Skip to main content
Malditos Filósofos!

Malditos Filósofos!

By PET Filosofia UFSJ
Malditos Filósofos! é um podcast organizado pelo grupo PET-Filosofia UFSJ, apresentado por Deiver de Melo (@deiver.melo), Pedro Corsini (@pedrocorsini31), Lucas Silva (@_lucas93silva), Lucas Balbino (@kaguya_lucas) e Ana Flávia (@anaflaviasap). A cada semana o grupo chama um convidado (ou não) e se reúne para discutir temas variados: vida cotidiana, cultura pop e a completa falta de sentido de uma existência que marcha inexoravelmente rumo à morte certa. Tudo isso com boas pitadas de humor e, claro, de Filosofia, tentando fugir de uma linguagem muito complicada e cansativa.
Where to listen
Google Podcasts Logo

Google Podcasts

Pocket Casts Logo

Pocket Casts

RadioPublic Logo

RadioPublic

Spotify Logo

Spotify

Mulheres na Ciência (Parte 2)
"Um lugar criado por homens, para homens, dificilmente não será machista" Neste episódio vocês ouvirão aquilo que por muito tempo foi falado, mas silenciado, abafado. Doutora e pesquisadora Nara Rela reiterara o papel da mulher na ciência, suas conquistas, contribuições, e dificuldades. E antes que a gente esqueça, feliz dia dos namorados a todo mundo que namora; chame seu parceiro, sua parceira, ou parceire, e venha escutar esse episódio. Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ
35:53
June 26, 2022
Mulheres na Ciência (Parte 1)
"Um lugar criado por homens, para homens, dificilmente não será machista" Neste episódio vocês ouvirão aquilo que por muito tempo foi falado, mas silenciado, abafado. Doutora e pesquisadora Nara Rela reiterara o papel da mulher na ciência, suas conquistas, contribuições, e dificuldades. E antes que a gente esqueça, feliz dia dos namorados a todo mundo que namora; chame seu parceiro, sua parceira, ou parceire, e venha escutar esse episódio. Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ
38:57
June 12, 2022
Quem colocou a terra em movimento? (Parte 2)
A terra é redonda? O homem pisou na lua mesmo? Existe relatividade? Essas e outras perguntas serão feitas e respondidas (ou não!) nesse episódio, em que Ana Flávia, Daniel Xavier e Mariane recebem dois ilustres convidados: Eduardo Sarquis e Cássio Benjamim. Os quatro conversaram sobre o recente livro escrito por Sarquis "Quem colocou a Terra em Movimento? - Revoluções tecnológicas que fundaram o pensamento científico" e tentaram descobrir se essas perguntas tem respostas ou não. "O ponto de partida se dá com a apresentação da cultura e pensamento grego no período dos filósofos Pré-Socráticos, que foram seguidos pelos três autores que compõem o período clássico: Sócrates, Platão e Aristóteles. Encontramos neste volume uma interessante apresentação sobre os fundamentos do atomismo de Leucipo, Demócrito e Epicuro, que, por sua vez, é levado ao longo do texto à discussão religiosa, assim como aos estudos de Boyle até chegar no átomo moderno constituído por um núcleo e diversos elétrons em diferentes estados quânticos." Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ Link do livro: https://www.google.com/amp/s/m.travessa.com.br/produtoAmp.aspx%3fcodartigo=c31736fa-5629-4dec-9cbb-fa20265ad91e
30:15
May 29, 2022
Quem colocou a terra em movimento? (Parte 1)
A terra é redonda? O homem pisou na lua mesmo? Existe relatividade? Essas e outras perguntas serão feitas e respondidas (ou não!) nesse episódio, em que Ana Flávia, Daniel Xavier e Mariane recebem dois ilustres convidados: Eduardo Sarquis e Cássio Benjamim. Os quatro conversaram sobre o recente livro escrito por Sarquis "Quem colocou a Terra em Movimento? - Revoluções tecnológicas que fundaram o pensamento científico" e tentaram descobrir se essas perguntas tem respostas ou não. "O ponto de partida se dá com a apresentação da cultura e pensamento grego no período dos filósofos Pré-Socráticos, que foram seguidos pelos três autores que compõem o período clássico: Sócrates, Platão e Aristóteles. Encontramos neste volume uma interessante apresentação sobre os fundamentos do atomismo de Leucipo, Demócrito e Epicuro, que, por sua vez, é levado ao longo do texto à discussão religiosa, assim como aos estudos de Boyle até chegar no átomo moderno constituído por um núcleo e diversos elétrons em diferentes estados quânticos." Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ Link do livro: https://www.google.com/amp/s/m.travessa.com.br/produtoAmp.aspx%3fcodartigo=c31736fa-5629-4dec-9cbb-fa20265ad91e
36:15
May 15, 2022
Não é Jota Quest, mas é "Na Moral" (Parte 2)
No primeiro episódio do ano, Ana Flávia, Mariane e Lucas Balbino se reúnem com Rogério Antônio Picoli (DFIME-UFSJ) para discutir aquilo que chamamos de moral. O que ela é? Ela existe? É diferente de ética ou não? É moralmente errado invadir dados de outra pessoa? O que me diz sobre isso, Rafael dos Santos, estudante de engenharia ambiental, que mora na rua Gonçalves Dias, casa de número 45 ao lado da padaria da dona Ângela, mãe da Maria e do João? Enfim, seria imoral privar a liberdade de uma pessoa que tenta cometer suicídio? Ou será que apenas deveríamos parar de nos preocuparmos e deixarmos as crianças se afogarem? Espera, esse é o assunto de outro episódio que já gravamos (como a pessoa que escreve isto tem um bom coração, irá deixar o link logo abaixo).  Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ Links: Epistemologia moral (https://plato.stanford.edu/search/r?entry=/entries/moral-epistemology/&page=1&total_hits=1319&pagesize=10&archive=None&rank=1&query=moral) A Priorism in Moral Epistemology (https://plato.stanford.edu/search/r?entry=/entries/moral-epistemology-a-priori/&page=1&total_hits=2857&pagesize=10&archive=None&rank=2&query=A%20vis%C3%A3o%20de%20Bentham%20sobre%20a%20moral:%20fundamentos%20filos%C3%B3ficos) Como aprendi a parar de me importar e afogar as mágoas(https://open.spotify.com/episode/0sIvC4zibUQe5ygQvcNwHD?si=5a0d244aeedc4717)
48:46
May 01, 2022
Não é Jota Quest, mas é "Na Moral" (Parte 1)
No primeiro episódio do ano, Ana Flávia, Mariane e Lucas Balbino se reúnem com Rogério Antônio Picoli (DFIME-UFSJ) para discutir aquilo que chamamos de moral. O que ela é? Ela existe? É diferente de ética ou não? É moralmente errado invadir dados de outra pessoa? O que me diz sobre isso, Rafael dos Santos, estudante de engenharia ambiental, que mora na rua Gonçalves Dias, casa de número 45 ao lado da padaria da dona Ângela, mãe da Maria e do João? Enfim, seria imoral privar a liberdade de uma pessoa que tenta cometer suicídio? Ou será que apenas deveríamos parar de nos preocuparmos e deixarmos as crianças se afogarem? Espera, esse é o assunto de outro episódio que já gravamos (como a pessoa que escreve isto tem um bom coração, irá deixar o link logo abaixo).  Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ Links: Epistemologia moral (https://plato.stanford.edu/search/r?entry=/entries/moral-epistemology/&page=1&total_hits=1319&pagesize=10&archive=None&rank=1&query=moral) A Priorism in Moral Epistemology (https://plato.stanford.edu/search/r?entry=/entries/moral-epistemology-a-priori/&page=1&total_hits=2857&pagesize=10&archive=None&rank=2&query=A%20vis%C3%A3o%20de%20Bentham%20sobre%20a%20moral:%20fundamentos%20filos%C3%B3ficos) Como aprendi a parar de me importar e afogar as mágoas(https://open.spotify.com/episode/0sIvC4zibUQe5ygQvcNwHD?si=5a0d244aeedc4717)
