Podcast Filmes Clássicos

Podcast Filmes Clássicos

By O Podcast dos Clássicos
O Podcast definitivo sobre Filmes Clássicos. Os grandes filmes, filmografias de diretores, dicas e muito mais. De Hitchcock a Sergio Leone, de Kurosawa a Ingmar Bergman. Visite www.filmesclassicos.com.br.
Available on 11 platforms
Episódio #99 - Deus e o Diabo na Terra do Sol
Alexandre, Fred e Willian entram para o bando de Corisco e "não se entregam, não" mesmo depois de serem confrontados por Antônio das Mortes em "Deus e o Diabo na Terra do Sol", o clássico nacional do controverso Gláuber Rocha e um dos marcos absolutos do Cinema Novo brasileiro.   Lançado em 1964, o longa fez carreira internacional e chamou a atenção no Festival de Cannes, trazendo os olhos do mundo para o movimento cinematográfico que estava se consolidando em nosso país na época. Cineastas como Fritz Lang e Martin Scorsese reconheceram no cinema de Gláuber a honestidade e qualidade de seu discurso imagético e revelaram ter sido influenciados por alguns de seus longas.  Com grandes atuações de Othon Bastos como o cangaceiro Corisco, Maurício do Valle como o matador Antônio das Mortes e Geraldo Del Rey como Manoel, o filme instiga nossa reflexão sobre as mazelas do nordeste brasileiro e o problema social brasileiro, que até hoje contribui para tornar o filme atualíssimo.
1:24:56
November 15, 2018
Episódio #98 - O Homem-Mosca
Fred e Alexandre escalam o mais alto dos prédios para encontrar a vlogger Nadja Mykaela (do Canal "Voltando aos Clássicos") e juntos os três conversam sobre um dos maiores sucessos de bilheteria dos anos 20 nos Estados Unidos, o filme "O Homem-Môsca" (Safety Last!, 1923), protagonizado pelo chamado terceiro gênio da comédia, Harold Lloyd. Já nos sensibilizamos anteriormente com os toques dramáticos de Charles Chaplin em "Luzes da Cidade", ficamos impressionados com os stunts audaciosos de Buster Keaton em "A General" e agora chegou a vez de apreciar as soluções engenhosas de Harold Lloyd para os obstáculos que encontra neste clássico da chamada Silent Era de Hollywood, fechando uma trilogia sobre os gênios da comédia americana.
1:21:52
November 1, 2018
Episódio #97 - Apocalypse Now
Alexandre, Fred e Willian de Andrade atacam mais um filme, desta vez o clássico de Francis Ford Coppola, "Apocalipse" (Apocalypse Now, 1979). Nos embrenhamos na mata vietnamesa para confrontar um dos filmes mais difíceis de serem produzidos, que quase deixou - literalmente - seu cineasta à beira da loucura e da falência.  Filmando nas selvas das Filipinas, Coppola e sua equipe tiverem que lidar com uma série de complicações, desde orçamentos estourados a tufões e atores infartando ou ameaçando abandonar o projeto. Com um elenco que inclui Marlon Brando, Martin Sheen, Robert Duvall e Dennis Hopper este épico de guerra, baseado livremente na obra de Joseph Conrad (Heart of Darkness), é até hoje um dos melhores filmes de guerra já feitos e portanto um sério candidato a virar mais um clássico do PFC.
1:24:56
October 20, 2018
Episódio #96 – Os Filmes de David Lean – Parte Final
Fred, Alexandre e o músico Willian de Andrade voltam a se encontrar para finalizar em duas partes a carreira do cineasta britânico David Lean. Esta fase ficará marcada na filmografia do diretor pelos seus grandes épicos, dois deles já debatidos em episódios anteriores do Podcast Filmes Clássicos: Episódio #61 (A Ponte do Rio Kwai) e Episódio #20 (Lawrence da Arábia). Por esta razão, estes dois filmes ficam de fora deste episódio final, que aborda todos os longas do diretor desde “As Cartas de Madeleine” (Madeleine, 1950) até seu último filme, “Passagem para Índia” (A Passage To India, 1984), que abordamos mais profundamente junto com dois outros grandes filmes: “Doutor Jivago” (Doctor Zhivago, 1965) e “A Filha de Ryan” (Ryan’s Daughter, 1970).
2:01:57
October 1, 2018
Episódio #95 - A General
Alexandre e Fred convocam o podcaster Marcos Noriega (Masmorra Cine) para embarcar numa viagem de locomotiva para os tempos da guerra civil americana. O tom no entanto é de comédia, quando debatemos mais um excepcional filme, cultuado por cineastas como Orson Welles. A obra-prima de Buster Keaton, “A General” (The General, 1926) chega soltando fumaça na estação do Podcast Filmes Clássicos, dando sequência – ainda este ano – numa trinca de grandes filmes que envolvem os chamados gênios da comédia muda: não faz muito tempo, Charles Chaplin passou por aqui e em breve Harold Lloyd será contemplado. Realizado com um dos maiores orçamentos do período, esta fantástica comédia de Keaton não fez muito sucesso quando foi lançada, mas como sua locomotiva-título, ganhou momentum com o passar dos tempos para se tornar um dos mais celebrados filmes da era muda do cinema Hollywoodiano.
1:03:35
September 15, 2018
Episódio #94 - Os Filmes de David Lean - Parte 1
Fred e Alexandre convocam novamente o músico Willian de Andrade e o desafio agora é passar a limpo a filmografia completa do diretor britânico David Lean, cineasta que começou nos mais baixos escalões dos estúdios ingleses até se tornar um editor de respeito e mais tarde se revelar como um dos maiores realizadores do cinema britânico. Lean estreia com créditos de co-diretor no filme “Nosso Barco, Nossa Alma” (In Wich We Serve), filme propagandista de 1942 e segue para fazer mais tarde três excelentes filmes em sequência: “Desencanto” (Brief Encounter, 1945), “Grandes Esperanças” (Great Expectations, 1946) e “Oliver Twist” (Oliver Twist, 1948). Nesta primeira parte de dois áudios cobrimos toda sua carreira até 1949, quando fez “A História de uma Mulher” (The Passionate Friends).
2:06:56
September 1, 2018
Episódio #93 - Luzes da Cidade
Já era tempo! Sergio Gonçalves se junta a Fred e Alexandre para falar de um dos gênios incontestáveis do cinema mundial. Pela primeira vez o Podcast Filmes Clássicos discute um filme de Charles Chaplin, e não qualquer longa, mas aquele que o próprio diretor considerava o seu favorito: “Luzes da Cidade” (City Lights). Lançado em 1931 – quatro anos após o advento do som síncrono no cinema americano – o filme que Chaplin produziu, dirigiu, roteirizou, atuou e musicou, desafiou o sistema e a noção à época de que um filme mudo não conseguiria fazer bilheteria, em razão do fascínio do público com os novos talkies. Quando lançou oficialmente sua película, o evento ficou para a história como uma das maiores premières do período e o filme até hoje é celebrado como um clássico inesquecível e por muito tempo foi adorado por cineastas como Jean Renoir, Orson Welles, Woody Allen, Martin Scorsese, Andrei Tarkovski e tantos outros.
1:06:37
August 15, 2018
Episódio #92 - Os Filmes de Sergei Eisenstein - Parte Final
O PFC volta com Alexandre, Fred e o músico Willian de Andrade para fechar a filmografia de Sergei Eisenstein, nesta segunda e última parte sobre a carreira do diretor. Nesta fase de sua reduzida obra cinematográfica, o cineasta soviético passou por uma série de problemas para concluir seus projetos e o primeiro filme que abordamos neste áudio é o maior exemplo disto: só foi montado muito depois da morte de Eisenstein, por um de seus colaboradores frequentes. Começamos com “Que Viva, México!” (¡Que Viva Mexico!, 1932/1979) , depois seguimos com “Cavaleiros de Ferro” (Aleksandr Nevskiy, 1938) e concluímos o episódio com filmes que comporiam uma trilogia, mas acabou que só duas partes foram produzidas e distribuídas: “Ivan, O Terrível” (Ivan Groznyy, 1944) e “Ivan, O Terrível – Parte II” (Ivan Groznyy. Skaz vtoroy: Boyarskiy zagovor, 1958), este último lançado dez anos após a morte de Sergei M. Eisenstein. Descubra um pouco mais sobre a vida e obra de um dos cineastas mais influentes do cinema e um dos pais da montagem moderna.
1:14:05
August 1, 2018
Episódio #91 - Sindicato de Ladrões
No episódio 91, Alexandre e Fred se infiltram nas docas de Hoboken, junto do músico Pedro Bizelli, e começam a investigar uma série de ocorrências que fizeram de “Sindicato de Ladrões” (On The Water Front, 1954) um dos grandes filmes já produzidos em solo americano. Dirigido pelo excelente Elia Kazan, talvez inspirado em sua própria experiência com as audiências do Congresso Americano em busca de comunistas na indústria cinematográfica, o filme é estrelado por Marlon Brando, Eva Marie Saint, Karl Malden, Rod Steiger e Lee J. Cobb e até hoje é estudado como um dos melhores produtos da escola de atuação conhecida como “O Método”. Vencedor de 8 estatuetas da Academia, entre elas a de melhor filme, diretor, ator e atriz e conquistando indicações para todo o elenco principal, “Sindicato de Ladrões” é um drama até hoje atual e um daqueles filmes que o tempo não conseguiu apagar e nós cinéfilos não conseguimos esquecer.
1:11:23
July 15, 2018
Episódio #90 - Os Filmes de Sergei Eisenstein - Parte 1
O cineasta da vez é Sergei Eisenstein e Fred e Alexandre convocam novamente o músico Willian de Andrade para discutir os filmes realizados pelo diretor soviético de maior renome mundial. Nascido na Letônia, antes desta fazer parte do que seria a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, Eisenstein foi um gênio do Teatro de Moscou antes de se tornar uma lenda no cinema mundial com seu segundo filme, “O Encouraçado Potemkin” (Bronenosets Potemkin, 1925). Este clássico e outros que ele filmou entre 1925 e 1929 são discutidos aqui nesta primeira parte de dois episódios sobre Eisenstein: “A Greve” (Stachka, 1925), “Outubro” (Oktyabr, 1927) e “O Velho e o Novo” (Staroye i novoye, 1929), ao lado de “Potemkin”, foram projetos ousados, de alto cunho político mas também de caráter extremamente inovador como experiências de montagem, a ponto de tornar Eisenstein famoso entre diversos pares, muitos deles diretores americanos consagrados. Venha conhecer um pouco da chamada “Escola Soviética de Montagem” e da vida e obra de um dos criadores do cinema moderno.
1:23:59
July 1, 2018
Episódio #89: Bogart & Bacall
Fred e Alexandre se juntam a Rafael Amaral (do blogue “Palavras de Cinema”) e lançam moda no Podcast Filmes Clássicos: pela primeira vez adentramos a vida e carreira de um casal de atores. Humphrey Bogart e Lauren Bacall fizeram quatro filmes juntos e todos eles são discutidos neste episódio do PFC. O longa de estreia de Bacall nas telas de cinema foi ao lado de Bogart, em “Uma Aventura na Martinica” (To Have and Have Not, 1945) sob a direção de Howard Hawks, que também assinaria o próximo filme do casal: “À Beira do Abismo” (The Big Sleep, 1946). Sem Hawks, mas ainda na Warner, viriam mais duas produções, “Prisioneiro do Passado” (Dark Passage, de Delmer Daves em 1947) e a última colaboração de Bogie & Bacall juntos, “Paixões em Fúria” (Key Largo, 1948), filme do cineasta John Huston. Os dois permaneceriam casados até a morte de Bogart em 1957.
