Skip to main content
A História do Disco

A História do Disco

By A História do Disco
Um podcast para falar de música, discos de vinil e histórias com muito bom humor com a comunicadora e artista Bruna Paulin e convidados.
Todo disco tem uma história. Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Recebo convidados muito especiais que dividem por aqui as suas histórias e seus discos favoritos.
Where to listen
Google Podcasts Logo

Google Podcasts

Overcast Logo

Overcast

Pocket Casts Logo

Pocket Casts

RadioPublic Logo

RadioPublic

Spotify Logo

Spotify

#29 - A História do Disco - Som Bacana, com DJ Meme
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Seja muito bem vinda e bem vindo: esse programa é para todo mundo que é apaixonado por música. Você sabia que a partir de R$ 7,00 por mês você pode fazer parte do nosso clube, que mantém o programa semanal e gratuito a todas as pessoas? Quem contribui para o financiamento contínuo de A História do Disco recebe novidades antes de todo mundo, ganha descontos, presentes e conteúdos exclusivos, participa de programas e concorre a sorteios super especiais. Para participar, acesse apoia.se/ahistoriadodisco O convidado desse episódio é Marcello Mansur, mundialmente conhecido como DJ Meme. A iniciação de Meme no universo da música originou-se na adolescência, quando começou a fazer montagens e colagens, recombinando faixas, trechos, sons e batidas, utilizando apenas o seu gravador de fitas cassete. E, das festinhas no bairro, quando já colocava a turma pra dançar, ainda sem saber o que era discotecar e o que era ser DJ, caminhou a passos largos, anos depois, para produção de remixagens de hits do pop e do rock brasileiro da década de 1980. “Comecei a fazer remix em 85. Meu trabalho obteve uma visibilidade muito maior quando entrei para o rádio, remontando as músicas que iam para a grade da programação. Inclusive, fiz remix de música dos Titãs (Polícia), de Marina (À Francesa), Capital Inicial e muitos outros. Percebi que podia interferir na música fazendo música. Fui avançando e acabei chamando a atenção das gravadoras. Somente depois, por causa do remix, é que a produção de discos veio. E o remix só veio por causa da discotecagem. E a discotecagem só existe na minha vida por causa do amor pela música, que eu nutri desde moleque. Música era o meu jogo de bola, o meu jogo de botão. Só ouvia música e mais nada”, relembra. Paralelamente à bem-sucedida trajetória de DJ e remixer internacional, que começou e que se estende até hoje, a produção musical passou a ocupar, a partir dos anos 90, um espaço substancial na carreira do carioca Marcello Mansur. O raro crossover entre as atribuições de DJ e produtor, uma combinação de atividades profissionais que não é muito comum neste meio, propiciou-lhe números impressionantes: são 23 discos de ouro, 15 de platina e 3 de diamante, conquistados nos trabalhos com Lulu Santos, Gabriel O Pensador, Claudinho &  Buchecha, Barão Vermelho e Kid Abelha, além de dezenas de remixes realizados para alguns dos principais nomes do pop internacional (Shakira, Mariah Carey, Gloria Estefan, Dido e Toni Braxton). E hoje você vai conhecer a história de DJ Meme com Som Bacana, seu álbum recém lançado nas plataformas, e que é pura memória emocional com a música. -- Apoio: Fábrica do Futuro, AudioPorto, Editora Belas Letras e Toca do Disco Apresentação, roteiro, produção e locução: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:01:10
August 10, 2022
#28 - A História do Disco - Cê, com Luiz Felipe Carneiro e Tito Guedes
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Seja muito bem vinda e bem vindo: esse programa é para todo mundo que é apaixonado por música. Você sabia que a partir de R$ 7,00 por mês você pode fazer parte do nosso clube, que mantém o programa semanal e gratuito a todas as pessoas? Quem contribui para o financiamento contínuo de A História do Disco recebe novidades antes de todo mundo, ganha descontos, presentes e conteúdos exclusivos, participa de programas e concorre a sorteios super especiais. Para participar, acesse apoia.se/ahistoriadodisco Os convidados desse episódio são Luiz Felipe Carneiro e Tito Guedes. Luiz Felipe Carneiro é jornalista e pesquisador musical. Trabalhou na Folha de S.Paulo, International Magazine e SRZD, além de ter colaborado para veículos como Jornal do Brasil e CartaCapital. Escreveu o livro “Os 50 maiores shows da história da música” e é o idealizador do canal Alta Fidelidade, no YouTube, com mais de 1,5 mil vídeos publicados sobre música. Tito Guedes nasceu em Niterói/RJ em 1997. É formado em Estudos de Mídia pela Universidade Federal Fluminense (UFF) e autor do livro “Querem acabar comigo”, sobre Roberto Carlos e a crítica musical, publicado pela Máquina de Livros em 2021. Já trabalhou no Instituto Memória Musical Brasileira (IMMuB) e participou do projeto “O Ritmo de Gil”, acervo digital de Gilberto Gil para a plataforma Google Arts & Culture. Atualmente é pesquisador do canal Alta Fidelidade. A dupla lança em sessão de autógrafos na próxima quinta-feira, 11 de agosto, em comemoração aos 80 anos de Caetano Veloso, o livro Lado C- A trajetória musical de Caetano Veloso até a reinvenção com a bandaCê, que já está à venda nas livrarias. A publicação narra justamente a sonoridade buscada por Caetano desde o início de sua carreira, com destaque para a virada radical com a BandaCê, power trio que montou em 2006 com músicos 30 anos mais jovens. Em um período de dez anos, foram três discos de canções inéditas, outros três ao vivo e grandes turnês que rodaram o Brasil e o mundo. Além de pesquisar centenas de reportagens, vídeos e discos, os autores entrevistaram mais de 40 personagens fundamentais dessa história. Começando pelo próprio Caetano e os três integrantes da bandaCê, Pedro Sá, Ricardo Dias Gomes e Marcelo Callado. Ouviram ainda nomes de diferentes fases, como Jards Macalé, Arnaldo Brandão, Vinicius Cantuária, Arto Lindsay (que também assina a orelha de Lado C), Jaques Morelenbaum, Moreno Veloso, Kassin, Rodrigo Amarante, além de produtores, técnicos e amigos do compositor. E hoje você vai conhecer a história Luiz Felipe e Tito com Cê, álbum de 2006, primeiro da trilogia da banda. --  Apoio: Fábrica do Futuro, AudioPorto, Editora Belas Letras e Toca do Disco Apresentação, roteiro, produção e locução: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:15:44
August 03, 2022
#27 - A História do Disco - Luz, com Bibiana Petek
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Seja muito bem vinda e bem vindo: esse programa é para todo mundo que é apaixonado por música. Você sabia que a partir de R$ 7,00 por mês você pode fazer parte do nosso clube, que mantém o programa semanal e gratuito a todas as pessoas? Quem contribui para o financiamento contínuo de A História do Disco recebe novidades antes de todo mundo, ganha descontos, presentes e conteúdos exclusivos, participa de programas e concorre a sorteios super especiais. Para participar, acesse apoia.se/ahistoriadodisco A convidada desse episódio é Bibiana Petek. Bibiana é cantora, compositora, guitarrista e produtora musical. Desde 2013 na cena musical, estreou com o álbum “Dengo”, com o qual conquistou o Prêmio ABMI / Deezer de novos talentos e o Festival EDP Live Bands - a levando para tocar em Portugal no NOS Alive em 2018. Em 2019 lançou seu segundo disco, “Músicas para segunda-feira vol.1”. Além de suas composições, Bibiana também desenvolve releituras de diversas canções da música brasileira, e em breve lançará EP com versões de músicas da MPB de diversas épocas. Graduada em Música, integra o time de produtores musicais da Loop Reclame, produtora de áudio que atua há mais de 15 anos no mercado fonográfico nacional. Foi no estúdio que trabalhou com Acústicos e Valvulados, Carlinhos Carneiro, Comunidade Nin jitsu, Negra Jaque, Tati Portella, Nani Medeiros, Antônio Villeroy, Tonho Crocco e uma série de novos nomes da cena gaúcha. E hoje você vai conhecer a história de Bibiana com Luz, de Djavan. -- Episódio gravado em parceria com Fábrica do Futuro e AudioPorto Apoio: Fábrica do Futuro, AudioPorto, Editora Belas Letras e Toca do Disco Apresentação, roteiro, produção e locução: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001) Produção Fábrica do Futuro/AudioPorto: Laís Moura, Clara Estácio e Marieta Noronha Direção técnica: Lorenzo Schmidt Operação de câmera e áudio: Rael Valinhas Operação de switcher: Lucas Ferreira Técnicos de som: Lauro Maia e Pedro Schmidt
01:00:08
July 27, 2022
#26 - A História do Disco com Evandro Mesquita
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Seja muito bem vinda e bem vindo: esse programa é para todo mundo que é apaixonado por música. Você sabia que a partir de R$ 7,00 por mês você pode fazer parte do nosso clube, que mantém o programa semanal e gratuito a todas as pessoas? Quem contribui para o financiamento contínuo de A História do Disco recebe novidades antes de todo mundo, ganha descontos, presentes e conteúdos exclusivos, participa de programas e concorre a sorteios super especiais. Para participar, acesse apoia.se/ahistoriadodisco O convidado desse episódio é Evandro Mesquita.  O cantor, compositor e ator brasileiro, Evandro começou no teatro, com o grupo Asdrúbal Trouxe o Trombone. Mas foi com o estrondoso sucesso com a Blitz, que em 2022 comemora 40 anos de existência, que seu nome e sua música chegaram a todos os cantos do país. -- Apoio: Fábrica do Futuro, AudioPorto, Editora Belas Letras e Toca do Disco Apresentação, roteiro, produção e locução: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:02:15
July 21, 2022
#25 - A História do Disco - Raio-X, com Fernanda Abreu
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Seja muito bem vinda e bem vindo: esse programa é para todo mundo que é apaixonado por música. Você sabia que a partir de R$ 7,00 por mês você pode fazer parte do nosso clube, que mantém o programa semanal e gratuito a todas as pessoas? Quem contribui para o financiamento contínuo de A História do Disco recebe novidades antes de todo mundo, ganha descontos, presentes e conteúdos exclusivos, participa de programas e concorre a sorteios super especiais. Para participar, acesse apoia.se/ahistoriadodisco A convidada desse episódio é Fernanda Abreu.  Fernanda Sampaio de Lacerda Abreu nasceu em 08 de setembro de 1961 no Rio de Janeiro, virgem com ascendente touro, um ano e 11 dias depois de seu único irmão, Felipe. Filha de mãe carioca e pai português, a cantora, compositora e bailarina desde muito pequena teve contato com a música e a dança. Iniciou profissionalmente na música como vocalista da Blitz. Em 1990 lançou sua carreira solo com SLA Radical Dance Disco Club. É considerada a mãe do Pop dançante brasileiro e madrinha do funk carioca. Na sua discografia constam 10 álbuns, com uma carreira marcada pela inovação, modernização da linguagem pop e parcerias com grandes artistas e produtores. E hoje você vai conhecer a história de Fernanda com Raio-X, seu álbum de 1997. -- Episódio gravado em parceria com Fábrica do Futuro e AudioPorto Apoio: Fábrica do Futuro, AudioPorto, Editora Belas Letras e Toca do Disco Apresentação, roteiro, produção e locução: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001) Produção Fábrica do Futuro/AudioPorto: Laís Moura, Clara Estácio e Marieta Noronha Direção técnica: Lorenzo Schmidt Operação de câmera e áudio: Rael Valinhas Operação de switcher: Lucas Ferreira Técnicos de som: Lauro Maia e Pedro Schmidt
01:14:28
July 13, 2022
#24 - A História do Disco - Língua Brasileira, com Tom Zé
Olá, eu sou Bruna Paulin e esse é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história. Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Seja muito bem vinda e muito bem vindo: esse programa é para todo mundo que é apaixonado por música. Você sabia que a partir de R$ 7,00 por mês você pode fazer parte do nosso clube, que mantém o programa semanal e gratuito a todas as pessoas? Quem contribui para o financiamento contínuo de A História do Disco recebe novidades antes de todo mundo, ganha descontos, presentes e conteúdos exclusivos, participa de programas e concorre a sorteios super especiais. Para participar, acesse apoia.se/ahistoriadodisco O convidado desse episódio é Tom Zé. Baiano de Irará, aos 85 anos, Antônio José Santana Martins, o Tom Zé, é um dos compositores e arranjadores mais originais e ativos da música popular brasileira. É parte da cena musical do país desde os anos 1960, quando integrou o movimento da Tropicália. Nas décadas seguintes, se entrega ao pop experimental e é “encontrado” por David Byrne, ex-Talking Heads, que leva sua obra para os Estados Unidos, tornando-se grande sucesso da crítica internacional. O músico possui mais de vinte álbuns de estúdio. E hoje você vai conhecer a história de Tom Zé com Língua Brasileira, seu mais recente disco. -- Episódio gravado em parceria com Fábrica do Futuro e AudioPorto Apoio: Fábrica do Futuro, AudioPorto, Editora Belas Letras e Toca do Disco Apresentação, roteiro, produção e locução: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001) Produção Fábrica do Futuro/AudioPorto: Laís Moura, Clara Estácio e Marieta Noronha Direção técnica: Lorenzo Schmidt Operação de câmera e áudio: Rael Valinhas Operação de switcher: Lucas Ferreira Técnicos de som: Lauro Maia e Pedro Schmidt
58:16
July 06, 2022
#23 - A História do Disco - Refavela, com Nei Lisboa
Olá, eu sou Bruna Paulin e esse é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história. Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Seja muito bem vinda e muito bem vindo: esse programa é para todo mundo que é apaixonado por música.  Você sabia que a partir de R$ 7,00 por mês você pode fazer parte do nosso clube, que mantém o programa semanal e gratuito a todas as pessoas? Quem contribui para o financiamento contínuo de A História do Disco recebe novidades antes de todo mundo, ganha descontos, presentes e conteúdos exclusivos, participa de programas e concorre a sorteios super especiais. Para participar, acesse apoia.se/ahistoriadodisco O convidado desse episódio é Nei Lisboa. Nascido em Caxias do Sul, Nei reside em Porto Alegre desde a infância, tendo vivido temporadas em outras capitais brasileiras e também nos EUA, onde concluiu o ensino médio. Mas sua ligação mais forte é mesmo com a capital gaúcha, onde mantém um público fiel, e mais especificamente o bairro Bom Fim, onde cresceu e morou por mais de vinte anos. É irmão mais jovem – entre sete – de Luiz Eurico Tejera Lisbôa, primeiro desaparecido político brasileiro cujo corpo pôde ser localizado, no final dos anos 1970.  Nei tem doze discos lançados ao longo de mais de quatro décadas, além de dois livros: uma coletânea de crônicas e um romance, este editado no Brasil e na França. Suas canções fazem sucesso na voz de intérpretes consagrados como Caetano Veloso, Zélia Duncan, Luiza Possi e Cida Moreira, entre outros. A paixão pela música popular surge na infância – aos oito anos é aluno do Liceu Musical Palestrina – e se consolida ao ingressar, em 1977, no curso (inconcluso) de Composição e Regência da UFRGS. As músicas de Nei participam também da trilha de vários filmes da cinematografia gaúcha, como Deu pra ti anos 70, Verdes anos e Houve uma vez dois verões. Em Meu tio matou um cara, de Jorge Furtado, um dos principais temas é a canção "Pra te lembrar", na interpretação de Caetano Veloso, música que também faz parte do CD Relógios de Sol – lançado em julho de 2003 pelo selo Antídoto. Em junho de 2015, grava ao vivo em Porto Alegre Telas, tramas & trapaças do novo mundo, com patrocínio do projeto Natura Musical. O CD chegou às lojas ao final daquele ano, com shows de lançamento em Porto Alegre, Florianópolis e Curitiba, entre outras cidades do sul do país, e segue sua trajetória desde então.  Durante a pandemia, Nei se dedicou às lives, produzindo um programa semanal no YouTube, intitulado “Em casa e (ao) vivo”, mesclando música, notícias, humor, entrevistas e participação ao vivo dos internautas. Em meados de 2021, depois de recuperar-se integralmente de uma internação por Covid, Nei retomou o projeto de novo disco, com um EP de nome Pandora e cinco faixas inéditas, lançado ao final do ano nas plataformas digitais. E hoje você vai conhecer a história de Nei com Refavela, de Gilberto Gil. -- Episódio gravado em parceria com Fábrica do Futuro e AudioPorto Apoio: Fábrica do Futuro, AudioPorto, Editora Belas Letras e Toca do Disco Apresentação, roteiro, produção e locução: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001) Produção Fábrica do Futuro/AudioPorto: Laís Moura, Clara Estácio e Marieta Noronha Direção técnica: Lorenzo Schmidt Operação de câmera e áudio: Rael Valinhas Operação de switcher: Lucas Ferreira Técnicos de som: Lauro Maia e Pedro Schmidt
57:34
June 29, 2022
#22 - A História do Disco - Faces, com Pedro Mariano
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Seja muito bem vinda e bem vindo: esse programa é para todo mundo que é apaixonado por música. Você sabia que a partir de R$ 7,00 por mês você pode fazer parte do nosso clube, que mantem o programa semanal e gratuito a todas as pessoas? Quem contribui para o financiamento contínuo de A História do Disco recebe novidades antes de todo mundo, ganha descontos, presentes e conteúdos exclusivos, participa de programas e concorre a sorteios super especiais. Para participar, acesse apoia.se/ahistoriadodisco O convidado desse episódio é Pedro Mariano. A música sempre esteve presente na vida de Pedro. Acostumado a dormir ao som das cantigas de ninar de uma das mais importantes vozes que o Brasil pôde escutar, a ver ensaios, ouvir e discutir música desde que nasceu, não é de se estranhar que Pedro soubesse impor tamanha maturidade em seu trabalho. Filho da cantora Elis Regina e do músico Cesar Camargo Mariano, Pedro pôde acompanhar de perto os passos dos mais importantes artistas da cena musical brasileira. A primeira vez que subiu num palco foi aos 12 anos, em um festival de música. Depois participou, com a sua banda Confraria, do Festival do “Fico”, do “Festival Cultura Inglesa” e do “Festivalda” ganhando, em todos, na categoria de melhor banda. Em 1994 Pedro deixou a Confraria, e optou pela carreira solo. Passou a selecionar seu próprio repertório, gravar demos e fazer jingles. Desde 1997 pra cá são 11 álbuns, com diversas indicações ao Grammy Latino. Em 2022, há poucas semanas, Pedro lançou mais um disco de inéditas, intitulado Novo Capítulo. E hoje você vai conhecer a história de Pedro com Faces, do Earth, Wind and Fire. -- Apoio: Fábrica do Futuro, AudioPorto, Toca do Disco e Editora Belas Letras Produção, roteiro, locução e apresentação: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:20:42
June 22, 2022
#21 - A História do Disco - Feijão com Arroz, com Marcia Castro
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Seja muito bem vinda e bem vindo: esse programa é para todo mundo que é apaixonado por música. Você sabia que a partir de R$ 7,00 por mês você pode fazer parte do nosso clube, que mantem o programa semanal e gratuito a todas as pessoas? Quem contribui para o financiamento contínuo de A História do Disco recebe novidades antes de todo mundo, ganha descontos, presentes e conteúdos exclusivos, participa de programas e concorre a sorteios super especiais. Para participar, acesse apoia.se/ahistoriadodisco A convidada deste episódio é Márcia Castro. Cantora e compositora baiana, Márcia lançou em 2021 seu quinto álbum, intitulado Axé, com produção musical de Letieres Leite e Lucas Santtana  - dois grandes produtores baianos de gerações e escolas diferentes, e direção artística de Marcus Preto. E no episódio de hoje, você vai conhecer a história de Márcia com Feijão com Arroz, de Daniela Mercury. -- Apoio: Fábrica do Futuro, Audioporto, Editora Belas Letras e Toca do Disco  Apresentação, roteiro, produção e locução: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001) Produção: Laís Moura, Clara Estácio e Marieta Noronha Comunicação de Lucio Brancato, Marcelo Costa e Aline Dillenburg Direção técnica: Lorenzo Schmidt Operação de câmera e áudio: Rael Valinhas Operação de switcher: Lucas Ferreira Técnicos de som: Lauro Maia e Pedro Schmidt.
