sim construir uma base para entender como resguardar dinheiro e de que forma o mercado funciona, para que aí sim seja seguro fazer investimentos com o dinheiro que ganha. O episódio tem produção, narração e edição de Vinícius Harfush.
24:29
May 24, 2022
Ep. 49 - Nova linguagem? Como a internet e as redes sociais mudaram a forma de se comunicar
É muito provável que navegando pela internet e pelas redes sociais você tenha se deparado com palavras e gírias que você não fazia a mínima ideia do que significava. Ou então enquanto escrevia um texto para entregar no trabalho ou na faculdade se deu conta que não dava para colocar abreviações, emojis ou figurinhas só para facilitar o trabalho. Esse tipo de situações tem se tornado cada vez mais comum no nosso dia a dia, afinal, o mundo virtual tem ficado cada vez mais conectado no nosso dia a dia e, entre os inúmeros reflexos desse cenário, está numa mudança na linguagem que usamos para nos comunicarmos. Estamos passando por um processo de adaptação e entendimento de que, a partir de agora, existem diferentes tipos de linguagens que podem, e devem, ser utilizadas nos espaços da sociedade. Mas será que esse é um caminho sem volta? O que explica essa transformação da linguagem e como podemos fazer para nos adaptar a isso? São essas as questões debatidas no 49º episódio do O Que a Bahia Quer Saber, podcast de reportagens especiais do Correio. Dessa vez, o programa recebe Carla de Quadros, professora e pesquisadora da linguagem, que também é psicanalista e bacharel em direito. A professora destaca quais são os principais movimentos que as pessoas têm tomado diante dessa mistura entre a realidade virtual e o nosso cotidiano. Para ela, a população mais jovem surge como a mais propensa a transitar entre essas duas linguagens, apesar desse movimento apresentar riscos na formação acadêmica. Por isso, ela explica quais alternativas precisam ser discutidas não só pelas escolas e outras instituições de ensino, mas por cada um de nós diariamente. O programa ainda tem a participação do estudante de comunicação João Gabriel Mota. Ele trabalha com redes sociais e compartilha um pouco da sua visão sobre as diferentes linguagens e como se comportam. Será que é uma tarefa muito complicada manter-se consciente de onde e quando utilizar as linguagens do universo virtual? O programa tem produção, narração e edição de Vinícius Harfush.
21:43
May 17, 2022
Ep. 48 - A onda de assaltos a bares e restaurantes em Salvador e o papel da Segurança Pública
Nas últimas semanas, os os telejornais e sites de notícia repercutiram uma série de assaltos a bares e restaurantes em Salvador. A grande maioria localizados em bairros de classe média e alta da cidade. Os alvos? Os clientes que estavam sentados nas mesas e curtiam ao lado de familiares e amigos, e que tiveram os momentos de diversão interrompidos pelos anúncios de assalto. Foram pelo menos 11 estabelecimentos assaltados em pouco menos de três meses, o que espalhou uma sensação de insegurança em quem tem o costume de aproveitar a vida boêmia em Salvador. O que mais chamou a atenção aconteceu em 29 de abril, quando três locais, em sequência, foram alvos de um grupo armado que roubou os clientes dos espaços em menos de 5 minutos. Por isso, nesse 48º episódio do podcast de reportagens especiais do Correio discute o que influencia nesse atual cenário da criminalidade e qual o papel da gestão da Segurança Pública nesse momento. O episódio recebe o ex-coronel da polícia militar e especialista em segurança pública, Antônio Jorge, que fala sobre o que pode influenciar nessas ações criminosas e o que o comando das polícias pode fazer para coibir os assaltos. O professor e pesquisador Sandro Cabral também participa do programa. Sandro é professor licenciado da escola de administração da Ufba e professor titular do Instituto de Ensino e Pesquisa, o Insper, em São Paulo. Ele discute quais medidas podem ser tomadas para que a população se sinta mais segura diante de cenários de insegurança e fala sobre o poder que a divulgação de dados e informações têm para auxiliar no combate à criminalidade. Laíse, que é estudante de arquitetura e urbanismo, compartilha no episódio a experiência que viveu há algumas semanas, quando presenciou em um restaurante do Rio Vermelho um assalto a meses próximas a você. Ela conta que, apesar de não ter tido nenhuma agressão física por parte dos assaltantes, ela lembra que o grupo fez ameaças a quem frequentava o local. Com medo, disse que os dias seguintes ao assalto foram traumáticos, mas acredita que o dever da gestão pública e coibir essas ações e impedir que a população se sinta acuada e com medo de frequentar os bares e restaurantes na cidade. Esse episódio teve produção, narração e edição de Vinícius Harfush. 
24:04
May 09, 2022
Ep. 47 - Esforço em dobro: os desafios da maternidade no mercado de trabalho
As desigualdades de gênero no mercado de trabalho são constatadas muito além da percepção cotidiana da sociedade. Ela reflete nos números. Segundo levantamento do IBGE, antes da pandemia, as mulheres tinham participação em 54,5% da força de trabalho no país, enquanto os homens ocupavam 73,7%. Mas quando se analisa, especificamente, a participação das mulheres, o fator 'maternidade' é responsável por evidenciar ainda mais as dificuldades enfrentadas pelo grupo no mercado de trabalho. O índice de participação de mulheres que não têm filhos fica em 67,2% de participação. Enquanto aquelas que resolver ter, pelo menos, um filho(a), entre os 25 e 49 anos, a participação na esfera corporativa cai para 54,6%. Ou seja, ainda hoje fica muito claro que tornar-se mãe é mais um desafio enfrentado pelas mulheres na sociedade. Nesse 47º episódio do O Que a Bahia Quer Saber, o podcast discute quais são essas dificuldades enfrentadas por mulheres que são mães dentro do seu ambiente de trabalho. Seja por uma promoção que não foi dada, ou demissões que aconteceram fora do acordo da licença maternidade, é comum encontrar histórias de mães que viveram o drama de não se realizarem profissionalmente por conta da gestação. Uma delas, que está no episódio dessa semana, é Juliane Ribeiro. Publicitária, mãe de Leonardo e Maria Eduarda, ela enfrentou nas duas gravidezes problemas relacionados a sua carreira profissional. No programa, ela conta essas histórias e reflete sua trajetória e relação com o mercado de trabalho desde que se tornou mãe. A advogada trabalhista Patrícia Brandão também está no episódio, e discute quais são os principais erros cometidos pelas empresas com funcionárias que estão na gestação ou licença maternidade. Você vai entender quais são os direitos garantidos, o que fazer caso enfrente problemas com o empregador e quais espaços podem ser procurados por essas mulheres. A psicóloga Luciane Figueiredo, que comanda um grupo de estudos relacionados à psicologia obstétrica. O estrutura a nossa sociedade para que a maternidade se torne um empecilho e um receio para muitas mulheres? Como deve-se tratar essas questões dentro do ambiente de trabalho? Essas e outras discussões estão presentes no ambiente dessa semana. As convidadas refletem sobre o importante papel dos companheiros, da família e das próprias empresas nesse processo de estruturação e acolhimento dessas mulheres. É importante pensar que pequenas atitudes do dia a dia podem transformar uma série de problemas pessoais em um assunto muito mais ameno e leve de ser lidado por elas. Juliane conta como, ao longo dos anos, viu outras colegas passarem por situações parecidas, o que ela acredita que pode ser feito diante disso e como as coisas aconteceram de forma completamente diferente para seu marido. Esse episódio tem produção, narração e edição de Vinícius Harfush.
30:05
May 02, 2022
Ep. 46 - Voto a voto: como a participação da juventude influencia nas eleições e na política
Desde o começo do ano, se tornou muito comum acompanhar através do rádio, TV e internet, uma série de campanhas incentivando jovens acima dos 16 anos para tirarem o título de eleitor e poderem exercer o direito ao voto em 2022. A data limite para regularizar ou tirar o documento pela primeira vez vai até 4 de maio. A busca por um grupo mais jovem e disposto a buscar melhoras para o país faz parte da realidade da política e das eleições no Brasil, que já alguns anos estimula uma renovação em quem faz parte dessa esfera. Mas como está a relação do jovem brasileiro com a política e as eleições? Será que de fato nos últimos anos houve um progresso quanto ao interesse em participar desse movimento? E o que pode incentivar para que esse grupo se torne mais presente? São essas perguntas que o 46º episódio do O Que a Bahia Quer Saber, o podcast de reportagens especiais do Correio, discute nesta semana. O programa recebe o advogado e professor de direito eleitoral Rafael Petracioli, que discute a conjuntura política com o olhar voltado para o jovem e analisando de que forma a juventude pode criar um interesse nesse tema. A comunicadora e produtora de conteúdo Carol Magalhães também é convidada do podcast. Carol comanda a página 'Primeiro Voto' no Instagram, onde faz um trabalho de educação política voltado justamente para as pessoas que pouco entendem de política e que querem se aproximar mais da área, ainda mais em ano de eleição. Entre essas figuras estreantes nas eleições, está o estudante Vitor Fascio, de 16 anos. Ele tirou recentemente o título e compartilha neste episódio as razões para ter tirado e como vê o debate sobre política dentro das salas de aula? Será que elas são uma das ferramentas que auxiliam na formação política desses grupos? O programa também traz a discussão sobre quais são os caminhos e alternativas para que projetos como o 'Primeiro Voto' e outras instituições (governamentais ou não) para conseguirem conversar com os jovens. As redes sociais, por exemplo, são a porta de entrada para quase tudo que os jovens consomem hoje. Mas será que ela é segura para aproximar a juventude com um tema sério como esse? O podcast tem produção, narração e edição de Vinícius Harfush.