44:17
April 17, 2022
Isto não é um adeus, é um até nunca mais (Pt.1)
Monarquista, anarquista, comunista, budista, taxista, dentista... escolha a sua posição política favorita. Ou não, talvez Roger Moreira esteja correto ao dizer que somos todos inúteis e não sabemos escolher nada. Neste último episódio do ano lágrimas irão cair e cabeças rolar (tá, não vou fazer piadas sobre a Revolução Francesa) pois nossos integrantes Deiver, Lucas e Pedro se demit...perdão, se despedem para dar lugar à Ana Flávia, Daniel e Mariane. Nossa equipe de desbravadores do conhecimento se reúnem com o professor Cássio Correa Benjamim (DFIME-UFSJ) para discutir as nuances dessa coisa que as pessoas chamam de política, democracia, inclusão e representacionalismo nos mais diferentes contextos. Ah, e fiquem contemplados com a cantoria de Lucas e Daniel após serem contaminados com o Tik Tok vírus durante um momento de falha de conexão com o nosso convidado. Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ Links: Ainda é possível pensar a Democracia a partir do Poder Constituinte? Uma discussão em torno de Carl Schmitt (https://www.revistas.usp.br/rfdusp/article/view/67989/0) Neoliberalismo em perspectiva: evolução e superação (https://youtu.be/I1bDE7Zw1sg)
53:02
December 20, 2021
Isto não é um adeus, é um até nunca mais (Pt.1)
Monarquista, anarquista, comunista, budista, taxista, dentista... escolha a sua posição política favorita. Ou não, talvez Roger Moreira esteja correto ao dizer que somos todos inúteis e não sabemos escolher nada. Neste último episódio do ano lágrimas irão cair e cabeças rolar (tá, não vou fazer piadas sobre a Revolução Francesa) pois nossos integrantes Deiver, Lucas e Pedro se demit...perdão, se despedem para dar lugar à Ana Flávia, Daniel e Mariane. Nossa equipe de desbravadores do conhecimento se reúnem com o professor Cássio Correa Benjamim (DFIME-UFSJ) para discutir as nuances dessa coisa que as pessoas chamam de política, democracia, inclusão e representacionalismo nos mais diferentes contextos. Ah, e fiquem contemplados com a cantoria de Lucas e Daniel após serem contaminados com o Tik Tok vírus durante um momento de falha de conexão com o nosso convidado. Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ Links: Ainda é possível pensar a Democracia a partir do Poder Constituinte? Uma discussão em torno de Carl Schmitt (https://www.revistas.usp.br/rfdusp/article/view/67989/0) Neoliberalismo em perspectiva: evolução e superação (https://youtu.be/I1bDE7Zw1sg)
01:10:60
December 12, 2021
Eu vi no grupo do Whatsapp (parte 2)
Quem são as pessoas que acreditam em "fake news"? Do que se alimentam? Como vivem? Como (não) se reproduzem? Como reproduzem (aí sim) diversas mensagens no chamado "grupo do zap"? Tudo isso, no episódio de hoje do "Malditos Filósofos!" Não perca! Oferecimento 01: Mamadeiras Vittar, especializados em materiais para creches e colégios. Confira nossos produtos! Oferecimento 02: Rotas aéreas para a Antártida, porque sim, não tem aviões sobrevoando a Antártida porque a Terra é plana e ninguém quer que o Juquinha de Realengo saiba, não pelo fato de que ABSOLUTAMENTE NINGUÉM vai pegar um voo para lá. Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ Links: Quem acredita em Fake News? - Live com Marco Aurélio Alves (https://www.youtube.com/watch?v=ZEhat7O19ew&t=1896s) Uma dose de credibilidade - Gilson Linhares (https://anpof.org/comunicacoes/coluna-anpof/uma-dose-de-credibilidade)
43:23
December 05, 2021
Eu vi no grupo do Whatsapp (parte 1)
- Estão ensinando nas escolas públicas para crianças de 4 anos uma tal de ideologia de gênero que ensina que você pode escolher o que você quer ser! - Sério? E o que é ideologia de gênero? - É um negócio que estão colocando nas escolas e nas cabeças das pessoas financiadas por um mega empresário comunista e milionário! - Mas o que é que ensina essa ideologia de gênero? - Que você pode ser o que você quiser! - E se eu quiser ser um pote de sorvete? - É verdade! Estão ensinando isso! Eu vi o bispo falando! No episódio da vez, nossos destemidos conspiradores se encontram com o professor Marco Aurélio Sousa Alves (DFIME-UFSJ) para discutir como as pessoas acreditam que Pablo Vittar dessa vez foi longe demais. Mas não se sintam blindados, teóricos da facada fake! Vai sobrar para vocês também. Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ Links: Quem acredita em Fake News? - Live com Marco Aurélio Alves (https://www.youtube.com/watch?v=ZEhat7O19ew&t=1896s) Uma dose de credibilidade - Gilson Linhares (https://anpof.org/comunicacoes/coluna-anpof/uma-dose-de-credibilidade)
54:59
November 28, 2021
Tombaram os bandeirantes! (Parte 2)
Derrubar ou queimar estátuas é um ato de resistência ou meramente uma forma de vandalismo cometido por pessoas desinformadas? Desde o movimento "Black lives matter", esta questão, que já rondava debates por aí, tomou uma amplitude ainda maior. A derrubada de estátuas que remetiam a figuras escravagistas foi empreendida em vários países e chegou ao Brasil, quando, durante um protesto em São Paulo, foi ateado fogo na estátua do bandeirante Borba Gato. Enquanto alguns afirmam que isso mostra o dinamismo da História e uma tomada de consciência, outros dizem que não é destruindo estátuas que se alcança a tão sonhada igualdade e equiparam tais atos até mesmo a movimentos de terrorismo. Tem alguém certo nessa história? Existe um limite de tolerância para figuras do passado e ideias que hoje soam controversas ou todas elas deveriam ser revistas diante de suas incongruências? Temos heróis históricos que não tenham caráter duvidoso? No episódio da vez, o convidado Waltecy Alves dos Santos - professor de Literatura e Português Linguagens da FIEB (Fundação Instituto de Educação de Barueri) e militante do movimento negro - para discutir todos esses dilemas que envolvem essas queridas figuras marmorizadas que tanto amamos (ou não). Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ Links: Descolonização mental, decapitações de estátuas, derrubadas e fogo nos racistas (https://esquerdaonline.com.br/2021/08/23/descolonizacao-mental-decapitacoes-de-estatuas-derrubadas-e-fogo-nos-racistas/) Derrubar monumentos? Cultura e barbárie (https://esquerdaonline.com.br/2021/07/29/derrubar-monumentos-cultura-e-barbarie/) Derrubar todos os monumentos do mundo não muda o que aconteceu, diz vencedor do Pulitzer (https://www.bbc.com/portuguese/internacional-53472767) Derrubada de estátuas de figuras ligadas à escravidão provoca debate sobre reescrever o passado (https://www.correiodopovo.com.br/especial/derrubada-de-estátuas-de-figuras-ligadas-à-escravidão-provoca-debate-sobre-reescrever-o-passado-1.441932) Especialistas comentam derrubadas de monumentos e estátuas pelo mundo (https://www.cafehistoria.com.br/especialistas-comentam-derrubada-de-estatuas-pelo-mundo/)
39:23
November 21, 2021
Tombaram os bandeirantes! (Parte 1)
