Skip to main content
Buona Giornata

Buona Giornata

By SERMIG - Arsenal da Esperança
O Buona Giornata é uma reflexão que parte do coração de Ernesto Olivero, fundador do SERMIG, e se dirige ao coração de todos que se inspiram na espiritualidade da Fraternidade que habita o Arsenal da Esperança, em São Paulo, e também os Arsenais da Itália e da Jordânia.

Além da mensagem de Ernesto, o podcast que leva o mesmo nome traz também o testemunho de quem está tentando viver aquela mensagem e o exemplo de uma ação de bem contada em primeira pessoa por quem a faz. Vale a pena ouvir!
Where to listen
Apple Podcasts Logo

Apple Podcasts

Google Podcasts Logo

Google Podcasts

Overcast Logo

Overcast

Pocket Casts Logo

Pocket Casts

RadioPublic Logo

RadioPublic

Spotify Logo

Spotify

Até 2022!
Buona Giornata! Desejamos desde já um 2022 cheio de esperança e de vontade de fazer a nossa parte para melhorar este mundo que, também neste ano, continuou a lutar contra a pandemia. Seria bom poder dizer que aprendemos a enfrentar os problemas juntos e que o egoísmo e os nossos pontos de vista já não nos colocam mais uns contra os outros. Talvez ainda não seja o caso, mas o bem que podemos fazer juntos depende também de nós e é sempre a melhor novidade do mundo. E é o que vamos tentar fazer, com todas as nossas forças, também no ano novo! O “Buona Giornata” fará uma pausa até fevereiro de 2022. Gostaríamos de agradecer a todos vocês que leram, ouviram e compartilharam essa mensagem semanal neste 2021. Se quiser, neste período de “pausa”, mande suas ideias e sugestões para arsenaldaesperanca@sermig.org.br e procure ouvir os episódios que ainda não ouviu, ou (quem sabe?) ouvi-los novamente. Próximos ou distantes, estamos juntos! Até breve, até o próximo Buona Giornata, até 2022!
10:07
December 27, 2021
A teologia do chinelo e da blusa
“Há alguns dias eu disse a um amigo que ia se formar: “Querido amigo, permaneça pequeno. Assim, será grande”. Crescer não quer dizer saber, não quer dizer aprender alguma coisa de cor. Crescer quer dizer tentar ter os olhos de Deus, pois assim, quando vejo, vejo com os Seus olhos”. [Ernesto Olivero]  Neste episódio, damos a palavra a um dos “filhos” queridos do Arsenal da Esperança, o Marco Vitale [@marco.vitale.arsenal], que depois de muito tempo de missão no Brasil agora se mudou novamente para o Arsenal da Paz da Itália. No último dia 10 de dezembro, o Marco formou-se em teologia apresentando um trabalho de conclusão de curso sobre o tema: “Amados, amamos: elementos na Sagrada Escritura e sua aplicação no Arsenal da Esperança com o projeto Floresta que cresce”. Um tema que bem representa a vida e o carisma dos Arsenais. Por isso, pensamos que seria bonito se o Marco o apresentasse também para a seleta banca dos ouvintes do Buona Giornata.
28:50
December 20, 2021
A língua dos outros
“Caminhar ao lado de alguém nos dá a possibilidade de entender a dificuldade do outro. A diversidade, então, se torna respeito”. Paloma Bueno [@palomabuenolibras], tradutora e intérprete de Libras, nos fala um pouco sobre a Língua Brasileira de Sinais, do trabalho dos intérpretes e da importância das expressões nessa língua.  No mês de janeiro, poderemos ouvir mais sobre o trabalho da Paloma no episódio #6 do podcast “Vozes que Conectam”, uma série de 8 episódios em comemoração aos 50 anos da APIC – Associação Profissional de Intérpretes de Conferência. Leia a seguir 6 coisas que você precisa saber sobre Libras, tiradas do LinkedIn da própria Paloma: 1 - Libras significa Língua Brasileira de Sinais, é própria do Brasil apenas. Portanto, não é universal! 2- Libras não é linguagem (ou seja, gestos e sinais aleatórios). É uma língua, um idioma. 3 - Sendo idioma, Libras tem estrutura gramatical e regras próprias, diferentes do português, portanto, a tradução não se trata, nem de longe, de uma mera substituição de palavras. É um trabalho intelectual e não automático. 4 - Robôs não traduzem plenamente como um intérprete humano, não existe nada como um “Google tradutor para Libras”! Não dá pra comparar e ainda estamos beeem longe disso! 5 - Libras não é o segundo idioma oficial do Brasil como alguns afirmam, e sim uma língua reconhecida por lei. 6 - A atividade de tradução não é bico, é profissão! Inclusive, reconhecida pela Lei Federal nº 12.319/2010, é preciso ter formação e conhecimentos específicos. [Fonte: https://www.linkedin.com/feed/update/urn:li:activity:6871045135187107840/]
