Skip to main content
Uakani

Uakani

By Uakani
Pensar Uakani é pensar que é tempo de aquilombar-se, tempo de cuidado, de conexão conosco e com nossa ancestralidade, é tempo de trocar conhecimento, afeto, saberes e dores, é tempo de resistir e acreditar em um futuro melhor.
Somos pessoas de lugares, histórias e profissões diversas, mas também somos iguais em muitas dores, experiências e vivências.
Aqui a vida será pauta, não há limite ao que a gente tem a dizer, porque nós somos o podcast que tem muita a dizer.
Listen on
Where to listen
Apple Podcasts Logo

Apple Podcasts

Google Podcasts Logo

Google Podcasts

Pocket Casts Logo

Pocket Casts

RadioPublic Logo

RadioPublic

Spotify Logo

Spotify

27 - Racismo no Movimento LGBTQIA+ (parte 2)
No episódio de hoje vamos falar de um assunto que já citamos em outros momentos aqui e por isso decidimos fazer um episódio exclusivo para falar sobre: O racismo no movimento LGBTQIA+ no nosso país. Sabemos que o racismo é algo estrutural e atravessa instituições, lares, vivências, relacionamentos e também movimentos sociais, que muitas vezes lutam para erradicar opressões, mas que acabam reproduzindo e reforçando outras. Não sendo diferente dentro do movimento LGBTQIA+ que mesmo lutando pelos seus direitos e contra toda forma de opressão, é um movimento, na sua maioria, racista. Pautas como a hipersexualização dos corpos pretos, a solidão das manas, manos e minas pretas, a falta de representatividade e protagonismo de pessoas pretas dentro do movimento, que muitas vezes é ocupado pelo homem gay branco padrão, entre outras pautas que se fazem necessárias trazer a tona dentro do movimento. Para conversar conosco hoje, temos uma convidada muito especial, ela que é assistente social, DJ, gamer, produtora e presidenta da Associação em Defesa dos Direitos Humanos com Enfoque na Sexualidade - ADEH, que é a associação que acolhe vítimas de violências em Florianópolis, a poderosa Lirous K'yo Fonseca Ávila. _____ Fale conosco: E-mail : contato@uakani.com.br Instagram: aqui Twitter: aqui _____ Quem somos? Cléo Martins Camila Nunes Laís Zkaya Jorge Guerra Natália Magalhães
32:03
July 12, 2021
26 - Racismo no Movimento LGBTQIA+
No episódio de hoje vamos falar de um assunto que já citamos em outros momentos aqui e por isso decidimos fazer um episódio exclusivo para falar sobre: O racismo no movimento LGBTQIA+ no nosso país. Sabemos que o racismo é algo estrutural e atravessa instituições, lares, vivências, relacionamentos e também movimentos sociais, que muitas vezes lutam para erradicar opressões, mas que acabam reproduzindo e reforçando outras. Não sendo diferente dentro do movimento LGBTQIA+ que mesmo lutando pelos seus direitos e contra toda forma de opressão, é um movimento, na sua maioria, racista. Pautas como a hipersexualização dos corpos pretos, a solidão das manas, manos e minas pretas, a falta de representatividade e protagonismo de pessoas pretas dentro do movimento, que muitas vezes é ocupado pelo homem gay branco padrão, entre outras pautas que se fazem necessárias trazer a tona dentro do movimento.  Para conversar conosco hoje, temos uma convidada muito especial, ela que é assistente social, DJ, gamer, produtora e presidenta da Associação em Defesa dos Direitos Humanos com Enfoque na Sexualidade - ADEH, que é a associação que acolhe vítimas de violências em Florianópolis, a poderosa Lirous K'yo Fonseca Ávila.  _____ Fale conosco: E-mail : contato@uakani.com.br Instagram: aqui Twitter: aqui _____ Quem somos? Cléo Martins Camila Nunes Laís Zkaya Jorge Guerra Natália Magalhães
01:06:32
July 05, 2021
25 - Veganismo