Derrubar ou queimar estátuas é um ato de resistência ou meramente uma forma de vandalismo cometido por pessoas desinformadas? Desde o movimento "Black lives matter", esta questão, que já rondava debates por aí, tomou uma amplitude ainda maior. A derrubada de estátuas que remetiam a figuras escravagistas foi empreendida em vários países e chegou ao Brasil, quando, durante um protesto em São Paulo, foi ateado fogo na estátua do bandeirante Borba Gato. Enquanto alguns afirmam que isso mostra o dinamismo da História e uma tomada de consciência, outros dizem que não é destruindo estátuas que se alcança a tão sonhada igualdade e equiparam tais atos até mesmo a movimentos de terrorismo. Tem alguém certo nessa história? Existe um limite de tolerância para figuras do passado e ideias que hoje soam controversas ou todas elas deveriam ser revistas diante de suas incongruências? Temos heróis históricos que não tenham caráter duvidoso? No episódio da vez, o convidado Waltecy Alves dos Santos - professor de Literatura e Português Linguagens da FIEB (Fundação Instituto de Educação de Barueri) e militante do movimento negro - para discutir todos esses dilemas que envolvem essas queridas figuras marmorizadas que tanto amamos (ou não). Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ Links: Descolonização mental, decapitações de estátuas, derrubadas e fogo nos racistas (https://esquerdaonline.com.br/2021/08/23/descolonizacao-mental-decapitacoes-de-estatuas-derrubadas-e-fogo-nos-racistas/) Derrubar monumentos? Cultura e barbárie (https://esquerdaonline.com.br/2021/07/29/derrubar-monumentos-cultura-e-barbarie/) Derrubar todos os monumentos do mundo não muda o que aconteceu, diz vencedor do Pulitzer (https://www.bbc.com/portuguese/internacional-53472767) Derrubada de estátuas de figuras ligadas à escravidão provoca debate sobre reescrever o passado (https://www.correiodopovo.com.br/especial/derrubada-de-estátuas-de-figuras-ligadas-à-escravidão-provoca-debate-sobre-reescrever-o-passado-1.441932) Especialistas comentam derrubadas de monumentos e estátuas pelo mundo (https://www.cafehistoria.com.br/especialistas-comentam-derrubada-de-estatuas-pelo-mundo/)
38:46
November 14, 2021
O amor está no ar (parte 2)
Grandes canções de amor habitam o nosso imaginário, assim como filmes românticos. Quem nunca ouviu "Baile de favela" ou assistiu "Namorados para sempre" na companhia de seu par romântico não sabe o que está perdendo. Mas, se por um lado, escrevemos poesias, compomos canções ou assistimos novelas em que temos sempre aqueles finais genéricos com casamentos, pessoas grávidas felizes e grandes jantares em família (sim, True Blood, eu estou olhando para você nesse momento); por outro lado falamos pouco filosoficamente sobre o amor. Normalmente nossas conversas mais profundas se resumem a debates na mesa de bar. Nessa continuação da parte 1 lançada semana passada, fazemos mais uma conversa de mesa de bar sobre o amor (filósofos não são bons nesse assunto). Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ Links: "O que um personagem mais quer é ser lembrado: Candyman, o Eros platônico e a manutenção da lenda" (https://drive.google.com/file/d/1poCwqu1oZG-WcIKgs3eoyt7PFaX9UKQO/view?fbclid=IwAR3ikNCdFDMHIwS3KihQl_vU_JfOcKzCmVfZsGNGfaD4QTWF4UnUfKhNquw) OLIVEIRA, R. R. "Eros, natureza humana e filosofia no Banquete de Platão". In: Hypnos, 36, 2016 (https://www.hypnos.org.br/index.php/hypnos/article/view/464)
01:02:21
November 07, 2021
O amor está no ar (parte 1)
Pablo Vittar foi longe demais dessa vez! Falar de amor é para os fracos, os fortes são aqueles que conseguem encontrar alguma obra da filosofia após Platão que fale satisfatoriamente sobre a temática do amor. E, buscando contribuir para sanar esse hiato (com a humildade de querer sanar um problema que ninguém conseguiu), o grupo se une para discutir o amor. Afinal de contas, ele é mesmo contrário à razão? O amor é aquela coisa que faz o coração bater mais forte sempre que você vê a pessoa querida ou isso é só síndrome do coração partido? De qualquer forma, alguém mandou dizer que o amor está no ar! (Acho melhor prender a respiração) Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ Links: "O que um personagem mais quer é ser lembrado: Candyman, o Eros platônico e a manutenção da lenda" (https://drive.google.com/file/d/1poCwqu1oZG-WcIKgs3eoyt7PFaX9UKQO/view?fbclid=IwAR3ikNCdFDMHIwS3KihQl_vU_JfOcKzCmVfZsGNGfaD4QTWF4UnUfKhNquw) OLIVEIRA, R. R. "Eros, natureza humana e filosofia no Banquete de Platão". In: Hypnos, 36, 2016 (https://www.hypnos.org.br/index.php/hypnos/article/view/464)
49:15
October 31, 2021
Ser ou estar feliz? Eis a questão (parte 2)
Nesta segunda parte, velhinhas continuam sendo atropeladas e nosso escriba foragido, mas esse não é o foco. Ana, Lucas e Pedro continuam com o debate sobre a felicidade e suas implicações morais. Será que o dinheiro traz ela? Devemos reprimí-la a fim de não prejudicar o próximo? Existe um remédio que evite a tristeza? Com certeza o Coringa tem as respostas para tudo isso, mas como não somos ele, o que nos resta é chorar. Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ Links: Paracetamol reduz a dor social? (https://journals.sagepub.com/doi/10.1177/0956797610374741?url_ver=Z39.88-2003&rfr_id=ori%3Arid%3Acrossref.org&rfr_dat=cr_pub++0pubmed) E qual a relação entre dor social e física? (https://www.science.org/doi/10.1126/science.1089134?url_ver=Z39.88-2003&rfr_id=ori:rid:crossref.org&rfr_dat=cr_pub%20%200pubmed) Dilemas morais que envolvem felicidade e outras questões (https://super.abril.com.br/cultura/dilemas-morais-o-que-voce-faria/)
47:01
October 24, 2021
Ser ou estar feliz? Eis a questão (parte 1)
Nosso escravo que escrevia as descrições fugiu do cativeiro, então não esperem em uma sinopse muito bem elaborada. Ana e Lucas se reúnem nesse episódio para discutir o que é felicidade, enquanto Pedro oprime Lucas para lhe ensinar o oposto de estar feliz. Reparem que eu disse "estar", e não "ser" feliz, existe um termo correto? O objetivo da vida é buscar essa felicidade? Atropelar velhinhas no GTA traz alegria? Provavelmente você não irá descobrir as respostas para essas perguntas, mas vai refletir muito. Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ Links: Paracetamol reduz a dor social? (https://journals.sagepub.com/doi/10.1177/0956797610374741?url_ver=Z39.88-2003&rfr_id=ori%3Arid%3Acrossref.org&rfr_dat=cr_pub++0pubmed) E qual a relação entre dor social e física? (https://www.science.org/doi/10.1126/science.1089134?url_ver=Z39.88-2003&rfr_id=ori:rid:crossref.org&rfr_dat=cr_pub%20%200pubmed) O que é essa tal de felicidade? (https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Felicidade)
55:33
October 17, 2021
Hoje é dia de maldade (parte 3)
O que é que tem chifres, vive num lugar muito quente e comete maldades? Isso mesmo! O búfalo africano! Na verdade, não sabemos se o búfalo comete maldades, mas o reino animal não é um lugar para se procurar exemplos de moralidade. Mas nesse episódios não falamos sobre búfalos africanos (a pessoa que escreve isso não se responsabiliza caso falem em algum momento, eu apenas escrevo o que me mandam) e sim sobre a maldade. Você talvez já saiba disso após ouvir duas partes intituladas "Hoje é dia de maldade" em que falamos sobre o problema do mal. E caso você não tenha ouvido as outras duas partes, o que está fazendo nesse episódio? Ouça a parte 1 e a parte 2 antes! Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ Links: Vão ver os links dos episódios anteriores, não sou uma máquina de links sobre o problema do mal.