09:15
December 13, 2021
À disposição da novidade
“Quero me tornar melhor, quero estar principalmente à disposição da novidade que pode vencer a tragédia que vemos e na qual todos podemos entrar. Estou absolutamente convencido de que a bondade pode fazer isso.” [Ernesto Olivero] Patrícia Strebinger, Monica Zanon e Desirée Suslick – voluntárias da entidade judaica Mitzvah Day Brasil – contam como apoiar, contribuir e participar da iniciativa do Concurso Literário da Biblioteca do Arsenal as levou à idealização e realização de uma fantástica obra literária e fotográfica chamada “Os desafios de uma pandemia - Histórias que ninguém conta”.   O livro está – que contém 68 textos escritos pelo acolhidos dos Arsenal – está à venda no Arsenal da Esperança ou pelo site desafiosdeumapandemia.com.br. Todo o dinheiro arrecadado com a venda dos livros será revertido para o Arsenal da Esperança e para a construção de um trailer de banho itinerante da ong Banho da Esperança [@banhoesperanca]. Os desafios de uma pandemia - Histórias que ninguém conta “Pessoas em situação de rua relatam suas vivências e reflexões”  Edições Autores do Brasil, Florianópolis, 2021, 97 páginas.
11:39
December 06, 2021
Um canto de amor
“Eu gostaria que a nossa vida fosse um canto de amor.” [Ernesto Olivero] Nos créditos finais de cada episódio do Buona Giornata, sempre ouvimos: “Música: Mauro Tabasso, do LABORATORIO DEL SUONO”. Bem... Mas o que é o LABORATORIO DEL SUONO? Perguntamos ao próprio Mauro Tabasso, que é o Diretor Artístico desse projeto do SERMIG - Fraternidade da Esperança. À voz do Mauro intercalamos as “vozes” de alguns amigos músicos que nos ajudam nos momentos de oração e em outros eventos do Arsenal da Esperança. Eles nos contaram como nasce o amor deles pela música. Música: "L'amore in testa" - Mauro Tabasso | Laboratorio del Suono: https://open.spotify.com/artist/6AkURK8bspkbrTXrKZmtpD Agradecemos Mauro Tabasso / Gianfranco Mellino / Clécio Andrade / Fabíola Souza / Karina Bertolucci / Karina Santos / Natalia Ridolfi / Renato Adelino / Talia Armani / Tobias Mota.
21:38
November 29, 2021
O momento presente
“Para entender o tempo em que estamos vivendo, precisamos viver o momento presente. [...] No momento está a vida verdadeira, está a possibilidade real de uma mudança verdadeira. O momento é a nossa oportunidade. Ficamos obstinados em buscar longe porque sobre o que está longe podemos fazer hipóteses e debates, enquanto o que está perto convoca a arregaçar imediatamente as mangas. O que está perto compromete.” [Ernesto Olivero] Neste episódio, oferecemos um combo bem inédito entre o “Buona Giornata” clássico e a Carta à Fraternidade e aos amigos que Ernesto Olivero escreveu no último mês de outubro. Neste episódio: Músicas - Wings e Soul Blossoms | Jonny Easton
12:49
November 22, 2021
Contadores de histórias
Hannah Arendt dizia que as dores, os sofrimentos e as perdas podem ser melhor suportados, e talvez até superados, se pudermos contar uma história sobre eles. Em tempos atípicos como estes, podemos fazer nossa parte também nesse sentido.   Então, por que não seguir o conselho da Angélica Santa Cruz – nossa convidada neste episódio – de enxergar sua própria história como uma coisa valiosa a ser contada e compartilhada?   Angelica Santa Cruz (@anja_santacruz) é jornalista. Na experiência como repórter, atua em um campo vasto de coberturas – de política a economia, de comportamento a temas policiais. Foi repórter especial do Estadão e repórter e editora da revista Veja, entre outros veículos. No dia 3 de novembro de 2021, no TAB UOL (@tabuol), foi publicada uma matéria na qual ela conta como o Arsenal da Esperança, através de missionários, colaboradores, voluntários e benfeitores, conseguiu proteger mais de mil pessoas em situação de rua da covid-19 por 96 dias, de 23 de março a 29 de junho de 2020: https://tab.uol.com.br/noticias/redacao/2021/11/03/padre-conseguiu-isolar-mais-de-mil-moradores-de-rua-da-covid-por-96-dias.htm
