Skip to main content
Tools4Edu

Tools4Edu

By Tools4Edu

A Tools4Edu promove e facilita a transformação digital na educação de forma independente e gratuita junto de professores, alunos e pais.
Where to listen
Apple Podcasts Logo

Apple Podcasts

Google Podcasts Logo

Google Podcasts

Pocket Casts Logo

Pocket Casts

RadioPublic Logo

RadioPublic

Spotify Logo

Spotify

Educação sec. 21 #2 - A Ciência da Felicidade nas Escolas e nas Empresas
Educação sec. 21 #2 - A Ciência da Felicidade nas Escolas e nas Empresas
A Tools4Edu conversou com a Prof. Doutora Helena Marujo, que nos explica o que é a Ciência da Felicidade, porque é importante e como usá-la para construir uma vida e um mundo melhor.    0:00 - Cátedra da UNESCO em Educação para a Paz Global Sustentável   6:30 - Definição e origem da Ciência da Felicidade (psicologia positiva)  12:40 - Importância dos bens relacionais   19:10 - Ciência da felicidade em Portugal  26:25 - Futuro da educação   29:00 - Projetos e materiais educativos em Portugal   34:25 - Como lidar com momentos (e crianças) difíceis   40:48 - As novas relações no local de trabalho    48:35 - Como acompanhar os projetos da Helena Marujo
52:05
February 19, 2022
Educação sec. 21 #1 - O papel da Comissão Europeia no setor da Educação
Educação sec. 21 #1 - O papel da Comissão Europeia no setor da Educação
João Santos, chefe adjunto na Direção Geral do Emprego da Comissão Europeia, é o nosso primeiro convidado na rubrica Educação 21. Uma conversa que nos explica a visão da Comissão sobre Educação, os benefícios do Ensino Profissional e como as boas práticas dos estados membros são partilhadas e articuladas com a aplicação dos fundos comunitários. Assuntos abordados (tempos aproximados):  0:40 - O papel da Comissão Europeia na Educação na Europa é apoiar e complementar as responsabilidades dos diferentes países. Não pode impor soluções, mas promove a colaboração entre os estados-membros para a criação/adopção das melhores soluções. 3:40 - Como o Covid acelerou a transformação na Educação apesar das dificuldades de infraestrutura. 9:40 - Não existe fórmula mágica para melhorar o ensino nem a formação de professores: estamos todos a aprender e a colaborar uns com os outros. 13:50 - Os grandes blocos do sistema educativo. 17:30 - O ensino profissional ainda é visto de forma negativa em Portugal, mas em muitos países há uma realidade muito diferente. Na Alemanha, Áustria e Suíça cerca de 75% dos alunos escolhem o ensino profissional. São várias as vantagens do ensino profissional: Permite concluir o ensino secundário com um certificado que permite o ingresso no ensino superior mas também ficar apto para exercer uma profissão específica Alarga horizontes e opções para os alunos. Possibilita “colocar a mão na massa” mais cedo. Existe a opção de estar ligado a uma empresa concreta, além de desenvolver a aprendizagem teórica, via “apprentiships”. Permite o desenvolvimento de competências transversais importantes para o resto da vida: aprender a lidar com horários, lidar com problemas, ter responsabilidade, interagir com diferentes equipas, etc. 19:00 - João Santo explica que ele próprio é uma caso de sucesso do ensino profissional. 29:00 - A importância da aprendizagem ao longo da vida (lifelong learning). 38:00 - Cresce o foco em abordagens que incluem as capacidades e vontades especificas dos aluno (“student-centered approach”). 40:00 - É importante entender as necessidades futuras do mercado de trabalho em termos de competências e informar sobre as empregabilidade em cada área (“skills forecasting”). 41:10 - A inteligência artificial pode ajudar a melhorar “student centered approaches” através da aprendizagem adaptativa. 43:00 -  Como a Comissão Europeia pode ajudar no processo de partilha de boas práticas. 57:00 - Políticas industriais sem políticas de educação não funcionam.
01:00:10
October 13, 2021
Conversas à Sexta #6 (Fev 2021) - Autonomia e Flexibilidade Curricular. Que Caminhos?
Conversas à Sexta #6 (Fev 2021) - Autonomia e Flexibilidade Curricular. Que Caminhos?
As escolas e os professores enfrentam desafios que exigem a redefinição, a reconstrução e a reinvenção de conceções e práticas. É necessário utilizar novas racionalidades que ajudem a enfrentar os desafios da educação e da formação contemporâneas. É tendo em conta estas ideias que, neste Webinar, se irá discutir sobre medidas de política educativa em curso que concorrem para a construção de aprendizagens significativas para todos os alunos e para a flexibilização do currículo.  Uma conversa com Sara Fernandes, membro da Equipa Regional Norte que acompanha a implementação da AFC nas escolas de Braga. 