43:28
October 10, 2021
Hoje é dia de maldade (parte 2)
Temos uma equipe maior! Muita gente má se une para continuar a discussão iniciada na semana anterior sobre a eterna luta entre o bem e o mal e como isso afeta a possibilidade da existência de Deus. Lucas Ferreira, Lucas Balbino (sim, as coisas vão começar a ficar confusas) e Ana Flávia Alves, todos membros do PET-Filosofia UFSJ, unem-se a Deiver, Pedro e o (semi-) tutor do PET-Filosofia UFSJ, Gustavo Leal Toledo. Juntos, eles discutem sobre filosofia da religião, a maldade da natureza humana, espiritismo e mais um punhado de coisas. É melhor você parar logo de ler essa sinopse e ouvir toda essa conversa antes que o sofrimento do mundo se abata sobre você. Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ Links: Mas eu ainda não sei o que é o problema do mal (crie vergonha na cara e ouça a parte 1) "Três abordagens do problema do mal na filosofia contemporânea" - monografia de Adebola Hakeem Adeyemi (UnB) (https://bdm.unb.br/bitstream/10483/2779/1/2011_AdebolaHakeemAdeyemi.pdf)
51:23
October 03, 2021
Hoje é dia de maldade (parte 1)
Hoje é dia de maldade! Deiver, Pedro e o tutor do PET-Filosofia UFSJ Gustavo Leal Toledo (DFIME-UFSJ) se juntam nessa atividade muito v1d4 l0k4 de questionar: se Deus existe e é onipotente e bom, como pode existir maldade e sofrimento no mundo? Também conhecido como o famoso problema do mal Todos evitaram comer maçãs durante a gravação do episódio para que a resposta não ficasse muito óbvia. Mas por que fomos expulsos do paraíso e até hoje não pudemos voltar para lá? Que culpa é essa que temos para sofrermos até hoje? Não seria possível um mundo em que ninguém sofresse? Se sim, por que Deus não criou este mundo? Se não, como podemos dizer que Deus é onipotente? Existem religiões imunes ao problema do mal? Essa discussão de séculos poderá ser resolvida em uma conversa de cerca de uma hora? Ouça este episódio e saia com respostas para algumas dessas perguntas e outras perguntas novas em que você nem estava pensando antes! Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ Links: Mas o que é o problema do mal? (https://pt.wikipedia.org/wiki/Problema_do_mal#:~:text=Na%20filosofia%20da%20religião%2C%20o,%2C%20onipotente%2C%20onisciente%20e%20benevolente.) "Mas já falei que sou muito 'cult' para ficar lendo Wikipedia!" (https://plato.stanford.edu/entries/evil/) Leibniz e o problema do mal, escrito por Desidério Murcho (https://estadodaarte.estadao.com.br/leibniz-e-o-problema-do-mal/)
01:18:27
September 26, 2021
Pisando em formigas
Por que matar uma formiga não é considerado um ato tão malvado quanto matar um cachorro ou um outro ser humano? É a partir dessa pergunta que o episódio dessa semana levará Deiver e Pedro a discutirem a respeito da moralidade (ou da falta dela) envolvendo causar danos a seres considerados inferiores. Até onde precisamos nos preocupar com seres que não conseguem pensar, comunicar-se ou expressar alegrias e sofrimentos como nós conseguimos? Além disso, eles tratam da possibilidade de uma moral que seja universal, da eutanásia e de crimes de guerra cometidos com o pretexto de serem contra povos inferiores. No futuro, seremos cancelados e não poderemos ter nossas magníficas estátuas douradas em lugares de destaque por matarmos bois? Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ Links: Quem é o Adão Negro? (https://pt.wikipedia.org/wiki/Adão_Negro) O que é realismo moral? (https://pt.wikipedia.org/wiki/Realismo_moral) "Ah... mas eu não confio na Wikipedia..." (https://plato.stanford.edu/entries/moral-realism/) Infelizmente, não há um verbete sobre o Adão Negro na Stanford Encyclopedia of Philosophy... Resenha sobre os quadrinhos "The Boys", citada ao longo do episódio (https://drive.google.com/file/d/18AcBaihCnXWlIbtc_y_KIudN9pQ8Y5Gt/view?fbclid=IwAR2eQ494xoLqfRvEBeqLHEGEB7Ex9ekg-3XgkLKJd1uZHLyFxxdhb7XDcbU)
54:33
September 19, 2021
O cara dos doces
Se você disser "Candyman" cinco vezes em frente ao espelho, nada vai acontecer! Surpreendente. Mas, dentro do universo criado no filme O Mistério de Candyman (1992), um ator conhecido por aparecer em outros filmes clássicos de terror (sim, ele está em Premonição) sairá com um gancho na mão e fará coisas horríveis. Se você acha que este é mais um filme slasher genérico, você está quase certo, exceto pelo fato de que ele não é tão genérico assim. Baseado no conto "The Forbidden", escrito por Clive Barker, O Mistério de Candyman trata sobre questões profundas como racismo e gentrificação (quem usa essa palavra?), apesar de o Pedro ter achado o filme raso demais porque ele só vê cinema francês de primeira qualidade com cenas surrealistas que representam a angústia interior da alma humana desnudada em toda a sua pequenez e fragilidade. Para discutir um filme (e parcialmente o conto) que toca em tantas feridas sociais, compusemos um painel multiétnico de debatedores com dois homens brancos (Deiver e Pedro) falando sobre como o filme é melhor que o conto, sobre racismo e segregação, sobre os furos de roteiro e recomendando filmes. Enfim, é o que temos para hoje... Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ Links: Resenha do projeto Sociedade dos Filósofos Vivos (PET-Filosofia UFSJ) sobre o conto "The Forbidden", de Clive Barker (https://drive.google.com/file/d/1poCwqu1oZG-WcIKgs3eoyt7PFaX9UKQO/view?fbclid=IwAR270t59rPo3N_WofWgFjFIcBHGpOVi1cRzR7vfSEcwrwfZxUSSQVNLJwlE) O que é Candyman? (https://pt.wikipedia.org/wiki/Candyman) Cinema Com Rapadura - O Mistério de Candyman (1992) (https://cinemacomrapadura.com.br/criticas/594151/rapadurarecomenda-o-misterio-de-candyman-1992-reinventando-lendas-urbanas/)
01:16:41
September 12, 2021
"Quero morrer de catapora"
Ao verme que primeiro roeu as frias carnes de nossos cadáveres dedicamos como saudosa memória este episódio. Filosofar é aprender a morrer, disse Michel de Montaigne. Mas como diabos alguém consegue aprender a morrer? Isso por acaso é possível? Nossa visão sobre a morte mudou ao longo da História? Deiver, Pedro e Lucas discutem sobre o medo de morrer, as maneiras como as pessoas lidam com a morte e os significados que esse evento inevitável adquire. Lidar com este muro cujo outro lado não conhecemos pode dar significado a nossas vidas e nos dar outros motivos para vivermos, além de trazer novas reflexões. Mas será que de fato aprendemos alguma coisa com tudo isso? Não deixe para amanhã o que você pode fazer hoje! Ouça este episódio que não deixou filhos e não transmitiu a nenhuma criatura o legado de nossa miséria imediatamente! E não vá na direção da luz! Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ Links: Memórias Póstumas de Brás Cubas - página da Wikipedia sobre o livro (https://pt.wikipedia.org/wiki/Memórias_Póstumas_de_Brás_Cubas) SANTOS, Ivan Cleber Lopes. A preparação para a morte em Michel Montaigne: uma leitura do ensaio "Que filosofar é aprender a morrer" (https://periodicos.ufba.br/index.php/argum/article/view/29799)