52:48
June 15, 2022
#20 - A História do Disco - Clarice Clarão, com Beatriz Azevedo e Moreno Veloso
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história. Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Seja muito bem vinda e bem vindo: esse programa é para todo mundo que é apaixonado por música. Colabore com nosso financiamento contínuo para o programa seguir semanal e gratuito para todas as pessoas em apoia.se/ahistoriadodisco Os convidados desse episódio são Beatriz Azevedo e Moreno Veloso. Beatriz Azevedo é poeta, compositora, multiartista brasileira. Visiting Scholar na New York University de 2022 a 2023, Doutora em Artes da Cena pela UNICAMP e Mestre em Literatura Comparada pela USP. Pesquisadora de Pós-Doutorado Unicamp / Fapesp. Estudou música no Mannes College of Music em Nova York e dramaturgia na Sala Beckett em Barcelona. Gravou os discos A.G.O.R.A, AntroPOPhagia ao vivo em Nova York, Alegria, lançados pela Biscoito Fino no Brasil e pela Discmedi na Europa; e Bum bum do poeta, pela gravadora Natasha Records no Brasil e pela Nippon Crown no Japão. Suas composições foram cantadas por Adriana Calcanhotto, Matheus Nachtergaele, Moreno Veloso, Tom Zé, Zelia Duncan e Zé Celso Martinez Correa, entre outros. Criou parcerias com Augusto de Campos, Cristovão Bastos, Hilda Hilst, Moreno Veloso, Oswald de Andrade, Raul Bopp, Vinicius Cantuária e Zélia Duncan. Escreveu os livros Abracadabra (selo Demônio Negro), Antropofagia Palimpsesto Selvagem (Cosac Naify), Idade da Pedra (Iluminuras), entre outros. Moreno Veloso é cantor, compositor e produtor musical. Estudou física na faculdade, mas atua como músico no Brasil e no exterior. Primeiro filho de Caetano Veloso e da atriz Dedé Gadelha Veloso. Desde criança, Moreno começou a compor canções em parceria com o pai; "Um canto de afoxé para o bloco do Ilê", foi registrada por Caetano no LP "Cores, nomes" em 1982. Em 1997, outra composição de Moreno, "How beautiful could a being be" foi registrada por Caetano no LP "Livro”. Sua música "Sertão”, também em parceria com o pai, foi gravada por Gal Costa. Em 2000 gravou seu primeiro álbum Máquina de Escrever Música, ao lado de Domenico Lancelotti e Kassin, pelo selo Rock it!. Em 2011 atuou como produtor no álbum “Recanto”, de Gal Costa, sua madrinha. Em 2014 lançou o álbum Coisa Boa, seu primeiro disco solo de estúdio, que teve início enquanto ainda estava vivendo na Bahia. A presença da terra natal é evidente em muitas composições de Moreno. Foi convidado novamente por Gal Costa para a produção de seu disco, “Estratosférica” em 2015. Participou do show antroPOPhagia de Beatriz Azevedo em 2016, em apresentações no Oi Futuro no Rio de Janeiro, no Sesc Palladium em Belo Horizonte, e na Caixa Cultural em Brasília. No final de 2018, depois das eleições presidenciais no Brasil, compôs junto com Beatriz Azevedo a canção “Canto”, que está no disco A.G.O.R.A., lançado pela Biscoito Fino em 2019. Ao lado de seu pai e seus irmãos Zeca e Tom Veloso realizou nos últimos anos o espetáculo “Caetano Moreno Zeca Tom Veloso”. Está nos projetos Agora Clarice e Clarice Clarão, ao lado de Beatriz Azevedo. E hoje você vai conhecer a história de Clarice Clarão, álbum que a dupla assina em parceria. - Apoio: Fábrica do Futuro, AudioPorto, Editora Belas Letras e Toca do Disco Roteiro, apresentação e produção: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron
01:20:19
June 09, 2022
#19 - A História do Disco - Especial 55 anos Sgt Pepper's Lonely Hearts Club Band
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Seja muito bem vinda e bem vindo: esse programa é para todo mundo que é apaixonado por música. Colabore com nosso financiamento contínuo para o programa seguir semanal e gratuito para todas as pessoas em apoia.se/ahistoriadodisco Nesse episódio especial em comemoração aos 55 anos de lançamento do álbum Sgt Pepper's Lonely Hearts Club Band, o programa, gravado na Fábrica do Futuro com plateia presencial, conta com a participação do músico Arthur de Faria, o pesquisador Gilvan Moura, o CEO da editora Belas Letras Gustavo Guertler, os jornalistas Lorena Calábria e Lucio Brancato e o pesquisador e produtor musical Marcelo Fróes. -- Apoio: Fábrica do Futuro, Audioporto, Editora Belas Letras e Toca do Disco Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001) Produção: Laís Moura, Clara Estácio e Marieta Noronha Comunicação de Lucio Brancato, Marcelo Costa e Aline Dillenburg Direção técnica: Lorenzo Schmidt Operação de câmera e áudio: Rael Valinhas Operação de switcher: Lucas Ferreira Técnicos de som: Lauro Maia e Pedro Schmidt.
02:09:19
June 02, 2022
#18 - A História do Disco - Samba às avessas, com Pâmela Amaro
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Seja muito bem vinda e bem vindo: esse programa é para todo mundo que é apaixonado por música. Colabore com nosso financiamento contínuo para o programa seguir semanal e gratuito para todas as pessoas em apoia.se/ahistoriadodisco A convidada desse episódio é Pâmela Amaro. Pâmela é cantora, compositora e atriz e tem se destacado nos últimos anos na cena do samba no RS. Além de compositora e cantora, também é instrumentista, tocando percussão e cavaquinho. Participa de alguns grupos musicais, em sua maioria, formados por mulheres. E hoje você vai conhecer a história de Samba às Avessas, seu álbum de estreia. -- Apoio: Fábrica do Futuro, Audioporto e Editora Belas Letras Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:00:11
May 18, 2022
#17 - A História do Disco - White Light/White heat, com Felipe Hirsch
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Seja muito bem vinda e bem vindo: esse programa é para todo mundo que é apaixonado por música. Colabore com nosso financiamento contínuo para o programa seguir semanal e gratuito para todas as pessoas em apoia.se/ahistoriadodisco O convidado desse episódio é Felipe Hirsch. Felipe é diretor e dramaturgo. Um dos fundadores da Sutil Companhia de Teatro, atualmente é diretor da Cia Ultralíricos. Desde 1993 foram dezenas de espetáculos teatrais, óperas, shows, além de projetos no cinema e TV, e mais de 150 prêmios e indicações. E hoje você vai conhecer a história de Felipe com o disco White Light/White Heat, do Velvet Underground. -- Apoio: Editora Belas Letras Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:23:31
May 11, 2022
#16 - A História do Disco - Guilherme Arantes (1976), com Marcus Preto
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Seja muito bem vinda e bem vindo: esse programa é para todo mundo que é apaixonado por música. Colabore com nosso financiamento contínuo para o programa seguir semanal e gratuito para todas as pessoas em apoia.se/ahistoriadodisco O convidado desse episódio é Marcus Preto. Marcus é jornalista e produtor musical, e faz tantas coisas que fica difícil a gente listar tantos trabalhos incríveis que ele se envolve.  Cobre música brasileira desde 2001, passando por veículos como Rolling Stone Brasil, Bravo! MTV, Folha de SP, Oi FM, entre outros. Apresentou entre 2013 e 2017 o Trampolim, onde entrevistava nomes de diversas gerações da MPB. Atualmente, apresenta o programa semanal "Ecoando", nos canais do Amazon Music em que entrevista nomes da novíssima geração da música brasileira de todos os gêneros. Estreou como diretor artístico em 2013 com o EP Tribunal do Feicebuqui, de Tom Zé. Com participação de Emicida e das bandas O Terno, Trupe Chá de Boldo e Filarmônica de Pasárgada, o disco ficou entre os mais baixados no país daquele ano e ganhou uma edição em vinil. Nesses quase dez anos, assinou mais de 25 álbuns e dezenas de shows de Odair José, Gal Costa, Mallu Magalhães, Paulo Miklos, Silva, Ana Cañas, Erasmo Carlos, Nando Reis, Marcia Castro, Juliana Linhares e a novíssima Bala Desejo, entre outros muitos projetos.  Também é curador do Coala Festival que ocorre em setembro de 2022 em SP, além de administrar uma incrível discoteca e posar para fotos com a fofíssima Adelaide. E hoje você vai conhecer a história de Marcus com o disco Guilherme Arantes de 1976 -- Apoio: Editora Belas Letras Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:48:23
May 04, 2022
#15 - A História do Disco - Rita Lee (1979), com Isabel Guéron
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Seja muito bem vinda e bem vindo: esse programa é para todo mundo que é apaixonado por música. Colabore com nosso financiamento contínuo para o programa seguir semanal e gratuito para todas as pessoas em apoia.se/ahistoriadodisco A convidada desse episódio é Isabel Guéron.  Atriz, iniciou sua formação profissional em 1990 em grupos de teatro amador. Em 1997 formou-se Bacharel em Artes Cênicas pela Universidade do Rio de Janeiro. Presente na cena teatral carioca, atuou em dezenas de peças ao longo da carreira, com temporadas e turnês por diversas cidades brasileiras. No cinema recebeu o Kikito de melhor atriz no  Festival de Gramado por sua atuação em Buffo&Spallanzani, filme de Flávio Tambellini, baseado na obra de Rubem Fonseca. Apaixonada por literatura, a atriz começou a trabalhar como narradora de audiolivros para diversas editoras. Em 2018 começou a escrever para a plataforma digital Hysteria.etc.br, publicando crônicas periódicas. Seu primeiro livro, Entressafra, foi publicado pela editora Ubook em 2021. E hoje você vai conhecer a história de Isabel com o disco Rita Lee, de 1979. -- Apoio: Editora Belas Letras Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:11:14
April 28, 2022
#14 - A História do Disco - Casa Francisco, com Sebastianismos
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Seja muito bem vinda e bem vindo: esse programa é para todo mundo que é apaixonado por música. Colabore com nosso financiamento contínuo para o programa seguir semanal e gratuito para todas as pessoas em apoia.se/ahistoriadodisco O convidado desse episódio é Sebastianismos. Sebástian Piracés-Ugarte é um nome já conhecido da música brasileira há algum tempo. Mexicano naturalizado brasileiro,  começou na música com 14 anos e é cantor e compositor, integrante do grupo Francisco, el Hombre, banda indicada a dois Grammy Latino e que já rodou muito pelo Brasil e exterior. Desde 2020 Sebastianismos também se dedica a sua carreira solo, com dois álbuns lançados, sendo o mais recente, “Tóxico”, que chegou às plataformas em agosto de 2021. E hoje você vai conhecer a história de Sebastianismos com Casa Francisco, da Francisco El Hombre. -- Apoio: Editora Belas Letras Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
56:27
April 20, 2022
#13 - A História do Disco - The B-52's, com Talita Hoffmann
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Seja muito bem vinda e bem vindo: esse programa é para todo mundo que é apaixonado por música. Colabore com nosso financiamento contínuo para o programa seguir semanal e gratuito para todas as pessoas em apoia.se/ahistoriadodisco A convidada desse episódio é Talita Hoffmann. Talita Hoffmann trabalha com pintura, design e ilustração. Graduada em Design Gráfico e Artes Visuais, desde 2008 trabalha para diversos veículos, como Folha de S. Paulo, MTV, SESC, revista Quatro Cinco Um, Superinteressante, editora Todavia, entre outros. Ilustrou o livro “Jacaré, não!” de Antonio Prata (editora Ubu) e “A Revolução dos Bichos” de George Orwell (editora Antofágica). Ilustrou o almanaque musical “O Som de São Paulo 1967-1985” escrito por Fabiana Caso (editora Terreno Estranho). Fez os projetos gráficos dos discos “Projeções" de Pedro Pastoriz, “Grandeza" de Sessa e “Melhor do que parece” da banda O Terno. Já realizou exposições individuais e coletivas em lugares como Galeria Logo, MAM-RJ, MAM-RS, MIS, Fumetto International Comix Festival e Galeria Aura. Atualmente vive e trabalha em São Paulo. E hoje você vai conhecer a história de Talita com o disco homônimo do The B-52's de 1979. -- Apoio: Editora Belas Letras Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:02:24
April 13, 2022
#12 - A História do Disco - Room on Fire, com Bruno Fagundes
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Seja muito bem vinda e bem vindo: esse programa é para todo mundo que é apaixonado por música. Colabore com nosso financiamento contínuo para o programa seguir semanal e gratuito para todas as pessoas em apoia.se/ahistoriadodisco -- O convidado desse episódio é Bruno Fagundes. Bruno é ator há 16 anos e escolheu o teatro como base de sua profissão. Subiu aos palcos em 13 peças, inclusive como produtor executivo e cantor. Já encenou sucessos da Broadway e estrelou dois musicais como protagonista. Transitou pelo cinema com participação em diversos curtas e seis longas e já realizou importantes trabalhos na TV Globo e Netflix, somando 10 indicações a diversos prêmios como Melhor Ator no Teatro e TV, dos quais, foi premiado 3 vezes. E hoje você vai conhecer a história de Bruno com o disco "Room on Fire", do Strokes. -- Apoio: Editora Belas Letras e Toca do Disco Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:13:36
April 06, 2022
#11 - A História do Disco - Vamos Xamegá, com Kelly Marques
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Seja muito bem vinda e bem vindo: esse programa é para todo mundo que é apaixonado por música. Colabore com nosso financiamento contínuo para o programa seguir semanal e gratuito para todas as pessoas em apoia.se/ahistoriadodisco -- A convidada desse episódio é Kelly Marques. Filha de migrantes nordestinos, canta pra aliviar o pranto e pra se conectar com a ancestralidade. Começou cantando na igreja, depois passou por corais, cantou samba e MPB na noite paulistana até encontrar no forró e nas canções da cultura popular sua maior forma de expressão. É cantora, compositora e vocalista na banda de forró Bando de Régia. É autora junto com o Bando de Régia do Forróbook Anastácia, livro contendo biografia, relatos de composição, cifras e partituras da compositora pernambucana, responsável por clássicos da MPB, como Eu Só Quero Um Xodó e Contrato de Separação. É formada em Letras, tem especialização em Literatura, exerce a docência há mais de 20 anos com amor e cuidado, visando uma educação libertadora, sendo há mais de 10 anos professora no ensino superior. Com o Bando tem dois discos lançados, o primeiro com canções autorais, de 2019, quando colocou no mundo sua primeira composição, escrita em parceria com Caio Caetano, chamada Deus Abençoe o Forró; e o segundo, de 2021, com releituras da obra de Anastácia. Recebeu os prêmios de Revelação Feminina e Melhor Intérprete no Festival Forró da Lua Cheia na 29ª. Edição (2019). Amante do carnaval de rua, canta também no bloco Filhos de Gil. É mestranda em cultura e identidades brasileiras na USP onde desenvolve pesquisa sobre mulheres (cantoras e compositoras) atuantes no forró pé de serra. Milita por um forró mais feminista e igualitário. E hoje você vai conhecer a história de Kelly com o disco "Vamos Xamegá", de Anastácia. Apoio: Cubo Play, Editora Belas Letras e Toca do Disco Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:14:53
March 30, 2022
#10 - A História do Disco - Recanto, com CARU
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Seja muito bem vinda e bem vindo: esse programa é para todo mundo que é apaixonado por música. Colabore com nosso financiamento contínuo para o programa seguir semanal e gratuito para todas as pessoas em apoia.se/ahistoriadodisco -- A convidada desse episódio é CARU. Feirense, CARU atualmente mora no RJ. Além de nômade, é cantora, compositora e uma empreendedora do setor de música. Após concluir a residência artística do ASA - Oi Futuro e British Council, foi uma das artistas selecionadas para a Aceleração Labsônica - Toca do Bandido, entre 900 inscritos e escolhida por voto popular para integrar o line-up do último Festival Faro (RJ). No momento está lançando novas músicas do seu próximo EP - Paris, Bahia. Diversidade Nordestina e Polpa já estão disponíveis nas plataformas de música. Além disso, desenvolve uma plataforma para a cena música independente baseada na relação real entre fãs e artistas, o WOW Rank. Com sócios desenvolvedores, foi destaque na SIM - SP na sessão de Pitching de Startups e mais recentemente acabou de conseguir o primeiro capital semente para desenvolver o MVP do WOW Rank, após mentorias do Instituto Ekloos, pelo edital Vamos.Rio de negócios de impacto social. E hoje você vai conhecer a história de CARU com o disco Recanto, de Gal Costa. Apoio: Cubo Play, Editora Belas Letras e Toca do Disco Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:16:59
March 24, 2022
#09 - A História do Disco - Aos Vivos, com Marissol Mwaba