1:53:14
June 15, 2018
Episódio #88: Dicas Triplas do PFC #8
As Dicas Triplas do PFC voltam neste episódio, com Fred, Alexandre e o convidado Sergio Gonçalves debatendo sobre três ótimos filmes, cada um deles – à sua maneira – com algo de misterioso no ar. Abrimos o áudio falando sobre o filme “Picnic na Montanha Misteriosa” (Picnic at Hanging Rock, 1975 - Tempo: 00:03:50 ), a película de Peter Weir que colocou o cinema australiano no mapa e depois seguimos com o diretor francês René Clair se aventurando em Hollywood ao realizar uma das melhores adaptações do romance de maior sucesso de Agatha Christie (“O Caso dos Dez Negrinhos”), no filme “O Vingador Invisível” (And Then There Were None, 1945 - Tempo: 00:25:40). Fechamos o episódio com o intrigante filme francês dirigido por Alain Resnais e intitulado “O Ano Passado em Marienbad” (L’année dernière à Marienbad, 1961 - Tempo: 00:43:25), uma verdadeira experiência cinematográfica de forma x conteúdo. Os “spoilers” são salvos para o fim do episódio (ouça-os a partir de 1:15:46), para lhe ajudar caso não tenha visto algum destes filmes.
1:48:43
June 1, 2018
Episódio #87: George Stevens: A Trilogia Americana
Alexandre e Fred se reúnem mais uma vez para fazer uma trilogia, desta vez a chamada “Trilogia Americana”, três clássicos absolutos de Hollywood lançados na década de 50 e dirigidos pelo californiano George Stevens. Considerado por Chaplin um retrato fiel da América de então, “Um Lugar ao Sol” (A Place in the Sun) chegou aos cinemas em 1951 trazendo juntos pela primeira vez Montgomery Clift e Elizabeth Taylor, assim também como foi importante na carreira de Shelley Winters. Um clássico de seu próprio gênero, “Os Brutos Também Amam” (Shane, 1953) fez história ao ver o oeste americano através dos olhos de uma criança e trouxe de volta aos holofotes o ator Alan Ladd. O terceiro filme, de 1956, foi “Assim Caminha a Humanidade” (Giant), um ótimo épico sobre o Texas e contou não só com a volta de Elizabeth Taylor num filme de Stevens, mas com a presença marcante de Rock Hudson e a despedida do cinema de James Dean, que ao final da produção sofreu um acidente de carro fatal.
1:52:41
May 15, 2018
Episódio #86: Era Uma Vez em Tóquio
No episódio 86, Alexandre, Fred convidam o músico Pedro Bizelli para viajar a Tóquio, Japão. É na capital japonesa que se passa um dos melhores filmes de Yasujiro Ozu, um dos mestres do cinema nipônico ao lado de Akira Kurosawa e Kenji Mizoguchi. Estamos falando – é claro – de “Era uma Vez em Tóquio” (Tôkyô monogatari, 1953) considerado em listas como a da Sight & Sound um dos melhores filmes já feitos e uma das mais importantes obras do cinema asiático. Com nomes marcantes do cinema japonês como Setsuko Hara e Chishû Ryû (este um colaborador frequente de Ozu, tendo feito mais de 50 filmes com o mestre japonês) este clássico se mantém atual até hoje, por examinar ao melhor estilo Ozu, as relações intrínsecas entre duas gerações de uma família japonesa quando os pais resolvem visitar seus filhos na capital do Japão.
1:08:59
May 1, 2018
Episódio #85: Os Filmes de Marcel Carné
Fred e Alexandre trazem Rafael Amaral (do Blog “Palavras de Cinema”) no episódio 85 para debater a carreira de Marcel Carné, um dos grandes nomes por trás do chamado Realismo Poético Francês, movimento cinematográfico que saiu da França nos anos 30 para influenciar cinemas mundo afora. Algumas das mais inspiradas obras desta tendência de se fazer cinema foram dirigidas por Marcel Carné, como os principais filmes discutidos neste áudio. “Cais das Sombras” (Le Quai des Brume, 1938), “Trágico Amanhecer” (Le Jour se Lève, 1939), “Os Visitantes da Noite” (Les visiteurs du soir, 1942) e “O Boulevard do Crime” (Les enfants du paradis, 1945) foram obras influentes no cinema francês e mundial desse período e este último longa até hoje é considerado um dos melhores filmes franceses de todos os tempos. Atores como Jean Gabin, Michele Morgan, Arletty, Michel Simon, Jean-Louis Barrault, Pierre Brasseur e Louis Jouvet também marcam presença em filmes memoráveis de Carné discutidos neste episódio do Podcast Filmes Clássicos.
1:48:04
April 15, 2018
Episódio #84: No Tempo das Diligências
Alexandre, Fred e Marcelo Rennó estão cruzando território hostil numa diligência e tentam não levar flechadas dos Apaches enquanto discutem sobre um dos filmes mais influentes do cinema hollywoodiano. “No Tempo das Diligências” (Stagecoach, 1939), filme dirigido por John Ford, foi visto cerca de 40 vezes por Orson Welles antes deste fazer sua obra prima, “Cidadão Kane”. O longa foi fundamental para solidificar a carreira de John Ford e com um plano, o diretor lançou John Wayne ao estrelato em Hollywood no papel de Ringo Kid, um prisioneiro que foge da cadeia para vingar a morte de sua família. Claire Trevor, Thomas Mitchell, John Carradine, George Bancroft e Andy Devine completam o elenco de um western inspirado, o primeiro de John Ford na locação que depois se tornaria o pano de fundo de boa parte do oeste americano, o Monument Valley.
1:20:19
April 1, 2018
Episódio #83: Os Filmes de Ingmar Bergman - Parte Final
Alexandre e Fred recebem mais uma vez o músico Willian de Andrade para fechar a filmografia completa de Ingmar Bergman, tornando o Podcast Filmes Clássicos o primeiro cast da América Latina a tratar de forma completa a obra cinematográfica de um dos maiores diretores que o cinema já viu. Somando-se os quatro episódios, totalizamos mais de 8 horas de áudio sobre Bergman e nesta parte final começamos por “A Hora do Amor” (Beröringen, 1971), mas nos detemos mais em filmes como “Gritos e Sussurros” (Viskningar och rop, 1972), “Sonata de Outono” (Höstsonaten, 1978) e o brilhante canto de cisne da carreira cinematográfica do sueco, “Fanny & Alexander” (Fanny och Alexander, 1982), seu último filme na telona. Comemore conosco o centenário de Ingmar Bergman no melhor estilo PFC!
2:15:10
March 15, 2018
Episódio #82: A Marca da Maldade
Fred e Alexandre cruzam a fronteira entre Estados Unidos e México no episódio 82 do Podcast Filmes Clássicos para investigar um dos filmes mais importantes do cinema policial americano. “A Marca da Maldade” (Touch of Evil), filme dirigido pelo brilhante Orson Welles, é tido como o marco final do período clássico do Film Noir, que por volta de 1958 já não gozava de tanto prestígio entre as produções de Hollywood. Lançado como um filme menor após ter sido mutilado pela Universal Pictures, o filme conseguiu resistir à prova do tempo a ponto de em 1998, receber uma versão definitiva, mais próxima das intenções que Welles declarava em famoso memorando aos produtores na época. Hoje, “A Marca da Maldade” é considerado um dos grandes filmes do diretor e conta com atuações inspiradas do próprio Orson Welles, Charlton Heston, Janet Leigh, Akim Tamiroff, Joseph Calleia e Marlene Dietrich.
1:16:09
March 1, 2018
Episódio #81: Dicas Triplas do PFC #7
Alexandre e Fred voltam com força total para fazer mais um Dicas Triplas do PFC, no episódio número 81 deste Podcast. Hoje trazemos três ótimos filmes, um deles pouquíssimo visto fora de seu país e nunca lançado no Brasil. Abrimos os trabalhos com o filme italiano de Elio Petri, intitulado “Investigação Sobre um Cidadão Acima de Qualquer Suspeita” (Indagine su un cittadino al di sopra di ogni sospetto, 1970 - Tempo: 00:02:44) e depois adentramos terra quase virgem com “Here’s Your Life” (Här har du ditt liv, 1966 - Tempo: 00:26:50), filme pouquíssimo conhecido do sueco Jan Troell. Fechamos este áudio com o western americano de William A. Wellmann chamado “Consciências Mortas”(The Ox-Bow Incident, 1943 - Tempo: 00:53:58), um longa bastante diferente dentro do gênero “faroeste”. Como de costume, deixamos os “spoilers” separados para o final da audição (começam a partir de 01:12:02 de áudio). Desta maneira você fica à vontade para interromper a audição neste ponto, caso não tenha visto algum dos filmes e pode sempre retornar após seguir nossa dica e tiver visto estes ótimos filmes.
1:25:25
February 15, 2018
Episódio #80: Os Filmes de Ingmar Bergman - Parte 3
No episódio 80, Fred, Alexandre e o músico Willian de Andrade dão sequência à série de episódios sobre a filmografia e vida de Ingmar Bergman, diretor sueco que a esta altura já gozava de prestígio entre críticos e colegas de profissão. É durante este período que Bergman começa a colaborar com aquele que seria seu braço direito na direção de fotografia, o magnífico Sven Nykvist. Esta também é uma fase na carreira do diretor marcada por colaborações com seus atores mais memoráveis, como Bibi Andersson, Liv Ullmann, Max Von Sydow, Gunnar Björnstrand, Harriet Andersson, Gunnel Lindblom, Ingrid Thulin, Erland Josephson e muitos outros, em filmes como “Através de Um Espelho” (Såsom i en spegel, 1961), “Luz de Inverno” (Nattvardsgästerna, 1963), “O Silêncio” (Tystnaden, 1963), “Quando Duas Mulheres Pecam” (Persona, 1966) e “A Hora do Lobo” (Vargtimmen, 1968). Escute a penúltima parte de nossa maratona sobre o diretor sueco mais famoso da história.
2:03:51
February 1, 2018
Episódio #79: O Assalto ao Trem Pagador
Chegamos ao episódio 79, onde Fred e Alexandre contratam Marcos Noriega (do Podcast Masmorra Cine) para ajudá-los a solucionar “O Assalto ao Trem Pagador”, filme nacional dirigido por Roberto Farias e lançado em 1962. Os investigadores do Podcast Filmes Clássicos fazem de tudo para se aprofundar nesta produção brasileira que em muito lembra os melhores filmes policiais americanos do subgênero “filme de assalto”. O filme retrata com certa precisão o famoso assalto ao trem que levava o pagamento dos funcionários da ferrovia no Rio de Janeiro que foi magistralmente transposto para a tela grande por Roberto Farias. Estrelado por Reginaldo Farias, Eliezer Gomes, Luiza Maranhão e Grande Othelo, este clássico brazuca venceu a prova do tempo (muito embora seja pouco conhecido dos cinéfilos em geral) e por isso mesmo recebe merecidamente esta homenagem em áudio do PFC.