01:19:05
September 05, 2021
Como aprendi a parar de me importar e afogar as mágoas
Qual motivo moral você teria para salvar uma criança de um afogamento? Por que não sair andando simplesmente e deixá-la à própria sorte? Se sua reação a tais perguntas foi a indignação completa, você precisa ouvir a mais um episódio sobre realismo modal especialmente preparado para você. E se sua reação não foi de indignação completa, recomendamos que procure um médico. Deiver e Pedro se encontram neste episódio para mais uma aventura entre mundos possíveis (isolados causalmente), sem poder viajar entre eles, mas discutindo se realmente existem. O artigo da vez tem um nome muito extenso, mas foi escrito por Mark Heller e desenvolve o argumento de que, se o realismo modal proposto por David Lewis é verdadeiro, então podemos ser moralmente indiferentes a situações como o afogamento de crianças inocentes. Obviamente, Heller não concorda que devemos deixar crianças se afogarem e, portanto, a conclusão é de que o realismo modal é falso. E os membros deste podcast? Eles concordam com o afogamento de crianças para a salvação de uma teoria que admite múltiplos mundos possíveis? (Esperamos que não) Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ Links: HELLER, M. The immorality of modal realism, or: How I learned to stop worrying and let the children drown. Philosophical Studies, 2003, p. 1-22. (https://www.jstor.org/stable/4321371) Para entender a referência do título do artigo: (https://pt.wikipedia.org/wiki/Dr._Strangelove_or:_How_I_Learned_to_Stop_Worrying_and_Love_the_Bomb) Necessidade. (https://criticanarede.com/necessidade.html)
01:09:15
August 29, 2021
Acredite se quiser! (parte 2)
Antes, você ria deles; agora, eles mostraram todo um poder maligno que você não esperava. De quem estamos falando? Talvez você pense que seja sobre os comunistas ou a CIA, mas estamos falando das pessoas que espalham teorias da conspiração ao redor do mundo. Percebemos, durante a pandemia do coronavírus, quanto teorias da conspiração podem ser destrutivas - na verdade, algumas pessoas já alertavam para isso antes, mas achávamos que era só uma teoria da conspiração sobre as teorias da conspiração. Talvez estejamos sendo pagos por um multibilionário comunista internacional dono de uma organização obscura para fazer este episódio (e também alguns episódios passados). Talvez você descubra que na verdade somos agentes infiltrados que tentamos fazer você acreditar que existe o aquecimento global, que os humanos foram à lua, que a pandemia existe, que o sistema eleitoral é confiável... Você já percebeu que se tirar todas as vogais do nome do Pedro, resta PDR, que é uma marca de ferramentas pneumáticas que não nos patrocina. Coincidência? Acho que não! Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ Links: PETERS, M. A. On the epistemology of conspiracy. Educational philosophy and theory, 2020. (https://www.tandfonline.com/doi/epub/10.1080/00131857.2020.1741331?needAccess=true) Anônimo. Bolsonaro and pandemic denial: some considerations on the leader, anti-intellectualism, and nationalism. Educational philosophy and theory, 2021. (https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/00131857.2021.1954287)
45:24
August 22, 2021
Acredite se quiser! (parte 1)
As pontas de plástico nos cadarços dos tênis na verdade são um projeto chinês de rastreamento de pessoas e controle mental para que todos possam se transformar em comunistas por meio de uma lavagem cerebral realizada nas escolas em conjunto com a aplicação de chips criados por médicos cubanos que entram na corrente sanguínea e vão até o cérebro, levando junto a ideologia de gênero. Este texto sem quaquer sinal de pontuação decente é verdade porque EU VI NO ZAP EM CAIXA ALTA, MEU TIO QUE MANDOU. No episódio da vez, Deiver e Pedro se reúnem para discutir dois novos artigos (porque sabemos que vocês gostam de ouvir a gente fingindo que sabe alguma coisa sobre artigos): um sobre a epistemologia das teorias da conspiração e um de 2021 sobre a atuação do governo brasileiro na pandemia. Nada muito polêmico. Juntos, os dois vão tentar entender porque as pessoas acreditam em teorias tão bizarras (e isso não é uma exclusividade do pessoal da extrema direita, ok?). São tantos terraplanismos diferentes que, no fim das contas, eles quase resolveram navegar até a borda de catupiry da Terra. Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ Links: PETERS, M. A. On the epistemology of conspiracy. Educational philosophy and theory, 2020. (https://www.tandfonline.com/doi/epub/10.1080/00131857.2020.1741331?needAccess=true) Anônimo. Bolsonaro and pandemic denial: some considerations on the leader, anti-intellectualism, and nationalism. Educational philosophy and theory, 2021. (https://www.tandfonline.com/doi/abs/10.1080/00131857.2021.1954287)
38:04
August 15, 2021
Passando a boiada (parte 2)
Continuando o debate a respeito dos conceitos que envolvem a sustentabilidade, Deiver e Pedro falam com Iara Lopes (DCNAT-UFSJ), membro do programa Casa Verde, que também tem um podcast que merece ser ouvido. A conversa continua falando sobre o papel do progresso científico e tecnológico no desenvolvimento de alternativas mais sustentáveis, sobre energias limpas e, claro, para manter o nonsense que sempre nos agrada, uma breve consideração sobre sustentabilidade interplanetária. O episódio termina com um saboroso clima de fim dos tempos com desesperança e pitadas de pessimismo supremo, já que a bandeira vermelha encareceu a luz no fim do túnel e esta teve que ser cortada. Conheçam o Espaço Casa Verde! Canal no Youtube do Espaço Casa Verde - eles também têm um podcast! (https://www.youtube.com/channel/UC9WbCNDxNen4_HW34YVUQqw) Instagram do Espaço Casa Verde (https://www.instagram.com/casaverde_ufsj/) Facebook do Espaço Casa Verde (https://www.facebook.com/casaverdeufsj/) E-mail institucional do programa: casaverde_ext@ufsj.edu.br Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ Links: 17 objetivos de desenvolvimento sustentável - PNUD Brasil (https://www.br.undp.org/content/brazil/pt/home/sustainable-development-goals.html) "Is transplanetary sustainability a good idea? An answer from the perspective of conceptual engineering" - International Journal of Astrobiology (https://www.cambridge.org/core/journals/international-journal-of-astrobiology/article/abs/is-transplanetary-sustainability-a-good-idea-an-answer-from-the-perspective-of-conceptual-engineering/31CABDA1F8C1A7DBF8157C8731A934C9) "Energias renováveis: um futuro sustentável" - Revista USP(https://www.revistas.usp.br/revusp/article/download/13564/15382)