10:26
November 15, 2021
A escolha do amor
“No campo de Deus [...] não existem primeiros ou últimos, existe a escolha do amor e quem escolhe o amor se sente um grande artista. Se for riquíssimo, não precisa vender tudo, precisa criar, através dos seus dons, ajuda aos pobres, ajuda aos outros. No campo de Deus podemos estar realmente todos nós, mas com uma chave, aquela do amor!” [Ernesto Olivero]  Hoje é um dia especial! E não é preciso esperar uma data para torná-lo especial. Se nós escolhermos o amor – com a inteligência e o coração –, hoje realizaremos coisas capazes de iluminar a nossa vida para sempre e de transformar o mundo. Carol Lamaita, ceramista, nos fala um pouco de como essa escolha do amor permeia a produção das suas peças, que ganham forma e função passando, literalmente, por suas mãos.
11:04
November 08, 2021
A fecundidade do dom
Se você nunca doou sangue, fica aqui o convite do artista Guilherme Ennes @guiennes que fala sobre a vídeo-mensagem que ele mesmo criou sobre a ação de doar sangue para salvar vidas.   “Minha mãe está passando por um processo pós-covid bem complicado. Ela já vem lutando por 5 meses para se recuperar totalmente das sequelas que a doença deixou. Nesse longo período, ela precisou usar algumas bolsas de sangue para melhorar o quadro de anemia e isso só foi possível graças a outras pessoas que doaram um pouco do próprio sangue-vida... Vendo minha mãe passar por tudo isso, eu decidi assumir o compromisso de ser um doador frequente e nunca mais parar!”.
09:10
November 01, 2021
Esteja sempre pronto para mudar
Pensamos... Se vocês gostam de ouvir o “Buona Giornata”, por que não sugerir a leitura dos livros do SERMIG e de Ernesto Olivero? Neste episódio, falamos um pouco do livro “DEUS NÃO OLHA O RELÓGIO”. Nele – um dos primeiros de Ernesto – está escondido um pedaço da vida do SERMIG. Está repleto de pessoas, histórias, aventuras, lembranças... Sem uma ordem precisa, nem um belo início nem um belo final. Cada encontro evocado parece ser o mais importante, e talvez tenha mesmo sido. A versão brasileira do livro, publicada pela Loyola, tem 165 páginas e está disponível no Arsenal da Esperança ou no Bazar online: bazardoarsenal.com.br. Agradecemos ao Pedro Luiz pela interpretação do texto do capítulo “Virei o relógio”.
07:39
October 25, 2021
A missão é uma para todos
“Estamos em missão para levar uma palavra boa, aquela que produz esperança ao mundo sem excesso, sem provocar soberba: estamos em missão por Deus. Peço a nós do Brasil, a nós da Jordânia, a nós do Arsenal ampliado, a nós que estamos um pouco por toda parte. Peço a vocês para ficarem unidos, para ficarem à disposição de Deus, à disposição das pessoas, à disposição dos pobres, em todos os momentos.” [Ernesto Olivero] Na Igreja Católica, o mês de outubro é conhecido como "mês missionário" porque é especialmente dedicado a apresentar ao mundo o que nós, como cristãos, levamos em nosso coração: o sentimento de que o Reino de Deus – um reino de justiça e paz para todos – está próximo e que a sua realização depende também de nós, da nossa disponibilidade de sair e viver essa notícia com todos! Pedimos à Victória Holzbach, jornalista, especialista em missiologia e coordenadora do Conselho Missionário Regional do Rio Grande do Sul, que nos desse uma “boa palavra” sobre esse assunto, a partir de sua experiência de trabalho missionário em Moçambique.
13:48
October 18, 2021
Nos trilhos de Nossa Senhora Aparecida