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Seja muito bem vinda e bem vindo: esse programa é para todo mundo que é apaixonado por música. Colabore com nosso financiamento contínuo para o programa seguir semanal e gratuito para todas as pessoas em apoia.se/ahistoriadodisco A convidada desse episódio é Marissol Mwaba. Aos 29 anos, Marissol Mwaba já catalogou galáxias; lançou o álbum "Luz-A-zuL" (2016) e o registro de um processo terapêutico “Palavra Mágica Acústico Rec’n’Play” (2018); estudou Astrofísica na Sorbonne, em Paris; colaborou com diversos artistas como Emicida, Luedji Luna, Rincon Sapiência e Chico César. A artista cientista brasileira de origem congolesa, que reflete em sua obra influências musicais unidas ao panorama cultural africano, compõe, canta e toca baixo, violão e bateria. Teve a canção "Notícias de Salvador”, parceria com o irmão François Muleka, e a faixa "Erro" gravadas pela cantora Luedji Luna, respectivamente, nos discos “Um Corpo no Mundo” (2017) e “Bom Mesmo é Estar Debaixo D’Água” (2020). Gravou nos álbuns "AmarElo" (2019), de Emicida (faixa “Principia”), vencedor do Latin Grammy 2020; “O Amor é um Ato Revolucionário” (2019), de Chico César (arranjos vocais em metade das faixas, ao lado do irmão Muleka); e “Mundo Manicongo”, de Rincon Sapiência (voz e baixo na faixa “Não Sei Pra Onde”, com Mano Brown). Lançou o single "Quero Te Ver Bem Amanhã", ao lado de Fióti e Rael; e assina as músicas “Renascer”, gravada e lançada por Drik Barbosa no disco homônimo de 2019, e "Sobre Nós", com Drik Barbosa e Rashid. Participou ainda do show de Mc Soom T com Alpha Petulay, no Festival Woodstower, em Paris; do TEDx São Paulo, na Casa Natura Musical; e do programa The Voice Brasil, na TV Globo. A turnê autoral “Lamuka” passou por Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Florianópolis e Salvador e abriu os shows de Emicida, no Circo Voador (RJ), e Xênia França, em Florianópolis. Com a interrupção da turnê pela pandemia, renasce em novas composições e anuncia o EP “Ndeke”, que conta com três singles, sendo o primeiro deles “Chupando Versos”, lançado em agosto de 2021, seguido de “Marte“, com produção musical de Mônica Agena e participação de Tuyo. E hoje você vai conhecer a história de Marissol com o disco Aos Vivos, de Chico César. -- Apoio: Cubo Play, Editora Belas Letras e Toca do Disco Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
38:00
March 16, 2022
#08 - A História do Disco - O Grande Encontro, com Juliana Linhares + lançamento de I Need Marriage (inédita de Júpiter Maçã)
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Seja muito bem vinda e bem vindo: esse programa é para todo mundo que é apaixonado por música. Colabore com nosso financiamento contínuo para o programa seguir semanal e gratuito para todas as pessoas em apoia.se/ahistoriadodisco A convidada desse episódio é Juliana Linhares. Cantora, compositora e atriz potiguar, Juliana lançou em março de 2021 seu álbum de estreia. Intitulado Nordeste Ficção, o trabalho, que tem direção artística de Marcus Preto e produção musical de Elísio Freitas, foi imaginado como um roteiro de teatro, um romance de autoficção e um docudrama cinematográfico. Em 11 faixas, o trabalho traz uma beleza e alegria irresistíveis, remetendo aos deliciosos LPs clássicos de Amelinha, Elba Ramalho, Cátia de França, Terezinha de Jesus e outros nomes da geração nordestina lançados na virada dos anos 1970 para os 1980. Traz ainda a grandeza melódica e poética de compositores como Alceu Valença, Ednardo, Fagner, Belchior e Zé Ramalho e dialoga com os herdeiros deles nos anos 1990: Chico César, Zeca Baleiro, Rita Ribeiro, Lenine etc. Com canção inédita de Tom Zé cantada ao lado de Letrux (esta exclusivamente produzida por Pedro Carneiro / Vovô Bebe), além de diversas parcerias de Juliana com Chico César, Zeca Baleiro, Khrystal, Moyseis Marques, Posada, Mestrinho, Jéssica Caitano entre outros e uma releitura do hino nordestino Tareco e Mariola, de Petrúcio Amorim, o álbum, que teve influência do livro A Invenção do Nordeste e Outras Artes, de Durval Muniz de Albuquerque Jr., também abre espaço para questionamentos sobre os significados de ser nordestina hoje. Artista nascida em Natal, Juliana foi viver no Rio de Janeiro em 2010. Essa mudança deu a ela um lugar de observação privilegiado a respeito dos clichês com que o resto do país enxerga o Nordeste. A reação a esses estereótipos - e também a compreensão deles - foi material para a criação das canções. E se o Nordeste é uma invenção, como cantou Belchior, a arte segue sendo o meio para desconstruir narrativas. E criar outros nordestes possíveis. Juliana Linhares também é a voz à frente da banda Pietá desde 2012 e integrante do grupo Iara Ira, junto com as cantoras Júlia Vargas e Duda Brack. Vale ressaltar também que nas artes cênicas, Juliana Linhares já trabalhou com João Falcão em A Ópera do Malandro e Gabriela, esteve ao lado de Angel Vianna no espetáculo O Tempo Não Dá Tempo dirigido por Duda Maia, foi diretora assistente em Vamos Comprar um Poeta, é alternante da atriz Laila Garin no musical A Hora da Estrela e atua em Contos Partidos de Amor. E hoje você vai conhecer a história de Juliana com O Grande Encontro, de Elba Ranalho, Alceu Valença, Geraldo Azevedo e Zé Ramalho, de 1996  Esse episódio também conta com o lançamento exclusivo da faixa I Need Marriage, canção inédita de Júpiter Maçã, do álbum The Man Was. -- Apoio: Cubo Play, Editora Belas Letras e Toca do Disco Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:09:43
March 09, 2022
#07 - A História do Disco - Low, com Fabiana Caso
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Seja muito bem vinda e bem vindo: esse programa é para todo mundo que é apaixonado por música. Colabore com nosso financiamento contínuo para o programa seguir semanal e gratuito para todas as pessoas em apoia.se/ahistoriadodisco A convidada desse episódio é Fabiana Caso. Paulistana, Fabiana é pesquisadora de música, consultora de conteúdo, escritora, curadora de playlists e repertórios, editora de conteúdo musical, DJ, idealizadora e fundadora de eventos musicais como a festa e festival Neonloop!, escritora, jornalista e tradutora. Pesquisa cenas e histórias sonoras, bem como a sua relação com diferentes cidades e idiomas, motivação para suas viagens e residências nômades em cidades como Berlim, Nova York e Londres. É autora do livro O Som de São Paulo/ São Paulo Sound, ilustrado por Talita Hoffmann e publicado pela editora Terreno Estranho em edição bilíngue em 2021. Vem trabalhando como curadora de playlists e listas de gêneros musicais variados como freelancer para diferentes plataformas digitais, estrategista de lançamentos musicais, escritora de um livro infantil e editora de conteúdo para diferentes meios digitais. Propôs e escreveu uma série de reportagens de turismo musical para veículos como O Estado de S. Paulo e Folha de S. Paulo sobre cidades como Providence, Berlim, Nova York e São Paulo. Trabalha atualmente em um projeto de um documentário sobre música e em escritos para livros. Atuou como editora de conteúdo musical, curadora de playlists, consultora de conteúdo e merchandiser em serviços de streaming de música como o Rhapsody- Napster (2014) e Google Play Music (de 2015 a 2017). Em seu passado como jornalista, trabalhou como editora de música, subeditora e editora de turismo nas revistas bilíngues e sites da Time Out São Paulo durante três anos (2011 a 2014), e como repórter do jornal O Estado de S. Paulo por nove anos (2000 a 2009). Colaborou com publicações como Jornal da Tarde, Rolling Stone Brasil, Viagem & Turismo e Babbel, entre muitas outras, e escreveu guias de turismo sobre capitais brasileiras para a Editora Empresa das Artes. É ainda a autora principal do ensaio acadêmico Tropical Glam: The Libertarian Glitter Scene in Brazil – sobre paralelos do glam rock no Brasil –, publicado em 2016 pela editora britânica Routledge, no livro Global Glam and Popular Music Style and Spectacle from the 1970s to the 2000s, editado pelos professores Ian Chapman e Henry Johnson. Curiosa por natureza, adora explorar as relações entre diferentes cidades e a música, e tecer pontes entre culturas. Nas horas livres, gosta de estudar idiomas e instrumentos: fala quatro línguas e luta para aprender alemão há alguns anos, bem como a tocar Theremin e melhorar em suas versõeszinhas punk-despretenciosas no violão e canto. E hoje você vai conhecer a história de Fabiana com Low, de David Bowie. -- Apoio: Cubo Play, Editora Belas Letras e Toca do Disco Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:30:32
March 02, 2022
#06 - A História do Disco - Através dos Tempos, com Bruno Gouveia
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Seja muito bem vinda e bem vindo: esse programa é para todo mundo que é apaixonado por música. Colabore com nosso financiamento contínuo para o programa seguir semanal e gratuito para todas as pessoas em apoia.se/ahistoriadodisco O convidado desse episódio é Bruno Gouveia, cantor e um dos compositores do grupo Biquini Cavadão - um dos mais longevos representantes do rock brasileiro, com mais de 35 anos de carreira. Seus discos já passaram a marca de  1,5 milhão de cópias vendidas. Pioneiro entre os artistas na Internet, viveu e acompanhou de perto todas as transformações pelas quais a indústria fonográfica e o show business passaram desde a década de 1980 aos dias de hoje.  Co-autor de diversos sucessos, além de  produtor musical, entre outros trabalhos, Bruno é  casado com a cantora Izabella Brant, com quem tem dois  filhos: Leticia e Leonardo. Com doses de superação e relatos envolventes, Bruno lançou, em 2019, seu primeiro livro: uma autobiografia que ilustra também a trajetória de sua própria banda. E hoje você vai conhecer a história de Bruno com Através dos Tempos, mais recente álbum do Biquini Cavadão. -- Apoio: Cubo Play, Editora Belas Letras e Toca do Disco Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:03:08
February 23, 2022
#05 - A História do Disco - Exodus, com Sérgio Martins
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Seja muito bem vinda e bem vindo: esse programa é para todo mundo que é apaixonado por música. Colabore com nosso financiamento contínuo para o programa seguir semanal e gratuito para todas as pessoas em apoia.se/ahistoriadodisco O convidado desse episódio é Sérgio Martins, jornalista e crítico musical. Passou pela redação do jornal Notícias Populares (abril de 1990 a dezembro de 1993), da revista Bizz (janeiro de 1994 a janeiro de 1999), Época (janeiro a maio de 1999) e VEJA (junho de 1999 a fevereiro de 2020). Colaborou para o caderno Ilustrada, de A Folha de São Paulo, o Caderno 2, de O Estado de S. Paulo, o Divirta-se de O Jornal da Tarde e é um dos poucos brasileiros a assinar uma matéria de capa da revista Time - Beyond Bossa Nova, perfil do músico Max de Castro, publicado em setembro de 2001. Atualmente dedica-se aos programas Instalive, show de entrevistas realizado no Instagram smartinz15; ao Conversa de Música, programa de entrevistas do canal InnSaei.TV; aos podcasts Os Notáveis e Bom pra K7 e colaborações para as revistas Carta Capital e GQ. E hoje você vai conhecer a história de Sérgio com Exodus, de Bob Marley & The Wailers. -- Apoio: Cubo Play, Editora Belas Letras e Toca do Disco Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:14:34
February 16, 2022
#04 - A História do Disco - Azul Moderno, com Luiza Lian
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Seja muito bem vinda e bem vindo: esse programa é para todo mundo que é apaixonado por música. Colabore com nosso financiamento contínuo para o programa seguir semanal e gratuito para todas as pessoas em apoia.se/ahistoriadodisco A convidada desse episódio é Luiza Lian. Cantora, compositora e artista visual, Luiza funde a experiência de uma espiritualidade sincretizada com a intensa realidade urbana de São Paulo. As turnês de seus dois últimos álbuns - Oyá Tempo (2017) e Azul Moderno (2018) ficaram conhecidas pela exuberante visualidade dos espetáculos, ambos com a direção assinada por Luiza. No que tange aos discos, Azul Moderno (2018), foi premiado como melhor disco de 2018 pela APCA - Associação Paulista de Críticos de Arte e “Melhor Gravação” pelo Prêmio Multishow. O conteúdo de sua poesia, com forte teor autobiográfico, aborda temas como espiritualidade, tecnologia e relacionamentos, e traduzem um vínculo com a sua produção como artista visual. Se pensarmos em magia como um conjunto de palavras e gestos capazes de direcionar forças que, apesar de invisíveis, influenciam nossas vidas, é bastante apropriado dizer que a música de Luiza Lian é um ato de feitiçaria. E hoje você vai conhecer a história de Luiza com Azul Moderno, seu álbum de 2018. -- Apoio: Cubo Play, Editora Belas Letras e Toca do Disco Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
54:53
February 09, 2022
#03 - A História do Disco - Rita Lee (1993), com Guilherme Samora
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Seja muito bem vinda e bem vindo: esse programa é para todo mundo que é apaixonado por música. Colabore com nosso financiamento contínuo para o programa seguir semanal e gratuito para todas as pessoas em apoia.se/ahistoriadodisco O convidado desse episódio é Guilherme Samora. Guilherme é jornalista, autor e editor. Como jornalista, já passou por jornais e revistas de circulação nacional. Como autor e editor, tem livros publicados e, orgulhosamente, é o phantom, o fantasminha que interage com Rita na autobiografia da estrela maior de nossa cultura. Apaixonado por Rita desde que nasceu, dedica-se a estudar o legado cultural da nave-mãe do rock universal. É o diretor artístico da exposição de Rita, em cartaz no MIS-SP. É autor do livro “Francisco” (Globo Livros). E hoje você vai conhecer a história de Guilherme com o disco de "Rita Lee" de 1993. -- Apoio: Cubo Play, Editora Belas Letras e Toca do Disco Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
02:08:32
February 02, 2022
#02 - A História do Disco - Passarim, com Maria Ribeiro
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Seja muito bem vinda e bem vindo: esse programa é para todo mundo que é apaixonado por música. Colabore com nosso financiamento contínuo para o programa seguir semanal e gratuito para todas as pessoas em apoia.se/ahistoriadodisco A primeira convidada da temporada 2022 é Maria Ribeiro. Maria é atriz, mas também escreve livros e dirige documentários, além de falar muito do Domingos Oliveira. Você talvez lembre dela da TV, do cinema ou do teatro. Entre seus trabalhos, destacam-se os filmes "Como Nossos Pais" (2017) e "Tropa de Elite" (2007), ou o programa "Saia Justa" (2013-2016). Ela também é colunista das revistas Gama e Veja Rio e uma das apresentadoras do podcast Isso não é Noronha. Está prestes a estrear em formato presencial o espetáculo Pós-F, de Fernanda Young, com direção de Mika Lins. E no programa de hoje, você vai conhecer a história de Maria com Passarim, de Tom Jobim. -- Apoio: Cubo Play, Editora Belas Letras e Toca do Disco Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:05:07
January 26, 2022
#01 - A História do Disco - Memórias, Crônicas e Declarações de Amor
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Seja muito bem vinda e bem vindo: esse programa é para todo mundo que é apaixonado por música.  Colabore com nosso financiamento contínuo para o programa seguir semanal e gratuito para todas as pessoas em apoia.se/ahistoriadodisco Mantendo a tradição, a gente começa essa terceira temporada do programa com uma história minha, de um disco que foi marcante na minha vida. E no programa de hoje, você vai conhecer a minha história com Memórias, Crônicas e Declarações de Amor, de Marisa Monte. -- Apoio: Cubo Play, Editora Belas Letras e Toca do Disco Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
16:41
January 19, 2022
#49 - A História do Disco - Clube da Esquina, com Luiz Thunderbird
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. Colabore com nosso financiamento contínuo para o programa seguir semanal e gratuito para todas as pessoas em apoia.se/ahistoriadodisco Neste episódio, o último da segunda temporada, nosso convidado é Luiz Thunderbird. Thunder é músico, comunicador e apresentador. É fundador, baixista e guitarrista da banda Devotos de Nossa Senhora Aparecida, que completou 35 anos e prepara seu sexto disco. Também fundou a banda Tarântulas & Tarantinos, em 2010. A banda iniciou uma nova fase de músicas autorais, a partir de reuniões entre Thunderbird e Guilherme Held em 2014, agora, assinando como Elektromotoren. Atua também na ThunderStandards e na Fuck Berry. No momento prepara seu primeiro disco solo, “Pequena Minoria de Vândalos”, com dois singles lançados. Foi VJ da MTV desde seu início em 1990 e também passou pela TV Globo, Rede Manchete e TV Cultura, além de programas de rádio. Comanda o Thunder Radio Show e o Music Thunder Vision. E no programa de hoje, você vai conhecer a história de Thunderbird com o disco Clube da Esquina, de 1972. -- Apoio: Cubo Play, Editora Belas Letras e Toca do Disco Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:11:53
December 29, 2021
#48 - A História do Disco - Mormaço Queima, com Sophia Chablau