Falar sobre veganismo e vegetarianismo ainda é um tema cheio de tabus e incógnitas: Será que faz bem? Essas práticas podem salvar o meio ambiente? É sobre receitas? O que as grandes empresas tem a ver com isso? E as religiões que fazem sacrifícios animais, como fica? Obviamente não respondemos a todas essas perguntas (porque precisaríamos de uma série de episódios para esgotar o tema), mas refletimos e debatemos com o nosso jeitinho Uakani de ser sobre as questões que envolvem esse tema. E para nos ajudar, tivermos a presença VIP do Veveto, que é vegetariano restrito e estudioso do tema. Vem com a gente! _____ Fale conosco: E-mail : contato@uakani.com.br Instagram: aqui Twitter: aqui _____ Quem somos? Cléo Martins Camila Nunes Laís Zkaya Jorge Guerra Natália Magalhães
01:04:45
June 19, 2021
24 - Vidas Negras Importam
Viver nesse país não é fácil pq todo dia nos matam! E estamos cansadas. _____ Fale conosco: E-mail : contato@uakani.com.br Instagram: aqui Twitter: aqui _____ Quem somos? Cléo Martins Camila Nunes Laís Zkaya Jorge Guerra Natália Magalhães
23:59
June 11, 2021
23 - Sobre a "Abolição" da Escravatura e Outras Reflexões
As escolas não ensinam de fato o que foi o processo abolicionista no Brasil.  E pra falar desse assunto vamos resgatar um pouco da história não contada pela branquitude ou pelas novelas da Globo.  Por exemplo, a princesa Izabel não foi boazinha e os brancos resistiram muito em abrir mão de explorar a população escravizada.  Foi um processo longo e acima de tudo uma luta dos negros. Será que até hoje estamos na luta para uma abolição? Vem com a gente! _____ Fale conosco: E-mail : contato@uakani.com.br Instagram: aqui Twitter: aqui _____ Quem somos? Cléo Martins Camila Nunes Laís Zkaya Jorge Guerra Natália Magalhães
42:29
June 04, 2021
22 - Um Encontro que Enriquece (parte 2)
No episodio dessa semana nós decidimos desacelerar um pouco e parar pra conversar sobre como andam as nossas vivências, o que tem acontecido nos últimos tempos, as novidades boas e ruins etc.  Estamos quase fechando o primeiro semestre de 2021, muitas coisas tem acontecido e nos impactado de diversas formas e em diversos níveis. Assim, paramos para um bate papo entre amigos e convidamos vocês a adentrarem neste nosso quilombo tão afetuoso.  Este é o podcast que tem muito a dizer em um encontro que enriquece parte 2. _____ Fale conosco: E-mail : contato@uakani.com.br Instagram: aqui Twitter: aqui _____ Quem somos? Cléo Martins Camila Nunes Laís Zkaya Jorge Guerra Natália Magalhães
43:16
May 24, 2021
21 - Afroempreendedorismo
Afroempreendorismo é o movimento empreendedor dos negros e negras.  Ainda que sem um nome especifico as pessoas negras vem empreendendo desde sempre, muitas pessoas escravizadas compraram suas liberdades encontrando uma fonte que lhes proporcionassem um renda. A gente sabe que historicamente as pessoas negras foram “libertas” sem nada, e ainda com leis que as impediam de estudar, trabalhar e terem suas terras.  Certamente foi através do afroempreendorismo que estamos aqui.  Os números de empreendedores negros e brancos no Brasil são bastante próximos, com uma ligeira vantagem para os empresários negros.  Porém o desafio para as população negra é muito maior.  Vou dizer alguns dados para começar essa conversa. 40% dos negros adultos são empreendedores 55,5% dos empreendedores negros empreendiam por oportunidade, em relação a 71,5% dos empreendedores brancos.  Esse dado é importante porque é um sintoma de negócios que tem sucesso. Em relação ao faturamento anual, quase 80% dos empreendedores negros faturaram até R$ 24 mil por ano; 8 pontos percentuais a mais que os empreendedores brancos nessa faixa de faturamento. Por outro lado, o percentual de empreendedores brancos com faturamento acima de R$ 36 mil foi de 13,6%, quase o dobro dos empreendedores negros (7,7%).  