“No dia da festa de Aparecida, reabriremos, em São Paulo, a igreja da "Aparecida dos Ferroviários". Nós a reformamos durante este longo período de pandemia... Fechados por fora, mas totalmente abertos por dentro. [...] Será uma igreja que trará consolo, mas também coragem. A coragem de Maria que – é realmente o caso de dizer – nos indica "o trilho" certo... No fundo, esta é a Igreja dedicada aos ferroviários.” [Ernesto Olivero] O surpreendente achado de um trilho na parede, uma cruz de madeira que se torna um abraço acolhedor, uma linda história de fé iniciada pelos ferroviários na década de 1930. Este episódio do Buona Giornata foi gravado na Paróquia N. Sra. Aparecida dos Ferroviários, onde a comunidade se prepara para celebrar a Festa da Padroeira na igreja reestruturada para acolher melhor a história que foi e aquela que ainda será!
26:08
October 11, 2021
Acolher o próprio talento
“A vida é mais sábia do que você. Deixe-a viver em você, deixe-a falar em você e perceberá que estará indo para onde precisava ir. [...] Cada um de nós tem um destino, cada um de nós tem um talento. O tempo, a calma irão trazê-lo para fora, e ele irá falar por você. Ele irá falar de você.” [Ernesto Olivero] Neste episódio, batemos um papo com Lavi Israël Kasongo, artista plástico, natural da República Democrática do Congo (África Central) e residente no Brasil desde 2015. Conheça sua trajetória de refugiado, acolhido pelo Arsenal da Esperança e hoje artista que – inspirado pela África – busca a PAZ não só para si. Visite Lavi nas redes: @laviisrael8 | @lavikasongo.  Agradecemos a participação de Beatriz Lipskis, Sônia Altomar e Cheila Vargas, professoras voluntárias do curso de português para estrangeiros do Arsenal da Esperança.
45:50
October 04, 2021
Ironia e meias trocadas
“Brincar faz bem. Ajuda a não se levar muito a sério. Ajuda a treinar o eu, que gosta de ser grande e pesar mais do que os outros. Faz bem, especialmente, aceitar as brincadeiras sobre nós.” [Ernesto Olivero] Neste episódio, Ivete Damasceno @ivete_damasceno – atriz, clown, cantora e professora de teatro – nos aconselha a rirmos um pouco mais de nós mesmos e a cultivarmos a auto-ironia.
08:07
September 27, 2021
O nosso livro dos Atos
Durante este longo período de pandemia, além de estrear este podcast, iniciamos uma série de lives, de terça-feira, que chamamos de “TODOS SOB A MESMA TENDA”: uma “tenda virtual”, também acolhedora, para reunir os amigos num tempo de oração e de formação. Para cada encontro traduzimos para o português um capitulo de um livro do SERMIG chamado "ABBIAMO UM SOGNO" [TEMOS UM SONHO], que fala de nós, do nosso carisma e da vida dos Arsenais. Para este episódio, pedimos para a Elena, a consagrada da Fraternidade da Itália que redigiu o livro, que o apresentasse para nós. À sua voz intercalamos outras “vozes”, como uma forma de recriar a atmosfera do Arsenal, onde as vozes da Fraternidade se misturam com as de muitos amigos que se encontraram ao longo do caminho. Agradecemos à Thais Domingues pela interpretação do texto da Elena e agradecemos a todos que enviaram os depoimentos, tanto os que fizeram parte deste episódio quanto os que não fizeram. Ouvimos e guardamos todos com muito carinho!
16:47
September 20, 2021
O sagrado nas pontas dos dedos
Desde 2011, no Arsenal da Esperança, no mês de setembro realizamos uma iniciativa chamada “Leitura Contínua da Palavra”. Como funciona? Abrimos a Bíblia e a lemos, sem interrupções, simplesmente alternando a voz de centenas de pessoas, reunidas (e unidas) unicamente com esse objetivo. Cada um dando sua voz à Palavra, com seu sotaque, sua história, seus pedidos e seus agradecimentos.    Nessa longa caminhada, houve muitos momentos riquíssimos: um deles foi o da leitura em Braille feita por Gustavo, um jovem cego que participou da Leitura Contínua de 2019, participação que, neste episódio, vamos lembrar pela voz de algumas pessoas que estavam presentes naquela noite de vigília e de muita luz.    