01:09:36
February 14, 2021
Conversas à Sexta #5 (Jan 2021) - Compreender crianças com défice de atenção e hiperatividade
Conversas à Sexta #5 (Jan 2021) - Compreender crianças com défice de atenção e hiperatividade
Conversa com a Carla Pereira, professora de Inglês, e Marlene Oliveira, psicóloga, sobre as consequências do défice de atenção e hiperatividade na atividade e produtividade escolar das crianças.
01:18:13
February 14, 2021
Conversas à Sexta #4 (Dez 2020) - Cibersegurança Escolar e os Desafios Atuais no Mundo Digital
Conversas à Sexta #4 (Dez 2020) - Cibersegurança Escolar e os Desafios Atuais no Mundo Digital
Conversa com o professor Jorge Sottomaior Braga para falar de cibersegurança escolar. Pensar bem sobre a informação que partilhamos na rede, escolher adequadamente uma palavra-passe, usar Two-Factor-Authentication e pensar antes de fazer o download de um documento parecem tarefas simples mas nem sempre as aplicamos ao nosso dia-à-dia.  Uma refleção sobre os desafios atuais no mundo digital e discutir como e porque devemos proteger a nossa informação e actividade online.
01:04:50
February 14, 2021
Conversas à Sexta #3 (Nov 2020) - Bullying: diz Não ao silêncio.
Conversas à Sexta #3 (Nov 2020) - Bullying: diz Não ao silêncio.
Conversa sobre bullying entre crianças e jovens. Convidámos o professor Paulo Costa, fundador da Associação Anti-Bullying com Crianças e Jovens (AABCJ), para dar voz a este tema que tanto preocupa a comunidade educativa. Estamos particularmente ansiosos por debater as consequências do bullying, como preveni-lo e como contribuir para uma sociedade mais segura e justa entre crianças e jovens.
56:32
February 14, 2021
Conversas à Sexta #2 (Nov 2020) - O mundo silencioso das ciberdependências
Conversas à Sexta #2 (Nov 2020) - O mundo silencioso das ciberdependências
Conversa com a psicóloga Daniela Gomes, vamos explorar tanto a prevenção de comportamentos de risco, como a promoção de comportamentos online saudáveis. Apesar das vantagens e benefícios que o uso das Tecnologia de Informação e Comunicação (TIC) representam, os riscos inerentes à sua utilização excessiva não devem ser ignorados. Estudos prévios à pandemia alertavam já para a utilização crescente das TIC pelas famílias, incluíndo crianças e jovens, pelo que a necessidade crescente da utilização das TIC nos últimos meses pode ter potenciado e/ou aumentado o desenvolvimento de cibercomportamentos de risco.
48:50
February 14, 2021
Conversas à Sexta #1 (Out 2020) - Repensar o significado de talento na sociedade e educação
Conversas à Sexta #1 (Out 2020) - Repensar o significado de talento na sociedade e educação
Conversa com Tiago Forjaz, fundador da Might - estratégias de talento, para repensarmos o significado do talento na sociedade e educação. - O que é o talento? - Como reconhecê-lo e apoiá-lo nas crianças e jovens? - Qual o impacto do talento no crescimento e auto-confiança?
28:09
February 14, 2021
ChipIdea: a importância de procurar as melhores referências
ChipIdea: a importância de procurar as melhores referências
Na última entrevista da série “Inovação na Educação de Tecnologia” conversamos com José Epifânio da Franca. Com vasta experiência no mundo académico e corporativo, explica-nos como o conhecimento pode sair das universidades portuguesas para criar inovação no mundo. Uma reflexão sobre o conhecimento na sociedade portuguesa e de como novas metodologias de ensino podem alterar o país de forma dramática.  Assuntos Abordados (tempos aproximados): 0:13 – O José fala-nos de si, do seu percurso profissional e académico. Acima de tudo, da sua vontade de ser útil. 10:30 – O processo de criar conhecimento científico e criar uma startup têm semelhanças 11:26 – Ao longo dos anos, ensinou várias cadeiras ligadas a aspetos de eletrónica. Nos últimos 4 anos, interessou-se pela componente de empreendedorismo e hoje expõe essa área aos alunos de 4º e 5º ano dos vários cursos de engenharia do IST. 12:54 – O empreendedorismo é sobretudo uma atitude perante a vida 26:40 – A Apple não inventou o telemóvel, a Google não inventou os motores de busca, o YouTube não inventou o streaming. Mas estas empresas fizeram algo que as colocaram na frente de inovação nas suas áreas de atuação. 