Os empreendedores negros com renda familiar até dois salários mínimos são a maioria (54,2%). Entre os brancos essa proporção é de aproximadamente um terço (37,5%). A realização de serviços domésticos figura como a segunda atividade mais frequente entre os negros, mas não aparece entre as principais para os brancos. Se somadas com as práticas de cabelereiros e de tratamento de beleza, que se caracterizam por serviços voltados ao consumidor final, elas perfazem aproximadamente 16% do total dos empreendimentos iniciais conduzidos por empreendedores negros. Os dados são muitos, e mostram o abismo que existe ao empreender.  Somos a maioria, mas ainda somos a maioria que presta serviço, e não contrata.  Com a pandemia é perceptivo o aumento de pessoas que irão empreender por necessidade e não oportunidade, e mais uma vez nós como pessoas negras estaremos no centro nesse lugar.  Para ampliar ainda mais essa conversa, convidamos o Anderson Rosa fundador da marca Saúda Afro e Yan Ragede gerente comercial da Casa Preta Hub e Feira Preta. _____ Fale conosco: E-mail : contato@uakani.com.br Instagram: aqui Twitter: aqui _____ Quem somos? Cléo Martins Camila Nunes Laís Zkaya Jorge Guerra Natália Magalhães
01:24:15
May 15, 2021
20 - Romantização da Pobreza
Recentemente o botijão de gás de cozinha passou a custar R$ 90,00 e este aumento somado a uma pandemia mundial, onde diversos brasileiros perderam o emprego vemos alguns portais de notícias “romantizar a pobreza”, quando trazem a matéria: “Gás caro e fogão à lenha vira xodó nas casas”.  Nosso episódio de hoje é sobre isso, vem com a gente nesse papo e depois comenta aqui o que achou. _____ Fale conosco: E-mail : contato@uakani.com.br Instagram: aqui Twitter: aqui _____ Quem somos? Cléo Martins Camila Nunes Laís Zkaya Jorge Guerra Natália Magalhães
27:02
May 07, 2021
19 - Representatividade
O nosso papo de hoje foi sobre representatividade e antes de qualquer coisa, seguindo o jeitinho Uakani de ser, precisamos pontuar desde já que não temos a intenção de esgotar o assunto, muito pelo contrário, estamos aqui pra abrir parênteses e discussões.  Sabemos que representatividade é importante porque, ao vermos nossos iguais ocupando determinados espaços, entendemos que também somos capazes de ocupar diversos outros que vem sido historicamente reservado à branquitude.  No entanto, precisamos tomar cuidado também, uma vez que estamos inseridos num contexto capitalista e que a branquitude já aprendeu a fazer pequenas concessões, permitindo um preto ou outro em determinado espaço no intuito de passar a imagem de inclusão.  Além disso, devemos tomar cuidado pois existem alguns lugares que sequer deveriam existir da forma que existem, quanto mais serem objeto de um desejo de representatividade preta.  Vem refletir com o Podcast que tem muito a dizer!  _____ Fale conosco: E-mail : contato@uakani.com.br Instagram: aqui Twitter: aqui _____ Quem somos? Cléo Martins Camila Nunes Laís Zkaya Jorge Guerra Natália Magalhães
28:09
April 30, 2021
18 - Miramos Nas Notícias da Semana, Acertamos no BBB
A gente queria contar notícias da semana, mas como tem Big Brother aí pra falar acabamos dissecando mais umas observações sobre o reality que tá entretendo a Pandemia e nos fazendo pensar sobre questões raciais em outras dinâmicas.  Vem com a gente! _____ Fale conosco: E-mail : contato@uakani.com.br Instagram: aqui Twitter: aqui _____ Quem somos? Cléo Martins Camila Nunes Laís Zkaya Jorge Guerra Natália Magalhães
53:24
April 23, 2021
17 - Branquitudes
Hoje recebemos uma convidada super especial, que é a Izabel Acioly! Uma mulher cearense, mestra em antropologia, mega inteligente, mãe e professora. Ela oferece um curso incrível chamado Relações Raciais e Branquitude no Brasil.  Vem com a gente entender Branquitude! _____ Fale conosco: E-mail : contato@uakani.com.br Instagram: aqui Twitter: aqui _____ Quem somos? Cléo Martins Camila Nunes Laís Zkaya Jorge Guerra Natália Magalhães