Agradecemos à Carmen Victor – leitora “veterana” da iniciativa – pelo relato, lido por Fabiana Couto, ao Frei José Orlando Longarez, da Ordem dos Frades Menores Capuchinhos [OFMCap], à Aline Fiori e ao Gustavo Estevam Arantes Gonçalves, da Paróquia S. Camilo de Lellis (Vila Nivi, SP). Agradecemos também ao Instituto Padre Chico, pela preciosa colaboração, em 2019, na impressão dos textos em Braille.    Texto: Ernesto Olivero. Apresentação: Padre Simone Bernardi. Músicas: Mauro Tabasso | Laboratorio del Suono. Edição: Pedro Luiz Amorim. Projeto Gráfico: Henrique Foca Iamarino.     E-mail: arsenaldaesperanca@sermig.org.br    Siga-nos no Instagram: @arsenal_da_esperanca
15:02
September 13, 2021
Um passo adiante
“O nosso Buona Giornata sempre tem sabor de vida. Fala do momento em que é dito. Como é possível remediar a dor dos homens, como é possível enxugar as suas lágrimas, como é possível acabar com tanto sofrimento? Um passo de cada vez. [...] Não podemos, sozinhos, colocar fim no mal que existe. Podemos, no entanto, dar um pequeno passo. Um passinho por vez.” [Ernesto Olivero]    Neste episódio, a experiência da atriz, locutora e dubladora Vera Bonilha, que no começo da pandemia resolveu criar o podcast “Bem Adiante” @bemadiante, usando sua linda voz para veicular uma mensagem boa.    No quadro “O bem que é feito”, o depoimento da Amanda, membro do grêmio estudantil de um colégio estadual da Zona Leste de São Paulo.
12:51
September 06, 2021
A nossa amizade com Dom Luciano Mendes de Almeida
Neste episódio, celebramos a vida de Dom Luciano Pedro Mendes de Almeida (Rio de Janeiro, 5.10.1930 - São Paulo, 27.08.2006), que foi um homem bom, um padre, um jesuíta, um bispo e, para quem o conheceu, também um santo. Para Ernesto Olivero, fundador da Fraternidade da Esperança do SERMIG, e para todos nós dessa fraternidade, Dom Luciano foi, e é, pai na fé, irmão, mestre e amigo. Por isso, sentimos que temos a missão e a responsabilidade de ajudar cada vez mais pessoas a conhecê-lo, a descobrir esse gigante do Brasil e da Igreja. Saiba mais: - Livro: “Unidos em favor da paz”, Edições Loyola. - Vídeo: Entrevista de Dom Luciano Pedro Mendes no programa “Prazer em conhecê-lo” da REDEVIDA no canal do youtube/arsenaldobrasil [https://youtu.be/Bos_6NI58Fs]. Oração pela beatificação e canonização do servo de Deus: Dom Luciano Pedro Mendes de Almeida Ó Deus, fonte de vida e santidade, nós vos louvamos e bendizemos pelas virtudes com que ornastes Dom Luciano Pedro Mendes de Almeida, especialmente o amor aos pobres, a disponibilidade para servir e o empenho na defesa da vida e da dignidade humana. Para vossa maior glória, dignai-vos elevar esse vosso servo à honra dos altares e concedei-nos, por sua intercessão, as graças que vos suplicamos.
23:14
August 30, 2021
O que posso aprender?
“Somos todos irmãos e a Terra é nossa irmã. Nós crianças somos habitantes do céu e, vista daqui de cima, ela é de verdade tão linda. Azul de mar e verde de florestas, brinca de ciranda ao redor do sol e gira sempre a si mesma sem gasolina nem motor [mas] cada canto da terra está cheio de veneno, plástico e cimento. Continuam a maltratá-la. Emporcalham o azul do mar, apagam o verde das florestas. Quando é que vão entender?” [Poema “Irmã”, de Onofrio Colella - Revista NP SERMIG] Neste episódio, Cristthian Marafigo Arpino [estudante de engenharia aeroespacial e movimentador de tecnologias livres e design regenerativo @cristthian.arpino] compartilha algumas provocações para nos ajudar a pensar em um futuro melhor para o nosso planeta e uma turminha de crianças de 6 e7 anos – formada por Beatriz, Rafael e Isabella – proclama um lindo poema dedicado à “Irmã” Terra.
14:54
August 23, 2021
Uma questão de justiça