28:50 – A importância do posicionamento competitivo 29:30 – A importância das boas referências. 33:00 – Capacidade de resolver um problema (Product-Market Fit). 34:13 – A translação do conhecimento científico para o mercado. 35:20 – Existe uma pesquisa académica do estado do conhecimento atual mas depois não existe pesquisa e adequação ao que o mercado quer. 35:40 – Analogia do processo entre doutoramento e startup é semelhante: problema, solução, comunicação (venda). Mas o conteúdo do processo é muito diferente 46:00 – Porque não há curiosidade de ir procurar a informação. 47:40 – Toda a educação dos alunos foi formatada para terem um professor a dizer-lhes o que vão fazer. 48:45 – As skills críticas para o futuro. 49:56: Nós somos tão bom quanto as nossas referências forem. Mas temos que ter um espaço de referências certo, senão não estamos a potencializar tudo o que podemos criar. 50:25 - A curiosidade pelo conhecimento também é essencial. O telemóvel que temos no bolso tem tudo, basta ter a curiosidade e a intuição de procurar. 53:00 – Novos métodos de ensino, como o “Project-based learning”, resolução de desafios são uma solução para este tipo de atitudes. 54:25 – As crianças são os maiores empreendedores que temos. 57:00 - A ChipIdea, a empresa criada pelo José na área de semicondutores, nasce de uma preocupação com a empregabilidade dos seus alunos. 1:02:15 – Tem que haver economia à volta da ciência. 1:06:30 – O José sentiu uma responsabilidade moral para com os seus alunos que queriam ser chip designers. 1:07:50 – A ChipIdeia hoje pertence a um grupo norte-americano e são hoje cerca de 500 engenheiros em Portugal. 1:09:43 – A economia do conhecimento (“knowledge-based economy”) é centrada nas pessoas (que transportam esse conhecimento). O conhecimento são as pessoas. 1:12:00 – Temos espírito empreendedor extraordinário na nossa economia. 1:13:50 – Eu não tenho economia do conhecimento com milhares de doutores na universidade. 1:15:45 – Empresas multinacionais vêm para Portugal contratar bons engenheiros e pagam o preço local. 1:17:20 – O José fala do processo da criação da ChipIdea para nos explicar porque a empresa foi comprada. 1:19:30 – O empreendedor tem alguma inconsciência quando começa uma empresa. 1:21:00 – O José fala-nos da sua experiência em levantar capital, trabalhar com investidores. Como focou num crescimento rápido da empresa para tentar assegurar a sua permanência em Portugal e elevar os salários para o nível da Europa Central.
01:29:20
January 20, 2021
42 Lisboa: a sociedade civil e o ensino superior alternativo
42 Lisboa: a sociedade civil e o ensino superior alternativo
Entrevista com Pedro Santa Clara, que lançou recentemente a 42 Lisboa, a escola voltada para o futuro, sem aulas, professores ou horários. O professor fala-nos da experiência em juntar privados no financiamento da educação e da procura por novos modelos para o desenvolvimento dos profissionais. Assuntos Abordados (tempos aproximados): 0:14 - O Pedro apresenta-se e fala da sua experiência na área de Educação 1: 45 - O que é a Escola 42 Lisboa 4:04 - O sistema de educação tradicional funciona relativamente mal. A Escola 42 traz-nos novas abordagens pedagógicas 7:06 - Como se começa a ensinar tecnologia 8:31 - Existe sempre muita flexibilidade com o currículo Há uma parte curricular inicial comum a todos os alunos. Após o estágio numa empresa, os alunos escolhem o que querem estudar 9:25 - Qual é o papel dos professores 11:17 - A educação tradicional tem retirado a responsabilidade aluno de aprender 13:23 - Como funciona o processo de seleção 14:35 - Este método de ensino não é para todos 18:00 - Outras áreas de conhecimento também poderão beneficiar de ensino baseado em projetos (“problem-based learning”) e trabalho em pares, como gestão, economia e finanças. Não tem que haver um mesmo modelo de aprendizagem para todos. No futuro haverá uma maior proliferação de modelos educativos 19:58 - A relação com a indústria é fundamental 20:12 - Existe apetência e vontade de contribuir para a educação na sociedade em Portugal.  Por vezes, o maior obstáculo são os professores 22:29 - Aprender a aprender 24:05 - Como enfrentar um problema novo e não ter medo, aceita falhar 24:55 - A atitude dos Estados Unidos da América vs. Portugal sobre falhar 26:00 - A ideia da educação tem-se alterado. Há uma diminuição na importância do grau académico. Haverá uma proliferação de caminhos distintos no processo educativo 30:52 - Importância da sociedade civil na Educação