1:41:55
January 15, 2018
Episódio #78: E o Vento Levou
No episódio 78, Alexandre, Fred e Sergio Gonçalves juram nunca mais passar fome em outro Réveillon, nem que para isso precisem roubar comida de uma festa vizinha. Enquanto bebem uma cidra, eles discutem um dos maiores clássicos do cinema americano, o mais que famoso “E o Vento Levou” (Gone With The Wind, 1939) . Com produção de David O. Selznick e direção de Victor Fleming, George Cukor e Sam Wood, o longa sobreviveu à prova do tempo e até hoje é daqueles filmes que mesmo os “não-cinéfilos” já ouviram falar dele. Vivien Leigh, Clark Gable, Leslie Howard e Olivia de Havilland formam o quarteto principal que vive os personagens criados pela autora Margaret Mitchell, escritora de um dos maiores best-sellers americanos de todos os tempos. Vencedor de 8 estatuetas do Oscar e dois prêmios honorários, “E o Vento Levou” foi por muito tempo o maior vencedor de prêmios da Academia e até hoje se sustenta como a maior bilheteria do cinema, quando se corrigem os valores pela inflação.
1:50:01
January 1, 2018
Episódio #77: Os Irmãos Marx
Para finalizar o ano trazemos no episódio 77 a filmografia de um dos times de comédia mais caóticos do cinema americano. Fred e Alexandre se unem ao músico Pedro Bizelli para discutir os filmes deixados pelos hilariantes Irmãos Marx. Groucho e suas tiradas irônicas, Harpo e sua pantomima e Chico e seu sotaque italiano fizeram grande sucesso nos anos 30. Com seu humor anárquico e anti-establishment, os Irmãos Marx desfilavam um tipo de comédia um tanto avançada para seu tempo e bastante atual para os dias de hoje. Este episódio conta com clássicos como “Gênios da Pelota” (Horse Feathers, 1932), “Diabo à Quatro” (Duck Soup, 1933), “Uma Noite na Ópera” (A Night at the Opera, 1935), “Um Dia nas Corridas” (A Day At The Races, 1937) entre muitos outros.
1:30:13
December 15, 2017
Episódio #76: Os Filmes de Ingmar Bergman - Parte 2
No episódio 76, Alexandre e Fred se juntam novamente ao músico Willian de Andrade para tratar da filmografia de Ingmar Bergman e abordam o período que é considerado por muitos como sua fase mais prolífera no cinema. Por cerca de sete anos, o sueco escreveu e dirigiu filmes como “Noites de Circo” (Gycklarnas afton, 1953), “O Sétimo Selo” (Det sjunde inseglet, 1957), “Morangos Silvestres” (Smultronstället, 1957), “O Rosto” (Ansiktet, 1958) e “A Fonte da Donzela” (Jungfrukällan, 1960) que se tornariam obras apreciadas ao redor do mundo inteiro e que dariam a Bergman diversos prêmios e a fama de gênio que continua até os dias de hoje. Com exceção de “Morangos Silvestres”, que já foi tema de epísódio único em nosso podcast, debatemos todos os filmes entre “Noites de Circo” e “O Olho do Diabo” (Djävulens öga, 1960).
2:05:07
December 1, 2017
Episódio #75: Dicas Triplas do PFC #6
Depois de algum tempo voltamos a fazer o Dicas Triplas do PFC, neste que é o episódio de número 75. Alexandre e Fred partem para o sexto bate-papo onde indicam três ótimos filmes de nacionalidades diversas e que hoje são pouco lembrados entre os cinéfilos em geral: “A Embriaguez do Sucesso” (Sweet Smell of Sucess, 1957 - Tempo: 00:03:30), “O Portal do Inferno” (Jigokumon, 1953 - Tempo: 00:34:33) e “A Balada do Soldado” (Ballada o Soldate, 1959 - Tempo: 00:52:15) . O nosso ouvinte frequente sabe que não precisa se preocupar com os “spoilers” neste tipo de episódio, pois estes são cuidadosamente separados para o final (eles só começam a partir de 01:10:42 minutos de áudio). Desta maneira você fica à vontade para interromper a audição neste ponto, caso não tenha visto algum dos filmes e pode sempre retornar após seguir nossa dica e tiver visto estes ótimos filmes. Venha conosco conhecer e debater sobre mais alguns clássicos que o tempo não apagou!
1:26:40
November 15, 2017
Episódio #74: Casablanca
No episódio 74, Alexandre, Fred e o jornalista e blogueiro Rafael Amaral (Blog Palavras de Cinema) estão presos no Marrocos Francês e precisam de salvos-condutos para embarcar pra Lisboa e voltar ao Brasil. Enquanto esperam e esperam, se encontram no Rick’s Cafè para discutir um dos mais memoráveis clássicos do cinema americano, o romance “Casablanca” (1942), longa produzido pela Warner Brothers durante a Segunda Guerra Mundial e até hoje considerado um dos maiores filmes já realizados. Fundamental para estabelecer os atores Humphrey Bogart e Ingrid Bergman como estrelas de Hollywood, o longa foi dirigido por Michael Curtiz e produzido por Hal B. Wallis, que exerceu importante papel em manter de pé uma produção que começou sem nem mesmo ter um roteiro pronto. O resultado, um tanto inesperado, foi um clássico vencedor de importantes estatuetas no Oscar e um filme para ser apreciado por gerações futuras de cinéfilos.
1:31:50
November 1, 2017
Episódio #73: Os Filmes de Ingmar Bergman - Parte 1
No episódio 73, Fred e Alexandre convidam o músico Willian de Andrade para iniciar uma jornada de quatro episódios sobre a carreira e vida de um dos diretores mais respeitados da sétima arte, o sueco Ingmar Bergman. O cineasta possui extensa carreira, tendo dirigido cerca de 70 filmes entre o cinema e a televisão sueca. Ele também fez sucesso encenando mais de 170 peças de teatro e escrevendo cerca de 100 livros. O Podcast Filmes Clássicos começa essa série de homenagens tratando neste episódio das doze primeiras produções de Bergman, entre elas a sua estreia com “Crise” (Kris, 1946), aquele que é considerado o primeiro filme com sua marca autoral, “Juventude” (Sommarlek, 1951) e o longa mais aclamado deste período e que o tornou conhecido internacionalmente, intitulado “Mônica e o Desejo” (Sommaren med Monika, 1953).
2:01:53
October 15, 2017
Episódio #72: O Gabinete do Dr. Caligari
Este é o episódio número 72 e nele Alexandre e Fred recebem de volta o podcaster Marcos Noriega (Masmorra Cine) para mais um bate-papo sobre um clássico germânico. Desta vez adentramos o mundo distorcido e hipnótico daquele que é considerado por muitos o primeiro filme de terror e a película seminal do Expressionismo Alemão na telona. Com abordagem criativa em seus cenários e na estrutura de seu roteiro, “O Gabinete do Dr. Caligari” (Das Cabinet des Dr. Caligari, 1920) é um dos marcos do cinema mundial e possivelmente um dos filmes mais influentes da Sétima Arte. Com um time criativo de colaboradores como os roteiristas Hans Janowitz e Carl Mayer, o cenógrafo Hermann Warm, o lendário produtor Erich Pohmmer e as atuações de Werner Krauss (Dr. Caligari) e Conrad Veidt (Cesare), o diretor Robert Wienne conseguiu juntar todas as peças e montar um filme único que até hoje deslumbra espectadores e é objeto de estudo por todos que tem qualquer interesse pelo cinema como arte.
1:13:32
October 1, 2017
Episódio #71: A Trilogia de Apu
O cinema indiano chega ao Podcast Filmes Clássicos através da trilogia essencial de seu maior diretor. No episódio 71, Fred e Alexandre mergulham nos três filmes conhecidos como “A Trilogia de Apu”, obras-primas do cineasta bengali Satyajit Ray, um diretor muitas vezes comparado a outros titãs de seu tempo: Ingmar Bergman, Akira Kurosawa e Federico Fellini… Esta trinca de clássicos consiste nos fabulosos “A Canção da Estrada” (Pather Panchali, 1955), “O Invencível” (Aparajito, 1956) e “O Mundo de Apu” (Apur Sansar, 1959), películas que fizeram enorme sucesso ao redor do mundo e que até hoje são veneradas por cineastas, cinéfilos e críticos como clássicos fundamentais da sétima arte. Ao se distanciar do cinema de Bollywood, Satyajit Ray escreveu seu nome entre os grandes do cinema e atraiu os olhos do resto do mundo para a produção de seu país e de seu povo.
1:33:16
September 15, 2017
Episódio #70: Os Filmes de Akira Kurosawa - Parte Final
Alexandre e Fred chegam ao episódio 70 do Podcast Filmes Clássicos para fechar uma das mais influentes carreiras do cinema, a do diretor japonês Akira Kurosawa. Ao longo deste período, depois de viver momentos conturbados em sua vida pessoal, chegando até mesmo a tentativa de suicídio, Kurosawa conseguiu reerguer sua vida profissional com a ajuda de ilustres cineastas americanos e o resultado foi um ótimo fechamento para uma filmografia quase irretocável. Neste áudio, passamos por todos os seus filmes de 1963 a 1993, entre eles “Céu e Inferno” (Tengoku to jigoku, 1963), “O Barba Ruiva” (Akahige, 1965), “Kagemusha, A Sombra de um Samurai” (“Kagemusha”, 1980) e “Ran” (Ran, 1985). Outros como “Sonhos” (Yume, 1990), “Rapsódia em Agosto” (Hachi-gatsu no rapusodî, 1991) e seu último filme, “Madadayo” (Madadayo, 1993) também passam por aqui. Com este terceiro e último episódio sobre obra e vida de Akira Kurosawa, o Podcast Filmes Clássicos se torna o primeiro podcast brasileiro a se debruçar sobre a totalidade da carreira de um dos mais brilhantes diretores que o cinema conheceu.
1:56:48
September 1, 2017
Episódio #69: Solaris
Fred e Alexandre foram transportados para uma estação soviética no espaço, onde encontram o músico Pedro Bizelli e recebem a missão de analisar “Solaris” (Solyaris), ficção científica de 1972 realizada pelo renomado diretor russo Andrei Tarkovsky e até hoje considerado um de seus melhores filmes. Muitas vezes visto como uma resposta ao clássido de Stanley Kubrick, “2001, Uma Odisséia no Espaço”, o filme de Tarkovsky propõe outras reflexões e se preocupa em investigar o interior desconhecido do próprio ser humano, quando em contato com uma inteligência alienígena que não tem capacidade de compreender. Estrelado por Donatas Banionis e Nathalya Bondarchuk, o filme foi indicado à Palma de Ouro no Festival de Cannes em 1972 e acabou levando o grande prêmio do Júri naquela mesma oportunidade.
1:19:02
August 15, 2017
Episódio #68: Matar ou Morrer
No episódio 68, Alexandre e Fred esperam a chegada do trem do meio-dia que traz o cinéfilo Marcelo Rennó e juntos os três irão atrás de eliminar mais uma pendência da galeria do Podcast Filmes Clássicos. Chegou a vez – e a hora – de abordarmos o western americano intitulado no Brasil “Matar ou Morrer” (High Noon, 1952). Mais do que um simples faroeste, o filme se tornou um clássico absoluto do cinema sob a direção de Fred Zinnemann e a produção de Stanley Kramer. Gary Cooper, um ator em momento crítico na carreira, interpreta o delegado Will Kane, papel que lhe rendeu seu segundo e derradeiro Oscar. Grace Kelly assume seu primeiro papel de destaque no cinema e a partir deste filme irá decolar para o estrelato. Outros atores veteranos como Thomas Mitchell, Otto Krueger e Lon Channey Jr. compõe o brilhante elenco deste western-drama-suspense escrito para as telas por Carl Foreman, o roteirista que usou os problemas gerados pela caça aos comunistas como inspiração para o filme que até hoje é tido como um dos melhores do gênero.