Quem errou, quem decepcionou, quem (segundo certas lógicas) “não merece” mais a ajuda de ninguém também precisa de alguém (ou de um lugar) que tenha misericórdia dele, que o proteja e lhe ofereça uma possibilidade concreta de recomeçar, pois, se nós estivéssemos no lugar dele, gostaríamos que fosse assim. Em busca dessa lógica, o Arsenal da Esperança se tornou também uma “cidade de refúgio” (cf. Números 35,11).     Neste episódio, o jornalista Daniel Consani fala sobre sua experiência de ter cumprido (em 2011) medidas alternativas no Arsenal da Esperança.     No quadro “O bem que é feito”, compartilhamos uma mensagem de voz do Henrique Almeida, autor de um dos tantos gestos que respondem aos apelos de uma casa que acolhe.
12:15
August 16, 2021
Um microfone, muitas vozes
“Quando encontramos uma pessoa, se vamos ao encontro dela com preconceito, já sabemos como vai acabar. Se, em vez disso, vamos livres e escutamos, ouvimos coisas que jamais teríamos imaginado e, mais ainda, ficamos maravilhados com aquilo que nós mesmos estamos dizendo. E, assim, na liberdade, eis que surge um 'pedaço da verdade'!” [Ernesto Olivero] Neste episódio, a jornalista e comunicadora Cláudia Pereira fala do programa “Dose Única”, conduzido por ela no podcast “Rádio da Rua” @radiodarua, disponível no Spotify e nas outras plataformas de streaming. No quadro “O bem que é feito”, Ruth Bohm fala sobre a participação da entidade judaica Mitzvah Day Brasil na realização do Concurso Literário 2021 da Biblioteca do Arsenal.
14:53
August 09, 2021
Lute como uma jovem
“Hoje eu gostaria de suscitar em vocês um desejo fortíssimo de ajudar os jovens a serem jovens. [...] a pensar que podem fazer algo de belo pela própria vida, mas também pelo mundo inteiro, porque ‘nos jovens estão as sementes da santidade, da criatividade e da coragem.’” [Ernesto Olivero] Neste episódio, gravado em pleno clima olímpico, estreia o novo quadro de entrevistas do “Buona Giornata”. A primeira convidada é a jovem pugilista Victoria Cristina de Lima [@victoriacristina51kilos], de 16 anos, da comunidade Cruzeirinho [Pirituba - São Paulo], recém-classificada para os Jogos Pan-Americanos Juvenis que serão realizados em novembro de 2021 na Colômbia.
38:05
August 02, 2021
Palavras que alimentam #BuonaGiornata50
“[Nós só podemos nutrir o homem do nosso tempo] quando somos confiáveis, quando diminuímos o nosso eu até anulá-lo. Não temos que fazer uma poesia, um tratado sobre a confiança, sobre o alimento a ser dado. Temos que ser, e as pessoas devem nos julgar confiáveis.” [Ernesto Olivero]    Neste episódio – o número 50 do podcast “Buona Giornata” – damos voz a cinco “histórias que ninguém conta”, sobre os desafios da pandemia vividos pelos acolhidos do Arsenal da Esperança. Os textos são o resultado da edição 2021 do “Concurso Literário da Biblioteca do Arsenal”, que rendeu 68 redações, entre contos, crônicas, cartas, poemas e músicas. Vale muito a pena ouvir e compartilhar!
27:55
July 26, 2021
Um tesouro escondido
“A amizade nos faz ver o amigo assim como ele é, em sua verdade profunda e, quanto mais a conhecemos, mais nos tornamos amigos. A amizade verdadeira chega a uma síntese capaz de usar poucas palavras, ou até nenhuma palavra.” [Ernesto Olivero] Neste episódio, o músico Tino de Lucca nos oferece uma reflexão e também uma linda canção sobre o tema da amizade, a música “Tesouro escondido” disponível no Spotify: https://open.spotify.com/album/5RyOzBYXim8W5xw4s62qnJ No quadro “O bem que é feito”, Rafaela Montebello e Júlia Mastrocola – criadoras do @projetovidanossa – comemoram junto conosco um ano dessa linda iniciativa solidária nascida “de jovem pra jovem”.
12:16
July 19, 2021
Uma reação em cadeia
“Cada um de nós deveria ter um desejo que o acompanhasse, o de atrair as pessoas ao nosso rosto, à nossa vida, [ao Amor], e as pessoas deveriam poder dizer: 'Mas, se ele consegue, mesmo com os seus defeitos, com os seus altos e baixos, eu também posso conseguir'.” [Ernesto Olivero] Neste episódio, Job Amedee, jovem do Benim e refugiado no Brasil, conta como morar no Arsenal da Esperança despertou nele o sonho de retornar à África para ajudar sua aldeia. No quadro “O bem que é feito”, Heyde Helena Hartog Vendramini compartilha a experiência de um pequeno grupo decidido a ouvir e responder às fomes dos mais necessitados.