01:11:08
April 16, 2021
16 - Padrão de Beleza: A Beleza Que Há Em Nós
O corpo considerado belo, é branco, é magro, não tem celulites nem estrias, não tem marcas, e a mídia e a moda reforçam esse estereótipo. A beleza é uma construção social e muda de sociedade para sociedade, na sociedade em que vivemos, desde criança somos apresentados a um padrão considerado belo, desde o livro infantil, aos desenhos animados, as séries, novelas, programas de TVs e filmes, e é um belo que exclui a maioria da sociedade brasileira. Na infância de cada um que está aqui, não havia, ou havia poucos pares que se assemelhavam a nós, e assim crescemos sem referências que nos trouxessem ao centro. O acesso à internet deu voz a quem nunca teve acesso, e a gente começa a ver um movimento de pessoas que através da estética valoriza seus traços negróides. Assumir os cabelos crespos e cacheados, é uma ação que não só trás a estética mas potencializa quem somos, é uma mudança de fora pra dentro, de dentro da fora, é uma movimento de aceitação. Mas para além disso, mesmo quando falamos de pessoas negras, quando falamos de do que é belo, temos também um padrão do que é aceitável. Quando minha mãe fez 62 anos,  postei uma foto no instagram, e estava lendo os comentários pra ela, e muita gente dizendo o quanto ela era linda, e lembro muito dela dizendo: engraçado, nunca me achei bonita, sabia que tinha um corpo bonito, mas não me achava bonita. Óbvio que a minha primeira reação foi argumentar pra ela o quanto ela era linda, mas depois a minha reflexão veio para quanto tempo ela demorou para se achar bonita? Uma mulher negra e retinta, que hoje nos seus 62 anos não tem mais sua cintura finíssima e quadril largo. E eu começo questionando a vocês quando vocês reconheceram a beleza em vocês? _____ Fale conosco: E-mail : contato@uakani.com.br Instagram: aqui Twitter: aqui _____ Quem somos? Cléo Martins Camila Nunes Laís Zkaya Jorge Guerra Natália Magalhães
01:16:34
April 09, 2021
15 - Gratiluz
Água, limão e gratidão o combo que se popularizou, ainda mais, em tempos de pandemia, e em muitos momentos só faz sentido para uma parcela da população que detém de alguns privilégios e claro, ignora que a vida é feita de altos e baixos.  Essa positividade tóxica é uma ideia que tem se difundido muito na internet e, em certos momentos, acaba se tornando um extremo. Lembrando que ser positivo não é ignorar os problemas que existem, mas sim conseguir perceber em situações complicadas, as melhores soluções a partir de outras perspectivas. Não é lidar apenas e exclusivamente com as coisas positivas do mundo, porque a vida não é assim.  Vem com a gente nesse papo e conta pra gente nas redes socias: Você é do time Gratiluz ou Namastreta! _____ Fale conosco: E-mail : contato@uakani.com.br Instagram: aqui Twitter: aqui _____ Quem somos? Cléo Martins Camila Nunes Laís Zkaya Jorge Guerra Natália Magalhães
49:41
April 02, 2021
14 - Exigência de Sermos os Melhores
Existe um imaginário racista de que pessoas negras precisam sempre exceder todas as expectativas. É através dele que se abrem poucas oportunidades para que poucas pessoas negras ocupem espaços e, a partir disso, possam negar ou diminuir as consequências do racismo na vida cotidiana.  O episódio dessa semana fala sobre como essa pressão nos atinge e qual a nossa resposta à essa expectativa de sermos sempre os melhores.  _____ Fale conosco: E-mail : contato@uakani.com.br Instagram: aqui Twitter: aqui _____ Quem somos? Cléo Martins Camila Nunes Laís Zkaya Jorge Guerra Natália Magalhães
46:25
March 26, 2021
13 - Entre Direita e Esquerda Continuamos Pretos: Lula 2022???