53:02
August 08, 2021
Passando a boiada
O dia 29 de julho marcou o Dia de Sobrecarga da Terra, ou seja, a humanidade gastou todos os recursos que o planeta conseguiria renovar ao longo de um ano cinco meses antes de o ano acabar. Se você só entende as coisas por analogias econômicas, entenda isso como se agora a humanidade estivesse no cheque especial com o meio ambiente; e os juros são avassaladores. No episódio da vez, fizemos um crossover com um outro programa da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ): o Espaço Casa Verde. Deiver e Pedro recebem a professora Iara Lopes (DCNAT-UFSJ), membro do programa, para discutirem sobre desenvolvimento sustentável, o conceito de sustentabilidade, a relação entre igualdade social e cuidado com o meio ambiente, por que precisamos nos preocupar com nosso planeta, compartilhar pessimismos e esperanças, além de muitas outras discussões. Se você está se achando sobrecarregado, imagine só o planeta com tanta boiada passando. Conheçam o Espaço Casa Verde! Canal no Youtube do Espaço Casa Verde - eles também têm um podcast! (https://www.youtube.com/channel/UC9WbCNDxNen4_HW34YVUQqw) Instagram do Espaço Casa Verde (https://www.instagram.com/casaverde_ufsj/) Facebook do Espaço Casa Verde (https://www.facebook.com/casaverdeufsj/) E-mail: casaverde_ext@ufsj.edu.br Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ Links: "Hoje é o Dia de Sobrecarga da Terra. O que isso significa?" - Exame (https://exame.com/negocios/dia-de-sobrecarga-da-terra/) "Do ecodesenvolvimento ao conceito de desenvolvimento sustentável" - Senado em Discussão (https://www.senado.gov.br/noticias/Jornal/emdiscussao/rio20/temas-em-discussao-na-rio20/ecodesenvolvimento-conceito-desenvolvimento-sustentavel-relatorio-brundtland-onu-crescimento-economico-pobreza-consumo-energia-recursos-ambientais-poluicao.aspx) WWF Brasil (https://www.wwf.org.br)
50:24
August 01, 2021
Antes só do que modal acompanhado
Nesses tempos de quarentena e com o "isolamento" dos últimos meses, talvez você tenha se sentido sozinha ou sozinho, não é mesmo? Provavelmente já cogitou a possibilidade de buscar conforto nos braços de uma namorada ou de um namorado. Este episódio foi feito para você, que está ouvindo Céline Dion no volume máximo ou então concordando com a música de Pablo Vittar, "Triste com T". Estamos aqui para oferecer um alento, uma possibilidade, um novo horizonte! Você já considerou parar de buscar por sua companheira ou seu companheiro neste mundo e fazê-lo vasculhando os mundos possíveis? É isso mesmo! Acompanhe Deiver e Pedro neste episódio em que eles discutem o inusitado artigo "Possible Girls", escrito por Neil Sinhababu. Pense em como seria a pessoa perfeita, todas as características dela e do mundo em que ela vive, até o mais ínfimo átomo e encontre também sua namorada ou seu namorado possível! Você poderá receber cartas da pessoa amada, garantir que a relação seja totalmente monogâmica e ainda não ter nenhuma complicação moral. Talvez haja um problema: o isolamento causal entre os mundos de vocês dois pode impedi-los de ter contatos físicos... mas não existe relacionamento perfeito, não é mesmo? Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ Links: Possible Girls - Neil Sinhababu (https://philpapers.org/archive/SINPG.pdf) Quem foi David Lewis? (https://pt.wikipedia.org/wiki/David_Lewis) O que é "mundo possível"? (https://pt.wikipedia.org/wiki/Mundo_possível) Possible Worlds - Stanford Encyclopedia of Philosophy (https://plato.stanford.edu/entries/possible-worlds/)
01:10:17
July 25, 2021
O bigode mais bonito da Alemanha (parte 2)
Cada dia um 7 a 1 diferente O que Nietzsche pensava dos comunistas? Ele era um reacionário? O progresso técnico e científico nos torna melhores ou piores? O que podemos aprender com a História? A discussão em torno de Friedrich Nietzsche continua, também tratando do pensamento de Jacob Burckhardt. A equipe continua formada por Deiver, Pedro, Lucas e Letícia, juntamente com o professor Ricardo de Oliveira Toledo (DTECH-UFSJ). Juntos, eles não cedem à moral do escravo de afirmar que Hegel estava certo e que a História leva a um caminho melhor inevitavelmente. Ainda mais porque, depois daquele 7 a 1, fica difícil acreditar que algo progride. Além disso, um assunto antigo e que continua muito atual foi levantado: O nazismo. É verdade que Nietzsche cooperou com o projeto nazista de uma raça superior em sua filosofia ou ela foi distorcida para se enquadrar nos ideais do partido alemão? Como ninguém tinha um tabuleiro de Ouija para perguntar diretamente às fontes, restou conjecturar sobre o assunto. Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ Links: O indivíduo em Burckhardt e suas influências no projeto cultural de Nietzsche durante a década de 1870 (https://www.academia.edu/42128785/O_indiv%C3%ADduo_em_Burckhardt_e_suas_influ%C3%AAncias_no_projeto_cultural_de_Nietzsche_durante_a_d%C3%A9cada_de_1870) Nietzsche, o filósofo da Alemanha nazista (https://www.scielo.br/j/cniet/a/tfNB3TmdtH6mjnJwbs5Mh3c/?lang=pt&format=pdf) Assim falou Nietzsche: uma breve história sobre a recepção da filosofia nietzschiana pelo pensamento nazista (https://www.uricer.edu.br/site/pdfs/perspectiva/128_137.pdf)
59:02
July 18, 2021
O bigode mais bonito da Alemanha (parte 1)
Nietzsche e a identidade alemã "Em um avião, estavam um alemão, um americano e um brasileiro..." mas o que é ser um alemão? No episódio da vez, Deiver, Pedro, Lucas e Letícia (um time tão capacitado quanto a seleção de futebol do Taiti na Copa do Mundo de 2014) encontram o professor Ricardo de Oliveira Toledo (DTECH-UFSJ) para falar sobre o filósofo Friedrich Nietzsche. Além de seu bigode charmoso, o filósofo tinha um projeto cultural para a Alemanha e acreditou por algum tempo que o compositor Richard Wagner teria um papel central nesse projeto. Até que Wagner traiu o Rock'n'Roll, quebrou os discos de vinil e agora só se joga ouvindo puts puts puts que o pariu. Por que Nietzsche desacreditou de Wagner? Por que Wagner era um Schopenhaueriano? Por que Nietzsche desacreditou de Schopenhauer? Por que os alemães têm nomes tão difíceis? Por que ninguém quis falar de Apocalypse Now e a cena dos helicópteros? Usando o método socrático, algumas dessas perguntas serão respondidas, enquanto outras permanecerão no eterno limbo do esquecimento... ou serão respondidas na parte 2. Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ Links: O indivíduo em Burckhardt e suas influências no projeto cultural de Nietzsche durante a década de 1870 (https://www.academia.edu/42128785/O_indiv%C3%ADduo_em_Burckhardt_e_suas_influ%C3%AAncias_no_projeto_cultural_de_Nietzsche_durante_a_d%C3%A9cada_de_1870) Nietzsche, filósofo da cultura (https://revistacult.uol.com.br/home/nietzsche-filosofo-da-cultura/) Indicação cultural para quem não entendeu a referência nesta sinopse: https://open.spotify.com/track/65KPTHQlhsEFZOb4ccNC1I?si=3411b490390c4eb8