12:28
July 12, 2021
Esperança Contínua
“‘Quem se une ao Senhor forma com Ele um só espírito’ [cf. 1Cor 6,17]. É de enlouquecer de alegria se pensamos nisso! Mas nós precisamos pensar nisso continuamente, senão o mal que está à espreita aproveitará qualquer momento para se intrometer nos nossos pensamentos, nas nossas ações, até na nossa oração.” [Ernesto Olivero]   Neste episódio, Luciene Müller, empresária e autora do livro “Colo Invisível”, gravou com muito carinho para o Buona Giornata um depoimento em que ela conta sua trajetória de quando, ainda criança, foi viver na rua até a ajuda recebida e a força de perdoar.    No quadro “O bem que é feito”, Dayse Farias da Fonseca, animadora da Comunidade de Apoio Alpha – para apoiar mães em situação de vulnerabilidade e suas crianças –, nos incentiva a acreditar que nós podemos ser o Beta, o Gama... quem sabe!?
14:59
July 05, 2021
O bem para sempre
“Diante de nós existe sempre um ‘mais um’: mais alguém a encontrar, mais uma oportunidade de doar, mais uma oportunidade de amar, um ‘mais um’ que confronta os meus limites. [Um] caminho que constrói a paz, caminho que não cessa de nos surpreender.” [Ernesto Olivero]     Neste episódio, Marli Rodrigues da Silva compartilha conosco quanto “bem” significou ser irmã de Rita Rodrigues da Silva, pessoa com deficiência intelectual em razão de questão congênita.     No quadro “O bem que é feito”, Gabriela Geraldini Antonangeli nos conta como está buscando “conectar” as pessoas com suas palestras, suas histórias e seu carinho em tempos de pandemia.
13:16
June 28, 2021
Uma beleza que vale ouro
“Cada vez que faço alguma coisa, qualquer coisa, quero fazê-la imaginando que aquela é a coisa mais importante da minha vida. Pode ser aparentemente banal e, no entanto, é única.” [Ernesto Olivero]    Neste episódio, o artista plástico Sergio Ricciuto Conte nos traz algumas reflexões e exemplos que ilustram para que servem a arte e a beleza.       No quadro “O bem que é feito”, Karina Noguti “contempla” como por trás de cada gesto de bem há sempre um “nós”, muitas mãos amigas e competentes que, juntas, tornam-se um bem comum.
12:20
June 21, 2021
A história de hoje
“Quando relemos nossa história vemos que, se cada dia é novo, se cada dia é o dia ‘um’, também nossos olhos são novos e leem coisas novas. Recebemos um dom? A cada dia ‘um’ vamos envolvê-lo de encantamento e gratidão e será ele, o dom recebido, que nos fará ler a história deste momento confuso, como em todos os momentos de passagem.” [Ernesto Olivero] Neste episódio, Joana Moncau, jornalista e documentarista, compartilha um pouco sobre os desafios de ser uma comunicadora em tempos de pandemia. Adriana Soldera, síndica de um condomínio, compartilha o desejo e também a possibilidade de abrir um espaço que nada mais é (ou deveria ser) do que uma comunidade.
18:13
June 14, 2021
O problema do outro é meu
“E você é simplesmente aquilo que é, que é chamado a ser, um coração, duas mãos, uma voz através da qual passa a única ajuda capaz de ajudar uma pessoa devastada.” [Ernesto Olivero] Os problemas dos outros, os problemas do mundo podem me levar a me fechar na minha vida privada, mas o nosso coração é feito para amar... e não se trata apenas do amor emotivo, instintivo ou de uma questão de justiça – que começa e termina com o meu sentir. É o amor maior, aquele para o qual fomos pensados desde sempre. As histórias de Pedro Henrique, ex-usuário de drogas, e de Walter Mascarenhas Neves, voluntário do Arsenal da Esperança, nos comunicam como uma comunidade, um ponto de encontro entre quem precisa e quem sente que pode oferecer algo de si, pode tornar a esperança algo possível e visível.
16:18
June 07, 2021
Temos que dizer sim