25:01
April 25, 2022
Ep. 45 - Entenda o que é a 'não monogamia' e as diferentes formas de se relacionar
Você sabe o que é a 'não monogamia'? A ideia de ter um relacionamento que foge dos formatos tradicionais ainda é pouco praticada e pouco discutida pela maioria das pessoas. Mas a escolha de não viver uma exclusividade no relacionamento amoroso vai muito além de querer ter uma vida sexual extremamente ativa ou um sinônimo para nunca se apegar emocionalmente a outra pessoa. A construção dos relacionamentos não monogâmicos podem se dar de diferentes maneiras, desde a liberdade de viver mais de um amor ao mesmo tempo separadamente, até construir um relacionamento a três. Neste 45º episódio do O Que a Bahia Quer Saber, o podcast apresenta o que são essas diferentes formas de se relacionar e amar, e o que as pessoas que são adeptas a esse movimento pensam sobre isso. Dessa vez, o programa conta com a participação da jornalista do Correio Carolina Cerqueira, que produziu para o site correio24horas uma reportagem contando a história de um trisal que mora em Salvador e que compartilha a experiência nas redes sociais. Íris, Isane e Igor vivem uma relação livre, onde é permitido ter relações sexuais e sentimentais com pessoas de fora. O trio conta como é viver uma vida a três, o que muda na rotina do dia a dia e como eles encaram as diversas críticas ao modelo de vida que levam. A psicóloga Adê Monteiro também é convidada do podcast. Adê é dona do projeto Relações & Conexões Não Mono, onde discute e e faz reflexões sobre a não monogamia, além de dar atendimento terapêutico a pessoas e casais que já vivem ou querem ter essa experiência no relacionamento. Ela explica de onde vem o ideal da monogamia tradicional, que impõe a maioria da sociedade a necessidade de ter uma relação fechada e buscar a sua 'metade da laranja' na vida. A psicóloga reflete as razões da não monogamia ser vista como algo negativo e muitas vezes promíscuo e o como isso impacta em quem tem vontade de experimentar algo novo. Carol Cerqueira também os bastidores da entrevista que fez com a tríade presencialmente. A produção do episódio é de Carol Cerqueira e Vinícius Harfush, que também cuida da narração e edição do programa. Leia a reportagem completa escrita por Carolina Cerqueira: correio24horas.com.br Veja o perfil do 'Nossa Triiiade': instagram.com/nossatriiiade Conheça o trabalho da RC Não Mono: linktr.ee/rcnaomono
30:05
April 18, 2022
Ep. 44 - Saúde em jogo? Entenda por que os cigarros eletrônicos são famosos entre os jovens e quais são as consequências do seu uso
Quem tem os costume de frequentar os bares e baladas de Salvador não acha nem um pouco esquisito o uso dos cigarros eletrônicos nesses espaços. Modernos e com a grande vantagem de não emitirem um odor desagradável, esse produto chegou com força há alguns anos na capital baiana. Mas após o período da pandemia, uma revelação nada agradável evidencia que o dispositivo tem atingido pessoas cada vez mais jovens. Nas últimas semanas, circularam nos portais de notícias que estudantes de escolas de Salvador estavam utilizando cigarros eletrônicos dentro das dependências das escolas, o que preocupou pais e professores. Escolas emitiram comunicados alertando para os perigos do uso desses produtos em excesso. Mas afinal, o que atrai os jovens a utilizarem um cigarro eletrônico, mesmo que esse adolescente nunca tenha sequer experimentado um cigarro convencional? O que torna esses produtos acessíveis a esse público? É sobre isso que o 44º episódio do O Que a Bahia Quer Saber vai discutir nesta semana. O episódio recebe a pneumologista Suzianne Lima, a psicóloga e terapeuta cognitiva comportamental, Priscila Pardo, e Alexandro Hazard Lucian.  Hazard é um dos principais nomes do país quando se trata de cigarros eletrônicos. Usuário há seis anos, ele abandonou o cigarro convencional após quase duas décadas e afirma que o dispositivo eletrônico salvou sua vida. Desde então, ele atua como estudioso do assunto e escreve sobre a Redução de Danos do Tabagismo (RDT). O conceito trata os cigarros eletrônicos como um meio de amenizar e reduzir a dependência de nicotina em usuários do cigarro convencional. Apesar do método ser apoiado por parte dos médicos, não é uma unanimidade e é bastante questionado. Alexandro também luta pela regularização dos cigarros eletrônicos - até então ilegais - como forma de conscientizar seu uso e evitar a comercialização para o público jovem. Aliás, importante informar que o cigarro eletrônico não leva apenas esse nome. Vaper, pod, mod... todas essas são variações do cigarro eletrônico e, apesarem de terem algumas diferenças, funcionam da mesma forma. Assim como uma resistência de chuveiro elétrico, o cigarro eletrônico tem uma bateria que gera energia e esquenta um líquido saborizado. A mistura vaporiza e forma a fumaça branca e densa vista saindo da boca e nariz dos usuários. Entre as diferenças, importante ressaltar que esse líquido, tecnicamente chamado de 'juice', pode conter diferentes níveis de nicotina, substância que está presente em abundância no cigarro convencional. No caso do vaper, que são os aparelhos maiores, alguns até com uma tela que marca a temperatura, quantidade do líquido, por exemplo, geralmente tem juices com menos nicotina, mas eles geram muito mais fumaça. Já os pods, que são bem pequenos, alguns simulam até o formato do cigarro convencional, eles até fazem menos fumaça, mas se tornam mais nocivos já que contém uma nicotina bem mais concentrada que os outros produtos. O podcast tem produção, narração e edição de Vinícius Harfush.
27:45
April 11, 2022
Ep. 43 - Febre online: entenda como funciona o mercado de apostas esportivas no Brasil
É bem provável que você, pelo menos uma vez, tenha feito algum tipo de aposta envolvendo uma partida de futebol ou algum outro esporte. Se não fez, com certeza conhece alguém que adora gastar um dinheiro e fazer a 'fezinha' em casas de aposta esportiva. Ainda mais se for online, porque não faltam opções de empresas especializadas nesse mercado. Com a chegada da pandemia, as relações virtuais se fortaleceram a se tornou cada vez mais comum optar pelos serviços online. E foi justamente isso o que aconteceu com o cenário das apostas esportivas. Casas de diversas partes do mundo oferecem o serviço no país há algum tempo e se tornaram febre em públicos de diferentes idades. A iminência desse mercado ser finalmente regularizado, após o ex-presidente Michel Temer sancionar a lei 13.756/18 há anos atrás, fez a procura do público aumentar e o marketing dessas empresas disparar absurdamente. A ponto de tomar conta das propagandas em programas esportivos na TV, rádio e internet. O 43º episódio do O que a Bahia Quer Saber recebe o advogado Ricardo Maracajá, que tem especialização em gestão esportiva e explica quais são os limites legais das apostas online e o que a regulamentação mudará nesse cenário. O programa também recebe o publicitário Jotapê Saraiva, que discute como acontecem as relações comerciais e de marketing entre os clubes de futebol e essas empresas. Em 2021, 19 dos 20 clubes da Série A do Brasileirão tinham patrocínios e parcerias com casas de aposta esportiva. Leonardo Bonavides, que é trader profissional, conta da sua experiência como apostador e seu trabalho com grupos de dicas para outros apostadores. Com a chegada da regulamentação, é esperado que 600 mil empregos sejam gerados, segundo dados divulgados pelo governo, já que as empresas terão que estabelecer bases em território brasileiro, explorando setores como tecnologia e informação, ciência de dados, e marketing e publicidade. A chegada dessas empresas para se adequar ao mercado brasileiro também deve movimentar cifras altíssimas e render montantes aos cofres públicos. A forma como isso deverá acontecer, você confere no podcast dessa semana. A produção, narração e edição do programa é de Vinícius Harfush.
23:36
April 04, 2022
Ep. 42 - Mundo digital: o que os streamings mudam na indústria do entretenimento?