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. Colabore com nosso financiamento contínuo para o programa seguir semanal e gratuito para todas as pessoas em apoia.se/ahistoriadodisco Neste episódio nossa convidada é Sophia Chablau. Sophia é compositora paulistana, cantora e graduanda em Geografia na FFLCH USP. Integra as bandas Sophia Chablau e Uma Enorme Perda de Tempo e Besouro Mulher. Seu lançamento mais recente é o disco homônimo da banda Sophia Chablau e Uma Enorme Perda de Tempo, produzido por Ana Frango Elétrico, que está na lista dos 50 melhores discos brasileiros de 2021 da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA). No cinema participou atuando e compondo a música do filme "Gatas Transcendentais" que está em pós-produção. Além disso, sua composição "Idas e Vindas do Amor" integra a trilha sonora do filme "Acqua Movie", dirigido por Lírio Ferreira e estrelado por Antonio Haddad e Alessandra Negrini. E no programa de hoje, você vai conhecer a história de Sophia com o disco Mormaço Queima de Ana Frango Elétrico. -- Apoio: Cubo Play, Editora Belas Letras e Toca do Disco Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:11:14
December 22, 2021
#47 - A História do Disco - Iron Maiden, com Bento Araújo
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. Colabore com nosso financiamento contínuo para o programa seguir semanal e gratuito para todas as pessoas em apoia.se/ahistoriadodisco Neste episódio nosso convidado é Bento Araújo. Bento Araujo é escritor, jornalista, pesquisador e podcaster. É editor da revista Poeira Zine, produtor do podcast Poeiracast e autor da série de livros Lindo Sonho Delirante, que em três volumes conta a história da música transgressora do Brasil. Seus textos foram publicados nos jornais Estadão e Folha de S. Paulo, e nas revistas Bizz, Rolling Stone, Rock Brigade, Roadie Crew, Mellotron etc. No setor do audiovisual, apresentou o programa Heavy Lero e dirigiu o documentário sobre o disco/jogo Persona. Como palestrante, mediador e curador, participa de eventos musicais por todo o país e pelo mundo. E no programa de hoje, você vai conhecer a história de Bento com o disco de estreia da banda Iron Maiden, de 1980. -- Apoio: Cubo Play, Editora Belas Letras e Toca do Disco Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
50:05
December 15, 2021
#46 - A História do Disco - Transa, com Jeferson Tenório
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. Colabore com nosso financiamento contínuo para o programa seguir semanal e gratuito para todas as pessoas em apoia.se/ahistoriadodisco Neste episódio nosso convidado é Jeferson Tenório. Jeferson nasceu no Rio de Janeiro, em 1977. Radicado em Porto Alegre, é doutorando em teoria literária pela PUCRS. Estreou na literatura com o romance O beijo na parede (2013), eleito o livro do ano pela Associação Gaúcha de Escritores. Teve textos adaptados para o teatro e contos traduzidos para o inglês e o espanhol. É autor também de Estela sem Deus (2018). O avesso da pele (2020) é seu romance mais recente, publicado pela editora Companhia das Letras e venceu o Prêmio Jabuti na categoria Melhor Romance em 2021. E no programa de hoje, você vai conhecer a história de Jeferson com "Transa", de Caetano Veloso. -- Apoio: Cubo Play, Editora Belas Letras e Toca do Disco Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:03:28
December 08, 2021
#45 - A História do Disco - Charly García Unplugged, com Vini Canto
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. Colabore com nosso financiamento contínuo para o programa seguir semanal e gratuito para todas as pessoas em apoia.se/ahistoriadodisco Neste episódio nosso convidado é Vini Canto. Vini é produtor cultural e começou sua formação no teatro, cursando o DAD (Departamento de Artes Dramáticas da UFRGS). Vini também passou pelos cursos Publicidade e Propaganda, Economia e Relações públicas, além de Marketing, curso que se formou recentemente. Estreou nas produção de espetáculos em 1984, trazendo pela primeira vez para Porto Alegre Os Paralamas do Sucesso, no Circo Norte Americano. Na sequência fez o show de lançamento do CD O Futuro é Vortex, da Banda Os Replicantes, o primeiro show da Banda Ultraje a Rigor em Porto Alegre, no Auditório Araújo Viana. Também em 1985 teve a primeira experiência com produção artística com a Banda TNT e no ano de 1986, com Os Cascavelletes, até o seu término em 1991. Produziu Luiz Carlos Borges, Ninfrodizíacas e Maria do Relento e Nei Van Soria, de 1991 a 2020. Atualmente está à frente da produção das bandas Rosa Tattooada e Garotos da Rua por Edinho Galhardi. Desde 2018 tem se dedicado a transmitir o meu conhecimento acumulado em 35 anos de carreira aos novos artistas e mesmo os que já estejam no mercado, mas que queiram ou precisem se reposicionar artisticamente através da Mentoria para Carreiras Artísticas. E no programa de hoje, você vai conhecer a história de Vini com Charly García Unplugged. -- Apoio: Cubo Play, Editora Belas Letras e Toca do Disco Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:44:56
December 03, 2021
#44 - A História do Disco - Da Lama ao Caos, com Lorena Calábria
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. Colabore com nosso financiamento contínuo para o programa seguir semanal e gratuito para todas as pessoas em apoia.se/ahistoriadodisco Neste episódio nossa convidada é Lorena Calábria. Lorena é jornalista especializada em Cultura, vencedora do Prêmio Comunique-se na categoria Jornalista de Cultura, em três edições, e do WME Awards 2020, como Melhor Jornalista Musical. Apresentou os programas Domingo Espetacular (TV Record), Metrópolis (TV Cultura), Dia Dia (Band), Clip Clip (TV Globo), Ensaio Geral (Multishow), Cine MTV, Cine Conhecimento (canal Futura), entre outros. Trabalhou como repórter na revista Bizz (editora Abril), TPM (editora Trip) e Revista da Folha (Folha de S.Paulo).  É autora do livro Chico Science & Nação Zumbi - Da lama ao Caos (editora Cobogó, 2019). Atualmente, dedica-se a La Strada, sua produtora de audiovisual, escreve para a revista @resenhasmiudas, apresenta e roteiriza entrevistas sobre música brasileira no seu canal no YouTube, e é editora de conteúdo do selo musical Três Selos. E no programa de hoje, você vai conhecer a história de Lorena com Da Lama ao Caos. -- Apoio: Cubo Play, Editora Belas Letras e Toca do Disco Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:07:36
November 24, 2021
#43 - A História do Disco - "De Lá Até Aqui", com Silva
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. Colabore com nosso financiamento contínuo para o programa seguir semanal e gratuito para todas as pessoas em apoia.se/ahistoriadodisco Neste episódio nosso convidado é Silva. Dez álbuns lançados, turnês nacionais e internacionais, diversas canções autorais, releituras que o levaram à indicação ao Grammy Latino e parcerias com grandes nomes da cena nacional: Silva só tem a celebrar a crescente carreira que começou muito antes de ver seu nome espalhado pela internet. O cantor capixaba deu os primeiros sinais de talento musical aos 3 anos, quando começou a estudar instrumentos como piano e flauta doce. Mais tarde, ainda em sua terra natal, se formou em violino clássico pela FAMES (Faculdade de Música do Espírito Santo). Silva, reconhecido pelas melodias originais, que unem desde elementos da música eletrônica ao universo da música popular brasileira, lançou em 2019 o “Bloco do Silva”, sua imersão ao mundo do carnaval que gerou um registro ao vivo lançado nas plataformas digitais. Em 2020, Silva apresentou Cinco, seu quinto álbum de inéditas, onde viaja da MPB ao Soul Music e Ska, com escalas na Bossa Nova, Jazz e samba. O álbum foi inteiramente produzido e mixado por Silva, que o fez de forma 100% analógica. O trabalho de 14 faixas conta com a participação de Anitta, Criolo e João Donato. E que foi editado em vinil pelo Noize Record Club. Silva acaba de lançar “De Lá Até Aqui”, álbum em comemoração aos seus 10 anos de carreira. Com 10 faixas, entre releituras da sua carreira e a inédita “Pra te Dizer que Tô Feliz Assim”, que celebram seu talento, o trabalho mostra as nuances da obra do cantor, compositor e multiinstrumentista. E no programa de hoje, você vai conhecer a história de Silva com “De lá até aqui”. -- Apoio: Cubo Play, Editora Belas Letras e Toca do Disco Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
36:30
November 17, 2021
#42 - A História do Disco - We Insist! Max Roach's Freedom Now Suite, com Nathalia Grilo
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. Colabore com nosso financiamento contínuo para o programa seguir semanal e gratuito para todas as pessoas em apoia.se/ahistoriadodisco Neste episódio nossa convidada é Nathalia Grilo. Nathalia é pesquisadora das estéticas e sensibilidades africanas e produtora do Festival Instrumental Mulambo Jazzagrário. No Instagram e Spotify vem trilhando caminhos em torno da imaginação radical negra através de estudos sonoros-visuais. O Free Jazz, Spiritual Jazz e abstracionismo negro são suas paixões. E no programa de hoje, você vai conhecer a história de Nathalia com "We Insist! Max Roach's Freedom Now Suite". -- Apoio: Cubo Play, Editora Belas Letras e Toca do Disco Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
56:33
November 11, 2021
#41 - A História do Disco - Sankofa, com Amaro Freitas
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. Colabore com nosso financiamento contínuo para o programa seguir semanal e gratuito para todas as pessoas em apoia.se/ahistoriadodisco Neste episódio nosso convidado é Amaro Freitas. De uma periferia do Recife à promessa de ícone internacional do jazz, o pianista Amaro Freitas é um desses singulares casos de aclamação da crítica desde seu álbum de estreia, feito de quem tem a revolução na ponta dos dedos. Em seu caso, fazendo o jazz dançar com frevo, baião e outras riquezas dos ritmos nordestinos sem pisar-lhes os pés. Ganhando projeção internacional por “Uma abordagem do teclado tão única, que é surpreendente” (Downbeat), seus álbuns de estreia, Sangue Negro (2016) e Rasif (2018), chegaram em uma onda de aclamação instantânea. O seu novo disco, “Sankofa” – uma busca espiritual por histórias esquecidas, filosofias antigas e figuras inspiradoras do Brasil Negro – é o seu trabalho mais impressionante e sincero até hoje. E no programa de hoje, você vai conhecer a história de Amaro com "Sankofa". -- Apoio: Cubo Play, Editora Belas Letras e Toca do Disco Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:05:12
November 03, 2021
#40 - A História do Disco - "Antônio Carlos e Jocafi", com Samuel Samuca
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. Colabore com nosso financiamento contínuo para o programa seguir semanal e gratuito para todas as pessoas em apoia.se/ahistoriadodisco Neste episódio nosso convidado é Samuel Samuca. Samuca é cantor, compositor e líder da banda Samuca e a Selva, em franca ascensão no cenário nacional com dois álbuns lançados: o mais recente “Tudo que move é sagrado” (2018, YbMusic) reinterpreta canções fundamentais da obra de Ronaldo Bastos em homenagem aos 70 anos do autor de forma ousada com participações de nomes como Criolo, Liniker e Luedji Luna. O disco foi apontado como um dos melhores 50 álbuns do ano pela APCA. Já o trabalho de estreia, Madurar (2016, YbMusic), rendeu à banda indicação ao 28o Prêmio da Música Brasileira como melhor grupo de canção popular e traz escancarada a verve autoral e a intima relação de Samuca com as palavras, a espiritualidade, as paixões e a ginga. Dono de uma voz potente e notória presença cênica, Samuca alia canto e dança à grande capacidade de comunicação com o público em suas apresentações. Certamente um frontman entre os mais magnéticos que a nova geração da MPB tem em atividade. E no programa de hoje, você vai conhecer a história de Samuca com "Antônio Carlos e Jocafi" de 1973 Apoio: Cubo Play, Editora Belas Letras e Toca do Disco Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
50:08
October 28, 2021
#39 - A História do Disco - A Mulher do Fim do Mundo, com Marilia Feix
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. Colabore com nosso financiamento contínuo para o programa seguir semanal e gratuito para todas as pessoas em apoia.se/ahistoriadodisco Neste episódio nossa convidada é Marília Feix. Marília é jornalista musical há 15 anos. Especialista em Music Business pela Point Blank Music School de Londres, cidade na qual também atuou como DJ residente de música brasileira em duas casas noturnas, sendo idealizadora e apresentadora do programa “Tropicália”, na Bang Radio 103.6 (hoje chamada The Beat London). Foi coordenadora de programação e apresentadora na Rádio Ipanema FM e também trabalhou como locutora na rádio 102.3, do Grupo RBS. Foi Editora da Revista Noize, do site, e do clube de vinil Noize Record Club. Em 2018 fundou a Lampeja Música https://www.lampejamusica.com.br, produtora de conteúdo dedicado à música brasileira e programa de rádio que vai ao ar semanalmente na FM Cultura 107.7 (Porto Alegre). E no programa de hoje, você vai conhecer a história de Marilia com Mulher do Fim do Mundo, de Elza Soares. -- Apoio: Cubo Play e Toca do Disco Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
57:45
October 22, 2021
#38 - A História do Disco - "Franz Ferdinand", com Lipsen
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. Colabore com nosso financiamento contínuo para o programa seguir semanal e gratuito para todas as pessoas em apoia.se/ahistoriadodisco Neste episódio nosso convidado é Lipsen. Lipsen é ator, cantor e compositor de Porto Alegre e se descreve como uma bixa multiartista. Bacharel em Teatro (UFRGS 2009), mestre em Artes Cênicas (PPGAC-UFRGS 2016) e doutorando em Artes Cênicas (PPGAC-UFRGS). É integrante do Grupo Cerco de teatro desde a sua fundação em 2008 e também colabora como ator e músico junto a outros importantes grupos de teatro do RS em suas produções. É conhecido por seu trabalho como artista de rua, o qual ele apresenta tradicionalmente aos domingos no Brique da Redenção em Porto Alegre. No show na rua, intitulado “Música para três pulmões”, Lipsen canta grandes hits da música pop nacional e internacional em versões inusitadas para voz e acordeom, com muito fôlego e bom humor. Lipsen lança sua carreira solo em 2021, trazendo a público suas canções autorais contando as dores e os desamores utilizando todo seu repertório teatral na interpretação com o EP "O que eu não posso mais sentir sozinho". E no programa de hoje, você vai conhecer a história de Lipsen com "Franz Ferdinand". -- Apoio: Cubo Play e Editora Belas Letras Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:19:44
October 13, 2021
#37 - A História do Disco - "Check your head", com Marcelo Viegas
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. Colabore com nosso financiamento contínuo para o programa seguir semanal e gratuito para todas as pessoas em apoia.se/ahistoriadodisco Neste episódio nosso convidado é Marcelo Viegas. Marcelo é skatista, cientista social, jornalista, editor e pai do Milo. Possui MBA em Book Publishing. Já fez zines, teve selo musical (sHort records) e loja de discos (Playstereo). Colaborou com diversas mídias nacionais, como Rolling Stone, Revista MTV, Rock Press e Outro Estilo. É ex-editor da CemporcentoSKATE e da Edições Ideal. Atualmente, é editor de música das editoras Belas Letras e Terreno Estranho. Como autor, lançou o livro Então, coletânea de entrevistas (música, skate & arte), em 2017. E prepara o volume dois para os primeiros meses de 2022. E no programa de hoje, você vai conhecer a história de Marcelo com "Check your head" dos Beastie Boys. -- Apoio: Cubo Play e Editora Belas Letras Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:53:11
October 06, 2021
#36 - A História do Disco - "With the Beatles", com Lucinha Turnbull
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. Colabore com nosso financiamento contínuo para o programa seguir semanal e gratuito para todas as pessoas em apoia.se/ahistoriadodisco Neste episódio nossa convidada é Lucinha Turnbull. Lucinha foi a primeira mulher a tocar guitarra no Brasil. Filha de pai escocês e mãe brasileira, aos 16 anos mudou-se para Londres, onde formou o grupo folk Solid British Hat Band. De volta ao Brasil, em 1972, fez o show de abertura para Os Mutantes no Teatro Oficina, em São Paulo. Em seguida, formou a dupla, com Rita Lee, as Cilibrinas do Éden. Juntas, participaram do Festival Phono 73, também em São Paulo. No mesmo ano, assumiu guitarra e vocal, ao lado da parceira, no grupo Tutti Frutti, com o qual excursionou pelo Brasil.  Já fora do Tutti Frutti, em 1975, estrelou o musical Rocky Horror Show, no papel da mocinha, Janet Weiss, ao lado de Paulo Villaça, Zé Rodrix e Antonio Bivar. Em 1976, formou o grupo Bandolim (com Péricles Cavalcanti e Rodolfo Stroeter), participando, entre outros, do festival Banana Progressiva. Em 1977, tocou guitarra e participou dos vocais na gravação dos discos Refavela, de Gilberto Gil e Refestança de Gilberto Gil & Rita Lee,  seguindo em turnê pelo país com ambos trabalhos. Ao longo de sua carreira, tocou e cantou em discos de Caetano Veloso (Cinema Transcedental), Paulinho Nogueira (Nas Asas do Moinho),  Moraes Moreira (Lá vem o Brasil Descendo a Ladeira e outros), Gilberto Gil (Luar), Guilherme Arantes (Coração Paulista), Erasmo Carlos (Erasmo Convida), e também em álbuns de A Cor do Som, Luiz Melodia, Jorge Benjor, George Duke, Zezé Motta, Luli & Lucina,Made in Brasil, entre outros.  Lançou seu primeiro LP, Aroma, produzido por Perinho Santana, em 1980. Sua música Bobagem (em parceria com Rita Lee),  faz parte do álbum Marginal, de Cássia Eller. Tem trabalhos com Suely Mesquita, Mathilda Kovak, Paulo Leminski . 