1:13:23
August 1, 2017
Episódio #67: Dicas Triplas do PFC #5
No episódio 67, Alexandre e Fred adicionam mais três dicas à série “Dicas Triplas do PFC”. Este é o quinto bate-papo naquele formato do podcast, onde indicamos três ótimos filmes que hoje são pouco lembrados entre os cinéfilos em geral ou que fazem parte da filmografia de um diretor mas dentro dela são às vezes deixados pra um segundo momento. Os filmes abordados desta vez são: “O Inferno Branco do Piz Palü” (Die weiße Hölle vom Piz Palü, 1929 - Tempo: 00:03:09), “O Vento Será Tua Herança” (Inherit The Wind, 1960 - Tempo: 00:27:15) e “O Homem Elefante” (The Elephant Man, 1980 - Tempo: 00:49:43). Como de costume quando fazemos estas conversas que funcionam como dicas, separamos os spoilers para o final do episódio (eles só começam a partir de 01:13:49 de áudio) para que você tenha oportunidade de interromper a audição caso não tenha visto os filmes. Venha conosco redescobrir mais alguns clássicos esquecidos!
1:31:37
July 15, 2017
Episódio #66: Os Filmes de Akira Kurosawa - Parte 2
Alexandre e Fred chegam no episódio 66 acompanhados do podcaster Marcelo Zagnolli (TigreCast) para dar continuidade à expressiva carreira do diretor japonês Akira Kurosawa. Nesta jornada, passamos pela fase áurea do cineasta, com um conjunto de filmes que representam o que há de melhor em sua filmografia. Começamos com “Hakuchi, O Idiota” (Hakuchi, 1951) e fechamos com “Sanjuro” (Sanjuro, 1962) totalizando nove filmes neste período, entre eles os fenomenais “Viver” (Ikiru, 1952), “Trono Manchado de Sangue” (Kumonosu-jô, 1957), “A Fortaleza Escondida” (Kakushi-toride no san-akunin, 1958), “Homem Mau Dorme Bem” (Warui yatsu hodo yoku nemuru, 1960) e “Yojimbo, O Guarda-Costas” (Yojimbo, 1961). Lembramos que não incluímos aqui o filme “Os Sete Samurais”, pois este já foi debatido em episódio exclusivo no Podcast Filmes Clássicos.
2:39:13
July 1, 2017
Episódio #65: M, O Vampiro de Dusseldorf
Chegamos ao episódio 65 do Podcast Filmes Clássicos e a dupla Fred/Alexandre entram no submundo do crime devidamente acompanhados do podcaster Marcos Noriega (direto do Masmorra Cine) para tentar prender um dos assassinos seriais mais famosos do cinema, Hans Beckert, mais conhecido como “M, O Vampiro de Dusseldorf” (M, 1931). O clássico de Fritz Lang é alvo do nosso podcast, que hoje chega para discutir o legado do longa para o cinema falado e suas influências no film noir, subgênero americano no qual o diretor alemão será uma das peças chave, depois de chegar ao Estados Unidos fugindo da ascensão do nazismo em sua terra natal. Na Alemanha, M é até hoje considerado um dos principais filmes já produzidos no país e foi fundamental para a carreira do ator que protagonizou o assassino, Peter Lorre, que também fez considerável sucesso no cinema de Hollywood anos mais tarde, interpretando papéis em filmes como “Relíquia Macabra” e “Casablanca”.
1:20:40
June 15, 2017
Episódio #64: A Trilogia da Incomunicabilidade
O episódio 64 saiu no parto, após diversas incomunicabilidades e tentativas de gravar ao longo de três dias! Alexandre e Fred recebem novamente o poeta e músico Bruno Kohl para um bate-papo sobre a trilogia mais famosa de Michelangelo Antonioni, a chamada “Trilogia da Incomunicabilidade”, composta de três excelentes filmes: “A Aventura” (L’Avventura, 1960), “A Noite” (La Notte, 1961) e “O Eclipse” (L’Eclisse, 1962). Estes longas trouxeram uma nova forma de se utilizar a técnica cinematográfica, sugerindo outra maneira de se fazer cinema e por isso mesmo serviram de influência para diversos novos cineastas que surgiam na época e até hoje são celebrados como alguns do melhores filmes italianos. Grandes atores passam pela trilogia como Marcello Mastroianni, Jeanne Moreau, Alain Delon e – principalmente – Monica Vitti. Os filmes versam sobre a dificuldade do ser humano de se comunicar em diferentes estágios de um relacionamento a dois.
1:31:42
June 1, 2017
Episódio #63: Tubarão
O episódio 63 do Podcast Filmes Clássicos chega em águas turbulentas, com Alexandre e Fred recebendo a bordo dois voluntários para debater um dos maiores sucessos de bilheteria de todos os tempos e o primeiro filme a superar a marca de U$ 100 milhões em arrecadação nos Estados Unidos. O cinéfilo Sergio Gonçalves e a apresentadora do canal do Youtube, "Luz, Câmera, Arte", Rachel Rocha (primeira voz feminina a surfar nas ondas do PFC) se juntam ao barco para nos ajudar com "Tubarão" (Jaws, 1975), o clássico de Steven Spielberg que não só catapultou a carreira de um dos mais bem sucedidos diretores americanos, mas também promoveu o início do fim da chamada "Nova Hollywood". Acompanhe este papo imperdível sobre mais um clássico eterno do cinema mundial e traga seu colete salva-vidas e cilindro de oxigênio (de preferência acompanhado de um rifle) para embarcar no "Orca" com a gente! 
1:29:59
May 15, 2017
Episódio #62: Os Filmes de Akira Kurosawa - Parte 1
Este é o episódio 62, no qual Fred e Alexandre partem para o Japão onde começam uma saga de três episódios explorando a brilhante e influente filmografia do diretor nipônico Akira Kurosawa. Kurosawa-san teve sólida carreira por cerca de 50 anos e foi um dos responsáveis por abrir as portas do cinema asiático ao ocidente, contribuindo para o cinema de vários diretores contemporâneos como Steven Spielberg, George Lucas, Francis Ford Coppola, Martin Scorsese entre inúmeros outros. Neste primeiro episódio começamos com “A Saga do Judô” (Sugata Sanshiro, 1943) e seguimos por mais 10 longas de Kurosawa, até o filme de 1950, Rashomon (Vencedor do Festival de Veneza e de um prêmio especial da Academia, antes que existisse a categoria de Oscar para filme estrangeiro). Durante este período estão também outros grandes filmes como “Anjo Embriagado” (Yoidore Tesnhi, 1948) e “Cão Danado” (Nora Inu, 1949) e uma série de películas de menor importância, mas ainda assim de ótima qualidade, como “Duelo Silencioso” (Shizukanaru kettô, 1949) e “Nenhum Pesar por Nossa Juventude” (Waga seishun ni kuinashi, 1946), isso só pra citar alguns.
2:25:47
May 1, 2017
Episódio #61: A Ponte do Rio Kwai
O episódio 61 chega direto do Sri Lanka, com outro excelente filme, agora parte de nossa galeria de áudios. Alexandre e Fred recebem de volta o cinéfilo Marcelo Rennó para discutir a produção do filme anglo-americano “A Ponte do Rio Kwai” (The Bridge on the River Kwai, 1957), o filme anti-guerra de David Lean que o tornou um diretor famoso fora do Reino Unido. Este, que é o primeiro épico do cineasta, faturou 7 Oscars da Academia e até hoje é considerado um dos grandes clássicos do cinema. A produção de Sam Spiegel foi um sucesso absoluto de bilheteria e conseguiu recuperar todo o investimento feito, além de compensar todos os diversos problemas que surgiram ao longo das filmagens, realizadas num ambiente hostil e perigoso. Excelente direção, fotografia, roteiro, direção de arte, atuações soberbas e – principalmente – autenticidade são as principais características deste filmaço que agora consta da filmografia do Podcast Filmes Clássicos. Lembre-se de ouvir até o final, pois “há sempre o inesperado”!
1:15:17
April 15, 2017
Episódio #60: Os Filmes de F.W. Murnau
Fred e Alexandre viajam até a Alemanha no Episódio 60 para tratar da obra de Fredrich Wilhelm Murnau, um dos grandes expoentes do cinema mundial, nome fundamental do expressionismo alemão e um dos maiores diretores do cinema mudo. F. W. Murnau – como era mais conhecido – fez clássicos como “Nosferatu – Uma Sinfonia do Horror” (Nosferatu, eine Symphonie des Grauens, 1922), “A Última Gargalhada” (Der letzte Mann, 1924), “Fausto” (Faust: Eine deutsche Volkssage, 1926) e “Tabu” (Tabu: A Story of the South Seas, 1931), todos estes tratados neste episódio. É dele também um dos filmes mais importantes do cinema mudo americano, “Aurora” (Sunrise: A Song of Two Humans, 1927) película esta que já foi tema do Podcast Filmes Clássicos no episódio 31 e que portanto fica de fora deste áudio sobre a carreira e vida de Murnau.
1:54:08
April 1, 2017
Episódio #59: Os Filmes de Luchino Visconti - Parte Final
Concluímos a filmografia de Luchino Visconti neste que é o 59º episódio do PFC. Alexandre e Fred voltam a falar do cineasta italiano, debatendo todos os filmes que não foram abordados no primeiro episódio e passam por algumas de suas melhores obras, como “Rocco e Seus Irmãos” (Rocco e i suoi fratelli, 1960), “O Leopardo” (Il gattopardo, 1963), “Morte em Veneza” (Morte a Venezia, 1971) entre outras, como “Vagas Estrelas da Ursa”(Vaghe Stelle dell’Orsa, 1965) e “Os Deuses Malditos”(La Caduta Degli Dei, 1969). Se a primeira parte desta série do Podcast Filmes Clássicos focou na faceta mais “neo-realista” de Visconti, este episódio em particular se caracteriza em boa parte por filmes de época que estão entre dos melhores do cinema mundial.
1:37:38
March 15, 2017
Episódio #58: Doze Homens e Uma Sentença
Episódio 58, no qual Alexandre e Fred são expulsos da sala do juri de “Doze Homens e Uma Sentença” e mesmo assim se encontram para conversar sobre o magnífico Twelve Angry Men, filmaço de 1957 que marcou a estreia no cinema do diretor americano Sidney Lumet. Escrito originalmente para a TV, o filme ganhou vida depois que o astro Henry Fonda decidiu produzi-lo independentemente, convocando Lumet para dirigir e o autor da teleplay, Reginald Rose, para assinar o roteiro e co-produzir o longa. Indicado a três Oscars (filme, direção e roteiro) e estudado por escolas de administração mundo afora, “12 Homens” é até hoje um dos grandes clássicos do cinema e não poderia deixar de ser julgado pelo tribunal do Podcast Filmes Clássicos. Quer saber nosso veredito final? Escute mais este episódio de nosso cast…
1:25:11
March 1, 2017
Episódio #57: A Malvada
No episódio 57, Fred e Alexandre retornam para caguetar tudo sobre a Eve, a personagem de Anne Baxter no clássico americano “A Malvada” (All About Eve, 1950), filmaço de 1950 dirigido por Joseph L. Mankiewicz e estrelado por Bette Davis em um de seus melhores papéis em Hollywood, como Margo Channing, uma diva do teatro que tem sua posição cobiçada pela fã Eve Harrington. O longa é até hoje um dos recordistas em indicações ao Oscar, quando teve 14 oportunidades de faturar a estatueta (só Titanic e La La Land conseguiram este feito até a presente data). Independente do prestígio alcançado na época, “A Malvada” continua encantando novos cinéfilos por suas atuações e roteiro bem amarrado.