É muito provável que você tenha a assinatura de uma ou mais plataformas de streaming em casa. Ou, pelo menos, tenha aproveitado para experimentar o serviços dessas empresas, principalmente após o começo da pandemia. Com os cinemas fechados, o hábito de assistir séries e filmes dentro de casa se tornou bastante comum, contribuindo para o crescimento dessas empresas de serviço online. A grande prova é que no Oscar de 2022, que acontece neste domingo, dia 27 de março, quase todas as produções indicadas a maior premiação do cinema estão disponíveis nas plataformas de streaming. Mas será que isso significa alguma coisa? O que essa realidade muda para você, consumidor, e para quem produz e dirige as produções no cinema? Neste 42º episódio do O Que a Bahia Quer Sabes, o podcast de reportagens especiais do Correio recebe o repórter de cultura da casa, Roberto Midlej, para debater o impacto do serviço de streaming na indústria cinematográfica e no nosso dia a dia. Se antes o ritual de ir ao cinema era a única forma de poder acompanhar filmes famosos, com atores renomados, gigantes do ramo, como a Netflix e Amazon Prime vem mostrando que é possível realizar grandes obras sem, necessariamente, exibir nas telonas. O cineasta Cláudio Marques, proprietário do Cine Meta Glauber Rocha, em Salvador, participa do programa e fala sobre as principais diferenças que marcam essas duas ferramentas do audiovisual. Será que existe uma diferença entre filmes do streaming e filmes do cinema tradicional? E no público? Há uma mudança de perfil social e econômico entre quem assina os pacotes online e acompanha de casa os lançamentos, e de quem ainda prefere ir rotineiramente no cinema? Para responder essas questões, o podcast recebe a pesquisadora, publicitária, mestre e doutoranda em Cultura e Sociedade, Milene Moura. Milene, com o olhar de pesquisadora, explica porque alguns públicos dão preferência aos filmes dentro de casa do que ir aos cinemas, afinal, boa parte das pessoas aprendeu a se entreter sozinho durante os tempos mais duros de isolamento. No fim do programa (a partir de 22:30), Roberto Midlej ainda destaca quais são os principais destaques da cerimônia do Oscar 2022, apontando os favoritos nas principais categorias. Não perca e vem fazer sua aposta aqui também! O programa teve produção de Roberto Midlej e Vinícius Harfush, que também foi o responsável pela narração e edição do episódio.
31:59
March 26, 2022
Ep. 41 - Como vai seu sono? Entenda as disfunções e síndromes que atrapalham o seu descanso
Como você tem dormido? Essa é uma pergunta simples, mas que pode te levar a questionar como tem sido a qualidade do seu sono e se, de fato, tem dormido bem. O 41º episódio do podcast O Que a Bahia Quer Saber discute quais são os impactos que uma rotina de sono desregulada pode acarretar em seu dia a dia. Após dois anos de pandemia, cercados de notícias nada animadoras e uma relação cada vez mais dependente do universo virtual, o ritual de deitar para descansar na cama tem se tornado difícil para muitas pessoas. O programa apresenta esse debate justamente na Semana Mundial do Sono, onde são discutidas questões relacionadas às disfunções causadas pelo mau sono. O médico Francisco Hora, especializado em medicina do sono, relata quais são as principais causas para o problema e como esse cenário conturbado contribui para a manutenção ou piora desse quadro de saúde. A psiquiatra e professora associada da Ufba, Miriam Gorender, também participa do programa e explica de que forma as disfunções do sono se relacionam com as doenças psiquiátricas. Ela alerta para a necessidade de um diagnóstico em conjunto e detalha as formas de tratamento para os pacientes que sofrem com o problema. O podcast traz informações da reportagem publicada pela repórter Thaís Borges em outubro do último ano, sobre o aumento no consumo de medicamentos para dormir. O consumo desses remédios sem a orientação correta pode acarretar em diversas questões que vão além de uma má noite de sono para o paciente. A produção, narração e edição do programa é de Vinícius Harfush.
24:40
March 21, 2022
Ep. 40 - Disparou: entenda por que o combustível está tão caro e até onde isso pode chegar
Quem parou para abastecer o carro nos postos de gasolina na Bahia nas últimas semanas encarou uma situação nunca antes vista. O litro da gasolina chegou a R$8 em diversas cidades do estado e já se tornou motivo de muita dor de cabeça para a população. Se 2022 deveria ser o ano recuperação e reestruturação, cenários como esse não colaboram para quem precisa dar a volta por cima depois de dois intensos anos de pandemia. Mas o que levou o combustível chegar a um valor tão exorbitante? Essa é uma das principais perguntas que você pode estar se fazendo neste momento. E a grande verdade é que não há uma única resposta. Para além do rastro negativo que a pandemia deixou na economia de todo o mundo, conflitos armados - como a invasão da Ucrânia pela Rússia - e políticas governamentais são responsáveis para aumentar tanto o preço dos derivados de petróleo. O 40º episódio do O Que a Bahia Quer Saber convida especialistas em economia e combustíveis para explicar ao ouvinte de que forma é estabelecido o valor do barril de petróleo, que atualmente passa dos 100 dólares, coisa que não acontecia desde 2014. O economista e professor da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), Cleiton Silva, e o secretário executivo do Sindicombustíveis, Marcelo Travassos, são os convidados do programa. Você vai entender quais os impactos da política de Preço de Paridade de Importação (PPI), que é aplicada pelo governo federal, e porquê o Brasil não consegue ter um preço mais barato dos derivados de petróleo mesmo tendo uma ampla reserva do commodity. Além disso, vamos falar sobre a Refinaria Mataripe, que fica em São Francisco do Conde, e como ela tem tornado a vida de quem trabalha e mora na Bahia ainda mais difícil nesse momento. Após a privatização da estrutura, os repasses para a população, que aumentam ainda mais o preço dos combustíveis, tem sido mais constante. Por isso, o podcast também recebe a repórter do Correio Thaís Borges, que publicou uma matéria especial chamada ‘Uma Guerra Para Encher o Tanque', que foi a capa da edição de fim de semana do Correio. Na sua participação, ela fala sobre a realidade de quem trabalha com o carro diariamente e como esse cenário é péssimo para os donos de transportadores e postos de combustível. Entre essas pessoas que sofrem com a gasolina lá no alto é Isabel Menezes, que trabalha fazendo transporte escolar. Ela participa do programa e revela o quanto ela está gastando a mais em gasolina desde que os preços aumentaram. O episódio tem produção, narração e edição de Vinícius Harfush.
27:28
March 14, 2022
Noventa anos do voto feminino: de Dona Leolinda Daltro às baianas do século XXI
Podcast especial do projeto Retadas discute a participação das baianas na luta pelo sufrágio e os avanços do lugar da mulher na política O direito ao voto existe há quase cinco séculos no Brasil. No entanto, essa prerrogativa só alcançou as mulheres nos últimos 90 anos. A discrepância histórica é proporcional à luta travada por séculos para garantir que as mulheres tivessem o poder de decisão e de representatividade. E uma baiana teve um papel fundamental no início do movimento sufragista brasileiro: Dona Leolinda Daltro.  É a partir da história dessa professora indigenista que o podcast especial do projeto Retadas discute os avanços históricos que nos trouxeram até o século XXI. Para abordar o tema, recebemos a cientista política Gabriela Messias, a deputada estadual Olívia Santana e a ativista social Bárbara Trindade. Gabriela traz à luz a história de Dona Deolinda e sua combatividade em uma época em que as mulheres não tinham acesso ao universo público. Olívia, por sua vez, conta através da sua trajetória as dificuldades enfrentadas até hoje por aquelas que decidem pela política institucional. E Bárbara destaca a importância feminina em todos os espaços políticos, do parlamento à rua. Criado para homenagear mulheres baianas e radicadas na Bahia, o projeto Retadas celebra a cada ano àquelas que fizeram a diferença em suas áreas de atuação. Este ano, ele ganhou a versão especial em formato podcast. A produção é de Monique Lôbo e Vinícius Harfush. 
19:19
March 08, 2022
Ep. 39 - Desafio em dobro: como a pandemia afetou a vida de crianças atípicas
O projeto Infâncias Atípicas é um especial de reportagens sobre os efeitos da pandemia de Covid-19 na primeira infância de crianças atípicas em São Paulo e na Bahia. A partir dos relatos de mães, crianças e da análise de especialistas, abordamos como o isolamento social e o fechamento de escolas e centros de terapia impactaram o desenvolvimento de crianças autistas, down, surdas, com microcefalia e doença rara. O 39º episódio do O Que a Bahia Quer Saber convidou as repórteres Carla Bittencourt (@carlapb1) e Mariana Della Barba (@marianadb), que que ficaram à frente da série de reportagens, para contarem os bastidores da produção do especial ao longo do ano de 2021. Para as jornalistas, se torna cada vez mais importante debater a educação na primeira infância e o impacto dela para a formação dessas crianças. O programa também ouviu Maria Karina de Andrade, moradora de Euclides da Cunha, interior da Bahia, e que foi personagem de uma das reportagens. Ela é mãe de Antônia, uma criança de cinco anos que foi diagnosticada com Langer-Giedion, síndrome rara que causa deficiências físicas e cognitivas, e depois recebeu o diagnóstico de autismo. A mãe relata de que forma a pandemia e o isolamento social impactaram na rotina da família e quais alternativas foram tomadas para que Antônia seguisse recebendo estímulos sociais e educativos, que contribuem para sua formação. Essa é apenas uma das quatro histórias contadas no Infâncias Atípicas. Já Matheus Wisdom, é psicopedagogo e trabalha na APAE, em Salvador. Ele relata quais as principais dificuldades enfrentadas pelas famílias nos últimos anos e conta como o trabalho da instituição contribui para o desenvolvimento das crianças. A produção é de Carla Bittencourt, Mariana Della Barba e Vinícius Harfush. Com narração e edição de Vinícius Harfush
27:36
March 07, 2022
Ep. 38 - Carnaval diferente: o que representam as festas ‘indoor’ na folia de 2022 na Bahia?