Entre suas principais influências musicais estão a sonoridade soul dos anos 1960 e 1970, The Beatles, em especial a voz e a guitarra de John Lennon, e Eric Clapton, com quem teve a oportunidade de tocar, em 1975, em uma festa na casa de André Midani, na época executivo da gravadora Polygram. Lucinha Turnbull fez trabalhos em estúdio, dedicou parte do seu tempo a escrever novas composições, e morou na Alemanha e Escócia, onde também se apresentou. Depois de 17 anos, Lucinha voltou a São Paulo, e preparou um novo show para sair em turnês novamente e desde então já se apresentou em várias casas noturnas e projetos, entre eles, uma formação com Tonho Penhasco e Thunderbird. Lucinha foi personagem de um documentário lançado no início de 2020, com direção de  Thunderbird e Zé Mazzei para o projeto - Diretores Convidados do MOV.doc/UOL. E no programa de hoje, você vai conhecer a história de Lucinha com "With The Beatles". -- Apoio: Le Mule Drink, Cubo Play e Editora Belas Letras Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:12:40
September 29, 2021
#35 - A História do Disco - "Dois", com Edu Conte
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. Colabore com nosso financiamento contínuo para o programa seguir semanal e gratuito para todas as pessoas em apoia.se/ahistoriadodisco Neste episódio nosso convidado é Edu Conte. Edu é formado em Direito e depois de 15 anos atuando nos Tribunais, teve um despertar espiritual e abandonou tudo: carreira, dinheiro e canudo. E para isso teve a ideia que mudaria sua vida: criou e produziu um show de dentro do seu apartamento pela internet em 2013, o que se tornou a primeira live musical da história da MPB, e ainda deu início a sua carreira musical com o projeto Edu Conte e a banda de apartamento, do qual compôs e produziu todas as canções. Lançou disco, clipes e fez turnês pelo Sul do Brasil, e ainda participou de shows com Jota Quest, Los Hermanos, João Bosco e Nando Reis. Em meio a isso começou a estudar astrologia, cosmologia, cabala, magia, física quântica e tudo que pudesse lhe ajudar na sua missão espiritual. Em pouco tempo se tornou uma das caras da nova ASTROLOGIA 3.0, através das suas consultas astrológicas e da enorme projeção do seu trabalho espiritual. Criou e produziu um quadro astrológico no programa Se Joga da Rede Globo e no canal GNT onde aborda a astrologia de um jeito simples, direto e objetivo. E no programa de hoje, você vai conhecer a história de Edu com o disco “Dois”, da Legião Urbana. -- Apoio: Le Mule Drink, Cubo Play e Editora Belas Letras Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:19:11
September 22, 2021
#34 - A História do Disco - "Mellon Collie and the Infinite Sadness", com Tainá Müller
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. Colabore com nosso financiamento contínuo para o programa seguir semanal e gratuito para todas as pessoas em apoia.se/ahistoriadodisco Neste episódio nossa convidada é Tainá Müller. Tainá é atriz, jornalista e estudante de filosofia. Depois da premiada estreia no filme “Cão Sem Dono”, atuou em diversas novelas, séries e filmes. Na TV marcou a história ao protagonizar, ao lado de Giovanna Antonelli, o primeiro casamento homossexual da televisão brasileira, na pele da fotógrafa “Marina”, da novela “Em Família”. Atualmente é a protagonista da série “Bom Dia, Verônica”, uma das mais assistidas do Brasil em 2020 na Netflix. Está nesse momento gravando a segunda temporada. E no programa de hoje, você vai conhecer a história de Tainá com "Mellon Collie and the Infinite Sadness". -- Apoio: Le Mule Drink, Cubo Play e Editora Belas Letras Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
46:38
September 15, 2021
#33 - A História do Disco - "O Passo do Lui", com João Barone
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. Te convido a conhecer a campanha de financiamento contínuo de A História do Disco: a partir de R$ 7,00 por mês você pode fazer parte do nosso clube, que vai manter o programa semanal e gratuito a todas as pessoas, além de receber novidades antes de todo mundo, ganhar descontos, presentes e conteúdos exclusivos, participar de programas e concorrer a sorteios super especiais. Para participar, acesse apoia.se/ahistoriadodisco Neste episódio nosso convidado é João Barone. Reconhecido como um dos mais influentes bateristas do Brasil, construiu sua reputação ao longo da trajetória de mais de três décadas dos Paralamas do Sucesso, com uma ampla discografia de álbuns de estúdio e ao vivo. Por conta de seu trabalho na banda, foi convidado para gravar com vários artistas e grupos como Titãs, Sepultura, Marina Lima, Lenine, Rita Lee, Zizi Possi, Zé Ramalho, dentre outros. Barone teve alguns trabalhos como produtor nos discos do cantor/tecladista Fábio Fonseca (1987), a banda Conexão Japeri (1988), com Ed Motta, o álbum do cantor Supla (de mesmo nome) (1991) e a banda Los Djangos (1998). E no programa de hoje, você vai conhecer a história de João com "O Passo do Lui". -- Apoio: Le Mule Drink, Cubo Play e Editora Belas Letras Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:43:25
September 08, 2021
#32 - A História do Disco - "Nine Objects of Desire", com Fernanda Takai
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. Você pode colaborar com a campanha de financiamento contínuo do programa pela plataforma apoia.se. Para participar, receber conteúdos exclusivos e ganhar mimos, acesse https://apoia.se/ahistoriadodisco A História do Disco conta com apoio da Le Mule Drinks e Cubo Play. Se você quiser conferir essa entrevista do programa em vídeo, basta acessar www.cuboplay.com.br e assistir o papo desse episódio gratuitamente. Neste episódio nossa convidada é Fernanda Takai. Cantora, compositora e escritora é vocalista da banda mineira Pato Fu há 29 anos, e há 14 lançou-se numa carreira solo com repercussão nacional e internacional, chegando a gravar um CD de inéditas com o guitarrista Andy Summers (The Police) em 2012. Lançou 20 álbuns e 9 DVDs. Tem 4 Discos de Ouro, vendeu mais de um milhão de cópias. Artista multipremiada pela APCA, Grammy Latino, MTV Brasil, Multishow, Revista Bravo!, Prêmio da Música Brasileira, entre outros. Tem 4 livros publicados (Panda Books, Cobogó e SESI) e conquistou um prêmio Jabuti com o livro digital "O Cabelo da Menina". Apresentou-se também no Japão, Inglaterra, Portugal, Nova Zelândia, Austrália, Argentina, Colômbia e Estados Unidos. Participou como convidada de projetos de Rita Lee, Zélia Duncan, Roberto Menescal, Maki Nomiya, João Donato, Gilberto Gil, Erasmo Carlos, Marcos Valle, Duran Duran, Renato Russo, TV Cultura, Rede Globo, Futura e muitos outros. Participou em trilhas de curtas, longas e documentários como cantora, dubladora e compositora, com trabalhos para Disney, Otto Desenhos (Kikito em Gramado pelo Júri Popular), Jorge Furtado entre outros. Casada com John Ulhoa (produtor e guitarrista), tem uma filha de 17 anos chamada Nina. Tem ascendência japonesa por parte de pai e portuguesa por parte de mãe e um apetite inesgotável por novos & velhos lugares, comidas, sons e imagens. E no programa de hoje, você vai conhecer a história de Fernanda com "Nine Objects of Desire", de Suzanne Vega. -- Apoio: Le Mule Drink, Cubo Play e Editora Belas Letras Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
53:50
September 01, 2021
#31 - A História do Disco - "Gil & Jorge: Ogum, Xangô", com Marina Person
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. Neste episódio nossa convidada é Marina Person. Marina  é diretora, apresentadora e atriz. Na televisão, trabalhou por 18 anos na MTV Brasil e por quatro anos na TV Cultura. Também apresentou programas no Canal Brasil e Arte1. Em cinema dirigiu o documentário "Person", o curta "Almoço Executivo" e o longa-metragem de ficção "Califórnia" que estreou mundialmente no Festival de cinema de Rotterdam e participou do Festival do Rio, da Mostra Internacional de Cinema, Tribeca, Malmø, entre outros. Em 2016 estreou como protagonista em "Canção da volta", longa dirigido por Gustavo Rosa de Moura, com João Miguel no elenco. Como diretora aguarda a estreia das séries documentais "Rompendo o Silêncio da HBO". Também produz o longa-metragem "Ela e Eu", uma coprodução Mira Filmes com a FOX Brasil. Atualmente apresenta Cinedrops na Rádio Eldorado e tem um canal no YouTube, o Marinando. Marina tem um podcast de cinema ao lado do seu companheiro Gustavo Rosa de Moura, o Nosso podcast de cinema (@npdecinema).  Marina e Gustavo ministram o Nosso Curso de Cinema, um curso online e ao vivo que está no terceiro módulo. Depois de Hitchcock e Stanley Kubrick é a vez do espanhol Pedro Almodóvar. O curso começa dia 31 de agosto, sempre às terças, das 19h às 21h. E no programa de hoje, você vai conhecer a história de Marina com "Gil & Jorge: Ogum, Xangô" -- Apoio: Cubo Play e Editora Belas Letras Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
55:25
August 25, 2021
#30 - A História do Disco - "Broken English", com Joana Alencastro
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. Neste episódio nossa convidada é Joana Alencastro. Joana iiniciou sua carreira de pesquisadora partindo da sua formação em Biblioteconomia na UFRGS em 2004. Desde então trabalhou em diversos acervos como os da Cinemateca Capitólio, Otto Desenhos Animados, Vórtex Produtora de Vídeo e Espaço Vìdeo. Participou da organização da exposição “30 anos da Otto Desenhos Animados”, no Museu do Trabalho em 2008. Em 2015 realizou, juntamente com Erica Maradona, a curadoria da exposição de acetatos “Rocky & Hudson: os caubóis gays” em conjunto ao lançamento do livro homônimo de Adão Iturrusgarai no Tutty’s Bar. Em 2019, fez a curadoria e produção da exposição do cartunista e artista visual Adão Iturrusgarai “Station to station - pintura e objetos de Iturrusgarai” no Museu do Trabalho. Desde 2017 é graduanda do curso de História da Arte da UFRGS. Recentemente inaugurou a exposição “Lory F. - Você vai ser obrigado a me escutar”, na Casa de Cultura Mario Quintana, em Porto Alegre. A mostra documental com sua curadoria é fruto de sua pesquisa que trabalha com intersecções entre a música e as artes visuais. A exposição reúne fotos, vídeos, cartazes, flyers, notícias de jornais, desenhos, bilhetes, documentos pessoais e outros itens que fazem um resgate histórico da vida e da obra musical de Lory Finocchiaro, que segue em cartaz até final de setembro com entrada franca. E no programa de hoje, você vai conhecer a história de Joana com "Broken English", de Marianne Faithfull. -- Apoio: Cubo Play e Editora Belas Letras Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
46:54
August 18, 2021
#29 - A História do Disco - "Muito (Dentro da Estrela Azulada)", com Mauro Borba
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. Neste episódio nosso convidado é Mauro Borba. Inicia sua carreira na rádio em 1975 como operador de áudio na Rádio Cachoeira AM em Cachoeira do Sul. Em 1980, em Porto Alegre, participa da criação da Bandeirantes FM – 99.3, emissora que depois veio a ser a Ipanema FM em Porto Alegre. Mauro também passou por veículos como TVE, TV Pampa, Rádio Felusp, que acaba tornando-se a Pop Rock, lançada em 1997, onde atuou até 2013 na função de Gerente Geral e apresentando os programas Cafezinho, A hora do rush e Boys don’t cry. Formado em jornalismo, também cursou MBA em Gestão Empresarial e mestrado em Comunicação Social pela Unisinos. É autor dos livros "Prezados Ouvintes – histórias do rádio" e "Pop Rock e Cafezinho – Aconteceu desse jeito". Atualmente é diretor da rádio Mix Porto Alegre – 107.1 E no programa de hoje, você vai conhecer a história de Mauro com Muito (Dentro da Estrela Azulada) de Caetano Veloso. -- Apoio: Editora Belas Letras Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:35:43
August 11, 2021
#28 - A História do Disco - "Pajubá", com Viridiana
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. Neste episódio nossa convidada é Viridiana, projeto artístico de Bê Smidt, multiartista trans-não binária de Porto Alegre. Mesclando referências da canção brasileira com a música pop e eletrônica dançante, Viridiana canta sua vivência como pessoa trans, se camuflando nos sintetizadores e se descobrindo na voz. Em 2019 teve a estreia de sua carreira com o EP “Androgênia” e a performance audiovisual “Anatômica”, indicada ao Prêmio Açorianos.  Viridiana produz e compõe todas as suas músicas em seu homestudio, sintetizando seus sons e suas verdades. É uma das artistas selecionadas pelo edital Natura Musical 2021, pelo qual lançará seu primeiro LP, também inteiramente composto e produzido pela artista. Na semana passada ela lançou o primeiro single desse projeto, "3x4", uma faixa deliciosamente dançante sobre o desejo na era das paixões virtuais, cultuadas à distância. A faixa ganhou um clipe dirigido por Juliana Franarin que apresenta a artista buscando a sua imagem em múltiplas versões de si mesma em meio a várias telas. O lançamento, disponível em todas as plataformas de música digital, antecipa o álbum “Transfusão”. E no programa de hoje, você vai conhecer a história de Viridiana com "Pajubá", álbum de estreia de Linn da Quebrada. -- Apoio: Toca do Disco e Editora Belas Letras Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:42:46
August 04, 2021
#27 - A História do Disco - "Almost Famous" OST, com Daniel Bacchieri
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. Neste episódio nosso convidado é Daniel Bacchieri. Daniel é jornalista com pós-graduação no Tow-Knight Center for Entrepreneurial Journalism na Craig Newmark Graduate School of Journalism da City University of New York, atualmente cursa doutorado na Monash University (Austrália), onde pesquisa a cena da música de rua em Melbourne (a pesquisa em andamento está disponível em http://streetmusicmelbourne.com/). Fundador e curador do projeto StreetMusicMap desde 2014, um canal colaborativo sobre músicos de rua lançado no Instagram (https://www.instagram.com/streetmusicmap/) e que atualmente engloba também um podcast (StreetMusicMap Radio: https://open.spotify.com/show/1VbJAN1K0FA6CP8muqKT7C) e a curadoria de diversas playlists sobre músicos de rua no Spotify (https://open.spotify.com/user/streetmusicmap). E no programa de hoje, você vai conhecer a história de Daniel com a trilha sonora do filme Quase Famosos. -- Apoio: Toca do Disco e Editora Belas Letras Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:35:50
July 28, 2021
#26 - A História do Disco - "Fetch the bolt cutters", com Sarah Oliveira
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. No episódio de hoje nossa convidada é Sarah Oliveira. Sarah é formada e pós-graduada em Rádio e TV pela FAAP. Aos 18 anos de idade, apresentou seu primeiro programa, na rádio 89FM. Na MTV, comandou o "Disk MTV", o "Jornal da MTV" e o "Luau MTV". Foi repórter e apresentadora do Vídeo Show na TV Globo, e desde 2011 assina a criação de seus programas. No canal GNT, idealizou o “Viva Voz” que teve edições especiais de verão e de futebol, esta que foi ao ar no ano da Copa do Mundo realizada no Brasil. Ainda no GNT, fez o documentário "Na Trilha de Canção" e o programa "Calada Noite”, pelo qual foi indicada ao prêmio de melhor apresentadora de TV, no APCA. Com a série “O Nosso Amor a Gente Inventa” lançou seu canal no YouTube. Seu programa musical “Minha Canção” está no ar na rádio Eldorado, em todas as plataformas de podcast e no YouTube. Em 2020, Sarah Oliveira foi eleita a Melhor Radialista de 2020 no WME Awards by Music2! do ano. E esse ano, lançou ao lado de Roberta Martinelli o podcast Nós, um original Spotify. E no programa de hoje, você vai conhecer a história de Sarah com o disco Fetch the Bolt Cutters, de Fiona Apple. -- Apoio: Toca do Disco e Editora Belas Letras Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
57:00
July 21, 2021
#25 - A História do Disco - "Flowers", com Edgard Scandurra
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. No episódio de hoje nosso convidado é Edgard Scandurra. Em quatro décadas de dedicação à música, Edgard contribuiu para a cena musical brasileira com mais de 90 álbuns gravados, sendo oito discos solo ou em parceria, 53 como integrante de outros projetos e bandas e 32 participações e produções. Da icônica banda paulistana IRA! ao projeto musical infantil Pequeno Cidadão, passando por Arnaldo Antunes, Paralamas do Sucesso, Cidadão Instigado, Marina Lima, Otto, Karina Buhr e As Mercenárias, o músico soma um registro musical potente. Edgard, conhecido como o Modfather brasileiro, é uma referência nacional à cultura Mod, influência tão forte que virou até música – Ninguém entende um Mod, um clássico retrato da insatisfação juvenil que perpassa gerações e continentes. Aos 5 anos de idade (!), assistia de perto os ensaios da banda do irmão que, nas horas vagas, deixava o pequeno tocar um pouco a guitarra e o violão. Aprendeu alguns acordes e transformou o violão em seu brinquedo favorito na infância e adolescência. Em 1977, formou sua primeira banda, um trio chamado “Subúrbio” que revelou suas primeiras composições de músicas e letras. Depois de 5 anos, a carreira musical de Scandurra foi interrompida por uma convocação pelo serviço militar (experiência que inspiraria um dos maiores sucessos do IRA!, “Núcleo Base”). O Ira! foi um salto importante na carreira profissional, em 1981, e abriu espaço para colaborações em outros projetos da cena alternativa paulistana, como a banda feminina As Mercenárias, na qual tocou bateria de 1982 a 1984; e as bandas Smack e Cabine C, nas quais tocava guitarra. A história de Edgard Scandurra se confunde com a história da música brasileira dos últimos 40 anos, com atuações no rock, na MPB, na música eletrônica e no underground. Fundador, guitarrista e compositor do IRA!, Scandurra é consagrado por seu estilo único em riffs e solos de guitarras. Canhoto que não inverte as cordas para tocar. Gravou a guitarra de diversos álbuns do parceiro Arnaldo Antunes, colaborou com artistas como Karina Buhr, Bárbara Eugênia e Marcelo Jeneci. Em 2009 lançou o projeto Pequeno Cidadão, voltado para o público infantil, e desde 1996 está na ativa com seu trabalho de “organoeletrorock” (como ele mesmo define) chamado BENZINA. Eleito pela revista Rolling Stone um dos 100 artistas mais importantes da história da MPB de todos os tempos, transita com total desenvoltura em todos os palcos sejam alternativos ou principais, como um operário do rock, a serviço de seu instrumento e de sua arte. Em 2020, lançou mas plataformas o trabalho “Jogo das Semelhanças - Músicas de Celular”, composto e gravado durante a quarentena da Covid 19, entre março e setembro de 2020 e que nos próximos meses será lançado em vinil. E no programa de hoje, você vai conhecer a história de Edgard com o disco Flowers, dos Rolling Stones. -- Apoio: Toca do Disco e Editora Belas Letras Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:42:04
July 14, 2021
#24 - A História do Disco com Lizzie Bravo