Sueli Carneiro disse: "Entre direita e esquerda eu continuo negra". Para além da polaridade política a população negra continua com poucos avanços que nos contemplem, que pense o combate a estrutura racista.  Nesse episódio também conversamos um pouco sobre algumas reparações históricas do governo Lula e um possível quadro eleitoral para 2022.  Será que nos sentimos assistidos pela esquerda atual? Pq pela direita nós já sabemos a resposta. Vem com a gente! _____ Fale conosco: E-mail : contato@uakani.com.br Instagram: aqui Twitter: aqui _____ Quem somos? Cléo Martins Camila Nunes Laís Zkaya Jorge Guerra Natália Magalhães
50:48
March 19, 2021
12- Apanhadão BBB
Somos o país que segundo o IBGE tem uma poupança de mais de 56% negra, mas não temos essa mesma proporção representada na TV. Em 2021 o Big Brother resolveu trazer para seu elenco 9 negros, o que causou um verdadeiro reboliço nas redes sociais, e uma enorme expectativa da comunidade negra pela primeira vez teríamos um representação tão grande, que vamos combinar, deveria ser normal. Eis que nesse elenco tínhamos pessoas que se declaravam militantes da causa racial, e isso nos trouxe a esperança de que as nossas pautas seriam levadas a sério em horário nobre e em rede nacional. Ledo engano. Esquecemos o que já falamos aqui nesse podcast, somos diversos, e como diversos temos visões de mundo diferente, e forma de agir diferentes, e é exatamente isso que estamos vendo na telinha. E no episódio de hoje vamos só conversar, e trazer nossas impressões sobre tudo isso. Vou confessar que estou acompanhando o programa pelo Twitter, mas estou aqui com 3 especialistas então tenho certeza que para variar teremos muito a dizer. Fale conosco: E-mail : contato@uakani.com.br Instagram: aqui Twitter: aqui _____ Quem somos? Cléo Martins Camila Nunes Laís Zkaya Jorge Guerra Natália Magalhães
01:36:09
March 06, 2021
11 - Relacionamento Afrocentrados
E hoje dando continuidade a nossa série de episódios sobre afetos e amores, vamos conversar sobre relacionamentos afrocentrados. No episódio anterior nós conversamos sobre relacionamentos inter-raciais e o quanto esses são atravessados por um ciclo de violências que vão desde físicas, até, moral, matrimonial sexual e psicológica. Muitas dessas violências estão ligadas a estruturas que existem em nossa sociedade como racismo, machismo, sexismo, entre outros, que atravessam as vivências e a construção desses relacionamentos. A falta de afeto, empatia e respeito, ocupam o lugar do que deveria ser amor, cuidado e união. Casais que estão vivendo uma solidão a dois, por não se conhecerem e não conhecerem o outro, suas lutas e sua vivência. Mas conhecer a vivência é o suficiente para que o relacionamento seja saudável? Em relacionamentos afrocentrados acontecem essas violências que conversamos no episódio anterior? Então vamos conversar sobre relacionamentos afrocentrados. _____ Fale conosco: E-mail : contato@uakani.com.br Instagram: aqui Twitter: aqui _____ Quem somos? Cléo Martins Camila Nunes Laís Zkaya Jorge Guerra Natália Magalhães
51:50
February 26, 2021
10 - Relacionamentos Inter-raciais
Nossos últimos episódios tem sido direcionados a falar de amor e relacionamentos.  Então começo com um lembrete: "todos merecem o amor, todos merecem ser amados!"  E dito isso, o nosso 10° episódio 👏🏾👏🏾👏🏾 falamos um pouco sobre a nossa percepção sobre relacionamentos interraciais... Uma discussão que não é sobre proibir ou julgar casais interraciais, mas sobre democratizar os relacionamentos. _____ Fale conosco: E-mail : contato@uakani.com.br Instagram: aqui Twitter: aqui _____ Quem somos? Cléo Martins Camila Nunes Laís Zkaya Jorge Guerra Natália Magalhães
57:57
February 20, 2021
9 - Relacionamentos