A realização do Carnaval neste ano ainda não vai ser do jeito que os baianos e turistas tanto sonhavam: com trios nas ruas, mais de uma semana de festa na cidade e uma multidão ocupando as avenidas. A pandemia impediu, mais uma vez, que a festa aconteça no seu formato tradicional, mas em 2022 já será possível curtir o clima carnavalesco com as festas ‘indoor’, em formato reduzido. Neste 38º episódio do O Que a Bahia Quer Saber, como Correio Folia, o programa discute qual o significado da retomada desse modelo de festa no Carnaval e qual o impacto cultural causado por essa mudança. As festas ‘indoor’ remetem aos antigos bailes de Carnaval que aconteceram durante décadas em clubes sociais da capital, como o Bahiano de Tênis e Associação Atlética. Quais a semelhanças e diferenças entre os antigos bailes, camarotes e festas e ‘indoor’? Como essa configuração de celebrar folia escancara a realidade social do público durante os festejos? Para responder essas questões, o episódio recebe o historiador Rafael Dantas (@rafadantashistorart), o produtor e fundador do bloco Camaleão, Tinho Albuquerque, e o colunista do Correio, Osmar Marrom Martins. Programa tem produção, narração e edição de Vinícius Harfush O Correio Folia tem patrocínio da Goob e apoio da AJL, Jotagê Engenharia e Comdados.
23:50
February 28, 2022
Ep. 37 - Vida (quase) perfeita: a relação das redes sociais com os transtornos alimentares
Não é novidade pra ninguém que as redes sociais ditam muitas coisas do nosso dia a dia. Se tornaram o principal meio de influência na sociedade. Mas é importante entender que, em alguns contextos, essas ferramentas ajudam a sustentar alguns falsos padrões sociais, como a beleza ideal, o corpo perfeito e o melhor tipo de alimentação possível. E é através dessa realidade que os transtornos alimentares surgem nos tempos atuais, criando um vínculo quase que indissociável com o universo online. Todo esse comportamento padrão que é vendido através de perfis de influenciadores impulsionam essa condição que atinge quase 10% da população jovem no Brasil. Casos de compulsão alimentar, anorexia e bulimia são tratados muitas vezes como um "ideal saudável" e é seguido por diversas pessoas da vida real, que acreditam que podem (e devem) seguir esses passos. No 37º episódio do podcast de reportagens especiais do Correio, o O Que a Bahia Quer Saber busca entender qual a relação das mídias sociais com os transtornos alimentares, e como a  exposição do tema na internet e na televisão abre espaço para essa discussão. Afinal o próprio Big Brother Brasil se tornou palco para essa discussão nas últimas semanas. Para ajudar a entender essa realidade, o podcast recebe a psicóloga Carina Magalhães, que se especializou nos estudos da psicologia e dos transtornos alimentares, e a nutricionista clínica esportiva, Tâmara Ferreira. A terceira convidada do programa é a psicóloga Yasmin Guimarães, que vive uma dupla realidade de paciente e profissional. Yasmin foi apenas uma das milhares de meninas que cresceram sob o peso dos transtornos alimentares e hoje compartilha sua trajetória de recuperação no perfil do Instagram 'O Peso da Mente' (@opesodamente). O episódio ouve os relatos da psicóloga sobre o seu tratamento e discute a importância de utilizar a própria rede social como uma ferramenta para combater essa condição psicológica. Este episódio tem produção, narração e edição de Vinícius Harfush. Acesse o perfil de Yasmin Guimarães no Instagram e conheça sua história e seu trabalho: https://www.instagram.com/opesodamente/
24:41
February 21, 2022
Ep. 36 - Faz um Pix: como essa ferramenta impulsionou o comércio no último ano
Pouco mais de um ano atrás, chegava no Brasil um serviço que prometia melhorar a relação do brasileiro com as transferências bancárias e pagamento. O Pix foi bem recebido pela população brasileira e atualmente mais da metade da população do país já tem um cadastro com a ferramenta. Mas de que forma isso beneficiou os pequenos e médios negócios brasileiros? Quais foram as mudanças apresentadas pelo Pix desde a sua chegada e qual a perspectiva para esse ano de 2022? Para responder essas questões, o 36º episódio do O Que a Bahia Quer Saber, o podcast de reportagens especiais do Correio, conversou com Pedro Menezes, economista e colunista da Info Money, e Rafael Moreira, economista assessor da Diretoria Técnica do Sebrae, especializado em pequenas empresas. Além disso, o podcast discute ainda quais são as barreiras apresentadas pela ferramenta que atrapalham a evolução do Pix para todos os modelos de negócio e o que precisa ser melhorado para evitar novas fraudes por meio do serviço. Só neste ano, já foram dois golpes envolvendo empresas financeiras que tiveram dados de pix dos clientes divulgados na internet. Como isso afeta a adesão? Esse episódio tem produção, narração e edição de Vinícius Harfush.
18:03
February 14, 2022
Ep. 35 - A terra tremeu: explicando os abalos sísmicos na Bahia
Moradores da cidade de Jacobina, no norte da Bahia, e na região do recôncavo começaram o ano de 2022 enfrentando um problema bastante peculiar. Desde o começo do ano essas regiões no interior do estado têm sofrido com uma série de tremores de terra que tem preocupado a população e ligado o alerta das autoridades e pesquisadores. No 35º episódio do O Que a Bahia Quer Saber, o podcast vai atrás de respostas que expliquem as possíveis causas desses terremotos e qual o impacto para os habitantes das áreas atingidas. Você vai descobrir que esses não são os primeiros abalos sísmicos na Bahia. Muito pelo contrário, vai conhecer as histórias de vários outros terremotos em solo baiano e entender como, quando e porquê eles acontecem. Para auxiliar nas explicações, o podcast recebe o coordenador do Laboratório Sismológico da UFRN, Aderson Nascimento, que monitora a situação sísmica no estado, e o professor aposentado de sismologia da Unb, Alberto Veloso. Os especialistas falam sobre a importância das pesquisas e do monitoramento sísmico e como ele ajuda na prevenção de acidentes graves envolvendo terremotos. Além disso, vai conhecer a história de um personagem icônico para a sismologia brasileira, que deixa seu legado até hoje para as atuais pesquisas na área. Neste episódio, a produção, narração e edição é de Vinícius Harfush Acesse o canal Terremoto Veloso: https://bityli.com/JAKxj Acesse o site do LabSis: http://www.labsis.ufrn.br/
23:56
February 07, 2022
Ep. 34 - Hora da readaptação: o impacto da pandemia nos estudantes
O mês de fevereiro marca o retorno das aulas 100% presenciais em boa parte das escolas de Salvador e da Bahia. Após dois anos desde o começo da pandemia, que interrompeu o ensino presencial, os estudantes se preparam para voltar a frequentar o ambiente escolar de forma mais regular. Mas fica um questionamento: como voltam essas crianças e adolescentes? O que a realidade pandêmica mudou no comportamento dos alunos? Para responder essa pergunta um tanto quanto complexa e repleta de individualidades, o 34º episódio do podcast O Que a Bahia Quer Saber convidou psicólogos, professores e alunos para falarem sobre essa retomada. A carência do convívio social trazido pelo isolamento e outras adversidades impostas aos jovens nesse período mudaram a percepção dos especialistas sobre essa geração. Afinal, não é fácil viver uma fase de transição em meio a pandemia. Mas além do fator psicológico, falar sobre educação nos últimos dois anos é também considerar as diferentes realidades econômicas e sociais. A professora e gestora do Colégio Estadual Eduardo Bahiana, Ivani Almeida, conta como foi encarar a retomada das aulas semipresenciais dos alunos do ensino público e quais as principais dificuldades enfrentadas quando comparado ao ensino particular. Também participam o psicólogo e doutor em ciência da educação, Alessandro Marimpietri, e Iarodi Bezeera, psicoterapeuta. O programa está disponível no site do @correio24horas, mas também no Spotify, Google Podcasts, Apple Podcasts, Deezer e todos os demais tocadores de podcast. A produção, narração e edição é de Vinícius Harfush.
20:17
January 31, 2022
Ep. 33 - Salário mínimo empacado: o que dá pra pagar com os atuais R$ 1.212?
Ir ao supermercado tem se tornado uma tarefa difícil nos últimos anos quando se olha para as prateleiras e percebe que os preços não param de subir. Muitas vezes é preciso cortar alguns itens na lista para as compras caberem no bolso. Se a realidade já está apertada para quem tem um salário confortável, imagine para a maioria da população que vive do salário mínimo? O anúncio do aumento em 10% no valor do salário de 2021 para 2022 não é bem um motivo de comemoração para a população. Será que as pessoas estão, de fato, se beneficiando desse aumento e tendo acesso a mais produtos? No 33º episódio do O Que a Bahia Quer Saber, o podcast de reportagens especiais do Correio, debate o impacto do aumento do salário mínimo na Bahia e no Brasil. O episódio busca responder quais são as variáveis que interferem no valor, como é o cálculo que define o piso salarial e o que os atuais R$1.212 garantem para a os trabalhadores. Para analisar esse cenário, os convidados do podcast são os economistas Rafael Sales e Ana Georgina Dias. Este episódio tem produção, narração e edição de Vinícius Harfush.