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. No episódio de hoje nossa convidada é Lizzie Bravo. Elizabeth nasceu no Rio de Janeiro e em 1964 tornou-se Lizzie depois de ouvir John Lennon cantando “Dizzy Miss Lizzy”. Mas Lizzie também é a Esperança de Óculos, mãe de uma filha de cuca legal que teve com seu então marido Zé Rodrix. Lizzie é cantora, produtora e autora do livro “Do Rio a Abbey Road”, onde conta suas aventuras em Londres, quando chegou à cidade em 1967, presente de aniversário de 15 anos. O que os pais dela não sabiam é que ela não ia voltar pra casa depois das férias. O livro traz seu registro através de seus diários da época, no dia-a-dia de seguir os Beatles onde eles estivessem. Vestiário, acessórios, objetos, diálogos... tudo anotado com detalhes. Histórias inusitadas que seriam impensáveis no mundo de hoje, que mostram como os Beatles eram acessíveis e simples. Apoio: Toca do Disco e Editora Belas Letras Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:44:34
July 07, 2021
#23 - A História do Disco - "The Bodyguard" OST, com Valéria Barcellos
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. No episódio de hoje nossa convidada é a maravilhosa Valéria Barcellos. Valéria Barcellos é uma multiartista integrante do Conselho Curador do Museu de Arte Contemporânea do Rio Grande do Sul. Cantora há quase 30 anos, fala inglês, francês, espanhol e também é faxineira. Como cantora já viajou o Brasil e o mundo com suas apresentações que são recheadas de bom humor e uma impressionante potência vocal e performance. Já dividiu o palco com nomes como ZAZ, Katy Perry, Maria Gadu, Toni Garrido, Cláudio Lins, Silvero Pereira, Lanh Lanh, Johnny Hooker, Linn da Quebrada, Não Recomendados, Laila Garin, Filipe Catto, Elisa Lucinda, entre muitos outros. Valéria é a vontade humana de dar vez e voz as mulheres pretas e trans. Uma mulher que quer tudo ao mesmo tempo, uma mulher que é tudo o que quiser. E hoje você vai conhecer a história de Valéria com a trilha sonora do filme O Guarda-costas. -- Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:18:43
June 30, 2021
#22 - A História do Disco "DeFalla", com Emerson G e Fred M
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. No episódio de hoje vamos falar sobre um livro. Não, você não leu errado, queride ouvinte. Os convidados desse vigésimo segundo episódio são Emerson G e Fred M, autores de “Sem nenhuma direção: DeFalla, 1987”. O antropólogo Emerson Giumbelli formou seu conhecimento musical com muitos livros e acompanhando a revista Bizz, programas de rádio como Sincronia Total em Florianópolis e HellRadio no Rio de Janeiro, além do programa Lado B, comandado pelo Reverendo Fabio Massari na MTV. Escreve sobre música para o site Célula Pop. O psicólogo Frederico Machado, também leitor assíduo da Bizz, tocou em bandas como Labia Minora, The Millicents, Fusile, no projeto Indústria de Plásticos, entre outros, transitando entre o rock e a música eletrônica, entre a performance e trilhas sonoras para dança e cinema. Emerson e Fred são professores da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e fãs da DeFalla.  Emerson é catarinense e viveu no Rio de Janeiro, e Fred é mineiro. Se conheceram já morando em Porto Alegre e descobriram que compartilhavam sua admiração pela banda. Ambos foram influenciados musicalmente pela mistureba sonora da DeFalla desde a adolescência, quando tocavam em bandas, Emerson como baterista e Fred como baixista. “Sem nenhuma direção” analisa a trajetória da banda desde sua formação, como um trio, até a gravação do disco de estreia da banda e conta com depoimentos dos quatro músicos e de outros personagens importantes da cena musical da época. E com vocês a história de "DeFalla" de Emerson e Fred. -- Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:38:14
June 23, 2021
#21 - A História do Disco - "Estranha Melodia", com Livia Nery
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história. Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. A convidada deste vigésimo primeiro episódio é Livia Nery. Livia é instrumentista, cantora, compositora e produtora musical, nascida em Salvador. E hoje você vai conhecer a história de Livia com "Estranha Melodia", seu álbum de estreia, lançado em 2019.  -- Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:01:02
June 16, 2021
#20 - A História do Disco - "Etta James – The Argo Singles 1960-1962", com Luana Pacheco e Luciano Leães
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. E o amor está no ar aqui no programa: essa semana você vai conhecer a história de amor de Luana Pacheco e Luciano Leães. Luana é cantora,  compositora e preparadora vocal e participou da primeira temporada. Luciano é pianista, compositor e produtor musical e a música, sem dúvida, foi e é a cola desse romance. E hoje você vai conhecer a história de Luana e Luciano com Etta James  – The Argo Singles 1960-1962 -- Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:14:54
June 09, 2021
#19 - A História do Disco - "Led Zeppelin IV", com Charles Gavin (parte 2)
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história. Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. O convidado deste décimo nono episódio especial, dividido em duas partes, é Charles Gavin. Charles nasceu em 9 de julho de 1960, em São Paulo (SP). Músico desde os quinze anos, fez parte de várias bandas da cena paulistana (Zero Hora, Zona Franca, Santa Gang, Ira, Cabice C, RPM). Estudou bateria com Lauro Lelis. Cursou harmonia e percepção no Espaço Musical Ricardo Breim. Estudou engenharia de áudio no Alchemea College, em Londres em 1994/95. Ingressou nos Titãs, em 1985, onde permaneceu até 2010. Na condição de integrante do grupo, Gavin gravou dezesseis álbuns, cinco DVDs e participou de importantes eventos do show business brasileiro: Hollywood Rock (edições de 1988, 1990 e 1994), Rock in Rio (1991), abertura do show de David Bowie em São Paulo (1990) e abertura do show The Rolling Stones, em Copacabana, Rio de Janeiro (2006). Paralelamente à carreira com os Titãs, Gavin passou a atuar na área da produção musical e cultural, com produção de álbuns como “Samba Esquema Noise”, o primeiro álbum do quinteto pernambucano Mundo Livre, lançado pelo Banguela Records, produção em parceria com Carlos Eduardo Miranda, remixagem e relançamento de títulos de grupos como Secos & Molhados, curadoria, produção e coordenação de séries para Warner Music, BMG, Som Livre e EMI, Coordenação, produção e remixagem das gravações dos principais álbuns de Caetano Veloso na reedição de sua obra para o box set “Todo Caetano” e do box set Valle Tudo, contendo todos os álbuns de Marcos Valle, gravados pela Odeon nos anos 1960 e 1970. Charles é responsável pela idealização e produção dos livros “Bossa Nova e Outras Bossas – a Arte e o design dos LPs” e “300 Discos Importantes da Música Brasileira”. Produziu e dirigiu “O Pirulito da Ciência”, DVD e CD de Tom Zé, gravado ao vivo em São Paulo e lançado pela Biscoito Fino em 2010 e de “Live at Birdland New York City”– registro em DVD da apresentação de Marcos Valle & Stacey Kent no lendário clube de jazz novaiorquino, lançado em 2016 pela Sony Music. Assina a direção e roteiro da minissérie “Elenco – a casa da bossa nova”, e a apresentação e direção das minisséries Brasil Adentro, música de Pernambuco e música do Pará. Desde 2006 apresenta e dirige, com Gabriela Gastal, O Som do Vinil, programa onde álbuns relevantes no painel geral da música brasileira são retratados, exibido semanalmente pelo Canal Brasil, atualmente em sua 14ª temporada. Em 2017, o Primavera nos Dentes, quinteto formado por Charles Gavin, Paulo Rafael, Pedro Coelho, Duda Brack e Felipe Ventura grava o álbum homônimo pela Deckdisc com releituras da obra do Secos & Molhados. Desde 2010, Gavin participa como convidado da bancada de colaboradores do Redação SporTV, programa esportivo apresentado pelo jornalista Marcelo Barreto. A partir de 2019 passou a fazer parte do quarteto Humaitá Blues Combo, que reinterpreta hits do rock blues internacional, do rock brasileiro e da MPB. Como nosso papo rendeu muito e o Charles trouxe um conteúdo incrível sobre o disco, além de sua história pessoal, esse episódio será dividido em duas partes. Hoje você vai conhecer a segunda parte da história de Charles com Led Zeppelin IV. -- Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:41:13
June 02, 2021
#19 - A História do Disco - "Led Zeppelin IV", com Charles Gavin (parte 1)
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história. Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. O convidado deste décimo nono episódio especial, dividido em duas partes, é Charles Gavin. Charles nasceu em 9 de julho de 1960, em São Paulo (SP). Músico desde os quinze anos, fez parte de várias bandas da cena paulistana (Zero Hora, Zona Franca, Santa Gang, Ira, Cabice C, RPM). Estudou bateria com Lauro Lelis. Cursou harmonia e percepção no Espaço Musical Ricardo Breim. Estudou engenharia de áudio no Alchemea College, em Londres em 1994/95. Ingressou nos Titãs, em 1985, onde permaneceu até 2010. Na condição de integrante do grupo, Gavin gravou dezesseis álbuns, cinco DVDs e participou de importantes eventos do show business brasileiro: Hollywood Rock (edições de 1988, 1990 e 1994), Rock in Rio (1991), abertura do show de David Bowie em São Paulo (1990) e abertura do show The Rolling Stones, em Copacabana, Rio de Janeiro (2006). Paralelamente à carreira com os Titãs, Gavin passou a atuar na área da produção musical e cultural, com produção de álbuns como “Samba Esquema Noise”, o primeiro álbum do quinteto pernambucano Mundo Livre, lançado pelo Banguela Records, produção em parceria com Carlos Eduardo Miranda, remixagem e relançamento de títulos de grupos como Secos & Molhados, curadoria, produção e coordenação de séries para Warner Music, BMG, Som Livre e EMI, Coordenação, produção e remixagem das gravações dos principais álbuns de Caetano Veloso na reedição de sua obra para o box set “Todo Caetano” e do box set Valle Tudo, contendo todos os álbuns de Marcos Valle, gravados pela Odeon nos anos 1960 e 1970. Charles é responsável pela idealização e produção dos livros “Bossa Nova e Outras Bossas – a Arte e o design dos LPs” e “300 Discos Importantes da Música Brasileira”. Produziu e dirigiu “O Pirulito da Ciência”, DVD e CD de Tom Zé, gravado ao vivo em São Paulo e lançado pela Biscoito Fino em 2010 e de “Live at Birdland New York City”– registro em DVD da apresentação de Marcos Valle & Stacey Kent no lendário clube de jazz novaiorquino, lançado em 2016 pela Sony Music. Assina a direção e roteiro da minissérie “Elenco – a casa da bossa nova”, e a apresentação e direção das minisséries Brasil Adentro, música de Pernambuco e música do Pará. Desde 2006 apresenta e dirige, com Gabriela Gastal, O Som do Vinil, programa onde álbuns relevantes no painel geral da música brasileira são retratados, exibido semanalmente pelo Canal Brasil, atualmente em sua 14ª temporada. Em 2017, o Primavera nos Dentes, quinteto formado por Charles Gavin, Paulo Rafael, Pedro Coelho, Duda Brack e Felipe Ventura grava o álbum homônimo pela Deckdisc com releituras da obra do Secos & Molhados. Desde 2010, Gavin participa como convidado da bancada de colaboradores do Redação SporTV, programa esportivo apresentado pelo jornalista Marcelo Barreto. A partir de 2019 passou a fazer parte do quarteto Humaitá Blues Combo, que reinterpreta hits do rock blues internacional, do rock brasileiro e da MPB. Como nosso papo rendeu muito e o Charles trouxe um conteúdo incrível sobre o disco, além de sua história pessoal, esse episódio será dividido em duas partes. Hoje você vai conhecer a primeira parte da história de Charles com Led Zeppelin IV. -- Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:18:34
May 26, 2021
#18 - A História do Disco - "Alucinação", com Chris Fuscaldo
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história. Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. A convidada deste décimo oitavo episódio é Chris Fuscaldo. Chris é escritora, cantautora, pesquisadora musical e jornalista. É mestre e doutora em Letras pela PUC RIO. Trabalhou para veículos como O Globo, Extra, Rolling Stone, MTV, entre outros. Em 2016 publicou o livro Discobiografia Legionária. Em 2017, estreou como cantora e compositora no álbum autoral Mundo Ficção, que gravou com o músico e produtor argentino Juan Cardoni. A Discobiografia Mutante: Álbuns Que Revolucionaram a Música Brasileira foi lançada em 2018, junto com a criação da editora Garota FM Books. Em 2021 assumiu a direção do selo Niterói Livros e lançou ao lado de Marcelo Bortoloti pela Sonora Editora Viver é Melhor que Sonhar: Os Últimos Caminhos de Belchior. E hoje você vai conhecer a história de Chris com o álbum “Alucinação”, de Belchior. -- Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:29:38
May 19, 2021
#17 - A História do Disco - "Nico Nicolaiewsky", com Arthur de Faria
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. O convidado deste décimo sétimo episódio é Arthur de Faria. Arthur é músico, compositor e arranjador. Doutorando em literatura brasileira pela UFRGS, com ênfase em canção popular. Produziu 28 discos, dirigiu 12 espetáculos. Escreveu 52 trilhas para cinema e teatro - faz parte da Cia Ultralíricos, de Felipe Hirsch, desde sua fundação. Lidera a Tum Toin Foin Banda de Câmara e integra o duo Música Menor com o argentino Omar Giammarco. Por 20 anos esteve à frente do Arthur de Faria & Seu Conjunto, com quem lançou seis de seus 14 discos e tocou em meia dúzia de países. Ministrou dezenas de cursos sobre música popular brasileira no Brasil, Argentina e Uruguai. Atualmente o faz na Especialização em Literatura Brasileira da UFRGS. Trabalhou 23 anos em rádio e publicou dezenas de ensaios, artigos, fascículos e livros sobre música popular – entre eles, “100 Anos de Música no RS” e “Elis, Uma Biografia Musical”. Dedica-se há três décadas a pesquisar a história da música de Porto Alegre. E hoje você vai conhecer a história de Arthur com “Nico Nicolaiewsky”, álbum homônimo do artista Nico Nicolaiewsky. -- Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:23:04
May 12, 2021
#16 - A História do Disco - "Band on the Run", com Martha Medeiros
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história. Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. A convidada deste décimo sexto episódio é Martha Medeiros. Martha Medeiros é escritora e colunista dos jornais Zero Hora e O Globo. Entre os mais de 30 livros lançados estão "Divã", "Doidas e Santas", "Feliz por Nada" e o recente "A Claridade Lá Fora". Tem parcerias musicais com Jota Quest, Nenhum de Nós e Frejat, além de vários textos adaptados com sucesso para o teatro. E hoje você vai conhecer a história de Martha com “Band on the run”, do Wings. -- Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:04:12
May 05, 2021
#15 - A História do Disco - "Pra quem já mordeu um cachorro por comida até que eu cheguei longe", com Thiago André
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história. Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. O convidado deste décimo quinto episódio é Thiago André. Thiago é graduando em História, criador e apresentador do podcast História Preta. E hoje você vai conhecer a história de Thiago com “Pra quem já mordeu um cachorro por comida até que eu cheguei longe”, de Emicida. -- Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
38:29
April 28, 2021
#14 - A História do Disco - "Letrux em noite de climão", com Roberta Martinelli
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. A convidada deste décimo quarto episódio é Roberta Martinelli. Roberta é apresentadora, criadora e curadora do programa Cultura Livre na TV Cultura. O programa completou em 2020 11 anos no ar e foi indicado pela APCA como melhor programa de televisão. É apresentadora do Prelúdio, o único concurso de musica clássica da tv brasileira. Apresenta e produz o programa Som a Pino diariamente na Rádio Eldorado. Foi colunista no jornal O Estado de São Paulo e apresentadora e roteirista do Podcast Essenciais na DEEZER. E hoje você vai conhecer a história de Roberta com "Letrux em Noite de Climão". -- Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicolly Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
59:19
April 21, 2021
#13 - A História do Disco - "Acústico MTV Gilberto Gil", com George Sauma
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história. Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. O convidado deste décimo segundo episódio é George Sauma. George é músico, ator e sapateador. Nascido em 1989 no Rio de Janeiro, começou a tocar piano e fazer sapateado aos 4 anos. Entrou para o Teatro Tablado em 2003 e, a partir de então, atuou em inúmeras peças, longas-metragens e em programas de TV. No teatro, ganhou o prêmio APTR de "Melhor Ator Coadjuvante" com a peça "A Importância de Ser Perfeito", de Oscar Wilde e dirigida por Daniel Herz; e os prêmios CBTIJ e Zilka Salaberry de "Melhor Ator" com a peça "Pedro Malazarte e a Arara Gigante", de Jorge Furtado e dirigida por Débora Lamm. No cinema, destaca-se sua atuação no filme "Tim Maia" (2014), de Mauro Lima, no qual interpretou Roberto Carlos; e no filme "Rasga Coração" (2018), adaptação para o cinema de Jorge Furtado da peça de Oduvaldo Vianna Filho. Na televisão, ficou conhecido por seu personagem Tatalo em "Toma Lá, Dá Cá", seguido por papeis em "Lado a Lado" e "Mister Brau". Integrou o elenco do novo “Zorra” de 2014 até seu encerramento em 2020. Como compositor, teve sua música "Se Não Tiver Amor" escolhida como tema de abertura da série "Pais de Primeira", música esta que também foi escolhida como parte do repertório do novo disco "O Ouro do Pó da Estrada" (2018) de Elba Ramalho. Em 2019 lançou o EP “George Sauma Sozinho” pela Deck Disk com 5 músicas autorais e em 2020 a versão ao vivo no álbum “George Sauma Sozinho com Banda Ao Vivo no Estúdio”. Recentemente protagonizou a série "Pais de Primeira", de Antonio Prata, ao lado de Renata Gaspar e participou do reality musical “Popstar”. E hoje você vai conhecer a história de George com “Acústico MTV Gilberto Gil”. -- Roteiro, locução e entrevista: Bruna Paulin Edição: Nicole Demeneghe Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
51:54
April 14, 2021
12 - A História do Disco - "A noite vai chegar", com Antoniela Canto
