Skip to main content
Quando chegou carta, abri

Quando chegou carta, abri

By Rafael Gloria
Podcast destinado a leitura de cartas entre escritores, artistas e personalidades. Sempre contextualizando o momento em que as correspondências foram trocadas.
Listen on
Where to listen
Breaker Logo

Breaker

Google Podcasts Logo

Google Podcasts

Overcast Logo

Overcast

Pocket Casts Logo

Pocket Casts

RadioPublic Logo

RadioPublic

Spotify Logo

Spotify

Currently playing episode

Oitava carta - De Ana Cristina Cesar para Caio Fernando Abreu

Quando chegou carta, abri

1x
Décima quinta carta - De Marielle Franco para o Coletivo "Bastardos da Puc- RJ"
Olá, tudo bem? O episódio novo de "Quando Chegou Carta, Abri" aborda a ideia da tão famosa "Carta Aberta", que parece tão em voga, ainda mais com as redes sociais. Ela tem um interesse, sobretudo, coletivo, e objetivo de expressar normalmente um protesto em relação a algum problema social.  A carta aberta, então, pode ser usada para deixar evidente um problema de interesse público, assim como alertar ou conscientizar.  Nesse sentido, vamos ler uma carta de Marielle Franco para o Coletivo "Bastardos da Puc-Rio", do ano de 2017 , em que ela fala sobre sua experiência na instituição e encoraja os alunos do Coletivo, a maioria oriunda da periferia e bolsistas, a seguir seus estudos e resistir às adversidades encontradas pelo caminho. Quem mandou matar Marielle? E por quê? Você pode apadrinhar o nosso podcast! Isto é, pode contribuir financeiramente para mantê-lo no ar, e fortalecer o nosso trabalho na deriva das cartas. O link e esse e tem várias recompensas, --> https://www.padrim.com.br/quandochegoucarta Se você gosta desse podcast, compartilhe em suas redes sociais, ou mande para amigos, ou, ainda, siga a gente no instagram --> https://www.instagram.com/quandochegoucarta/
10:41
October 29, 2020
Décima quarta carta - De Graciliano Ramos para Candido Portinari
Olá, tudo bem? O episódio novo de "Quando Chegou Carta, Abri" aborda de leve a questão da arte a partir de uma reflexão encontrada na carta de Graciliano Ramos para Candido Portinari, dois grandes artistas, cada um em sua área.  Escritor, jornalista e preso político, Graciliano Ramos é considerado o mais importante prosador da Geração de 30. O estilo próprio de sua narrativa, sem floreios, seco e simples, propicia uma abordagem direta e profunda das situações e personagens retratadas. Grande romancista e contista, o autor destaca-se pela habilidade em abordar a interioridade humana, as reações psicológicas humanas e as relações humanas com o meio que se impõe. E temos novidades no nosso podcast, agora você pode apadrinhá-lo! Isto é, pode contribuir financeiramente para mantê-lo no ar, e fortalecer o nosso trabalho na deriva das cartas. O link e esse e tem várias recompensas, --> https://www.padrim.com.br/quandochegoucarta Se você gosta desse podcast, compartilhe em suas redes sociais, ou mande para amigos, ou, ainda, siga a gente no instagram --> https://www.instagram.com/quandochegoucarta/
10:41
October 15, 2020
Décima terceira carta - De Caio Fernando Abreu para seu pai
Caio Fernando Abreu é um dos escritores brasileiros mais influentes da segunda metade do século passado.  Até hoje sua obra é referência para muitos autores, sendo redescoberta nas novas gerações. Ele era um assíduo escritor de cartas, se correspondendo com vários amigos, parentes, outro escritores. Fazendo das missivas uma verdadeira forma de literatura. Nesta carta, descobrimos um pouco mais da intimidade de Caio, a partir da relação com o seu pai, Zaél Menezes de Abreu.   E temos novidades no nosso podcast, agora você pode apadrinhá-lo! Isto é, pode contribuir financeiramente para mantê-lo no ar, e fortalecer o nosso trabalho na deriva das cartas. O link e esse e tem várias recompensas, --> https://www.padrim.com.br/quandochegoucarta Se você gosta desse podcast, compartilhe em suas redes sociais, ou mande para amigos, ou, ainda, siga a gente no instagram --> https://www.instagram.com/quandochegoucarta/ Boa  escuta! 
13:42
October 1, 2020
Décima segunda carta - De Érico Veríssimo para Lygia Fagundes Telles
No décimo segundo episódio do podcast "Quando Chegou Carta, Abri", leremos uma carta do escritor Érico Veríssimo para a escritora Lygia Fagundes Telles. Na época dessa correspondência, que data de 1966, Erico Verissimo já era um autor consagrado e com uma longa carreira, estava visitando a sua filha, que morava nos Estados Unidos. Também já se comunicava via correspondências com Lygia Fagundes Telles há muito tempo, desde os primeiros passos dela na literatura. Aqui, ele fala sobre a ótima impressão que teve da coletânea de contos de Lygia intitulada O Jardim Selvagem, publicada em 1965. Se você gosta desse podcast, compartilhe em suas redes sociais, ou mande para amigos, ou, ainda, assine a newsletter nesse link --> https://www.rafaelgloria.info/podcast-quando-chegou-carta-abri! Siga a gente no instagram --> https://www.instagram.com/quandochegoucarta/