23:07
January 24, 2022
Ep. 32 - Os mitos e verdades sobre a coinfecção da Covid e Influenza
Você já ouviu falar da Flurona? Essa foi a forma que a dupla infecção da Covid com a Influenza foi popularmente batizada. Entre um surto da gripe H3N2 em dezembro de 2021 e um novo aumento nos casos de Covid-19 após as festas de final de ano, teve gente que acabou se contaminando com os dois vírus e esse cenário de incerteza preocupou muita gente. No 32º episódio do O Que a Bahia Quer Saber, podcast de reportagens especiais do Correio te conta tudo o que você precisa saber sobre a dupla infecção dos vírus através das entrevistas com os infectologistas Alessandro Farias e Clarissa Cerqueira. Como é possível uma pessoa se infectar com os dois vírus ao mesmo tempo? E isso representa um risco sério a saúde? Essas e muitas outras perguntas são respondidas ao longo do episódio, que vai te provar que essa situação pode ser mais comum do que você imagina. Para além do impacto da coinfecção no nosso corpo, o médico emergencista Ivan Paiva alerta sobre as consequências desse cenário de contaminação para a saúde do pública, principalmente em grandes metrópoles como Salvador. O convidado explica de que forma uma nova onda dessas doenças contribui para a superlotação de unidades de saúde e o que tem sido feito para tirar reduzir a pressão em cima do sistema. A produção, locução e edição do podcast é de Vinícius Harfush.
28:22
January 17, 2022
Ep. 31 - Reconstrução e prevenção: o que fazer para evitar novas tragédias causadas pelas chuvas?
Após o temporal que atingiu o sul da Bahia no final de 2021 e deixou grandes marcas de destruição na cidades, um novo ano chega com a esperança de um tempo melhor para todos. Mas fica o questionamento: o que as gestões públicas podem fazer para que os municípios sofram menos com o surgimento de fenômenos naturais? Do monitoramento do clima à melhorias na infraestrutura, há um leque de ações com o foco na prevenção que pode mudar o rumo da vida das cidades e de pessoas. Para entender como isso pode ser feito, o 31° episódio do podcast de reportagens especiais do Correio, O Que a Bahia Quer Saber, escutou a meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Cláudia Varela, e o professor de saneamento e servidor do Inema, César Ribeiro. O episódio também traz o relato de quem teve seu ganha pão afetado diretamente pelas enchentes e mais detalhes do que causou o temporal na região e mata a curiosidade de quem vem se perguntando nas últimas semanas o motivo para tanta água ter caído em tão pouco tempo. Não foi à toa que 2021 teve o dezembro mais chuvoso em mais de três décadas. A produção, locução e edição do podcast é de Vinícius Harfush.
25:43
January 10, 2022
Ep. 30 - Não é só covid: gripe e outras doenças que podem voltar com relaxamento de vacinas
Do final de novembro para cá um assunto relacionado à saúde tomou conta do interesse público – e não é a Covid-19. A H3N2 chegou batendo mais forte do que a “ressaca” de vacina, causou um surto em Salvador a ponto de mudar a estratégia vacinal e traz um alerta: não dá para menosprezar a gripe. Na semana passada, a prefeitura de Salvador anunciou que vai abrir para o público geral a vacinação contra a gripe, que só atingiu cobertura 58% do público-alvo: idosos, trabalhadores da saúde, gestantes e mulheres que tiveram filho até 45 dias, indígenas e quilombolas, pessoas com comorbidades ou deficiência permanente e crianças de seis meses até 6 anos. Uma coisa é certa: o relaxamento do uso de máscaras e distanciamento social “ajudaram” o vírus a se propagar. Mesmo assim, fica o questionamento: por quê uma doença que tem vacina disponível anualmente pelo SUS tem cobertura tão baixa? Por que os baianos não se vacinam contra a gripe? E mais: será que estamos expostos a surtos de outras doenças infecto-contagiosas que também têm vacinas? No 30º episódio do podcast O Que a Bahia Quer Saber, vamos saber a importância de seguir o calendário do Programa Nacional de Imunizações e o que pode acontecer se crianças, adolescentes, adultos e idosos deixarem de tomar as vacinas. Spoiler: surtos de doenças que já tínhamos até erradicado não estão descartados.
25:11
December 19, 2021
Ep. 29 - Os 'novos baianos' dos e-sports: os jovens que abrem mercado na Bahia
Se você olha para os termos 'games' e e-sports como coisa de outro mundo, ainda distante do dia a dia, ou como algo que só os jovens dão valor, fique esperto: você está muito atrasado. O 'restart' nessa mentalidade é algo urgente para a economia baiana. O mercado brasileiro de games já o terceiro em audiência no planeta, atrás apenas dos Estados Unidos e da China. Porém, ainda somos o 10º em faturamento – ou seja, ainda podemos crescer. E tem espaço aqui na Bahia? Claro que sim. Jovens do nosso estado já estão consolidados nesse mercado. Mas será que você os conhece? Será que sabe até onde eles podem crescer e do que sentem mais falta na infraestrutura baiana? No 29º episódio do podcast O Que a Bahia Quer Saber, vamos conhecer quem são esses 'novos baianos'. Sim, quem são as garotas e garotos que estão desbravando essas fronteiras e surfando na onda do crescimento dos games, que ganhou impulso em 2020.
31:28
December 12, 2021
Ep. 28 - Motorhome: Novo nicho do YouTube, estilo de vida e forma de viajar levando a sua casa
Faça o seguinte: abra o YouTube e digite na busca o termo 'motorhome'. Agora, veja a quantidade de vídeos brasileiros que estão por lá. E veja, também, que todos são de no máximo três anos para cá. Afinal, o que é isso e o que está acontecendo? Apesar de parecer muito específico, não tem nada de surpreendente nesse novo nicho do YouTube. São pessoas realizando os seus sonhos mais simples: o de viver na estrada, conhecendo o mundo levando junto suas casas e suas famílias. E, sim, trabalhando no caminho. No 28º episódio do podcast O Que a Bahia Quer Saber, tratamos dessa nova febre, impulsionada pela pandemia. Você com certeza sabe o que é um motorhome, porque já viu em filmes de Holywood. Mas como é que esse costume estadunidense ou europeu tem ganhado pista por aqui? Basicamente, trata-se de uma casa motorizada. E sim: muitas famílias brasileiras trocaram o 'imóvel' pela residência andante. No programa, conversamos com casais que há muitos anos vivem na estrada. Por que fizeram essa mudança? O que podem dizer sobre a experiência? E mais: será que tem motorhome aqui na Bahia? Claro que sim. Encontramos não só famílias baianas que partiram para uma casa andante como também uma oficina especializada na fabricação delas. É a SAM Veículos de Lazer, em Vitória da Conquista.
40:03
December 05, 2021
Ep. 27 - Tsunami? Que nada! A ameaça natural ao litoral da Bahia é outra - e pode vir da areia
Você é daquele tipo que ama praia? Ficou com medo daquelas imagens da Cidade Baixa e outras faixas litorâneas de Salvador completamente inundadas pelo avanço da maré? Pois, saiba: esse perigo é real. E não é nenhum tsunami chegando. A COP 26, passou e não sabemos se você prestou atenção, mas os danos do aquecimento global são quase irreversíveis. E muito disso pode respingar aqui, na Bahia, estado dono do maior litoral do Brasil. Sim: em poucos anos, a sua praia pode sumir ou virar um amontoado de pedras. No 27º episódio do podcast O Que a Bahia Quer Saber, ouvimos especialistas para entender o que é o aumento do nível dos oceanos e como isso pode afetar a Bahia. Pelas projeções atuais, em quantos anos podemos ter áreas inundadas da nossa costa? Porém, aqui vai um spoiler: o aumento do nível dos oceanos não é o maior perigo que corremos. Nem o tsunami, claro. A maior vilã é a erosão costeira, processo de degradação que você já deve ter presenciado em alguma praia baiana. Lembra da sua infância? A linha do mar não estava mais distante?
29:53
November 28, 2021
Ep. 26 - Viver, viajar e trabalhar: nomadismo digital e novas formas de moradia no mundo
'Nomadismo digital'. Que nome mais estranho, até mesmo careta, para descrever um estilo de vida tão moderno… Invejados por alguns, detestados por outros, os nômades são tendência. Sobretudo após a pandemia, que acelerou o trabalho 100% digital. Por que falar sobre isso é importante? Porque diz muito mais sobre a nova lógica de trabalho do que de estilo de vida. É fato: a forma de trabalhar mudou. Com o 'home office', empresas podem contratar pessoas de qualquer lugar do mundo. Então, por que não trabalhar de qualquer lugar do mundo? No 26º episódio do podcast O Que a Bahia Quer Saber, parte do Fórum Agenda Bahia 2021, ouvimos nômades digitais e especialistas para entender essa tendência. Por que optaram de trabalhar viajando e por que preferiram abrir mão de suas posses? Sim, porque o nomadismo digital também fala muito sobre outra tendência da humanidade: o desapego com certas coisas materiais. Será que as futuras gerações vão preferir viver uma experiência – como viajar – a ter casa própria e carro na garagem?
32:43
November 21, 2021
Ep. 25 - Turismo pé no chão: como crescer a economia preservando os paraísos da Bahia?