No programa de hoje vamos falar sobre relacionamentos amorosos entre pessoas de raças diferentes, possíveis possibilidades de afetos e como o racismo pode interferir socialmente e internamente dentro da relação.  Sim, o amor tem cor e não é por existir amor que questões Raciais não vão aparecer.  Vem com a gente ouvir nossa vivência e nossas visões sobre o assunto. :) _____ Fale conosco: E-mail : contato@uakani.com.br Instagram: aqui Twitter: aqui _____ Quem somos? Cléo Martins Camila Nunes Laís Zkaya Jorge Guerra Natália Magalhães
58:07
February 12, 2021
8 - Hipersexualização (parte 2)
O racismo é uma "autorização pra inventar o outro" e a hipersexualização  do corpo negro é um resultado direto dessa invenção. No episódio dessa semana, conversamos sobre esse tema trazendo as nossas experiências e impressões desse nosso jeitinho de quem sempre tem MUITO A DIZER! O papo foi tão produtivo que tivemos que dividir o episódio em duas partes e, como sempre, esperamos que você se sinta tão à vontade escutando quanto nós nos sentimos gravando. Uakani é o nosso quilombo e esperamos que você aceite o convite pra fazer parte dessa nossa construção. _____ Fale conosco: E-mail : contato@uakani.com.br Instagram: aqui Twitter: aqui _____ Quem somos? Cléo Martins Camila Nunes Laís Zkaya Jorge Guerra Natália Magalhães Episode analytics
57:23
December 18, 2020
7 - Hipersexualização (parte 1)
O racismo é uma "autorização pra inventar o outro" e a hipersexualização  do corpo negro é um resultado direto dessa invenção.  No episódio dessa semana, conversamos sobre esse tema trazendo as nossas experiências e impressões desse nosso jeitinho de quem sempre tem MUITO A DIZER! O papo foi tão produtivo que tivemos que dividir o episódio em duas partes e, como sempre, esperamos que você se sinta tão à vontade escutando quanto nós nos sentimos gravando.  Uakani é o nosso quilombo e esperamos que você aceite o convite pra fazer parte dessa nossa construção.  _____ Fale conosco: E-mail : contato@uakani.com.br Instagram: aqui Twitter: aqui _____ Quem somos? Cléo Martins Camila Nunes Laís Zkaya Jorge Guerra Natália Magalhães
01:05:04
December 11, 2020
6 - O que é o Amor?
O Amor por definição é uma emoção ou um sentimento que leva uma pessoa a desejar o bem a outra pessoa, ou alguma coisa.  Mas o amor não tem uma definição única, nem é uma fórmula pronta, cada pessoa experiência o amor de formas diferentes, e há diversas formas de amar, e no episódio dessa semana vamos conversar sobre o amor, e o amar. _____ Fale conosco: E-mail : contato@uakani.com.br Instagram: aqui Twitter: aqui _____ Quem somos? Cléo Martins Camila Nunes Laís Zkaya Jorge Guerra Natália Magalhães
01:03:50
December 04, 2020
5 - As marcas podem ser neutras?
Vidas negras importam, vidas negras importam... Diversas marcas e empresas pensam seus produtos e ações e se posicionam para determinadas populações, mas nem sempre esse engajamento nas lutas sociais se da de forma empática e humana, pois suas ações no dia-a-dia excluem outros segmentos e reforçam preconceitos e descriminações estruturais existentes em nossa sociedade.  A importância das marcas e empresas se posicionarem pensando em suas ações e produtos para todos os públicos é uma forma de humaniza-las e tornarem agentes ativos nas lutas raciais e outras demandas sociais. Mas o que você entende por humanização das marcas? Ao mesmo tempo, muitas dessas marcas sofrem boicotes de segmentos que se sentem prejudicados devido ao seu posicionamento. Em uma pesquisa da Accenture apontou que 79% dos brasileiros optam por marcas que expõe seus posicionamentos políticos, social ou cultural, deixando de optar por marcas que se mantêm neutras nessas questões.  As marcas devem mesmo abordar e se posicionar sobre essas temáticas, ou devem se manter neutras evitando debate público? _____ Fale conosco: E-mail : contato@uakani.com.br Instagram: aqui Twitter: aqui _____ Quem somos? Cléo Martins Camila Nunes Laís Zkaya Jorge Guerra Natália Magalhães
48:20
November 27, 2020
4 - Quando nos Descobrimos Negros