32:57
January 12, 2021
Academia de Código e ubbu: o impacto social da educação
Academia de Código e ubbu: o impacto social da educação
Entrevista a João Magalhães, fundador e CEO da Academia de Código e ubbu 00:10 - João apresenta-se e fala da sua relação com a educação; 01:15 - O que é uma empresa de impacto social; 02:40 - Como a Academia de Código nasce para resolver um problema que a sociedade enfrenta; 05:25 - Como fizeram a pesquisa junto de empresas; 06:25 - Qual é o objetivo da Academia de Código; 09:00 - O modo como ajudam os alunos a mudar de vida e a aprender uma área totalmente nova; 10:40 - Descrição do curso na Academia de Código, como formam software developers juniores; 13:00 - A atualização constante do currículo; 14:14 - Com que empresas trabalham; 15:50 - Como são as aulas e a experiência educativa; 19:20 - Quais são os melhores professores, depois de terem tentado com vários tipos de profissionais; 21:29 - A hierarquia “Star Wars” dos professores: Padawan, Master Coder e Jedi; 23:40 - A abordagem muito prática, que permite, em 14 semanas, criar profissionais que competem com licenciados de quatro anos em Engenharia Informática; 26:00 - Procuram alunos com talento, que, com um “empurrãozinho”, se tornam excelentes profissionais; 30:00 - Descrição do processo de seleção; 34:40 - Como são as soluções de financiamento, como encontraram parceiros financeiros que não deixam nenhum aluno para trás; 41:10 - A Academia é mais que uma escola inovadora, é também um elo fundamental com as empresas; 45:50 - Qua tecnologias otimizam o ensino das Ciências da Computação; 48:00 - Como a relação que estabelecem é muito especial; 49:10 - Os principais fatores que levam à rejeição no programa; 51:30 - As três características principais que garantem a entrada e sucesso na Academia de Código; 54:10 - Que outros cursos a Academia de Código oferece; 56:00 - O impacto social da Academia de Código. O exemplo do Fundão em Portugal Continental e na Ilha Terceira nos Açores; 1:04:15 - Como nasce a ubbu; 1:06:30 - As skills do futuro e como o pensamento computacional é importante; 1:07:25 - As dificuldades do projeto-piloto; 1:08:40 - A ubbu ajuda a melhorar em 11-17% a performance matemática dos alunos; 1:09:50 - Ferramenta multidisciplinar que pode ser usada por qualquer professor para ensinar tecnologia sem experiência na área; 1:11:50 - Com apenas cinco anos, a ubbu coleciona vários prémios e reconhecimento internacional; 1:12:40 - Como as escola públicas podem adotar a ubbu, uma ferramenta aberta a todos que queiram participar; 1:13:25 - Os pais também podem adotar esta solução quando não existe na escola dos filhos; 1:16:00 - A tecnologia como meio e não como fim. Como pode ser divertido aprender com tecnologia em diferentes disciplinas; 1:18:40 - A grande transformação que ocorre nas crianças: da mera utilização até à compreensão e criação de tecnologia; 1:21:15 - A ubbu como complemento ao ambiente escolar que temos hoje que visa facilitar a vida aos professores; 1:22:50 - Exemplo de como a criatividade é trabalhada através da ubbu; 1:26:40 - A Casa do Impacto e a Casa da Misericórdia têm um papel fundamental no fomento de soluções de impacto em Portugal.
01:27:15
January 07, 2021
Le Wagon: precisamos ficar confortáveis com o desconforto de não saber tudo
Le Wagon: precisamos ficar confortáveis com o desconforto de não saber tudo
Shannon Graybill, norte-americana a viver em Lisboa há sete anos, trouxe a escola de código francesa Le Wagon para a capital em 2015. Tudo começou quando a própria sentiu curiosidade por aprender mais sobre código num momento em que a oferta do setor em Portugal era reduzida. Assuntos abordados (tempos aproximados): 0:19 - A Shannon apresenta-se e explica porque gosta de trabalhar na área da educação; 1:29 - O que se aprende na escola de código Le Wagon, que inclui o curso de Web Development e que vai lançar este ano o curso de Data Science; 2:45 - Qual a duração dos cursos; 3:20 - O modo como o curso está estruturado em módulos, permitindo aos alunos aprender novos conceitos rapidamente; 4:07 - Nas primeiras semanas, os alunos devem realizar atividades que depois serão feitas em programas