1:10:33
February 15, 2017
Episódio #56: Gangsters - Os Clássicos
Os criminosos andam soltos no episódio 56 do Podcast Filmes Clássicos e Alexandre e Fred têm a missão de informar nossos ouvintes sobre o período mais produtivo do gênero, os chamados “filmes de gangsters“, que datam do final dos anos 20 e início dos 30. Trazemos uma coleção de clássicos desse subgênero do filme criminal, entre eles “Alma no Lodo” (Little Caesar, 1931), “Inimigo Público” (Public Enemy, também de 31), “Scarface – A Vergonha de uma Nação” (Scarface, 1932), “Anjos de Cara Suja” (Angels With Dirty Faces, 1938), “Heróis Esquecidos” (The Roaring Twenties, 1939) entre outros. Geralmente estrelados por Edward G. Robinson, James Cagney e/ou Humphrey Bogart e produzidos pelo estúdio Warner Bros., estes longas são retratos de suas épocas e trazem personagens que foram os precursores da figura moderna do anti-herói.
1:54:01
February 1, 2017
Episódio #55: Os Filmes de Luchino Visconti - Parte 1
No episódio 55, Alexandre e Fred introduzem mais uma filmografia na lista de episódios do Podcast Filmes Clássicos, desta vez contando com a presença ilustre de Fernando Brito, curador da Versátil e profundo conhecedor do cinema italiano. O cineasta Luchino Visconti tem a primeira parte de sua obra dissecada neste episódio, que vai desde seu primeiro longa metragem, “Obsessão” (Ossessione, 1943) até o belíssimo “Noites Brancas” (Le Notti Bianche, 1957), película de maravilhosa fotografia assinada por Giuseppe Rotunno. Passamos por todos os filmes deste período, inclusive nos atendo a outros importantes longas como “A Terra Treme” (La Terra Trema, 1948) e “Sedução da Carne” (Senso, 1954), seu primeiro filme colorido. Conheça a obra de um dos mais importantes diretores do cinema e um dos expoentes máximos do cinema italiano.
2:18:56
January 15, 2017
Episódio #54: O Poderoso Chefão - A Trilogia
Viramos o ano com mais uma trilogia para nossa coleção, desta vez Fred e Alexandre recebem de volta Sergio Gonçalves e o podcaster Marcelo Zagnoli (TigreCast) para trocar algumas palavras sobre uma das mais incríveis trilogias do cinema clássico! O primeiro filme dos três dirigidos por Francis Ford Coppola foi baseado no romance homônimo de Mario Puzo e foi lançado em 1972 com o título de “O Poderoso Chefão” (The Godfather). Em 1974, após muita conversa com a Paramount, Coppola aceita dirigir o segundo filme, desta vez com maior controle da produção e assim surge “O Poderoso Chefão – Parte II” (The Godfather – Part 2). Dezesseis anos mais tarde o próprio diretor aceita novo convite para produzir, dirigir e roteirizar a terceira parte desta fantástica trilogia, resultando no longa “O Poderoso Chefão – Parte 3 (The Godfather – Part 3, 1990). Seja parte da família do Podcast Filmes Clássicos e aceite esta proposta que você não poderá recusar: escute este episódio em troca de cultura cinematográfica e entretenimento!
2:41:21
January 1, 2017
Episódio #53: Bond Clássico - Parte 2
O episódio 53 é sobre o que entendemos ser a segunda parte “clássica” da franquia 007. Alexandre e Fred recebem de volta Marcelo Rennó para debater os sete filmes estrelados pelo ator Roger Moore. Começamos em “Com 007, Viva e deixe Morrer” e seguimos por “007 Contra o Homem com a Pistola de Ouro” (The Man With The Golden Gun, 1974), “007, O Espião Que Me Amava” (The Spy Who Loved Me, 1977), “007 Contra o Foguete da Morte” (Moonraker, 1979), “007, Somente Para Seus Olhos” (For Your Eyes Only, 1981), “007 Contra Octopussy” (Octopussy, 1983) e terminamos com “007 Na Mira dos Assassinos” (A View To a Kill, 1985). Exploramos também a produção paralela que teve Sean Connery de volta na pele do agente secreto James Bond em 1983, no filme “007, Nunca Mais Outra Vez (Never Say Never Again, 1983).
2:11:35
December 15, 2016
Episódio #52: O Terceiro Homem
Na Viena do pós-guerra, Fred e Alexandre buscam descobrir quem é “O Terceiro Homem”, no filme do britânico Carol Reed intitulado originalmente de “The Third Man” (1949). Co-produzido por Estados Unidos e Reino Unido, este clássico é por vezes subestimado quando se compila uma lista dos maiores filmes do cinema, mas é invariavelmente lembrado como um dos três maiores longas ingleses de todos os tempos. Estrelado por Joseph Cotten, Alida Valli, Orson Welles e Trevor Howard, muitas vezes etiquetado na prateleira dos film noir, “O Terceiro Homem” é um filme essencial que transcende gêneros e que todo cinéfilo deveria ver e rever ao longo de sua vida. A produção levou o Oscar de melhor fotografia em 1951, o Gran Prix do Festival de Cannes em 1949 e o BAFTA de melhor filme em 1950.
1:35:38
December 1, 2016
Episódio #51: Os Filmes de Billy Wilder - Parte Final
Este é o episódio 51, no qual Fred e Alexandre concluem a filmografia completa do mestre Billy Wilder. No último de uma série de três episódios, os dois podcasters iniciam o bate-papo analisando o filme de 1960 e ganhador de Oscar de melhor filme, “Se Meu Apartamento Falasse” (The Apartment) e seguem por “Cupido Não Tem Bandeira” (One, Two, Three, 1961), “Irma La Douce” (1963), “Beija-me Idiota” (Kiss Me, Stupid, 1964), “Uma Loura Por Um Milhão” (The Fortune Cookie, 1966), “A Vida Íntima de Sherlock Holmes” (The Private Life of Sherlock Holmes, 1970), “Avanti!… Amantes à Italiana” (Avanti!, 1972), “A Primeira Página” (The Front Page, 1974), “Fedora” (1978) e seu último filme, “Amigos, Amigos, Negócio à Parte” (Buddy, Buddy, 1981). A carreira brilhante de Billy Wilder está agora completa nos arquivos do Podcast Filmes Clássicos!
1:47:18
November 15, 2016
Episódio #50: Um Corpo Que Cai
Nesta marca importante de nosso podcast não poderíamos deixar de fazer algo especial! Promovemos uma eleição entre nossos ouvintes, que primeiro indicaram 10 filmes e depois votaram para eleger “Um Corpo Que Cai” (Vertigo, 1958) como o assunto a ser debatido no nosso episódio #50. Não perdemos tempo e convocamos o quarteto original do Podcast Filmes Clássicos para dar conta desse bate-papo: Marcelo, Sergio, Fred e Alexandre se reuniram para gravar nosso quinquagésimo áudio sobre o que talvez seja o melhor filme do cineasta inglês Alfred Hitchcock, o chamado “Mestre do Suspense”. Vertigo foi eleito por nossos ouvintes, mas quatro anos antes já havia sido consagrado pela crítica cinematográfica mundial que o elegeu, através da revista Sight & Sound, como o primeiro de sua lista de melhores filmes da sétima arte, desbancando o longo reinado de “Cidadão Kane”. Dito isto, vamos ouvir o cast e rever o filme!
1:35:36
November 1, 2016
Episódio #49 - Fellini 8 1/2
Fred e Alexandre vão desta vez para Itália onde revisitam o clássico absoluto de Federico Fellini, “Oito e Meio”. O filme de 1963, intitulado “Otto e Mezzo” em seu idioma original, é possivelmente um dos marcos do cinema mundial, delineou os filmes auto-biográficos do diretor que vieram a seguir e serviu de inspiração para todo cineasta que vez ou outra esbarrou com uma crise de criatividade ao longo de sua carreira. Marcello Mastroianni faz o papel de Guido, o alter ego de Fellini na tela, que através de suas memórias, delírios e devaneios – enquanto tenta produzir seu próximo filme – nos revela um Fellini complexo, tentando lidar com suas frustrações abertamente. Vencedor do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro e aclamado mundialmente até hoje, “8 1/2” é uma obra-prima que não teria como ficar de fora do PFC.
1:13:54
October 15, 2016
Episódio #48 - Os Filmes de Carl Th. Dreyer - Parte Final
Fred e Alexandre voltam com Fernando Brito, curador da Versátil (uma das melhores distribuidoras de home video do Brasil e que lançou recentemente o box “A Arte de Carl Th. Dreyer”) para discutir a seleta filmografia do diretor dinamarquês Carl Th. Dreyer, agora completando a obra deste grande cineasta em nossa galeria. Neste segundo e último episódio desta série, o Podcast Filmes Clássicos passa brevemente por seus curtas e analisa os filmes “Dias de Ira” (Vredens Dag, 1943), “A Palavra” (Ordet, 1955) e seu último trabalho, “Gertrud” (Gertrud, 1964). Carl Theodor Dreyer foi influência para diversos cineastas de seu tempo, como Jean Luc Goddard, Eric Rohmer, Andrei Tarkovski entre tantos outros.
1:14:35
October 1, 2016
Episódio #47 - Os Filmes de Carl Th. Dreyer - Parte 1
Alexandre e Fred contam com um convidado muito especial, Fernando Brito, curador da Versátil (uma das melhores distribuidoras de home video do Brasil e que lançou recentemente o box “A Arte de Carl Th. Dreyer”) para discutir a seleta filmografia do diretor dinamarquês Carl Th. Dreyer, um cineasta que filmava pouco mas dizia muito através de seus filmes, muitos deles com elaborados trabalhos de câmera e planos bem compostos. Principal nome da sétima arte na Dinamarca, influência para conterrâneos contemporâneos como Lars Von Trier, Thomas Vinterberg e muitos outros diretores mundo afora, Dreyer foi roteirista e depois diretor no cinema mudo e prosseguiu no cinema falado onde dirigiu alguns excelentes filmes até a década de 60. Neste episódio, trazemos a primeira parte de nosso bate-papo com Fernando Brito, com quem conversamos sobre a biografia de Dreyer e dois de seus melhores longas: “O Martírio de Joana d’Arc” (Le Passion de Jeanne d’Arc, 1928) e “O Vampiro” (Vampyr, 1932).
1:32:24
September 15, 2016
Episódio #46 - Dicas Triplas do PFC #4
No episódio 46, Alexandre e Fred adicionam mais três dicas à série “Dicas Triplas do PFC”. Este é o quarto bate-papo naquele formato do podcast, onde indicamos três ótimos filmes que hoje são pouco lembrados entre os cinéfilos em geral. Seguindo nossa tradição dos “dicas triplas”, são longas de três nacionalidades diferentes: um britânico (“Uma Casa em Dartmoor” – A Cottage on Dartmoor), um americano (“O Matador” – The Gunfighter) e um espanhol (“A Caça” – La Caza). E também como de costume, separamos os spoilers para o final do episódio (eles só começam a partir de 1 hora e 3 minutos de áudio) para que você tenha oportunidade de interromper a audição caso não tenha visto os filmes. Venha conosco redescobrir mais alguns clássicos esquecidos!