Você não é negra, não não! Você é moreninha!  Pode até parecer uma frase aleatória e fora de contexto. Mas cada um de nós já passou por por alguma situação em que a sociedade não nos reconhecia como pessoas negras ou nos desmotivava a buscar esse entendimento, então nosso episódio 4 é: Quando nós nos descobrimos negros!  Ah, mas vocês não sabiam que eram negros? Como assim? Então, a gente sabia...mas vem cá entender como foi para a gente essa intensa e transformadora descoberta do pertencimento. E falando em pertencimento, 20/11 é o Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra, a data faz referência à morte de Zumbi, um símbolo da luta e resistência dos negros escravizados no Brasil. _____ Fale conosco: E-mail : contato@uakani.com.br Instagram: aqui Twitter: aqui _____ Quem somos? Cléo Martins Camila Nunes Laís Zkaya Jorge Guerra Natália Magalhães
01:01:57
November 18, 2020
3 - Racismo Reverso
No episódio dessa semana conversamos sobre a impossibilidade de existir um “racismo reverso”. Quando falamos em racismo, estamos falando sobre uma estrutura de poder em que pessoas brancas são privilegiadas às custas da vida de pessoas não brancas.  Assim, pessoas negras não possuem poder estrutural para oprimir pessoas brancas numa espécie de “reverso”. Muito antes de levantar o debate sobre algo que não existe, precisamos estudar sobre o que é o racismo em si, como ele se comporta e quais são as suas consequências nas vidas das pessoas que sofrem com ele.  As discussões sobre “racismo reverso” são nada mais nada menos que o próprio racismo buscando métodos de se manter na sociedade e sempre surgem como reação a qualquer situação que coloque pessoas pretas em destaque.  As pessoas brancas estão acostumadas a serem sempre o centro das atenções em qualquer situação e, quando falam sobre racismo reverso, estão, na verdade, manifestando o medo de perderem os seus privilégios de pessoas brancas. _____ Fale conosco: E-mail : contato@uakani.com.br Instagram: aqui Twitter: aqui _____ Quem somos? Cléo Martins Camila Nunes Laís Zkaya Jorge Guerra Natália Magalhães
42:03
November 11, 2020
2 - Ser Forte
O episódio de hoje é sobre "Ser Forte". Como assim "ser forte"? Pessoas negras no Brasil normalmente são vistas como aqueles que aguentam tudo: trabalhos pesados, solidão, desconforto, percorrer longas distâncias, falta de afeto e cuidado. Óbvio que isso é uma herança colonial e escravocrata. Mas paralelo a isso a gente se faz de forte para passar pelas violências racistas, por conta da falta de empatia, afetos e cuidados. Eu não vou chorar, não vou cair e não vou ceder é um escudo que usamos e não tem como funcionar bem, né? Porque somos seres humanos! Então se você é uma pessoa preta vem aqui dar um abraço  desses de alma na gente e ver que não é só com você que isso acontece! E se você é branco vem entender e aprender a nos tratar como semelhantes. :) _____ Fale conosco: E-mail : contato@uakani.com.br Instagram: aqui Twitter: aqui _____ Quem somos? Cléo Martins Camila Nunes Laís Zkaya Jorge Guerra Natália Magalhães
54:19
November 04, 2020
1 - Um encontro que enriquece
O podcast Uakani nasce do encontro de 5 pessoas que não se conheciam, conectados por uma ideia, se reuniram para conversar.  Essa primeira conversa foi gravada por gravar, e no final todos percebemos que fazia muito sentido transformar no nosso primeiro episódio. Mesmo com falhas de áudio, conexão de internet, com barulho no fundo, ele mostra a nossa sintonia, e que mesmo sendo pessoas de lugares, profissões, idades diferentes, a negritude nos conecta, dores e vivências nos tornam iguais.  Esse é um espaço de acolhimento, troca de conhecimento e aquilombamento.  Esse primeiro episódio é só o começo e ele vem nos apresentar, e mostrar que a gente tem muito a dizer.  Uakani no instagram:  @uakanioficial Quem somos nós? @martins_cleo1 @oicamilanunes @laiszkaya @nataliadocinho @jorgemnguerra
57:12
October 26, 2020