10:39
August 27, 2020
Décima primeira carta - De Clarice Lispector para Fernando Sabino
No décimo primeiro episódio de "Quando chegou carta, abri", vamos ler uma carta da grande Clarice Lispector para o escritor Fernando Sabino. Trata-se de uma resposta a primeira carta que lemos no primeiro episódio.  Então, se tiver a possibilidade de escutar novamente o primeiro episódio, ou se não escutou ainda, acredito que a experiência fica melhor.  A época da troca dessa carta, Sabino estava nos Estados Unidos e Clarice em Berna. Alguns dos principais assuntos, junto às novidades das vidas em países estrangeiros, são as respectivas angústias de autores novatos: trocam textos e sugestões. Além disso, as novidades das suas vidas, sempre com muito afeto.  Se você gosta desse podcast, compartilhe em suas redes sociais, ou mande para amigos, ou, ainda, assine a newsletter nesse link --> https://www.rafaelgloria.info/podcast-quando-chegou-carta-abri! Siga a gente no instagram --> https://www.instagram.com/quandochegoucarta/
10:19
August 13, 2020
Décima Carta - De Elis Regina para João Marcello Bôscoli
No décimo episódio de "Quando chegou carta, abri", vamos ler uma carta da grande artista Elis Regina para o seu filho, João Marcello Bôscoli.  Elis Regina, uma das maiores cantoras brasileiras de todos os tempos, escreveu uma carta assim que o seu filho primogênito, João Bôscoli, nasceu e ele só leu recentemente. Conto essa história melhor nesse episódio e aprofundo um pouco sobre a carreira dela na década de 1970.  Se você gosta desse podcast, compartilhe em suas redes sociais, ou mande para amigos, ou, ainda, assine a newsletter nesse link --> https://www.rafaelgloria.info/podcast-quando-chegou-carta-abri! Siga a gente no instagram --> https://www.instagram.com/quandochegoucarta/
10:03
July 30, 2020
Nona carta - De Rubem Braga para Otto Lara Resende
No nono episódio de "Quando chegou carta, abri", vamos ler uma carta do cronista Rubem Braga ao jornalista e amigo Otto Lara Resende.  Certa vez Braga escreveu: "Os jornais noticiam tudo, menos uma coisa tão banal que ninguém se lembra: a vida". Ele viveu trabalhando como jornalista e principalmente como cronista, elevando o patamar desse gênero no Brasil, e influenciando toda uma geração. Nessa correspondência ele fala sobre as motivações que o levaram a sair do Jornal do Brasil, e pede ao amigo que intervenha em uma matéria que o jornal pretendia fazer em comemoração aos seus 60 anos. Trata-se também de uma carta interessante para quem mexe com jornalismo.  Se você gosta desse podcast, compartilhe em suas redes sociais, ou mande para amigos, ou, ainda, assine a newsletter nesse link --> https://www.rafaelgloria.info/podcast-quando-chegou-carta-abri! Siga a gente no instagram --> https://www.instagram.com/quandochegoucarta/
10:38
July 16, 2020
Oitava carta - De Ana Cristina Cesar para Caio Fernando Abreu
Nesse oitavo episódio do podcast "Quando chegou carta, abri", vamos ler uma carta de Ana Cristina Cesar para o amigo escritor Caio Fernando Abreu. Há certas pessoas que vivem pouco, mas são muito marcantes em seu tempo.É o caso da poeta Ana C que faleceu muito jovem, com apenas 31 anos de idade. Ela também era conhecida por seu grande apreço pelo formato de cartas, estava sempre em constante correspondência com seus amigos e escritores. Nesta carta, um pouco antes do lançamento do seu conhecido livro "A teus pés", ela troca pensamentos, aflições e comentários da vida com o amigo Caio.  Se você gosta desse podcast, compartilhe em suas redes sociais, ou mande para amigos, ou, ainda, assine a newsletter nesse link --> https://www.rafaelgloria.info/podcast-quando-chegou-carta-abri! Siga a gente no instagram --> https://www.instagram.com/quandochegoucarta/
10:36
July 2, 2020
Sétima carta - De Machado de Assis para Joaquim Nabuco
Nesse sétimo episódio do podcast "Quando chegou carta, abri", vamos ler uma carta de Machado de Assis para o amigo Joaquim Nabuco. Mas, diferente dos outros episódios, em que sempre comento um pouco do autor e de quem recebe a carta, aqui a história é sobre Machado de Assis e sua esposa, Carolina de Novaes - trata-se de uma parte não tão contada da vida desse grande escritor. A carta que ele envia é sobre a morte de sua esposa. Uma carta triste e bonita pois reforça o afeto que eles mantiveram durante quase 35 anos.  Mas a carta é mais curta, então, também lemos um soneto que Machado fez para a esposa, em 1906.  Se você gosta desse podcast, compartilhe em suas redes sociais, ou mande para amigos, ou, ainda, assine a newsletter nesse link --> https://www.rafaelgloria.info/podcast-quando-chegou-carta-abri! Siga a gente no instagram --> https://www.instagram.com/quandochegoucarta/