Boipeba, Caraíva, Cumuruxatiba, Barra Grande… A Bahia tem essa forma imensa no turismo por conta das suas belezas naturais. Abrigar o maior litoral do Brasil e a biodiversidade da Chapada Diamantina não é pra qualquer um. Por isso, convenhamos: se esses paraísos naturais não forem conservados, o que restará para mostrar? Não dá para encher as praias de resorts e as serras de turistas e esperar que a natureza faça o trabalho sozinha. É preciso agir. No 25º episódio do podcast O Que a Bahia Quer Saber, parte do Fórum Agenda Bahia 2021, ouvimos especialistas do turismo e da ecologia para entender como conciliar esses interesses, aparentemente opostos: crescimento do turismo e preservação ambiental. Esse é um dos dilemas mais antigos e mais complicados para a Bahia. O estado é dependente do setor turístico na economia, que gera milhões de empregos diretos e indiretos. Porém, não dá pra soltar a corda. Já tivemos exemplos bem negativos de paraísos prejudicados.
35:44
November 07, 2021
Ep. 24 - Menos azul: por que a falta de esgoto é um risco à Baía de Todos-os-Santos?
A Bahia não se chama assim à toa. O próprio nome de todo o estado reflete a importância dessa porção de água que nos abraça. Batizada assim há 520 anos pelos portugueses, no dia 1º de novembro, o dia de Todos-os-Santos. Nesse aniversário da maior baía do Brasil – e segunda maior do planeta! –, vale discutir como estamos cuidando dela. Sobretudo, a sua biodiversidade. Afinal, isso afeta os frutos do mar e, por consequência, a alimentação e a renda de quem vive da pesca. No 24º episódio do podcast O Que a Bahia Quer Saber, em parceria com o especial A Baía Mãe, ouvimos pescadores e comunidades ribeirinhas que já sentem o sumiço de peixes e outros seres que antes lhe ofereciam sustento. Também falamos com pesquisadores para entender os riscos que a Baía de Todos-os-Santos ainda corre. O foco está na falta de esgotamento sanitário, ou a precarização cada vez maior dele. Como indústrias e moradias irregulares acabam matando, pouco a pouco, a baía?
30:57
November 01, 2021
Ep. 23 - E agora, Bahia? O futuro da economia de Salvador e RMS após a pandemia e a saída da Ford
Depois da tempestade, vem a oportunidade? A pandemia atingiu em cheio a economia, porém acelerou processos e nos deixou mais próximos daquilo que conhecemos como 'futuro' da cadeia produtiva. E aí, como é que Salvador e Região Metropolitana estão respondendo a isso? Será que existem projetos visando aproveitar essa chance para dinamizar a economia, muito focada em comércio e serviços? No 23º episódio do podcast O Que a Bahia Quer Saber, parte do Fórum Agenda Bahia 2021, você conhecerá os segmentos que podem recuperar a economia da capital baiana e gerar mais empregos. E mais: como o Pólo de Camaçari, que perdeu a Ford, pode se modernizar para atrair outras empresas? E como as indústrias que lá habitam podem se aproximar da tecnologia 4.0?
36:52
October 25, 2021
Ep. 22 - Do nada: um ano e sete meses depois, Pituaçu reabre; por que o futuro do parque preocupa?
Sabia não? Após um ano e sete meses fechado, o Parque de Pituaçu, principal reserva de área verde de Salvador, reabriu no último sábado (16). E foi, de fato, do nada: sem divulgação nas mídias do Governo do Estado, sem nota à imprensa e sem aviso à população. Até a comunidade que vive em torno do parque e que zela por ele foi pega de surpresa. As mesmas pessoas que, nos últimos meses, realizaram protestos e cobraram do Governo uma previsão de reabertura. E que reclamam da falta de transparência durante todo o processo. No 22º episódio do O Que a Bahia Quer Saber você entenderá por que Pituaçu está no centro das atenções e tanto preocupou comunidade e ambientalistas. E a necessidade de discutir, de forma mais transparente, o futuro dessa reserva de Mata Atlântica. Afinal, não apenas Pituaçu, mas outros quatro parques estaduais - como o Zoológico e o São Bartolomeu, ambos em Salvador - estão em processo de concessão à iniciativa privada. E muitas atividades que existem neles estão com continuidade indefinida.
28:05
October 19, 2021
Ep. 21 - Tá na hora de largar o carro? Novas formas de mobilidade mais limpas e baratas
Para você, que tem carro: será que ele não é um luxo muito caro para a sua vida? Até que ponto ainda vale pagar gasolina a mais de R$ 6, IPVA, seguro, manutenção, entre outros gastos? E se você pegasse o dinheiro do carro e investisse? Será que o retorno daria para pagar o deslocamento de Uber e ainda sobrar um pouquinho? Foi o que alguns baianos já pensaram, executaram e deu certo. No 21º episódio do podcast O Que a Bahia Quer Saber, você conhecerá histórias de baianos que abiram mão do carro. E estão rodando por Salvador de monociclo elétrico, bicicleta, aplicativos, entre outros. Será que essa realidade vale a pena para você? Quanto o carro custa todos os meses e como esse valor pdoe render melhor em outras iniciativas? Será que você conhece essas novas tecnologias?
31:13
October 10, 2021
Ep. 20 - Revolta da cerveja: por que o preço vai aumentar e como você pode economizar?
Não 'desceu redondo' essa história de aumentar o preço de algumas cervejas a partir desse mês. Não ficou sabendo? O preço da sua gelada vai aumentar em torno dos 10%. Entre a gaiatice total e a reflexão séria, o fato é: os baianos não gostaram da notícia. Para você, parece apenas 'zoeira' essa revolta? Mas não é. A cerveja é um item de alto consumo na cesta de compras de boa parte dos baianos. Salvador é a capital que mais consome a bebida no Brasil, segundo o IBGE. Quase 40% da população bebe ao menos uma vez por semana. No 20º episódio do podcast O Que a Bahia Quer Saber, você entenderá porque até a cerveja vai aumentar de preço. Ela não está entre os produtos mais lucrativos do país? E os bares, como é que ficam? Serão obrigados a repassar esse reajuste para os clientes? E para você, que não abre mão, ouvimos um educador financeiro e trazemos dicas de como economizar para garantir a sua gelada no final de semana. Será que dá para manter a sua marca favorita sem diminuir a quantidade?
29:51
October 04, 2021
Ep. 19 - Negócio certo: os melhores ramos para empreender na internet em 2021
Será possível empreender e ter sucesso em meio à crise da pandemia? Os números do e-commerce (vendas online) no Brasil e o relatos de alguns empresários baianos mostram que sim. No 19º episódio do podcast O Que a Bahia Quer Saber, você conhecerá os ramos que explodiram em 2021 com vendas na internet: pet shops, móveis e artigos para casa, brinquedos, moda e muito mais. Além disso, ouvimos especialistas do e-commerce trazendo dicas para quem quer montar a sua loja online. Antigamente podia até ser complicado, mas hoje é plenamente acessível e fácil. Acredite! Também trazemos casos de empresas baianas que apostaram firme na internet e colheram frutos nos dois últimos anos. Gente que abriu várias lojas online, de diferentes segmentos, ou gente que conseguiu até abrir lojas físicas por conta do sucesso.
39:31
September 26, 2021
Ep. 18: Por que tudo está tão caro? Será culpa do governo? Ou da pandemia?
Algumas famílias já não conseguem comprar gás de cozinha e apelaram para o fogão a lenha. Comprar carne? Impossível. Nem um corte de frango está mais ao alcance. O jeito é apelar para ovos e embutidos. Inflação não são apenas números: é a saúde alimentar das pessoas que está em risco. E nos últimos meses, o Brasil tem assistido a uma escalada dos preços dos alimentos mais essenciais. “Feijão com arroz” já deixou de ser metáfora para algo básico. No 18º episódio do podcast O Que a Bahia Quer Saber, você entenderá, de forma simples e didática, porque você está pagando mais caro por produtos tão essenciais. Afinal de contas, de onde vem essa inflação de tudo? No programa, trazemos pais e mães de família que precisam escolher entre pagar a conta de luz ou fazer mercado. Também ouvimos economistas e especialistas em energia que garantem: os preços ainda devem subir nos próximos meses, o que tornará o cenário pior.
35:26
September 20, 2021
Ep. 17: Salvador olímpica: onde você pode praticar os esportes que fizeram sucesso em Tóquio?
Tá cansado de academia? De só ouvir falar em futebol? Toda vez que passa uma Olimpíada, muitos baianos ficam com aquela vontade de praticar um esporte novo, que conheceram nos jogos, e assim melhorar a sua qualidade de vida. Pois acredite: ainda que alguns esportes enfrentem dificuldades e falta de apoio, Salvador não é uma cidade apenas de futebol e academias. Dá para praticar surfe, skate, maratona aquática, remo, canoagem e boxe como os atletas que fizeram sucesso em Tóquio. No 17º episódio do O Que a Bahia Quer Saber, traçamos um mapa desses esportes na capital baiana. E identificamos alguns problemas: não há, por exemplo, onde praticar canoagem tal qual Isaquías Queiroz, baiano que tem quatro medalhas olímpicas. Instrutores relatam uma procura crescente por essas modalidades na capital baiana por conta do sucesso dos Jogos de Tóquio. Skates e pranchas com boa venda nas lojas, academias de boxe e de natação com alta procura por aulas e por aí vai.