automatizados, sendo esta uma abordagem que lhes permite um maior entendimento da tecnologia na base desses programas; 4:53 - Como a Le Wagon se adaptou durante a pandemia, começando a oferecer aulas online, além das presenciais. Hoje oferecem os dois modelos e contam com professores localizados em Portugal e no estrangeiro; 6:30 - Pré-requisitos dos diferentes cursos; 7:03 - No curso de Web Development, onde os requisitos de conhecimento prévio são mínimos, o mais importante é haver predisposição para ser um principiante num campo de conhecimento novo. Shannon explica que outros fatores são essenciais; 7:55 - A escola tem uma cultura muito positiva, cujos principais motes são “you can do it” e “trust the process”; 8:29 - Como se mantém o aluno fora da sua zona de conforto durante todo o curso; 9:35 - Em tecnologia (e na vida), nunca vamos saber tudo o que precisamos saber, mas existe solução; 10:00 - A verdadeira diferença entre um programador júnior e sénior; 11:50 - O que procuram no processo de recrutamento da escola de código Le Wagon; 13:30 - Quem são os alunos mais bem-sucedidos; 17:25 - Qual a tecnologia escolhida (Ruby) e porquê; 20:33 - Como os alunos aprendem e trabalham em conjunto e as duas grandes fases ao longo do programa; 20:40 - Quais os diferentes perfis dos alunos do bootcamp Le Wagon; 20:50 - Os cursos são pagos, mas existem apoios financeiros. Há bolsas disponíveis para alunos locais e ainda a parceria com a Fundação José Neves, que permite obter o Income Share Agreement (ISA); 23:50 - A taxa de empregabilidade é elevada entre o grupo de alunos realmente focado na obtenção de emprego.
25:39
December 14, 2020
Ironhack: é importante NÃO ensinar a um aluno o que ele já sabe
Ironhack: é importante NÃO ensinar a um aluno o que ele já sabe
Como se inova em Portugal na área do Ensino de Tecnologia? Ao longo das próximas semanas, vamos lançar uma nova série de entrevistas "Inovação na Educação de Tecnologia" onde se explora o que de melhor se faz nesta área. Na primeira entrevista, falamos com a Munique Martins, que lidera a Ironhack, instituição de ensino certificada pela DGERT.  A Munique começou desde cedo a ensinar e hoje a sua carreira inclui diversos projetos de coordenação e liderança em Inovação Educativa. Assuntos abordados (tempos aproximados): 0:13 - A Munique apresenta-se e explica a sua relação com a Educação; 1:19 - Como a Wise Up - a maior franquia de escolas de ensino de inglês no Brasil, inovou e melhorou resultados ao adotar o regime de blended learning e aulas multi-level; 4:18 - Como é que os professores reagiram a ensinar de forma diferente; 6:27 - O que é a Ironhack e que cursos oferece; 7:07 - A palavra bootcamp significa “treinamento militar”. O que significa aplicada ao ensino de tecnologia e no ensino de competências viradas para o mercado de trabalho; 7:43 - Re-skilling: como um pescador se tornou num dos melhores alunos da Ironhack; 8:54 - Como é o processo de recrutamento. Há um fator que é mais importante que todos os outros; 9:36 - Segundo fator importante para ter sucesso no programa e o que o teste de competência procura assegurar; 11:25 - Pré-curso (pre-work) oferecido antes do curso para garantir que o aluno pode começar sem problemas apesar de não ter conhecimento prévio; 11:43 - Começar uma carreira em tecnologia não é fácil. Munique explica o que acontece e o que o aluno deve mesmo saber; 13:48 - Após o pré-curso, como são as aulas e os métodos de ensino. A importância dos professores e principalmente dos professores assistentes; 16:13 - A importância dos adultos aprenderem a errar; 17:20 - Como usar todo o conhecimento do aluno e prepará-lo para o mercado de trabalho; 20:10 - O que determina o conteúdo e os novos cursos da Ironhack e como evoluem ao longo do tempo; 24:41 - Limites de um bootcamp; 26:50 - Como se ensina a aprender no longo prazo; 29:00 - Diferentes formas de aprender. Munique ilustra com o seu exemplo pessoal; 30:30 - O papel mais importante do professor. Perfis dos educadores do curso; 34:29 - Perfil dos alunos; 36:20 - Como um aluno se candidata e os custos envolvidos; 37:23 - Income Share Agreements, o que são e como funcionam; 38:11 - Qual a diferença na seleção dos alunos pela Ironhack versus uma instituição de crédito; 40:28 - Como se vê a motivação de uma pessoa e os conselhos da Munique para alguém interessado no programa.
41:39
December 07, 2020