1:19:53
September 1, 2016
Episódio #45: Bond Clássico - Parte 1
O episódio 45 chega embalado pela ação e aventura da franquia 007 e nele Alexandre e Fred recebem um dos membros originais do PFC: Marcelo Rennó volta ao podcast para debater os sete primeiros filmes da série. Decidimos abordar os filmes clássicos de James Bond em dois episódios, o primeiro deles passa por todos os filmes desde “007 contra o satânico Dr. No” (Dr. No, 1962) até “007 – Os Diamantes São Eternos” (Diamonds Are Forever, 1971), abordando assim os filmes com Sean Connery e George Lazenby. A segunda parte, que gravaremos num futuro próximo, focará nos filmes com o ator Roger Moore como o agente secreto. Embarque na descontração, entretenimento e mentirada dessa que é uma das maiores franquias de sucesso do cinema de todos os tempos e que está ativa há mais de 50 anos.
1:47:13
August 15, 2016
Episódio #44 - Os Incompreendidos
O episódio número 44 do PFC traz mais um convidado especial para falar de um dos filmes seminais do movimento francês conhecido por Nouvelle Vague. Os podcasters Alexandre e Fred recebem o músico e cinéfilo catarinense Bruno Kohl para debater o primeiro longa-metragem dirigido por François Truffaut e intitulado no Brasil de “Os Incompreendidos” (Les Quatre Cents Coup, 1959). Este filme auto-biográfico lançou a carreira de Jean-Pierre Léaud, ator que ficaria famoso interpretando o alter ego do diretor – o personagem Antoine Doinel – em mais quatro filmes dirigidos por ele. O longa foi indicado ao Oscar de melhor roteiro e também à Palma de Ouro em Cannes, onde faturou o prêmio de melhor direção para o ex-crítico e estreante na direção, François Truffaut.
1:21:51
August 1, 2016
Episódio #43 - Relíquia Macabra
Episódio especial no PFC! Fred e Alexandre comemoraram os 75 anos de lançamento deste clássico do cinema policial fazendo algo diferente no Podcast Filmes Clássicos: um episódio que está totalmente sincronizado com o filme e serve de trilha de comentários, bastando para isso ser ouvido ao mesmo tempo em que o filme é tocado pelo seu DVD/Blu-Ray. O episódio se inicia com o som do logo da Warner (assim como no filme) e segue a partir daí com nossos comentários fazendo companhia a você ao longo de toda a projeção. “Relíquia Macabra” AKA “O Falcão Maltês“ (The Maltese Falcon, 1941) é um dos maiores clássicos do cinema e muitas vezes é apontado como o grande precursor do film noir, subgênero tipicamente americano que se solidificou ao longo das décadas de 40 e 50. Dirigido pelo estreante John Huston, baseado no romance homônimo de Dashiell Hammet e estrelado por Humphrey Bogart, Mary Astor, Sydney Greenstreet e Peter Lorre, foi peça fundamental na carreira de todos estes e hoje chega ao Podcast Filmes Clássicos em edição de luxo ao custo de muito trabalho. Aproveitem!
1:40:22
July 15, 2016
Episódio #42 - Os Filmes de Billy Wilder - Parte 2
No episódio 42, Alexandre e Fred retornam à filmografia do mestre Billy Wilder para concluir a segunda parte de uma série de três episódios. Desta vez focamos a década de 50 e passamos por oito filmes do diretor, explorando mais profundamente o clássico film noir “A Montanha dos Sete Abutres” (Ace in the Hole, 1951), um dos maiores sucessos de bilheteria do diretor, chamado no Brasil de “Inferno Nº 17” (Stalag 17, 1953), o engenhoso “Testemunha da Acusação” (Witness for the Prosecution, 1957), que foi adaptado de uma peça de Agatha Christie e o hilário “Quanto Mais Quente Melhor” (Some Like It Hot, 1959), considerado uma das melhores comédias do cinema. Completam este episódio os filmes “Sabrina”, “O Pecado Mora ao Lado”, “Águia Solitária” e “Amor na Tarde”.
1:53:40
July 1, 2016
Episódio #41 - Cidadão Kane
No episódio de hoje, Fred e Alexandre recebem o primeiro convidado especial do PFC, o podcaster Marcelo Zagnoli (TigreCast) e juntos investigam os segredos do excepcional “Cidadão Kane” (Citizen Kane, 1941), filme do estreante Orson Welles, garoto prodígio que chega à Hollywood com apenas 24 anos, dirige seu primeiro longa-metragem e muda a história do cinema para sempre. A produção americana da RKO, que durante muito tempo se manteve no topo da lista de melhor filme já feito, finalmente chega ao Podcast Filmes Clássicos em episódio especial com mais de duas horas de duração. Entretanto, é nossa opinião que foi pouco tempo para um filme de tamanha estatura e importância, pois é um dos poucos que podemos dizer com certeza que influenciou tudo que veio a seguir. Embarque nesta viagem à Xanadu atrás da identidade do verdadeiro Charles Foster Kane!
2:21:17
June 15, 2016
Episódio #40 - O Tesouro de Sierra Madre
No episódio 40, Alexandre e Fred sobem a montanha mais alta de Durango atrás d’O Tesouro de Sierra Madre (“The Treasure of the Sierra Madre”), clássico americano de 1948 e um dos melhores filmes produzidos pela Warner Brothers. Dirigido por John Huston e estrelado por seu pai Walter Huston – que divide a tela com Humphrey Bogart, Tim Holt e Bruce Bennett – o longa conquistou três estatuetas da Academia na cerimônia de 1949, levando para casa os Oscars de direção e roteiro (para John Huston) e ator coadjuvante (para Walter Huston). Até hoje celebrado como um dos melhores filmes americanos já feitos, referenciado e reverenciado ao longo dos tempos, “O Tesouro de Sierra Madre” é um clássico obrigatório e como tal não poderia ficar muito tempo de fora da galeria do Podcast Filmes Clássicos. PS: Cuidado com suas botas!
1:23:57
June 1, 2016
Episódio #39 - Dicas Triplas do PFC #3
No episódio 39, Fred e Alexandre dão continuidade à série “Dicas Triplas do PFC”, trazendo mais três ótimos filmes que consideram esquecidos e que merecem uma conferida pelo cinéfilo que quer descobrir novas filmografias ou apenas busca dicas de filmes interessantes para completar o próximo final de semana: “Os Profissionais do Crime” (Le Deuxième Souflle), “Saco & Vanzetti” e “A Tortura do Medo” (Peeping Tom). Embarque conosco em mais este episódio e vá descobrindo os filmes à medida que formos conversando, ou então, tente adivinhar quais são os longas a partir das fotos abaixo. Mas relaxe, como de costume nesta série de episódios, separamos os spoilers para o final e eles só começam a aparecer depois de 1 hora e 11 minutos de audição. Divirta-se!
1:25:03
May 15, 2016
Episódio #38 - Contos da Lua Vaga
Alexandre e Fred surgem como fantasmas no Episódio 38 para conversar sobre o excelente “Contos da Lua Vaga” (Ugetsu Monogatari, 1953), filme japonês dirigido por Kenji Mizoguchi e que foi – ao lado de Rashômon, de Akira Kurosawa – um dos responsáveis por tornar o cinema nipônico popular no ocidente na década de 50. Cultuado por cineastas de todo o mundo e principalmente pelos franceses da Nouvelle Vague, este clássico oriental, produzido durante a chamada “era de ouro” do cinema japonês, mereceu o Leão de Prata que conquistou no Festival de Veneza e agora faz por merecer também um episódio no Podcast Filmes Clássicos inteiramente dedicado a ele e a um dos maiores diretores do Japão, o Sr. Mizoguchi, autor de outra obras memoráveis como “Oharu – Vida de uma Cortesã” e “O Intendente Sanshô“.
1:13:26
May 1, 2016
Episódio #37 - Os Filmes de Billy Wilder - Parte 1
No episódio 37, Fred e Alexandre voltam a trabalhar com a filmografia de um grande nome do cinema mundial, o escolhido da vez é Billy Wilder, austro-húngaro que fez brilhante carreira nos Estados Unidos onde começou roteirista e terminou diretor, roteirista e produtor. No primeiro de três episódios desta série sobre o cineasta, abordamos desde seu primeiro trabalho na direção, quando co-dirigiu o filme francês “A Semente do Mal” (Mauvaise Graine, 1934) até um de seus mais aclamados filmes, o clássico absoluto “Crepúsculo dos Deuses” (Sunset Blvd., 1950), que junto com “As Cinco Covas do Egito” (Five Graves to Cairo, 1943), “Pacto de Sangue” (Double Indemnity, 1944) e “Farrapo Humano” (The Lost Weekend, 1945) representam seus melhores trabalhos no período. Venha conhecer mais da carreira de Billy Wilder, realizador que como poucos sabia transitar entre diversos gêneros, sempre com roteiros inteligentes e diálogos arrojados.
2:08:00
April 15, 2016
Episódio #36 - Ladrões de Bicicletas
A Itália neo-realista está bem representada no episódio 36, em que Alexandre e Fred revisitam o excepcional clássico da década de 40 intitulado “Ladrões de Bicicletas” (“Ladri di biciclette“, 1948). Dirigido por Vittorio De Sica e com roteiro de Cesare Zavattini e do próprio diretor (entre outros), o longa é um dos grande expoentes de um dos mais importantes e influentes movimentos cinematográficos da história do cinema mundial, o chamado “neo-realismo italiano”. Ancorado numa história simples, o filme de De Sica nos atinge de forma contundente e nos faz imergir na Roma do pós-guerra através dos detalhes realistas e da linguagem crua e direta que caracterizavam esta nova forma de se fazer cinema, que havia nascido antes com filmes como “Obsessão” (Visconti, 1943) e “Roma, Cidade Aberta” (Rossellini, 1945). “Ladrões” recebeu um Oscar especial (na época não havia a categoria de “melhor filme estrangeiro”) e também faturou o BAFTA e o Globo de Ouro de melhor filme estrangeiro. Foi eleito o melhor filme do cinema mundial na primeira lista organizada pela revista “Sight & Sound” em 1952.
1:27:06
April 1, 2016
Episódio #35 - Rastros de Ódio
No episódio 35, Fred, Alexandre, Sergio e o Podcast Filmes Clássicos voltam ao velho oeste norte-americano em busca de mais informações sobre o excelente western dirigido por John Ford em 1956, intitulado “Rastros de Ódio” (The Searchers). Hoje reconhecido como um dos melhores filmes do cinema mundial (ocupa a sétima colocação da lista da revista Sight & Sound), o longa foi esnobado pela Academia no Oscar de 1957 e recebeu recepção fria dos críticos na época. Com o passar do tempo, diretores da “Nova Hollywood” como Spielberg, Scorsese, Bogdanovich, entre outros, demonstraram em suas obras, seu apreço pelo filme, o que em muito serviu para aumentar a popularidade da película. Com um roteiro baseado numa história real e uma fotografia deslumbrante em VistaVision, este se tornou um dos maiores westerns já feitos e agora está devidamente homenageado em nosso podcast.