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história. Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. A convidada deste décimo segundo episódio é Antoniela Canto. Antoniela é atriz, diretora, roteirista e locutora. No teatro já trabalhou com diretores como Eduardo Tolentino de Araujo (Grupo Tapa), Marco Antonio Braz, Mário Bortolotto, Mauro Baptista Vedia, Luis Artur Nunes, Carla Candiotto e Alexandra Golik (faz parte da cia infantil Le Plat du Jour), entre outros. Também é uma das fundadoras da Cia La Plongée, companhia de teatro criadora do “Terça em Cena”, projeto mensal, onde são apresentados 4 textos curtos de dramaturgos contemporâneos. O “Terça em Cena” já teve mais de 65 edições e Antoniela participou de quase todas, como atriz ou diretora. Na TV, integrou os elencos de Mulher de Fases, O Negócio, PSI, Doce de Mãe, Sonhos de Abu, entre outras séries. No cinema, já circulou por diversos festivais internacionais com  “Mariane com E”, premiado no Brasil e na França (Festival de Montpellier), “Hospital da Memória”, de Pedro Paulo de Andrade, entre outros. Antoniela é uma das fundadoras do Projeto “Conversa ao Lado”, webserie que retrata cenas baseadas em diálogos reais, escutados em todo tipo de lugar. Passando por diversos gêneros e sempre num formato curto, essas representações de conversas alheias são realizadas por um grupo de atores, roteiristas e diretores que se revezam nessas funções. Além dos trabalhos em teatro, cinema e tv, Antoniela é locutora da TNT Séries, do Programa Que Seja Doce no canal GNT e faz voz original para animações, como na série infatil Zuzubalândia. E hoje você vai conhecer a história de Antoniela com “A Noite vai Chegar” de Lady Zu. -- Roteiro, edição, locução e entrevista: Bruna Paulin Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
42:52
April 07, 2021
#11 - A História do Disco - The Rolling Stones at the Hampton Coliseum (Live 1981), com Andre Ribeiro
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história. Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. O convidado deste décimo primeiro episódio é André Ribeiro. Casado há 15 anos, pai da Paola, André é jornalista e trabalhou 21 anos no jornalismo esportivo, passando por diversos veículos como Rádio Bandeirantes, O Sul, Diário de SP, Record, lobo.com, CBN-1120, Rádio Pampa, Rádios Cidade e Atlântida. Apaixonado e fanático por Rolling Stones desde 1981, tendo assistido 25 vezes a banda (dando mais de 4 voltas ao mundo acompanhando shows em 14 cidades de sete países), desde 2008 edita o site Stones Planet Brazil e produziu em torno de 150 episódios do podcast It´s Only Rolling Stones, que teve participações de Chris Jagger, Lisa Fischer, Chuck Leavell e Tim Ries. Escrevia para o Stones Planet Fanzine, revista que pertencia ao Rolling Stones Fan Club Office (RSFCO), do qual também foi secretário. Também integrou a produção de shows de Chris Jagger, um no Brasil e outro em Londres, no Ealing Club. Atualmente, é responsável pela Stones Planet Records, loja online de discos, criada em 2016. E hoje você vai conhecer a história de André com o disco Hampton Coliseum (Live 1981) dos Rolling Stones. -- Roteiro, edição, locução e entrevista: Bruna Paulin Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:15:25
March 30, 2021
#10 - A História do Disco - "A Tábua de Esmeralda", com Juli Baldi
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história. Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. A convidada deste décimo episódio é Juli Baldi. Juli Baldi é pesquisadora musical e diretora criativa do Bananas Music, empresa de curadoria musical para marcas e do Mapa dos Festivais, buscador de festivais de música. Já trabalhou como radialista na Ipanema FM e Oi FM em Porto Alegre e atualmente também atua na consultoria de lineups de festivais para marcas e conferências, residências artísticas e editais em todo o Brasil. E hoje você vai conhecer a história de Juli com o disco A Tábua de Esmeralda, de Jorge Ben. Salve. -- Roteiro, edição, locução e entrevista: Bruna Paulin Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
58:04
March 23, 2021
#09 - A História do Disco - "Falso Brilhante", com Fernando Zugno
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história. Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. O convidado deste nono episódio é Fernando Zugno. Um cara de teatro louco por música brasileira. Ator, produtor, criador, realizador, curador e diretor do Porto Alegre em Cena e editor da revista Corpo Futuro. E hoje você vai conhecer a história de Fernando com o disco Falso Brilhante, de Elis Regina. -- Roteiro, edição, locução e entrevista: Bruna Paulin Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:06:58
March 16, 2021
#08 - A História do Disco - "Tropix", com Fabiane Pereira
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história. Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. A convidada deste sétimo episódio é Fabiane Pereira. Fabiane é jornalista, apresentadora, curadora, roteirista e pesquisadora musical. Apresenta o programa de rádio FARO há nove anos no dial carioca, e recentemente integrando a programação da Nova Brasil FM, que tem como premissa democratizar o espaço radiofônico apresentando aos ouvintes a nova produção musical contemporânea brasileira. Além do FARO, Fabiane é apresentadora e idealizadora do PAPO DE MÚSICA, um dos raros canais de entrevistas no Youtube que tem a MÚSICA como protagonista. No Youtube, Fabi entrevista semanalmente artistas dos mais variados gêneros musicais num tom tão intimista que os artistas se abrem de um jeito raro. Fabiane também apresenta o único programa de rádio, em Portugal, voltado para promover a música brasileira na terrinha. O PALCO BRASIL vai ao ar toda semana pela rádio MARGINAL FM. Nele, ela entrevista grandes nomes da música brasileira que estão de passagem pelo país europeu. E ainda é colunista da Veja Rio. Fabiane ainda atua como jurada de prêmios e seleções de melhores músicos do ano em vários veículos, dá mentorias em projetos que têm a arte como foco e participa de algumas comissões de especialistas de editais, festivais e eventos ligados à cultura. É pós-graduada em "Jornalismo Cultural" pela ESPM; em "Formação do Escritor" pela PUC-Rio, em "Jornalismo Contemporâneo" pelo Instituto Universitário de Lisboa e mestre em "Comunicação, Cultura e Tecnologia da Informação" também pelo Instituto Universitário de Lisboa, Portugal. Fabiane levou o prêmio de melhor jornalista de música do ano pelo WME Awards, em 2019. O Papo de Música está com uma campanha de financiamento coletivo até 11 de abril pela plataforma Catarse com apoios a partir de 25,00 – para saber mais, acesse https://www.catarse.me/papo_de_musica E hoje você vai conhecer a história de Fabiane com o disco Tropix, de Céu. -- Roteiro, edição, locução e entrevista: Bruna Paulin Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:07:32
March 10, 2021
#07 - A História do Disco - "África Brasil", com Kamille Viola
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história. Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. A convidada deste sétimo episódio é Kamille Viola. Kamille é jornalista e autora do livro "África Brasil: Um dia Jorge Ben voou para toda a gente ver" (Edições Sesc). Com passagens e colaborações por veículos como O Dia, O Globo, Folha de S. Paulo, O Estado de S. Paulo, Billboard Brasil, Bizz, Marie Claire, Canal Futura e News Deeply, entre outros, atualmente escreve para UOL, Trip, revista e site da União Brasileira de Compositores (UBC). Ganhou o Prêmio Imprensa Embratel 2009, na categoria Jornalismo Cultural, e o Prêmio Petrobras de Jornalismo 2014, na categoria Regional Rio de Janeiro/Espírito Santo. Fez parte do júri da Chamada Petrobras Música em Movimento 2019 e do Edital de Cultura Oi Futuro 2019. Nos anos 1990 e início dos 2000, escreveu em fanzines e sites independentes. Foi a primeira editora do site PunkNet, desde a fundação, em 2000, até março de 2001. No mesmo ano, criou o Eu Te Amo Blog, que manteve por mais de uma década. Em 2003, ao lado de João Paulo Cuenca, Cecília Gianetti e Fred Leal, lançou a revista virtual de cultura Bala, onde ficou até 2005. Em 2015, com Leïlah Accioly, fundou a revista virtual Vertigem, que trazia apenas reportagens e textos de mulheres e durou até 2017. E hoje você vai conhecer a história de Kamille com o disco África Brasil, de Jorge Ben. -- Roteiro, edição, locução e entrevista: Bruna Paulin Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:26:53
March 02, 2021
#06 - A História do Disco - "Spice", com Elisa Volpatto
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história. Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. A convidada deste sexto episódio é a atriz Elisa Volpatto. Formada em Artes Cênicas pela UFRGS, começou sua carreira em Porto Alegre, participando de diversas peças de teatro e curtas-metragens, dentre eles o curta “Um Animal Menor”, que lhe rendeu o Kikito de Melhor Atriz no Festival de Cinema de Gramado em 2010. Foi protagonista da série Mulher de Fases, da HBO, produzida pela Casa de Cinema de Porto Alegre, com quem desenvolveu uma frutífera parceria desde então ao participar também do filme “Real Beleza”, de Jorge Furtado, do docudrama “O mercado de notícias”, também de Furtado, e da série “Doce de Mãe”, na Globo, interpretando a neta de Fernanda Montenegro. Vivendo em São Paulo desde 2010, fundou o coletivo VULCÃO [criação e pesquisa cênica] junto de Livia Vilela, Paulo Salvetti, Rita Grillo e Vanessa Bruno, com quem desenvolve pesquisa continuada em teatro. Dentro desse coletivo desenvolveu o elogiado espetáculo solo “PULSO”, inspirado na vida e na obra da poetisa norte-americana Sylvia Plath, dirigida por Vanessa Bruno. Participou de diversas séries de TV a cabo como “Latitudes” - direção Felipe Braga (TNT); “Lili, a Ex” – direção Kiko Meirelles (GNT); “Prata da Casa” – direção André Pellenz (FOX) e o mais recente “Vítimas Digitais” (GNT), dirigido por João Jardim, que fala sobre a violência contra as mulheres no ambiente virtual. Interpretou a corajosa jornalista Mira na série “Assédio”, da Globo, dirigida por Amora Mautner, em uma trama que coloca luz sobre a história real das mulheres estupradas pelo ex-médico Roger Abdelmassih. Disponível pela Globoplay. Seu trabalho mais recente em audiovisual foi interpretando a delegada Anita, na série “Bom dia, Verônica” da Netflix. O thriller policial foi sucesso de público e crítica e prepara segunda temporada neste ano de 2021. E hoje você vai conhecer a história Elisa com o álbum Spice, das Spice Girls. -- Roteiro, edição, locução e entrevista: Bruna Paulin Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern e Fernando Efron (ISRC - BR0SF2100001)
01:23:33
February 23, 2021
#05 - A História do Disco - "A Paixão de V segundo ele próprio", com Juarez Fonseca
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história. Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. O convidado deste quinto episódio é Juarez Fonseca. Formado pela UFRGS, Juarez Fonseca é jornalista desde 1970. Atuou em vários veículos de Porto Alegre, mas principalmente no jornal Zero Hora, onde atuou de 1970 a 1996, e para onde retornou, como colunista, em 2013. Em Zero Hora, foi crítico de música, editor do Segundo Caderno e editor de Cultura. Foi comentarista de música da Rádio Gaúcha, da RBS TV e da TVE. Pesquisador da música brasileira, produtor de shows e discos, entre outros o coletivo Paralelo 30 e o segundo de Renato Borghetti, autor de livros (como "Ora Bolas", sobre Mario Quintana; "Gildo de Freitas, o Rei dos Trovadores"; e "Neugebauer, uma História, sobre a primeira fábrica de chocolates do Brasil"). Integrou o Conselho de Ética do Sindicato dos Jornalistas RS. Foi coordenador de Música da Secretaria da Cultura de Porto Alegre, membro do Conselho Estadual de Cultura do RS, chefe da assessoria de imprensa da Secretaria da Cultura do Estado, membro do Conselho Deliberativo da TVE. Jurado dos principais festivais no RS e no País. Foi editor de Cultura do Jornal da Universidade/UFRGS de 1997 a 2004. De 1996 a 2012 foi colunista de música do jornal ABC Domingo, de Novo Hamburgo, e da revista de cultura Aplauso, de Porto Alegre. Também publicou textos em veículos de São Paulo e Rio de Janeiro, como Veja, O Globo e Jornal de Música. Integrou comissões de seleção do Projeto Rumos Itaú Cultural, do Programa Natural Musical e do Projeto Pixinguinha. E hoje você vai conhecer a história de Juarez com o álbum A Paixão de V Segundo ele próprio, de Vitor Ramil. -- Roteiro, locução, entrevista e edição: Bruna Paulin Arte: Librae Vinheta: Augusto Stern
01:08:35
February 16, 2021
#04 - A História do Disco - "Vivendo em Grande Estilo", com Rejane Ayres
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história. Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. A convidada deste quarto episódio é Rejane Ayres. Rejane é mineira, jornalista, radialista e audiodescritora. Trabalhou na Rede Minas, Oi FM, Rádio CBN, Rádio Globo, cobriu diversos festivais e há cinco anos resolveu viver pertinho do mar. De lá, solta a voz e realiza projetos dentro do Estúdio T. Atualmente também apresenta o programa InforMatula, toda sexta na Matula Web Rádio. E hoje você vai conhecer a história de Rejane com o álbum “Vivendo em Grande Estilo”, da banda Cascadura.
01:11:28
February 09, 2021
#03 - A História do Disco - "A Sétima Efervescência", com Cristiano Bastos
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história. Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. O convidado deste terceiro episódio é o jornalista Cristiano Bastos. Cristiano é um dos autores do livro Gauleses Irredutíveis - Causos e Atitudes do Rock Gaúcho. Escreveu as biografias "Julio Reny - Histórias de Amor e Morte" (Açorianos de Literatura 2015), "Júpiter Maçã: A Efervescente Vida e Obra" e "Nelson Gonçalves - O Rei da Boemia". Em 2020 publicou o livro de jornalismo "Nova Carne Para Moer: Seleção de Textos sobre Cultura Pop, Grandes Reportagens, Perfis, Entrevistas e Artigos". Atualmente trabalha no projeto do livro "100 Grandes Álbuns do Rock Gaúcho". Colaborou com a revista Rolling Stone Brasil, de 2007 a 2015 e também escreveu na Bizz. Dirigiu o doc road "Nas Paredes da Pedra Encantada", sobre o mítico LP Paêbirú - Caminho da Montanha do Sol (1974), de Lula Cortês e Zé Ramalho, hoje o vinil mais caro e raro do Brasil. E hoje você vai conhecer a história Cristiano com “A Sétima Efervescência”, de Jupiter Maçã.
01:15:06
February 02, 2021
#02 - A História do Disco - "Diário de Obá", com Negra Jaque
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história. Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. A primeira convidada de 2021 é Negra Jaque. Jaqueline Trindade Pereira é uma das referências femininas no hip hop feito no Rio Grande do Sul. Desde 2007 na estrada, quando integrou o grupo “Pesadelo do Sistema”, a rapper vem se destacando na cena. Em 2013, quando iniciou carreira solo, foi a primeira mulher vencedora da “Batalha do Mercado”, evento tradicional da região metropolitana de POA e, por conta desse prêmio, gravou seu primeiro EP “SOU”. De lá pra cá, participou de festivais, lançou discos, recebeu prêmios e importantes indicações, como a de melhor compositora no “Prêmio Açorianos”. Fez o show de abertura do projeto “UNIMUSICA” da UFRGS, participou do show de Elza Soares no Bar Opinião, circulou por várias cidades do RS, além de RJ e SP. E hoje você vai conhecer a história de Negra Jaque com seu álbum, “Diário de Obá”, lançado em 2019.
40:49
January 26, 2021
#01 - A História do Disco - Fruto Proibido
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história. Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Nesta segunda temporada receberemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. Especialmente neste primeiro episódio de 2021 trago um disco que fez parte de um momento muito importante da minha vida: "Fruto Proibido", de Rita Lee e Tutti Frutti.
15:57
January 19, 2021
#17 - A História do Disco com André Czarnobai
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história. Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Este é o último episódio da primeira temporada, onde recebemos convidados muito especiais que dividem suas histórias e discos favoritos. Porém esse décimo sétimo episódio é diferentão e desconstruído, bem ao estilo do meu convidado e a maneira que ele consome música. Hoje nós vamos ouvir diversas histórias sobre discos e música com André Czarnobai. André já foi Cardoso, hoje é Kidids; escritor, tradutor, agricultor, roteirista e consultor criativo.
49:42
December 29, 2020
#16 - A História do Disco - "Sgt Pepper's Lonely Hearts Club Band", com Ricardo Alexandre
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história. Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Ao longo dessa primeira temporada vamos receber alguns convidados muito especiais que vão dividir por aqui as suas histórias e seus discos favoritos. Nesse décimo sexto episódio nosso convidado é Ricardo Alexandre. Ricardo Alexandre é jornalista com mais de vinte anos de experiência nos maiores grupos de comunicação do país. Também é conhecido por seus livros, documentários, artigos, palestras e por sua atuação no rádio e em vídeo. Já colaborou com veículos como “Superinteressante”, “Época”, “Carta Capital”, “Vida Simples”, “Revista MTV”, Multishow e muitos outros. Seu trabalho diante da revista “Época São Paulo” (2008/2010) recebeu, entre outros, o prêmio de excelência da Society of News Design de Nova York; seu trabalho na revista “Bizz” (2004/2007) com o Prêmio Abril de Jornalismo. Seu livro “Nem vem que não tem: a vida e o veneno de Wilson Simonal” venceu o prêmio Jabuti como a melhor biografia de 2010. Ricardo é o criador e a voz do podcast "Discoteca Básica", que analisa grandes álbuns da história da música e coincidentemente nasceu no mesmo dia que A História do Disco. E hoje você vai conhecer a história de Ricardo com "Sgt Pepper's Lonely Hearts Club Band".
01:21:06
December 22, 2020
#15 - A História do Disco - "Purple Rain", com Biba Meira
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história. Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Ao longo dessa primeira temporada vamos receber alguns convidados muito especiais que vão dividir por aqui as suas histórias e seus discos favoritos. Nesse décimo quinto episódio nossa convidada é Biba Meira. Biba iniciou sua carreira musical em 1984 na banda Urubu Rei. Em 1987 foi escolhida a segunda melhor instrumentista do ano, através da revista BIZZ. Referência para dezenas de bateristas no Brasil por seu trabalho com o DeFalla, banda que ganhou vários prêmios nacionais com os dois primeiros discos, entre eles, melhor baterista, melhor vocalista, melhor letrista e melhor disco. Biba tem seu nome ligado a artistas e bandas como DeFalla, Wander Wildner, Edgard Scandurra, Justine, As Gurias, entre outros. A baterista tem um estilo próprio e inconfundível, pela diversidade rítmica, numa fusão de batidas com tambores, bumbo e caixa. Estudou com Kiko Freitas, Daniel Lima e Duda Neves, renomados músicos da cena brasileira. Em 2015 fundou As Batucas – Orquestra Feminina de Bateria e Percussão, um dos primeiros grupos desse tipo formado exclusivamente por mulheres em Porto Alegre. As turmas aprendem em dias alternados e fazem shows com uma poderosa bateria feminina. As Batucas se tornaram um ícone em Porto Alegre. Biba é Licenciada em música (IPA) e especialista em Pedagogia da Arte (UFRGS). É professora de música e bateria. Recentemente lançou seu primeiro disco solo, "Suave Coisa Nenhuma" premiado com o Troféu Açorianos. E hoje você vai conhecer a história de Biba com "Purple Rain", de Prince.