40:10
July 11, 2021
Obsequiosamente cancelado
Em séculos passados, as pessoas acusavam uma mulher de bruxaria e a queimavam em praça pública ou apedrejavam aquelas que eram culpadas por adultério. Mas, como bem sabemos, a humanidade evoluiu, não em suas capacidades intelectuais ou em suas ideias, mas em seus meios de punir pessoas! E é por isso que temos o cancelamento, algo que começou como um movimento contra famosos que expressavam preconceitos nas redes sociais e se tornou um instrumento de guerra para tentar acabar com a imagem de qualquer pessoa que pense diferente de você. As maravilhas que a humanidade faz... E é para falar sobre o cancelamento de personagens e autores de filmes, séries e livros que Pedro e Letícia se reúnem com Marcus Reis, um produtor de conteúdo sobre cultura pop que provavelmente um dia será cancelado. Alguém "merece" ser cancelado? Que dia nós deste podcast seremos cancelados? O processo do Olavo já chegou? (Talvez esta última pergunta não seja respondida hoje) Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ Links: O que é cultura do cancelamento? (https://www.bbc.com/portuguese/geral-53537542) Filósofos racistas - uma reflexão sobre o cancelamento a partir do episódio envolvendo o filósofo David Hume (http://anpof.org/portal/index.php/pt-BR/comunidade/coluna-anpof/2828-filosofos-racistas) Quem já foi cancelado? (https://www.cnnbrasil.com.br/entretenimento/2020/12/22/quem-foi-cancelado-em-2020-e-o-que-disse-o-tribunal-da-internet-no-ano)
58:44
July 04, 2021
Aquela música da Pitty lá
No episódio de hoje, temos uma equipe um tanto quanto diminuta (seria esse o projeto de enxugar a máquina pública tão apregoado pelos neoliberais?) formada por Deiver e Pedro. Apesar da baixa estatura de Deiver, os dois fazem grandes discussões em torno de muitos assuntos diferentes, incluindo a Filosofia e os problemas envolvendo a mente e a tecnologia. Robôs são capazes de ter sentimentos? Seriam nossos cérebros parecidos com computadores? Se sim, como podemos diferenciar Arnold Schwarzenegger do Arnold Schwarzenegger? Quem era o verdadeiro robô, o governador da Califórnia ou o T-800? Além disso, nossos dois intrépidos exploradores falam sobre o ódio à humanidade por sua idiotice média, sobre como o filme "Eu, robô" tem pouca coisa a ver com o livro "Eu, robô" e como o medo da tecnologia pode ou não ter fundamento, usando como base "Robbie", o primeiro conto do livro de Isaac Asimov. Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ Links: Resenha do Sociedade dos Filósofos Vivos sobre "Robbie" (https://drive.google.com/file/d/1eGXiRU0XSyV8pC5z_L6qAjCmtlShZxqI/view?fbclid=IwAR3AuSgJ-75gO7FQzyOTD1k7EBCNbLUpKYkxCFPMQRlYIkF62M0Y1JcghWs) Quem é Isaac Asimov? (https://pt.wikipedia.org/wiki/Isaac_Asimov) Como é ser um morcego? - escrito pelo deus da filosofia contemporânea, Thomas Nagel (https://criticanarede.com/men_morcego.html)
01:14:50
June 27, 2021
De olhos fechados, tudo é podcast (parte 2): Olavo tem razão?
Continuando a conversa com Gustavo Leal Toledo (professor do DFIME-UFSJ e tutor do PET-Filosofia UFSJ), tentamos encontrar um sentido para nossas vidas sem sentido e fadadas ao completo fracasso (mas sempre com muito humor). Afinal de contas, para que serve a Filosofia? Que atividade é essa em que investimos os nossos esforços com tanta vontade? Seriam os filósofos descartáveis? Nós, os quatro destemidos exploradores marítimos - Deiver, Pedro, Lucas e Gustavo - continuamos a discussão anterior. E no centro de tudo isso, surge uma pergunta que pode levar este podcast a finalmente ser laureado com o cancelamento ante a internet: Olavo de Carvalho é filósofo? Caminhando sobre a linha tênue entre o processo judicial e o julgamento diante do público, tentamos entender o que pode classificar alguém como filósofo e se o estimado habitante da Virgínia se enquadra nessa definição... será? Por fim, Gustavo faz um resumo preciso do que foi toda essa conversa. Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ Links: Filosofia - Wikipedia (https://pt.wikipedia.org/wiki/Filosofia) Sobre o cancelamento de filósofos (http://anpof.org/portal/index.php/pt-BR/comunidade/coluna-anpof/2828-filosofos-racistas)
01:07:47
June 20, 2021
De olhos fechados, tudo é podcast (parte 1): O que é Filosofia?
Depois de seis episódios falando em fazer Filosofia, resolvemos parar para nos perguntar: O que diabos estamos fazendo? Alguns podem dizer que estamos atrasados, mas nunca é tarde para refletir um pouco e questionar se tudo o que você faz não é, na verdade, uma imensa perda de tempo. Para nos ajudar neste clima festivo, convidamos Gustavo Leal Toledo (professor do DFIME-UFSJ e tutor do PET-Filosofia UFSJ) para nos empurrar de vez nesse abismo que é a busca por respostas. Claro, como o podcast é feito por meio de áudios, deixamos ao ouvinte a dúvida: Gustavo estava sentado comportadamente numa escrivaninha ao lado de uma lareira ou estaria atendendo ao chamado da natureza no vaso sanitário? Além disso, Deiver perde as esperanças na busca por respostas, Lucas tenta ocultar seu amor secreto pela lógica (sem lógica) de Hegel, Pedro sofre para editar esses áudios e Gustavo... bem... ele está no vaso sanitário? Atenção! Este episódio terá uma parte 2, que sairá na semana que vem! Não ouçam meias-palavras! Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ Links: 1st MindBrazil Brainstorms: Joseph Levine (https://www.youtube.com/watch?v=_ril-whxbSY&t=6228s) "A Filosofia é mais um exercício do que um conteúdo" - Ernst Tugendhat (http://anpof.org/portal/index.php/en/comunidade/coluna-anpof/1895-a-filosofia-e-mais-um-exercicio-do-que-um-conteudo-1) "Como se filosofa, afinal?" - Artur Polónio (https://criticanarede.com/ensinarafilosofar.html)
01:01:07
June 13, 2021
"Nóis" é trash mas é jóia!