1:24:44
March 15, 2016
Episódio #34 - Os Filmes de Masaki Kobayashi
No episódio número 34 voltamos ao Japão, desta vez para analisarmos a filmografia do excelente diretor Masaki Kobayashi. Alexandre e Fred se juntam mais uma vez e passam por todos os 22 filmes do diretor, porém se aprofundam em quatro ótimos filmes que se destacam na carreira de Masaki Kobayashi: a trilogia “Guerra e Humanidade” (Ningen no Jôken, 1959/1961), sua obra-prima, “Harakiri” (Seppuku, 1962), seu primeiro filme a cores, “As 4 Faces do Medo” (Kaidan, 1964) e o ótimo chambara com Toshirô Mifune, “Rebelião” (Jôi-uchi: Hairyô tsuma shimatsu, 1967). Mesmo que você não tenha visto nenhum destes filmes, ainda assim está convidado a ouvir este episódio (no qual evitamos ao máximo os spoilers), pois com certeza você poderá descobrir grandes filmes!
2:00:31
March 1, 2016
Episódio #33 - O Pagador de Promessas
Chegou a vez do cinema brasileiro no Podcast Filmes Clássicos! No episódio #33, Alexandre, Fred e Sergio revisitam um grande filme brasileiro, o longa nacional mais premiado internacionalmente e até hoje único filme da América Latina a ganhar a Palma de Ouro no Festival de Cannes: O Pagador de Promessas, de 1962. Dirigido pelo então galã Anselmo Duarte, foi a estréia de Leonardo Villar e Glória Menezes no cinema e lançou também a carreira de importantes atores como Othon Bastos, Geraldo Del Rey e Antônio Pitanga. Um drama inteligente baseado na peça homônima de Dias Gomes que propõe reflexões sobre a intolerância religiosa e a natureza aproveitadora do homem.
1:15:09
February 15, 2016
Episódio #32 - Dicas Triplas do PFC #2
Neste episódio #32 retomamos a série “Dicas Triplas do PFC”, em que Alexandre, Fred e Sergio trazem três indicações de filmes (um por cada participante) que consideramos que deveriam ser mais conhecidos pelos cinéfilos em geral. Os três longas indicados têm nacionalidades diferentes e um deles é de um diretor bastante famoso:”Ensaio de um Crime“, de Luís Buñuel; “Grisbi, Ouro Maldito“, de Jacques Becker e “Divórcio à Italiana“, de Pietro Germi. Nossa intenção aqui é que aqueles que não assistiram os filmes indicados fiquem livres dos spoilers e, por isso, reservamos eles para o fim do episódio (as revelações começam com 57 minutos e 50 segundos). Espero que gostem das escolhas desta vez!
1:14:00
February 1, 2016
Episódio #31 - Aurora
O episódio 31 do Podcast Filmes Clássicos traz Sergio, Alexandre e Fred debatendo o que muitos consideram como um dos grandes filmes do cinema mudo, o clássico americano do diretor alemão F.W. Murnau, “Aurora“, de 1927. Realizado no final da era silenciosa do cinema, “Sunrise, A Song of Two Humans“, como se chamou em sua língua natal, é um perfeito exemplo de como os filmes estavam desenvolvidos em termos de linguagem cinematográfica às vésperas da grande virada tecnológica que mudaria para sempre a sétima arte: a invenção do cinema falado. O uso de superposição de imagens, movimentos de carrinho (chamados “travelling” ou “dolly shots“), perspectiva forçada, iluminação expressionista e outros recursos estéticos tornam as imagens em “Aurora” memoráveis e, junto com uma história simples, fazem deste um clássico do cinema mudo, o primeiro a receber destaque individual em nosso podcast.
55:26
January 15, 2016
Episódio #30 - Os Sete Samurais
O primeiro episódio de 2016 é o trigésimo do Podcast Filmes Clássicos. Nele, Fred e Alexandre pegam uma ponte aérea para o Japão, onde passam o réveillon ao lado de Akira Kurosawa, Toshirô Mifune e Takashi Shimura, debatendo um dos maiores e mais influentes filmes de todos os tempos, “Os Sete Samurais” (Shichinin no Samurai), clássico japonês lançado em 1954. Eleito pela revista japonesa Kinema Jumpo como o segundo melhor filme do país no século XX, este filmaço influenciou todos os filmes de ação que vieram depois dele e inspirou cineastas como George Lucas, Francis Ford Coppola, Steven Spilberg e Martin Scorsese.
1:47:06
January 1, 2016
Episódio #29 - A Felicidade Não Se Compra
O episódio #29 traz Alexandre, Sergio e Fred celebrando o natal com o emocionante clássico do diretor Frank Capra, que no Brasil se intitulou “A Felicidade Não Se Compra“. A película nem sempre teve a popularidade que hoje alcançou: na época de seu lançamento, “It’s a wonderful life” obteve uma recepção um tanto morna nas bilheterias americanas, no natal de 1946. Apesar de contar com o astro James Stewart no papel principal e um elenco recheado de ótimos coadjuvantes, foi só com o tempo e com uma boa ajuda da televisão, quase 30 anos depois de seu lançamento, que este inesquecível drama natalino passou a figurar entre os grandes clássicos do cinema mundial, daqueles que todo cinéfilo já viu e – quase sempre – tem vontade de rever. Hi-Haw e Feliz Natal!
59:25
December 15, 2015
Episódio #28 - Os Filmes de Stanley Kubrick - Parte Final
Estamos de casa cheia no episódio #28, onde Marcelo, Fred, Alexandre e Sergio abordam a última parte da brilhante carreira do diretor americano Stanley Kubrick, quando dirigiu Barry Lyndon (1975), O Iluminado (The Shining, 1980), Nascido Para Matar (Full Metal Jacket, 1987) e seu último filme, De Olhos Bem Fechados (Eyes Wide Shut, 1999). Esses quatro ótimos filmes fecham nossa trilogia de episódios que lidam com toda a obra de Kubrick, um dos mais versáteis diretores americanos, bem à frente de seu tempo. Ele filmou pouco, mas muito fez para mudar tudo que veio depois.
2:04:02
December 1, 2015
Episódio #27 - Dicas Triplas do PFC #1
Fred, Sergio e Alexandre voltam no episódio #27 para inaugurar uma série de áudios que se propõe a servir como dica para nossos ouvintes. Esta é a primeira entrada da série que trará sempre três indicações de filmes (um por cada participante) que consideramos que deveriam ser mais conhecidos pelos cinéfilos em geral. Neste episódio os filmes abordados são “O Jardim dos Finzi-Contini”, “Planeta Proibido” e “A Batalha de Argel”. Não são filmes obscuros, mas também não são longas que geralmente são lembrados quando alguém se propõe a discutir cinema clássico num podcast. Nossa intenção aqui é que aqueles que não assistiram os longas indicados, se interessem por conferi-los e portanto tivemos uma preocupação especial em separar os spoilers para o fim do episódio (as revelações começam com 1:12:40 de episódio). Escute, divirta-se, informe-se, veja os filmes e – principalmente – diga para nós o que achou das dicas! Gostou mais de uma do que de outra? Gostaríamos de saber!
1:51:55
November 15, 2015
Episódio #26: O Salário do Medo
No episódio #26, Sergio, Alexandre e Fred precisam superar as dificuldades de suas respectivas cidades latino-americanas para comentar sobre mais um excelente clássico do cinema mundial, desta vez o thriller francês “O salário do medo” (“Le salaire de la peur“, 1953), do diretor Henri-Georges Clouzot. O longa, que foi o primeiro a levar para casa a Palma de Ouro em Cannes juntamente com o Urso de Ouro no Festival de Berlim, conta com grandes atuações de Yves Montand, em seu primeiro papel de destaque e do veterano Charles Vanel, dois dos quatro motoristas que devem transportar dois caminhões com cargas de nitroglicerina por uma estrada tortuosa. O filme, sob esta premissa e a brilhante direção de Clouzot, se torna inesquecível e tenso até o seu final, resultando num clássico do suspense e num melhores filmes franceses já feitos.
1:14:24
November 1, 2015
Episódio #25 - Morangos Silvestres
Chegamos ao episódio #25, no qual Fred, Sergio e Alexandre viajam para a Suécia de Ingmar Bergman, revisitando um de seus melhores trabalhos e certamente uma de suas mais pessoias obras-primas. O excelente Morangos Silvestres (“Smultronstället“), filme produzido em 1957 logo após “O Sétimo Selo“, conta com as grandes atuações de Victor Sjöström – interpretando o amargurado Dr. Isak Borg – e Ingrid Thulin, sua nora Marianne Borg. Bibi Andersson faz um duplo papel como “Sara”, Gunnar Björnstrand interpreta o filho do Dr. Borg e Max Von Sydow aparece numa participação especial. O longa venceu o Urso de Ouro em Berlim, o Globo de Ouro de melhor filme estrangeiro e foi indicado ao Oscar de melhor roteiro original.
56:10
October 15, 2015
Episódio #24 - Os Filmes de Stanley Kubrick - Parte 2
Este é o episódio #24, no qual Marcelo, Fred e Sergio retomam a filmografia de Stanley Kubrick para abordar um dos períodos mais férteis da carreira do grande diretor americano. Ao longo de 10 anos, mais precisamente entre 1962 e 1971, o cineasta lançou alguns dos melhores filmes de sua vida, todos eles produzidos no Reino Unido. Nesta segunda parte de uma série de três episódios sobre Kubrick, o Podcast Filmes Clássicos aborda os excelentes Lolita, Dr. Fantástico, 2001 – Uma Odisséia no Espaço e Laranja Mecânica, alguns dos filmes mais influentes da história do cinema e todos bem à frente de seu tempo.
1:45:58
October 1, 2015
Episódio #23 - Um Sonho de Liberdade
No episódio #23, Sergio, Alexandre e Fred são encarcerados na prisão de Shawshank junto de Tim Robbins e Morgan Freeman para debater o excelente filme de estréia do diretor e roteirista Frank Darabont, intitulado “Um sonho de Liberdade” (título original, The Shawshank Redemption). Realizado em 1994, a película é hoje uma das mais populares do cinema, figurando no topo da lista dos 250 filmes mais votados no site IMDB desde 2008. Indicado a sete Oscars, entre eles melhor filme, o longa é baseado num conto de Stephen King e está entre os melhores dramas de prisão já feitos pelo cinema.
1:17:16
September 15, 2015
Episódio #22 - Os Três C’s de Kalatozov
Este é o episódio #22, onde Alexandre, Sergio e Fred deixam um pouco de lado o cinema clássico hollywoodiano para se aventurarem em três grande produções do cinema soviético das décadas de 50 e 60: “Quando voam as cegonhas”, “A carta que não se enviou” e “Eu sou Cuba”, três filmes dirigidos por Mikhail Kalatozov e fotografados por Serguei Urusevski. “Cegonhas”, “Carta” e “Cuba” – que batizamos de os três C’s de Kalatozov – são exemplos de grandes filmes produzidos pelo cinema russo que não pertencem ao período da famosa escola de montagem russa, mas que ainda assim possuem incontestáveis qualidades no plano técnico e se apresentam como três ótimos filmes que todos os cinéfilos deveriam conhecer.
1:39:33
September 1, 2015
Episódio #21 - Cantando na Chuva
No episódio #21, Fred, Sergio e Alexandre entram no mundo dos musicais para falar sobre o maior expoente do gênero, Cantando na Chuva, filme de 1952 produzido por Arthur Freed dentro do estúdio da MGM. Considerado muitas vezes dentre os melhores filmes do cinema americano, o longa dirigido por Stanley Donnen e Gene Kelly é um dos mais divertidos e inteligentes musicais que Hollywood já realizou. Suas ótimas canções, grandes números musicais e excelente roteiro fazem deste filme um marco no cinema mundial.