43:16
September 13, 2021
Ep. 16: Tá na rifa: baianos resgatam métodos 'das antigas' para tentar sobreviver à crise
Já reparou na quantidade de rifas que estão aparecendo, todos os dias, no seu feed do Instagram? Ou então nos seus grupos de WhatsApp? Pois é: elas voltaram à moda, e não é por um bom motivo. Nesse 16º episódio do O Que a Bahia Quer Saber, você entenderá porque as rifas voltaram em peso. Milhares de baianos estão em dificuldade financeira. Sem terem como contrair mais empréstimos, decidiram 'apelar' para esse método antigo. São pais e mães de família que não possuem mais renda. E oferecem como prêmio das rifas desde um valor em dinheiro – que chega a R$ 1 mil! - até o fruto do seu próprio trabalho. São refeições, bijuterias, produtos de decoração, entre outros. Ouvimos especialistas que apontam: esse é um efeito da vulnerabilidade social e do desemprego em massa que afetam a Bahia. E se você quiser, também, fazer uma rifa? Ouvimos planejadores financeiros que te dão dicas de como não se prejudicar.
39:24
September 05, 2021
Ep. 15: Subaúma, Baixio, Lagoa do Aruá: novos destinos 'de sonho' do Litoral Norte
Você conhece o Baixio? E Subaúma? Já ouviu falar em Massarandupió e na Lagoa do Aruá? Se você ainda não visitou esses destinos ao norte de Salvador, pode ir se acostumando com os nomes. Esses locais são as novas joias do turismo na Costa dos Coqueiros. Nesse episódio do O Que a Bahia Quer Saber, você entenderá que o investimento turístico e imobiliário do estado tem ido muito além da Praia do Forte. Pode andar um pouquinho mais pela BA-099: você encontrará por lá novos condomínios e resorts sendo lançados. Se você é baiano e ainda não conhece esses destinos, é bom dar o play no podcast e acompanhar o especial do CORREIO. Novas oportunidades, tanto de trabalho como de investimento, estão surgindo. Segundo a Setur, mais de US$ 1,2 bilhão serão investidos na região. E ainda trazemos uma visão histórica. Como foi que o baiano começou a explorar o Litoral Norte? Quais vetores e lançamentos puxaram o desenvolvimento para aquelas bandas do estado? Qual a importância da BA-099?
41:26
August 29, 2021
Ep. 14: Onde estão as vagas de trabalho fora do Brasil? E dicas de como emigrar
Canadá, Austrália, Irlanda e Portugal: locais que estão na mente de muitos jovens brasileiros que sonham em mudar de país definitivamente. Mas quais as vagas de trabalho por lá e quais os vistos possíveis para a mudança de nação? Nesse episódio do podcast O Que a Bahia Quer Saber, conversamos com consultores de imigração – especialistas em mostrar o passo a passo aos interessados – e baianos que já vivem nesses países. Eles explicam qual o leque de opções ao alcance de quem vive por aqui. Quais as áreas de atuação mais demandadas nesses países? Será que dá para emigrar já trabalhando? Será que ir como estudante é o melhor para quem ainda não tem experiência de trabalho? Será que dá para aplicar para um visto de residência permanente sem sair do Brasil? Spoiler: emigrar para a União Europeia é bem mais difícil, você precisa de um visto de estudante ou de trabalho para permanecer como residente. Porém, para outros países do globo, existe sim um processo bastante frequente - e com boas chances! - para brasileiros.
43:43
August 23, 2021
Ep. 13: Vale a pena sair do Brasil? Histórias de quem já emigrou
Será que vale a pena deixar tudo para trás no Brasil e mudar de país? Só tem um jeito de obter essa resposta: perguntando a quem já vive fora há muito tempo, mas também para quem já foi, se deu bem e mesmo assim voltou. Neste episódio, conversamos com baianos que deixaram o país em diferentes épocas - há alguns anos ou recentemente - e se estabeleceram em países como Portugal e Austrália, muito buscados pelos jovens brasileiros. Gente que se dedicou a uma graduação, que tinha emprego fixo e carreira promissora no Brasil, mas mesmo assim preferiu a mudança. Mães que emigraram com filho pequeno, de pouco mais de um ano. Ou casal que teve filha longe da família, no exterior. O que a histórias dessas pessoas podem nos ensinar? Com o que elas trabalham, será que dá para ter qualidade de vida e ganhar bem vivendo como imigrante? O que acham que é melhor no Brasil, como enfrentaram a pandemia? Também conversamos com baianos que viveram em outro país por alguns anos, se estabilizaram por lá e mesmo assim decidiram retornar. Por que essa volta? O que não gostaram no exterior? O que sentiram falta da Bahia?
44:10
August 15, 2021
Ep. 12: Você quer sair do Brasil? A era dos jovens que desistiram do país
Querida leitora ou leitor, responda com sinceridade: se você pudesse, deixaria o Brasil e trabalharia em outro país? Acha que teria uma vida melhor em outra nação? Para a maioria dos jovens, essa resposta é muito fácil e automática: sim, sem dúvida, com certeza. Segundo o estudo Atlas das Juventudes, 52% dos brasileiros entre 15 e 29 anos enxergam o Brasil como um local pobre e já não veem mais futuro no país. A falta de oportunidades é o que mais desmotiva os jovens. Se pudesse, quase metade deles (47%) se mudaria sem nem pensar duas vezes. Não é à toa: 27% deles são 'nem-nem', ou seja, nem trabalham e nem estudam, e 70% têm dificuldade de encontrar emprego. Nesse episódio, te convidamos a ouvir histórias de jovens baianos que já estão de viagem marcada. O que esperam da vida lá fora? Por que desistiram do Brasil? Quais as desilusões e o que acham que está errado no país? O que projetam para o futuro? Pretendem voltar um dia?
39:14
August 02, 2021
Ep. 11: A fuga para o Litoral Norte e a busca por um feriadão sem fim
Por que tantas famílias baianas - ou não! - estão 'fugindo' para o Litoral Norte da Bahia? Desde 2020, as prefeituras da região têm relatado um aumento significativo de pessoas que transformaram a antiga casa de veraneio em sua residência principal. É claro que isso tem a ver com a pandemia e o home office. Com o advento do trabalho ou ensino remotos, é possível viver o 'dia a dia' de qualquer lugar do mundo. E por que não morar mais próximo da natureza, perto da praia, com qualidade de vida maior? Nesse episódio, conversamos com pessoas que se mudaram para as praias ao norte de Salvador. Gente que adquiriu imóvel no Litoral Norte em plena pandemia e gente que fez um 'pit stop', passando alguns meses por lá, mas que querem voltar o quanto antes. Quais as motivações para essa mudança de vida? Seria algo temporário ou elas pretendem mesmo morar por lá a partir de agora? Será que os locais oferecem conforto? E como o mercado imobiliário e hoteleiro tem reagido a essa tendência?
39:30
July 26, 2021
Ep. 10: Kelly Cyclone, fama e morte da Dama do Pó na Bahia
"Bandida, mocinha, eu não sei", diz Igor Kannário na música que fez em homenagem a Kelly Cyclone. Se o Príncipe do Gueto não conseguiu se decidir, o que será dos plebeus? O que você sente sobre ela? Compaixão? Repulsa? O fato é que não há como ser indiferente à história de Kelly Sales Silva. Seja por rejeição ao seu modo de vida ou por admiração, essa mulher prendeu a atenção de milhões de baianos - e de brasileiros! - no início da década passada. Kelly colecionou namoros com traficantes, publicou fotos com armas nas redes sociais e atraiu milhares de fãs numa época em que a palavra 'digital influencer' nem existia. A moça tornou-se objeto de desejo: tanto dos policiais, que queriam prendê-la, como dos traficantes, que queriam tê-la como 'patroa'. Mas essa história chegou ao fim no dia 18 de julho de 2011, quando Kelly foi assassinada aos 22 anos. Nesse 10º episódio do podcast O Que a Bahia Quer Saber, te convidamos a relembrar a história dessa polêmica personagem, e responder algumas perguntas que ficaram no ar sobre a vida e a morte dela.
39:46
July 19, 2021
Ep. 9: Por que a gasolina está tão cara? E o que fazer para economizar
Com certeza, em algum momento de 2021, você parou para se perguntar: 'por que a Petrobras está aumentando tanto esse preço da gasolina? Será que tá achando pouca a crise que o Brasil tá vivendo'? Oportunidades para questionar isso não faltaram: já foram seis reajustes dos preços dos combustíveis no ano, o último deles na terça-feira (6). Com mais esse aumento, alguns postos de Salvador passaram a vender a gasolina comum por mais de R$ 6. Diante de tantos aumentos, duas palavras vêm de imediato à mente de qualquer pessoa: 'por que'? Por que tantos reajustes? Por que o etanol sobe junto com a gasolina? Por que a Petrobras não atua em prol do brasileiro nessa hora de crise? E a questão mais dramática: será que o preço vai subir ainda mais? Conversamos com economistas e especialistas da área de energia que confirmam: sim, a tendência é que a Petrobras faça mais reajustes nos próximos meses. Neste 9º episódio do O Que a Bahia Quer Saber, respondemos às perguntas mais comuns dos brasileiros sobre combustível e trazemos dicas de como economizar nesse momento difícil, com orientações de Antônio Meira Jr., editor de veículos do CORREIO.