46:21
December 15, 2020
#14 - A História do Disco - "I've got my own album to do", com Lucio Brancato
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história. Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Ao longo dessa primeira temporada vamos receber alguns convidados muito especiais que vão dividir por aqui as suas histórias e seus discos favoritos. Nesse décimo quarto episódio nosso convidado é Lucio Brancato. Lucio nasceu em Porto Alegre, em julho de 1978. Formado em Jornalismo (2003) na PUCRS, atuou como jornalista por 13 anos na RBS/TV como produtor, editor, repórter e apresentador de programas na TVCOM e também no Canal Octo, onde além de apresentador era editor-chefe e curador. Neste período entrevistou grandes nomes da música internacional como Alice Cooper, Jon Anderson, John Pizzarelli, Ian Anderson e Bunny Wailler. Entre alguns artistas nacionais entrevistou Erasmo Carlos, Ivan Lins, Pepeu Gomes, Criolo, Nando Reis, Paula Toller, Skank, Camisa de Vênus. Fez a cobertura de festivais como Planeta Atlântida, POA Jazz Festival, Festa Nacional da Música. Também foi coordenador das coberturas dos shows de Paul McCartney, Eric Clapton e Rolling Stones. Apresentou o festival Pepsi Twist Land, pela Band, onde também entrevistou nomes como Gilberto Gil, Paralamas do Sucesso, Mayer Hawthorne, Karol Conka. Foi apresentador, produtor e operador do programa Cultura Rock Show, pela rádio FM Cultura, de Porto Alegre, e também apresentador do programa Cultura na Mesa na mesma rádio. Tem ainda no seu currículo a direção do documentário Rock Grande do Sul 30 Anos, premiado como vencedor na categoria Jornalismo Cultural, no Prêmio RBS de Jornalismo e Entretenimento 2015. Como músico, é instrumentista e toca Sitar (instrumento de cordas indiano). Gravou em discos de nomes como Júpiter Maçã, Cachorro Grande, DeFalla, Pata de Elefante e Alemão Ronaldo. Em 2018 comandou o bate-papo com Geoff Emerick, engenheiro de som dos Beatles, que esteve em Porto Alegre para uma palestra e workshop no Audio Porto. Atualmente trabalha na equipe de comunicação do Audio Porto e Fábrica do Futuro, em Porto Alegre.  E hoje você vai conhecer a história de Lucio com “I’ve got my own album to do”, de Ronnie Wood.
01:26:46
December 08, 2020
#13 - A História do Disco - "Stories from the city, stories from the sea", com Filipe Catto
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história. Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Ao longo dessa primeira temporada vamos receber alguns convidados muito especiais que vão dividir por aqui as suas histórias e seus discos favoritos. Nesse décimo terceiro episódio nossa convidada é Filipe Catto. Filipe Catto é cantora, instrumentista, compositora, ilustradora e designer. Ganhou fama ainda muito jovem, com trabalhos voltados para a MPB, o samba e o tango moderno, mas com o tempo, avançou para outros gêneros, como o jazz, o rock e o bolero, entre outros. Já dividiu o palco com outros grandes artistas nacionais, como Maria Bethânia, Ney Matogrosso, Chico Buarque, Gilberto Gil, Beth Carvalho, Odair José, Marcelo Jeneci, Vanessa da Matta, Toquinho, Daniela Mercury, Zélia Duncan, Maria Gadú, Ana Carolina, Arnaldo Antunes, Nando Reis, entre outros. Apesar de se definir com frequência como intérprete, é a compositora da maioria de seus sucessos, como “Saga”, "Adoração", "Lua Deserta", "Dias e Noites", "Torrente", "Depois de Amanhã", "Redoma" e "Roupa do Corpo", algumas delas trilha de novelas. Compõe na maioria das vezes de forma solitária, mas já escreveu canções com artistas como Zélia Duncan, Tiê, Paulinho Moska e Pedro Luís. Vive em SP, onde está trabalhando na mix de seu disco ao vivo, que será lançado em 2021. E hoje você vai conhecer a história de Filipe com o disco “Stories from the City, Stories from the Sea”, de PJ Harvey.
57:21
December 01, 2020
#12 - A História do Disco - "Stop Making Sense", com Guilherme Dable
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história. Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Ao longo dessa primeira temporada vamos receber alguns convidados muito especiais que vão dividir por aqui as suas histórias e seus discos favoritos. Nesse décimo segundo episódio nosso convidado é Guilherme Dable. Guilherme é artista visual, com trabalhos nas linguagens do desenho, da pintura e também com cruzamentos entre música e desenho – sua série Tacet, contemplada no Rumos Itaú Cultural, mistura desenho e música improvisada e está no acervo de coleções como o MARGS, além de coleções particulares no Brasil e Europa. É também baixista em quarentena, atualmente respondendo pelos graves da Tom Bloch e dos Esotéricos. Na extinta Oi FM, apresentou um programa diário onde dividia o estúdio e o microfone com Juli Baldi. Relaciona artes visuais, música, literatura, cinema e filosofia online no Grupo de Estudos e Escutas, que criou durante o isolamento para dar continuidade a sua atividade como professor – desde 2010 dando aulas de desenho, que voltarão assim que a vacina aparecer. Entre 2006 e 2015, foi um dos gestores do Atelier Subterrânea, espaço independente baseado em Porto Alegre que promoveu exposições, cursos, performances, palestras e inúmeros encontros e trocas entre pessoas interessantes. E desde 2006 apresenta seu trabalho em exposições pelo Brasil e exterior. E hoje você vai conhecer a história de Guilherme com o disco “Stop Making Sense”, do Talking Heads.
01:11:48
November 24, 2020
#11 - A História do Disco - "Histórias da Minha Área", com Carol Anchieta
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história. Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Ao longo dessa primeira temporada vamos receber alguns convidados muito especiais que vão dividir por aqui as suas histórias e seus discos favoritos. Nesse décimo primeiro episódio nossa convidada é Carol Anchieta. Carol é jornalista com passagens por veículos como TV Unisinos, Canal Futura, Rede Globo e RBS TV. Começou sua carreira através da cena da cultura urbana, foi fanzineira de hip hop e atuou como colunista deste segmento para as publicações Rap News, Rap Brasil e revista Noize. Mestranda em Design Estratégico para Inovação Social, com foco em moda sustentável e Afrofuturismo é também integrante do Coletivo de pesquisa Ecossitema da Moda Sustentável. Feminista Antirracista integra o Coletivo de estudos Atinúkés - Pensamento de mulheres negras. E hoje você vai conhecer a história de Carol com o disco "Histórias da Minha Área" de Djonga.
01:00:18
November 17, 2020
#10 - A História do Disco - "Songs in the key of life", com Rafael Rocha
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história. Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Ao longo dessa primeira temporada vamos receber alguns convidados muito especiais que vão dividir por aqui as suas histórias e seus discos favoritos. Nesse décimo episódio nosso convidado é Rafael Rocha,  músico, diretor de criação, sócio e um dos fundadores da Revista Noize e do Noize Record Club, maior clube de assinatura de discos de vinil da América Latina. Como parte da Wannabe Jalva, formada em 2011 em Porto Alegre, Rafael abriu para nomes como Jack White, e duas vezes para o Pearl Jam (por escolha da banda norte-americana e com direito a elogios de Eddie Vedder). Dividiu line up com Two Door Cinema Club, Vampire Weekend, The Rapture, Mayer Hawthorne e teve música em um dos episódio da série CSI: NY. Em 2020 Rafael lançou seu projeto solo, com o single Rua, que integra o álbum “Conterrâneos Estrangeiros”, com previsão de lançamento para o primeiro semestre de 2021. E hoje você vai conhecer a história de Rafael com o disco Songs in the Key of Life, de Stevie Wonder.
01:09:19
November 10, 2020
#09 - A História do Disco - "The Concert in Central Park", com Mirna Spritzer
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história. Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Ao longo dessa primeira temporada vamos receber alguns convidados muito especiais que vão dividir por aqui as suas histórias e seus discos favoritos. Nesse nono episódio nossa convidada é a Atriz, professora e radialista Mirna Spritzer. Seus trabalhos mais recentes são, no cinema, Ana, Sem Título, com direção de Lúcia Murat, da Taiga Filmes, em cartaz nesse momento na 44* Mostra Internacional de Cinema de São Paulo.  Aos olhos de Ernesto, com direção de Ana Luiza Azevedo, da Casa de Cinema de Porto Alegre, YONLU, com direção de Hique Montanari, da Container e da Prana Filmes. No teatro, Expresso Paraíso, de Thomas Kock, direção de Maurício Casiraghi, pela ATO Cia Cênica e A Comédia dos Erros, de William Shakespeare, direção de Adriane Mottola, com a Cia Stravaganza. Cidade Proibida, Cena Urbana com direção de Patrícia Fagundes para Cia Rústica de Teatro.  Todos em repertório. Língua Mãe. Mameloschn de Mariana Salzmann, direção de Mirah Laline, Troféu Braskem de Melhor Atriz, no 22º Festival Internacional Porto Alegre em Cena e Prêmio Açorianos de Melhor Espetáculo. Na televisão, Doce de Mãe, realização da Rede Globo de Televisão e Casa de Cinema de Porto Alegre, direção de Jorge Furtado e Ana Luiza Azevedo. E Fantasias de uma Dona de Casa, realização da RBS TV e Casa de Cinema de Porto Alegre, com direção de Ana Luiza Azevedo, série com duas temporadas. Foi criadora, apresentadora e produtora do Programa RADIOTEATRO na Rádio FM Cultura de Porto Alegre, 10 anos no ar. Premiada no Edital NOSSA ONDA do Minc e da Cinemateca Brasileira para peças radiofônicas. Duas vezes premiada com o Troféu Açorianos e uma com Prêmio Quero-Quero, todos de Melhor Atriz. Leu A Caverna para José Saramago, e para o público, no lançamento da obra em Porto Alegre, em 2000. Foi Professora do DAD, da UFRGS. Pesquisadora para sempre da voz e das vozes. Ama as palavras e as pausas. E a escuta. E ama ser mãe. Da Laura. E hoje você vai conhecer a história de Mirna com o disco "The Concert in Central Park", de Simon & Garfunkel.
01:15:45
November 03, 2020
#08 - A História do Disco - "Secos & Molhados", com Roger Lerina
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Ao longo dessa primeira temporada vamos receber alguns convidados muito especiais que vão dividir por aqui as suas histórias e seus discos favoritos. Nesse oitavo episódio nossa convidada é jornalista e crítico de cinema Roger Lerina. Roger é integrante da Abraccine (Associação Brasileira de Críticos de Cinema) e foi vice-presidente da Associação de Críticos de Cinema do Rio Grande do Sul (ACCIRS) entre 2008 e 2010 e presidente de 2010 a 2012. Editou de 1999 a 2017 a coluna Contracapa (artes, cultura e entretenimento), publicada no Segundo Caderno do jornal Zero Hora. Neste período, também atuou como repórter cultural do caderno de variedades de ZH. Apresentou o "Programa do Roger" na TVCOM entre 2011 e 2015. Foi curador da Mostra de Longas-Metragens do 10º Festival Internacional de Cinema da Fronteira (2018) e do 11º Festival Internacional de Cinema da Fronteira (2019). Atua como repórter e crítico de cinema no Canal Brasil. É editor do site www.rogerlerina.com.br, uma plataforma dedicada a notícias, artigos e vídeos sobre cinema, artes cênicas, música, artes visuais e eventos culturais. É curador dos projetos Meu Filme Favorito e Adaptação: Entre a Literatura e o Cinema, ambos no Instituto Ling. E hoje você vai conhecer a história de Roger com o disco “Secos e Molhados”.
01:06:13
October 27, 2020
#07 - A História do Disco - "Iaiá", com Júlia Medeiros
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história.  Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Ao longo dessa primeira temporada vamos receber alguns convidados muito especiais que vão dividir por aqui as suas histórias e seus discos favoritos. Nesse sétimo  episódio nossa convidada é a atriz, escritora, compositora e gestora cultural, Júlia Medeiros. Autora do livro “A Avó Amarela” (ÔZé Editora; ilustração Elisa Carareto) vencedor do Prêmio Jabuti 2019. Por 16 anos integrou o Grupo Ponto de Partida, o coro Meninos de Aracuaí e a Bituca: Universidade de Música Popular. E hoje você vai conhecer a história de Júlia com o disco “Iaiá”, de Mônica Salmaso.
58:54
October 20, 2020
#06 - A História do Disco - "Tug of War", com Marcelo Fróes
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história. Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Ao longo dessa primeira temporada vamos receber alguns convidados muito especiais que vão dividir por aqui as suas histórias e seus discos favoritos. Nesse quinto episódio nosso convidado é o produtor e pesquisador musical carioca, Marcelo Fróes. Marcelo está no mercado desde o início dos anos 1990, como autor de livros, editor do tablóide de música “International Magazine” (1994-2009) e como freelance no mercado fonográfico. Ao longo de mais de 20 anos, como especialista em catálogo, foi o responsável por mais de 500 CDs lançados pelas multinacionais EMI, PolyGram, Som Livre, Sony, Universal e Warner, assinando a produção executiva de preciosos itens de Gilberto Gil, Roberto Carlos, Vinicius de Moraes, Renato Russo, Nara Leão e Zé Ramalho, dentre muitos. Mais recentemente, à frente de seu selo Discobertas – fundado em 2008 -, Fróes já lançou mais de 500 CDs em doze anos de atividade, e como diretor-editor da Sonora Editora desde sua fundação em 2013, assinou lançamentos igualmente aclamados pelo público e pela crítica. E hoje você vai conhecer a história de Marcelo com o disco “Tug of War”, de Paul McCartney.
48:18
October 13, 2020
#05 - A História do Disco - "Ella Fitzgerald sings the Cole Porter songbook", com Luana Pacheco
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história. Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Ao longo dessa primeira temporada vamos receber alguns convidados muito especiais que vão dividir por aqui as suas histórias e seus discos favoritos. Nesse quarto episódio nossa convidada é a cantora Luana Pacheco. Dona de uma voz que é ao mesmo tempo doce e poderosa, seu talento reside no cruzamento entre o jazz, a chanson e o blues. Luana é daqueles talentos que nascem para viver de música. Venceu um festival de canto em São Paulo ainda criança e - após rodar o estado durante a adolescência com diversos grupos - a cantora ganhou o III Festival da Canção Francesa da Aliança Francesa de Porto Alegre, aos 21 anos, em 2010. Desde então, ela tem sido uma das principais referências da cultura francesa no sul do país. Prova disso, é que, em março de 2017, foi convidada para abrir o show da cantora francesa ZAZ em Porto Alegre. Em 2012 graduou-se em Música com ênfase em Canto pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Esse ano, foi a vez de se apresentar pela primeira vez fora do país: em fevereiro de 2020 Luana se apresentou no no mítico Café des Deux Moulins, cenário do filme "Le Fabuleux Destin d'Amélie Poulain", em Paris. E hoje você vai conhecer a história de Luana com o disco "Ella Fitzgerald sings the Cole Porter songbook".
40:50
October 06, 2020
#04 - A História do Disco - "The Köln Concert", com Jorge Furtado
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história. Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Ao longo dessa primeira temporada vamos receber alguns convidados muito especiais que vão dividir por aqui as suas histórias e seus discos favoritos. Nesse quarto episódio nosso convidado é o diretor e roteirista, um dos fundadores da Casa de Cinema de Porto Alegre, Jorge Furtado. E hoje você vai conhecer a história de Jorge com o disco "The Köln Concert", de Keith Jarrett.
24:60
September 29, 2020
#03 - A História do Disco - "Antônio Brasileiro", com Clara Corleone
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história. Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Ao longo dessa primeira temporada vamos receber alguns convidados muito especiais que vão dividir por aqui as suas histórias e seus discos favoritos. Nesse terceiro episódio nossa convidada é a atriz e escritora Clara Corleone. Clara comanda seu sarau desde 2017 e lançou seu primeiro livro, "o homem infelizmente tem que acabar" em 2019 na Editora Zouk, pelo selo Casa da Mãe Joanna, que já está em sua terceira reimpressão. E hoje você vai conhecer a história de Clara com o disco Antônio Brasileiro, de Tom Jobim.
42:16
September 22, 2020
#02 - A História do Disco - "Estrangeiro", com Guilherme Weber
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história. Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Ao longo dessa primeira temporada vamos receber alguns convidados muito especiais que vão dividir por aqui as suas histórias e seus discos favoritos. Nesse segundo episódio, nosso convidado é o ator, diretor, roteirista, curador e produtor Guilherme Weber. Guilherme é fundador, junto com Felipe Hirsch, da Sutil Companhia de Teatro, uma das mais importantes do país, na qual atuou e assinou a criação de diversos espetáculos por vinte anos. Trabalhou com os maiores nomes do teatro, do cinema e da televisão do Brasil. Duas vezes ganhador do prêmio APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte) de melhor ator, no teatro e na televisão. Com Deserto, sua estreia na direção de longa metragens ganhou o prêmio de melhor diretor no Los Angeles Brazilian Film Festival em 2016. Desde 2016 é um dos curadores do Festival de Curitiba, o maior da América Latina. Hoje você vai conhecer a história de Guilherme Weber com Estrangeiro, de Caetano Veloso.
45:49
September 15, 2020
#01 - A História do Disco - With the Beatles
Olá, eu sou Bruna Paulin e este é o podcast A História do Disco. Todo disco tem uma história. Ou mais. E por aqui você vai poder conferir tanto histórias e curiosidades sobre a produção de álbuns de diversos estilos e momentos da história da música como também como esses discos fazem parte das nossas vidas. Eu não poderia escolher outro disco para abrir esse podcast, se não um dos meus discos preferidos da vida, da minha banda preferida. Com vocês, a história de With the Beatles.
19:18
September 07, 2020