44:45
August 15, 2015
Episódio #20 - Lawrence da Arábia
No episódio #20, Alexandre, Fred e Sergio fazem uma viagem ao Oriente Médio para revisitar um dos maiores clássicos do cinema de todos os tempos, o incrível filme do inglês David Lean intitulado “Lawrence da Arábia”. A película, lançada em 1962, foi sucesso de público e crítica e levou para casa sete estatuetas do Oscar no ano seguinte: melhor filme, diretor, fotografia em cores, trilha sonora, som, direção de arte em cores e montagem. Baseado em grande parte no livro autobiográfico do Coronel T.E. Lawrence intitulado “Seven Pillars of Wisdom”, o filme se destaca pelo roteiro impecável, fotografia excepcional, produção monumental e elenco inspirado, liderado por Peter O’Toole no papel título e ainda Omar Sharif, Alec Guinness, Anthony Quinn, Jack Hawkins, Anthony Quayle, Arthur Kennedy, Claude Rains e Jose Ferrer.
1:20:41
August 1, 2015
Episódio #19 - Novos Clássicos
Este é o episódio 19, onde Alexandre, Fred e Sergio se reúnem para fazer uma bela coletânea de novos clássicos do cinema mundial. Por opção dos participantes, o conceito escolhido de “novo clássico” neste episódio diz respieto a filmes lançados nestes últimos 30 anos, ou seja, que aqueles que consideramos clássicos e que foram realizados entre 1985 e 2015. Venha lembrar um pouco sobre diversos filmes conosco ou colher algumas dicas de filmes que você ainda não teve a oportunidade de ver.
1:51:00
July 15, 2015
Episódio #18 - O Exorcista
Que dia excelente para um exorcismo! No episódio 18, Marcelo, Fred e Sergio abordam este grande clássico do gênero terror, trazendo suas opiniões e muitas informações sobre o filme e os bastidores da produção. “O Exorcista” foi realizado em 1973 sob a direção de William Friedkin, baseado num romance homônimo de William Peter Blatty, que também produziu e escreveu o roteiro da película. O filme concorreu a dez Oscars e levou duas estatuetas (melhor roteiro adaptado e som), além de ter obtido grande sucesso de bilheteria e ter produzido enorme impacto cultural na época de seu lançamento nos cinemas.
1:12:15
July 1, 2015
Episódio #17 - Os Filmes de Stanley Kubrick - Parte 1
Stanley Kubrick chega ao nosso Podcast! Neste episódio Sergio, Marcelo e Fred fazem aquele habitual bate-papo descontraído sobre a carreira e filmes de um dos maiores diretores da história do cinema. Começamos com uma mini-biografia de Kubrick e avançamos por seus curta-metragens Flying Padre, Day of The Fight e The Seafarers. A conversa segue mais a fundo quando chegamos nos cinco longas do início da carreira de Kubrick: Medo e Desejo (Fear And Desire), A Morte Passou perto (The Killer’s Kiss), O Grande Golpe (The Killing), Glória feita de sangue (Paths of Glory) e Spartacus (1960). Este é o primeiro de três episódios sobre o diretor.
1:07:14
June 15, 2015
Episódio #16 - King Kong: Os Filmes
No episódio 16, Marcelo, Sergio, Fred se juntam novamente para conversar sobre as três versões do clássico “King Kong”, originalmente dirigido por Merian C. Cooper e Ernest Schoedsack em 1933. O primeiro filme é um marco do cinema por conta de seus efeitos visuais e trilha sonora inovadores e foi refilmado em 1976 por John Guilhermin e em 2005 por Peter Jackson.
1:05:24
June 1, 2015
Episódio #15 - Clássicos Subestimados
O episódio 15 traz Marcelo, Fred e Sergio relembrando grandes filmes que consideram subestimados, alguns até bem esquecidos. São daqueles filmes que podem até fazer algum sucesso na época em que foram lançados, mas que por alguma razão são relegados a um segundo plano, ainda que sejam ótimos filmes quando revistos hoje. Escute com a gente para colher grandes dicas de filmes clássicos subestimados.
1:31:25
May 15, 2015
Episódio #14 - Os Filmes de Sergio Leone
Chegou a vez de Sergio Leone em nosso podcast. No episódio 14, Fred, Marcelo e Sergio debatem toda a carreira deste grande diretor italiano, que começou fazendo os épicos “Os Últimos dias de Pompéia” e “O Colosso de Rodes” e deixou como último trabalho, o excelente “Era uma Vez na América”(1984).
1:37:10
May 1, 2015
Episódio #13 - De Volta Para o Futuro: A Trilogia
No episódio 13, Fred, Marcelo e Sergio fazem uma viagem no tempo para comentar uma das franquias de maior sucesso da Universal, a trilogia “De Volta para o Futuro”, que se inicia em 1985. Os três filmes foram dirigidos por Robert Zemeckis e produzidos por Steven Spielberg e hoje são clássicos absolutos do cinema. Venha curtir com a gente um cinema pipoca de qualidade!
1:19:21
April 15, 2015
Episódio #12 - Alfred Hitchcock - A Fase Americana - Última Parte
No episódio 12, Fred, Marcelo e Sergio voltam pela quinta e última vez à carreira de Alfred Hitchcock, fechando o conjunto de cinco episódios sobre a filmografia e vida do Mestre do Suspense. Esta parte começa em “Psicose”, de 1960 e termina em seu último filme, “Trama Macabra” (1976)., passando por clássicos como “Os Pássaros” e “Cortina Rasgada”, entre outros.
1:36:31
April 1, 2015
Episódio #11 - Grandes Colaborações do Cinema Clássico
No episódio número 11, Fred, Marcelo e Sergio fazem um bate papo descontraído onde destacam grandes colaborações do cinema clássico, John Wayne/John Ford, Martin Scorsese/Robert De Niro, Sergio Leone/Ennio Morricone, Toshiro Mifune/Akira Kurosawa e muito mais! Se sozinhos, grandes artistas já fazem muito, imaginem quando se juntam com outros pesos pesados da sétima arte.
1:14:55
March 14, 2015
Episódio #10: Os Monstros Clássicos da Universal
No décimo episódio deste Podcast, Fred, Marcelo e Sergio relembram os monstros que fundamentaram as bases dos filmes de terror americanos que viriam a seguir. É hora dos “Monstros da Universal Studios”: Drácula, Frankenstein, Fantasma da Ópera, Noiva de Frankenstein, Lobisomem, Homem Invisível, Múmia e o Monstro da Lagoa Negra todos juntos num só episódio do seu Podcast Filmes Clássicos.
1:36:44
March 1, 2015
Episódio #9: Grandes Trilhas do Cinema Clássico
No episódio número 9, Sergio, Marcelo e Fred relembram grandes trilhas sonoras do cinema clássico, compostas por grandes nomes como John Williams, Ennio Morricone, Max Steinner, Nino Rota, Bernard Herrmann e muitos outros. Prepare-se para ouvir muita música boa e conhecer um pouco mais sobre os trabalhos de grandes compositores, profissionais tão importantes para criar atmosfera e estimular as emoções da platéia.
1:21:17
February 15, 2015
Episódio #8 - Alfred Hitchcock - A Fase Americana - Parte 2
No episódio número 8, Marcelo, Fred e Sergio continuam a conversar sobre a filmografia de Alfred Hitchcock, passando por alguns dos melhores clássicos do diretor. Desta vez é a década de 50, desde “Pavor nos Bastidores” até “Intriga Internacional”, passando pelos excelentes “Janela Indiscreta”, “Um Corpo Que Cai”, “O Homem Que Sabia Demais” entre outros clássicos.
1:48:02
February 7, 2015
Episódio #7 - Grandes Atuações do Cinema Clássico
No episódio número 7, Fred, Marcelo e Sergio fazem um bate papo descontraído onde destacam grandes atuações do cinema clássico e também contemporâneo, lembram papéis marcantes, atores e atrizes que fizeram história e que nos bridaram com grandes atuações ao longo de suas carreiras cinematográficas. Prepare-se para ouvir muitas dicas de filmes nos quais os atores realmente deixaram uma marca idelével, muitas vezes levando para casa importantes prêmios do cinema.
1:14:56
January 24, 2015
Episódio #6 - Film Noir
No episódio de número 6, Fred, Marcelo e Sergio entram em cena para debater o universo dos “Film Noir”, suas origens, características, principais filmes, grandes diretores, atores e atrizes do gênero, o legado que deixou para os “Neo Noir” e muito mais. Passamos por 6 grandes filmes e citamos inúmeros outros grandes representantes deste sub-gênero típicamente americano. Não esqueça de após ouvir o áudio, acessar nossa lista com os filmes que citamos neste episódio do PFC.
1:19:04
January 1, 2015
Episódio #5 - Alfred Hitchcock - A Fase Americana - Parte 1
No episódio de número 5, Fred, Marcelo e Sergio voltam a debater a carreira de Alfred Hitchcock, focando a década de 40, desde sua chegada ao Estados Unidos, onde faz “Rebecca, A Mulher Inesquecível” (1940) até “Sob o Signo de Capricórnio”, de 1949. Como nos outros episódios desta série do mestre do suspense, todos seus filmes são passados a limpo.
1:36:38
December 12, 2014
Episódio #4 - Clássicos Superestimados
Neste episódio de número 4, Fred, Marcelo e Sergio discutem filmes clássicos que eles consideram de certa forma superestimados. Cada integrante do episódio vai aos poucos revelando, para os outros participantes, os filmes que separou para esta edição do podcast. Prepare-se para ser surpreendido pelos clássicos escolhidos!
1:17:08
December 1, 2014
Episódio #3 - Alfred Hitchcock - A Fase Britânica - Parte 2
No episódio número 3 do Podcast Filmes Clássicos, Alexandre, Fred, Marcelo e Sergio debatem sobre a segunda parte da fase britânica do diretor Alfred Hitchcock, desde o filme “Juno e o Pavão” (Juno and The Paycock), de 1929 até seu último filme deste período na Inglaterra, a película de 1939 intitulada “Estalagem Maldita” (Jamaica Inn). Depois Hitchcock iria para os Estados Unidos, onde faria uma carreira brilhante.
1:16:03
November 14, 2014
Episódio #2 - Alfred Hitchcock - A Fase Britânica - Parte 1
Neste episódio número 2, Alexandre, Fred, Marcelo e Sergio debatem parte da fase britânica do renomado diretor inglês Alfred Hitchcock, desde seu primeiro filme, intitulado “The Pleasure Garden” até seu primeiro filme sonoro, “Blackmail”, que no Brasil se chamou “Chantagem e Confissão. É o primeiro de cinco episódios sobre a filmografia de Alfred Hitchcock, um dos diretores mais influentes do cinema mundial.
1:18:47
November 1, 2014
Episódio #1 - Cinefilia: Como chegamos até aqui?
Neste episódio introdutório, Alexandre, Fred, Marcelo e Sergio fazem um bate-papo descontraído, lembrando um pouco sobre suas experiências como cinéfilos da década de 80 até hoje. Eles voltam no tempo para lembrar da descoberta do Cinema Clássico através da TV aberta e o VHS, o boom do DVD no Brasil, etc. Este é o primeiro episódio de nosso cast e foi produzido no intuito de servir de apresentar os seus participantes e como se tornaram amantes do bom cinema.
53:17
October 19, 2014
Make your own podcast for free with Anchor!