10:15
June 18, 2020
Sexta carta - De Conceição Evaristo para o projeto Cartas Negras
Neste sexto episódio de "Quando chegou carta, abri", leremos uma carta da escritora Conceição Evaristo para o projeto Cartas Negras.  Você conhece esse projeto? Ele teve início em 1991 por um grupo de escritoras negras, sendo elas: Miriam Alves, Lia Vieira, Esmeralda Ribeiro, Sonia Fátima da Conceição,Geni Guimarães e Conceição Evaristo. Naquele momento, esse grupo recebeu o nome de “vozes-mulheres”, pois se propunha ao registro de diferentes reflexões interseccionando com os projetos de vida e de literatura dessas mulheres. Lemos aqui uma carta de Conceição Evaristo, de 2017, em uma retomada do projeto durante a Ocupação Conceição Evaristo na Fundação Itaú Cultural.  Se você gosta desse podcast, compartilhe em suas redes sociais, ou mande para amigos, ou, ainda, assine a newsletter nesse link --> https://www.rafaelgloria.info/podcast-quando-chegou-carta-abri!  Siga a gente no instagram --> https://www.instagram.com/quandochegoucarta/ Aqui nesse link, o material do Itaú Cultural e as cartas --> https://www.escrevendoofuturo.org.br/blog/literatura-em-movimento/as-escrevivencias-de-conceicao-evaristo-na-publicacao-cartas-negras/
10:27
June 11, 2020
Quinta carta - De Lygia Fagundes Telles para Érico Verissimo
Neste quinto episódio, leremos uma carta de Lygia Fagundes Telles para Érico Veríssimo. O ano era 1943, e Lygia se encontrava infeliz em um trabalho burocrático de funcionária pública, enquanto projetava uma carreira de escritora. Já Veríssimo vivia nos Estados Unidos, dando aula na Universidade de Berkeley, na Califórnia. Na carta, uma singeleza de um rápido conto se confunde com a narrativa da correspondência.  Se você gosta desse podcast, compartilhe em suas redes sociais, ou mande para amigos, ou, ainda, assine a newsletter nesse link --> https://www.rafaelgloria.info/podcast-quando-chegou-carta-abri!
11:22
May 28, 2020
Quarta carta - De Carlos Drummond de Andrade para João Cabral de Melo Neto
Neste quarta episódio de "Quando chegou carta, abri", leremos uma carta do poeta Carlos Drummond de Andrade para João Cabral de Melo Neto. Trata-se de um momento chave para Cabral, em que ele pede a opinião para Drummond sobre a publicação ou não do seu primeiro de livro de poemas.  O que ele recebe é uma carta incentivando a publicação e que serve para todos nós que tentamos escrever.  Se você gosta desse podcast, compartilhe em suas redes sociais, ou mande para amigos, ou, ainda, assine a newsletter nesse link --> https://www.rafaelgloria.info/podcast-quando-chegou-carta-abri! 
09:52
May 21, 2020
Terceira carta - De Sérgio Sant'Anna para Caio Fernando Abreu
Neste terceiro episódio de "Quando chegou carta, abri", leremos uma carta do escritor Sérgio Sant'Anna para Caio Fernando Abreu em 1982, da época do lançamento de "Morangos Mofados", de Caio. A correspondência entre dois grandes escritores mestres do conto nos mostra como eles respeitam e discutiam essa fragilidade que é existir. Trata-se também de uma pequena homenagem a um dos grandes contistas do Brasil: Sérgio Sant'Anna, que faleceu no dia dez de maio devido à Covid-19. Boa "escuta-leitura"!  Se você gosta desse podcast, ajude compartilhando nas redes sociais e divulgando para amigos! 
10:07
May 14, 2020
Segunda Carta - De Aldir Blanc para o Brasil
Neste segundo episódio de "Quando chegou carta, abri", uma pequena homenagem a um dos maiores letristas e compositores do Brasil: Aldir Blanc, que faleceu no dia quatro de maio. A partir da ideia de troca de correspondências e do formato carta, lemos duas de suas composições: "Agnus Sei" e "Carta de Pedra". Além disso, também lemos a carta de despedida de João Bosco para Aldir Blanc, um de seus maiores companheiros na música. Boa "escuta-leitura"!
09:41
May 7, 2020
Primeira carta - De Fernando Sabino para Clarice Lispector
Podcast destinado a leitura de cartas entre escritores, artistas e personalidades. Sempre contextualizando o momento em que as correspondências foram trocadas.  Nesse primeiro episódio, destacamos uma carta do escritor Fernando Sabino para a escritora Clarice Lispector. Uma amizade cheia de afeto para nos lembrar daqueles estão afastados em tempos de pandemia. 
11:55
April 29, 2020