39:48
July 12, 2021
Ep. 8: Salvador a 9º C? Conheça a história do frio na Bahia
Você consegue se imaginar acordando numa Salvador a 9,5º C? Acredite, mas essa temperatura já foi registrada pelo INMET. Seria possível isso? Aliás, qual foi o inverno mais rigoroso da capital baiana? É comum termos frio por aqui abaixo dos 20º C? Não é muito habitual associar isso ao nosso estado mas faz, sim, muito frio na Bahia. Em algumas cidades da Chapada Diamantina, chega a bater 5º C de sensação térmica! Mas também causa susto no Oeste, onde o termômetro chega a bater 10º C! Nesse episódio, te convidamos a esfregar as mãos, botar um casaquinho e conhecer as curiosidades e a história do frio na Bahia. Quais foram as menores temperaturas registradas na história? Será que já teve geada - ou até neve - no nosso estado? E mais: como é a vida de quem vive nas cidades mais frias da Bahia? Conhecemos histórias de pessoas que já passaram verdadeiros perrengues a quase 2 mil metros de altitude. E o mais curioso: tem gente que adora correr no frio, subindo as serras. É tradição!
39:25
July 05, 2021
Ep. 7: De Gonzaga aos Barões: como o forró foi mudando ao longo dos anos
Se você tem pelo menos 30 anos, com certeza já perdeu a voz - ou o quadril - num show de Magníficos, Mastruz com Leite, Calcinha Preta, Limão com Mel e tantas outras bandas de forró estilizado. Mas será que é forró mesmo? Antes dos Barões da Pisadinha, o fenômeno nordestino que tomou conta do Brasil foi o chamado 'forró estilizado' ou 'eletrônico'. A moda surgiu nos anos 1990, inspirada no Axé Music: bandas-empresas enormes, que comandavam cinco horas de show, revezando cantores. Esses grupos levaram o forró de volta ao topo, após décadas de ostracismo das rádios e TVs. Mas será que aquilo era realmente forró? Aliás, vale o mesmo questionamento para o fenômeno do piseiro (ou pisadinha): será que merece o título do gênero nordestino mais conhecido? Nos anos 80, o que teve algum destaque foi o chamado 'forró malícia'. Sabe aquelas músicas sem tanto foco no ritmo, muito mais voltados para as letras cheias de duplo-sentido? "Ele tá de olho na boutique dela", "Tico mia na sala", "Nunca vi umbu ser tão azedo", entre outras. Era forró? Em mais um episódio especial do podcast O Que a Bahia Quer Saber, conversamos com os músicos Celo Costa, Targino Gondim e Adelmário Coelho para entender como o legado deixado por Luiz Gonzaga virou Sandro Becker, Calcinha Preta, Pisadinha e por aí vai.
39:07
June 28, 2021
Ep. 6: Nem tudo é forró! Você sabe diferenciar xote, baião, xaxado e arrasta pé?
Você bate no peito e diz que 'aqui é Nordeste, né'? Anda morrendo de saudade do São João, né? Mas, diga aí: sabe diferenciar xote de baião? Sabe de onde veio a dança do xaxado? Sabe quando é a hora de puxar um arrasta pé ou um galope? Então não perca tempo: aproveite que esse ano novamente (e infelizmente) não tem São João para fazer um intensivo sobre os ritmos nordestinos e arrase em 2022 - quando essa ausência junina, se tudo der certo, terá fim. Nesse episódio especial do O Que a Bahia Quer Saber, conversamos com os músicos Celo Costa, Targino Gondim e Adelmário Coelho para tirar todas as dúvidas e entender as diferenças entre os vários ritmos do assim chamado forró - que, inclusive, é um dos estilos! Sobretudo uma mergulha em nossa cultura nordestina: nossas origens europeias, indígenas e africanas; a relação do cangaço com as danças típicas, quais os instrumentos que não podem faltar nos ritmos típicos. Além disso, trazemos uma seleção de músicas clássicas para você entar no clima do São João. É só dar o play ;)
33:12
June 21, 2021
Ep. 5: Pisadinha, o fenômeno nascido na Bahia que ameaça o sertanejo
Com certeza você já ouviu falar nos Barões da Pisadinha. Se não conhece - perdoe a sinceridade - é porque você estacionou em 2019. A banda baiana é o maior fenômeno dos players de música na internet, e ameaça desbancar até o sertanejo universitário. Mas você já ouviu falar nos Balões da Pisadinha? E nos Patrões da Pisadinha? Tudo bem, esses grupos são um claro sinal de que a pisadinha é mesmo um fenômeno. Milhares de músicos em todo o país estão se jogando no estilo para tentar brilhar. Você, que é baiano ou baiana, sinta orgulho: a pisadinha nasceu na Bahia, há quase 20 anos, em Monte Santo. Nesse programa, encontramos o criador do ritmo, lembramos a história do 'piseiro' e como ele chegou ao auge apenas agora, depois de tanto rodar e rodar. E, para você que não conhece nada de pisadinha, fique tranquilo ou tranquila: esse programa traz um dossiê para você ficar 100% atualizado. Depois é só escutar a playlist que preparamos especialmente para o tema ;)
37:02
June 14, 2021
Ep. 4: Como as mudanças climáticas já estão afetando Salvador e a sua vida?
Já percebeu como Salvador tá quente? E já notou como em 2021 tem chovido menos em Salvador? E que quando chove vem um verdadeiro toró, que rapidamente alaga a cidade e causa uma série de problemas? De fato, maio desse ano foi o menos chuvoso dos últimos 29 anos. Choveu menos do que a metade do esperado. E esse é um problema em todo o país: a ANEEL já anunciou que a conta de luz ficará mais cara em junho por conta do baixo nível dos reservatórios. E aí, de onde vem esse problema todo? Não tem para onde correr: é o aquecimento global agindo, acelerando as mudanças climáticas que ele traz. E precisamos, urgentemente, atentar para isso: Salvador e o Nordeste são regiões muito vulneráveis às mudanças climáticas. Nesse 4º episódio da nova temporada do O Que a Bahia Quer Saber, ouvimos ambientalistas, pesquisadores de ecologia e de geografia para entender o que está acontecendo em Salvador. Afinal, como as mudanças climáticas já estão afetando Salvador e o nosso dia a dia?
33:29
June 07, 2021
Ep. 3: Os trabalhos dizimados pela pandemia: o seu está entre eles?
Isabel Meneses é transportadora escolar há 20 anos, mas está há um ano e três meses sem o seu trabalho: "2020 foi o ano em que eu perdi tudo e tive que me reinventar". Assim como ela, milhares de profissionais autônomos estão sem poder trabalhar. São atores, diretores e técnicos do teatro. Cantores, músicos e produtores de shows. Promotores de eventos, gente que trabalha na iluminação, no buffet, como segurança ou como garçom de casamentos. Hotéis e casas de espetáculos continuam fechando as portas na Bahia. Sem São João pelo segundo ano seguido, milhares de profissionais que faziam da festa perderam o seu ganha-pão. A crise econômica provocada pela pandemia da covid-19 não é como as outras. Não há falta de demanda por esses serviços: o que ocorre é que essas pessoas, simplesmente, não podem trabalhar. E precisam buscar qualquer outra coisa. Como estão vivendo os profissionais do teatro, do entretenimento, do turismo, da cadeia de eventos? O que estão fazendo para sobreviver à crise? Mudaram de trabalho? Estão passando dificuldades? Nesse 3º episódio do O Que a Bahia Quer Saber, podcast semanal do Correio*, conversamos com pessoas que viram suas atividades impedidas pela pandemia, e perguntamos: "como vocês estão sobrevivendo?"
39:41
May 30, 2021
Ep. 2: Quem são os desempregados nessa pandemia?
"Quando penso nessa minha demissão, o que me deixa mais emotivo é pensar nos meus filhos. Quando olho para eles, me dá uma vontade retada de chorar", Romário Sena, ex-funcionário da Ford. Relatos como esse estão se tornando comuns na Bahia em 2021. O estado, que bateu recorde em 2020 com a maior taxa de desemprego do país, tende a aumentar os números em 2021. E o fechamento da Ford é um exemplo disso. São quase 1,3 milhão de baianos sem trabalho. Gente que perdeu o sustento de suas famílias ou o negócio ao qual se dedicou por muitos anos. Ou, então, gente que está lutando para manter a sua renda. Afinal, o que está acontecendo na Bahia? Por que estamos sendo tão afetados pela crise da covid-19? Será que podemos esperar uma melhora em 2021 ou a tendência é piorar? Spoiler: a taxa de desocupação deve aumentar. Nesse 2º episódio da nova temporada do O Que a Bahia Quer Saber, podcast semanal do Correio*, conversamos com pessoas que perderam seus empregos e especialistas para responder a essas perguntas, tão comuns na atual Bahia.
32:04
May 24, 2021
Ep. 1: Onde eu posso arrumar um emprego na Bahia?
A Bahia fechou 2020 com 20% de desocupação segundo o IBGE, a maior taxa de desemprego do Brasil. Por outro lado, quase 43 mil novos postos de trabalho foram gerados em 2021, segundo o Caged. Afinal, o estado está ou não está criando novos empregos? Isso significa uma recuperação após o baque provocado pela pandemia? Será que podemos confiar num 2021 com mais oportunidades? Nesse 1º episódio da nova temporada do O Que a Bahia Quer Saber, podcast especial e semanal do Correio*, conversamos com especialistas para responder à pergunta mais feita desde o ano passado: "Onde eu posso arrumar um emprego na Bahia?"
26:54
May 14, 2021