Lucas foi a vítima da vez, sendo sequestrado e torturado por compactuar, no episódio anterior, com os sentimentos anti-nacionalistas de Karli Morgenthau. Enquanto isso, na sala de justiça, Deiver (com alguns ferimentos internos) e Pedro se unem a Letícia, a nova integrante deste podcast que ainda está se decidindo se será a Mulher Gavião ou o Caçador de Marte. Neste episódio, os três falam sobre o que seria o cinema trash e como a estética do trash está para além do cinema puramente. Você já viu um filme que era tão ruim a ponto de ficar bom? O que mais você conhece que é tão ruim que é bom? Aqui você vai encontrar as indicações das melhores pérolas do cinema nacional e mundial, indo desde "Tusk" e "Centopeia Humana" até "High School Musical Brasil" (sim, isso existe!). Se você tem estômago forte, embarque nessa viagem conosco. Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ Links: 11 (talvez 12) filmes trash para você ver numa tarde chuvosa (https://canaltech.com.br/entretenimento/melhores-filmes-trash-167903/) Artigo de Mayka Castellano sobre a estética trash (https://www.metodista.br/revistas/revistas-metodista/index.php/CSO/article/view/2136/2503) Mais um artigo de Mayka Castellano sobre o trash (https://periodicos.pucpr.br/index.php/estudosdecomunicacao/article/view/22365/21463) "O mundo trash: uma breve introdução a um gênero incompreendido" (http://jornalismojunior.com.br/o-mundo-trash-uma-breve-introducao-a-um-genero-incompreendido/)
01:37:06
June 06, 2021
Falcão e o Soldado Invernal: Super-heróis e representatividade
 Enquanto Deiver foi sequestrado e torturado por uma associação secreta maligna de amantes da Indústria Cultural norte-americana que tentaram extrair dele informações sobre quem estava divulgando versões em forró de canções do Guns n'Roses, Pedro e Lucas conversaram com Dell Ribeiro (graduado em Comunicação Social - Jornalismo pela UFSJ) sobre a série Falcão e o Soldado Invernal. Há muito tempo se fala em representação nos quadrinhos, nos filmes, nos bonecos, etc. e Falcão e o Soldado Invernal (série pertencente ao Universo Marvel) reacendeu este debate por aqui. Juntos, eles discutem sobre como levar adiante os planos de Karli Morgenthau para um mundo sem nações; um herói negro usando as cores dos Estados Unidos; a relação do novo Tio Sam com o Rocky Balboa; o medo do futuro do Universo Marvel; Hannah Arendt (porque isso aqui é um podcast de Filosofia); arrependimentos da adolescência e muitos outros assuntos. Você achou que Falcão e o Soldado Invernal é só mais um capítulo de um universo de marmanjos se estapeando usando fantasias coloridas? Achou errado, digníssimo. Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ Links: Edição do PeriPATÉTICOS sobre X-Men e os Direitos Civis (https://drive.google.com/file/d/1I0DxuvfcPWl35bTiFS8UacQG_Gv9-FfN/view?fbclid=IwAR2zWoIGPlZV9RLdfO_JMIV4IXTFIhcoTT0Ry6-ZrlVUXzoGj00Of4IW1aM) Polêmica também nos quadrinhos (se você quiser manter sua sanidade, não leia a seção de comentários deste link, alguns são um tanto bizarros) (https://universohq.com/noticias/novo-capitao-america-cria-polemica-politica/) Se você não tem ideia do que estamos falando (https://pt.wikipedia.org/wiki/The_Falcon_and_the_Winter_Soldier)
01:14:32
May 30, 2021
O Selo Corotinho de Controle de Qualidade Cultural
Atenção! Esse episódio foi proibido em 512 países! Neste episódio, recebemos Ana Mayara, graduada em Letras pela UFSJ, e falamos mal do governo, de Theodor Adorno, do Oscar e de Harry Potter (e da J. K. Rowling, talvez). Mas também fizemos considerações positivas sobre a versão brasileira (em forró!) da canção "Sweet child o'mine" (melhor que a original do Guns n'Roses), sobre a música "Samara", da banda Capa de Revista, sobre K-Pop e outras formas de manifestação artística que não têm o reconhecimento que merecem. Se algum dos responsáveis por este podcast desaparecer nos próximos dias, podem ter certeza que foi por mexer com os poderes ocultos. Além disso, Deiver destilou seu ódio contido por alemães que ficam tentando dar pitacos na vida de latino-americanos, Ana Mayara exaltou as estratégias de marketing da Anitta, Pedro dá o selo Corotinho de Controle de Qualidade para o episódio e Lucas decide que, como resultado desse debate, deveremos permanecer todos juntos e shallow now. Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ Links: Se você quiser ler mais sobre o imperialismo cultural (https://www.revistas.usp.br/revusp/article/view/26032/27761) Se você quiser ler uma visão crítica ao conceito de imperialismo cultural (http://www.intercom.org.br/papers/regionais/sudeste2012/resumos/R33-0709-1.pdf) Se você quiser ler sobre K-Pop e indústria cultural (http://www.sbsociologia.com.br/rbsociologia/index.php/rbs/article/view/270/142) Quem foi Theodor Adorno (https://pt.wikipedia.org/wiki/Theodor_W._Adorno)
01:26:55
May 23, 2021
WandaVision (parte 2): O visão de Teseu
Continuando a conversa sobre WandaVision com João Pedro Ávila - graduando em Filosofia da UFSJ, marvete assumido e defensor de pessoas que sequestram e torturam cidades inteiras porque estão de luto -, o trio falou sobre como as emoções influenciam nossas tomadas de decisão (continuando o assunto da parte 1). Ao fim dessa discussão, Deiver descobriu que é um robô por querer ser excessivamente racional, João Pedro entendeu e continuou discordando e Pedro achou melhor mudar de assunto. Platão ficaria orgulhoso dessa aporia. Por fim, eles tomaram novos rumos na conversa para falar sobre a metáfora mais rapidamente citada na história da televisão: o barco de Teseu (ou o Visão de Teseu, no caso da série). Identidade é algo que existe? As pessoas têm uma essência que as torne únicas? Alguém que raspa o cabelo continua sendo o mesmo? E alguém que perde todas as memórias? E o que o Monstro do Pântano tem a ver com tudo isso? Aperte o play e descubra! Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ Links: Donald Davidson e o problema da identidade na mente(https://criticanarede.com/men_propriamente.html) O Paradoxo do Navio de Teseu (https://www.omelete.com.br/marvel-cinema/wandavision-paradoxo-navio-de-teseu-entenda)
01:03:59
May 16, 2021
WandaVision (parte 1): Porque nem só de porradaria vivem os heróis
No episódio da vez, Deiver e Pedro se juntam a João Pedro Ávila - graduando em Filosofia da UFSJ e apreciador da cultura pop em um nível que faria toda a Escola de Frankfurt sair no soco com ele - para discutir seus pontos de vista sobre a série WandaVision, da Disney. Juntos, eles formam o trio Batman, Superman e Mulher Maravilha, respectivamente, da análise completamente desprovida de boas bases. A discussão envolveu o formato diferente de roteiro dos primeiros episódios (sem marmanjos fantasiados se estapeando), os possíveis furos de roteiro da série, o problema moral de entrar em uma cidade e transformar todas as pessoas em escravos mentais e muitos spoilers (estejam avisados). Além disso, um grande questionamento filosófico ocupou a mente de nossos debatedores: de onde veio aquele porão? Ah... e eles também discutiram sobre o papel da razão e das emoções (mais ou menos como naquela música da extinta banda NX Zero) na tomada de decisões e nos nossos julgamentos sobre moralidade. Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ Links Se você mora em uma caverna e não sabe o que é WandaVision (https://pt.wikipedia.org/wiki/WandaVision) Sobre o Emotivismo (https://criticanarede.com/hjgensleremotivismo.html)
56:45
May 09, 2021
Durma enquanto eles trabalham
Apesar de ninguém envolvido neste programa ser supersticioso, decidimos começar com o pé direito e chamar Nara Rela, pesquisadora de um ramo novo: a Filosofia do Comportamento Econômico (ela, inclusive, é coordenadora do Grupo de Pesquisas em Filosofia do Comportamento Econômico). Além de perguntarmos - em um momento não gravado - como chegar ao primeiro milhão, falamos sobre diversos assuntos, desde os tão falados serviços essenciais discutidos na pandemia, passando por questões de ética financeira e chegando até a ostentação no Instagram. Como ficar rico? Como resolver os problemas financeiros do mundo? Como distribuir riqueza? Você não vai encontrar nenhuma resposta aqui, mas certamente encontrará uma discussão que vai te fazer pensar questões econômicas por um ângulo diferente. Obs: Infelizmente tivemos problemas técnicos com o áudio do Lucas e, devido à isso, algumas de suas falas saíram cortadas. Iremos tentar contornar isso o mais rápido possível. Agradecemos a compreensão! Canais de contato E-mail: petfilosofia@ufsj.edu.br Instagram: @petfilosofiaufsj Na página do Boletim Cogitans no Facebook você também encontra outros projetos desenvolvidos pelo PET-Filosofia UFSJ Links Site da Nara sobre Filosofia do Comportamento Econômico Quem é Amartya Sen? Quem foi Adam Smith?
01:38:35
May 02, 2021