“Caros amigos, estamos todos em uma situação mil vezes maior do que nós. Precisamos sempre ter a certeza de que estamos fazendo tudo o que podemos para tornar Deus feliz e ser fermento neste mundo. Devemos dizer alguns sins e devemos dizer alguns nãos, mas devemos ter certeza de que estamos dizendo o mesmo sim que Jesus teria dito, o mesmo não que Jesus teria dito.” [Ernesto Olivero] Neste episódio, queremos confiar a Deus e a vocês a vida do Marco Vitale – consagrado da Fraternidade do SERMIG e por 15 anos missionário no Arsenal da Esperança –, que daqui a poucos dias, em Turim, na Itália, será ordenado sacerdote junto a Paolo Miotti, também da Fraternidade do SERMIG. No quadro “O bem que é feito”, Vera Lucia Santos compartilha como o fato de ser voluntária do Arsenal há quase 11 anos é para ela um “ato de residência” que vem de um ponto de vista exclusivo: ser vizinha de casa de milhares de homens sem casa... Um incômodo? Talvez não, mas uma oportunidade de dizer um sim!
16:45
May 31, 2021
Mas o que estou fazendo neste mundo?
“Uma pergunta surge dentro de mim: ‘O que estou fazendo neste mundo? O que estou fazendo no meio das pessoas, com essas pessoas?’. Eis a pergunta que o absoluto espera de mim. É uma pergunta que, mesmo que eu não saiba, abre uma fresta na minha porta fechada. O absoluto se aproveita disso e inexplicavelmente minha vida começa a mudar.” [Ernesto Olivero] Neste episódio, a Prof. Rebecca Bernard, mestranda em Sociologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e Pedagoga pela École Normale des Professeurs Saint Louis de Gonzague, do Haiti, nos faz um lindo apelo à bondade. Regina Grilli, gestora ambiental e voluntária do Coletivo Horta das Flores @hortadasflores, com muita simplicidade, nos comunica que cuidar da terra onde vivemos, ainda que seja bem no meio de uma “floresta de pedras”, é missão de cada um. Conheça mais do trabalho da Rebecca Bernard através da publicação “Brasil e Haiti - Racismo, ciência, lutas históricas e dramas atuais”, na qual ela escreveu um capítulo contando sua trajetória como imigrante no Brasil. Em breve, a professora publicará também o livro “YON RALE - Uma conversa entre haitianos no Brasil”.
14:57
May 24, 2021
Aprendi com cada um
“Na minha vida já encontrei milhares de pessoas. [...] de todas as proveniências e de todas as opiniões, que tinham fé, que não tinham fé, polêmicos e pacíficos, tantos, tantos, tantos: eu os trago todos no coração. Com cada um deles aprendi alguma coisa: a coragem, a gentileza, a sabedoria, o silêncio, os limites, o entusiasmo.” [Ernesto Olivero] Neste episódio, Osvaldo Pinheiro @pinheirosvaldo, ator de teatro e professor, compartilha uma voz e um ponto de vista de quem pertence ao mundo artístico. Marcia Sakurata @marciasakurata, do Instituto Amigos da Praça, nos conta como um grupo nascido do envolvimento da sociedade civil com o apoio do poder público está sendo uma “vacina” contra a solidão da pandemia. Conheça mais do trabalho da Cia. Estável de Teatro através do Instagram @ciaestaveldeteatro e do Instituto Amigos da Praça nos Trilhos da Cidadania através do perfil @amigosdapraca.bras.
17:35
May 17, 2021
Os sintomas da felicidade
“Obrigado a quem está fazendo o próprio dever com toda a paixão, com todas as suas forças, mesmo quando não tem mais forças. Gostaria que este obrigado alcançasse todas as pessoas que não estão olhando para a própria conveniência, mas estão socorrendo o homem, a mulher que têm diante de si [...].” [Ernesto Olivero] Os depoimentos de Letícia Sarturi, mestre em Imunologia e doutora em Biociências e Fisiopatologia, e de Renata Scalan, voluntária do projeto social “Anjos da Leste” nos dizem que o mundo só muda quando o problema do outro se torna também um pouco meu. Conheça mais do trabalho de Letícia Sarturi através do podcast "Escuta a Ciência!" e do projeto social “Anjos da Leste” através do Instagram @anjosdaleste.
15:31
May 10, 2021
Refletir e compartilhar
“O saber deveria ser patrimônio da humanidade [...]. Deveria ser oferecido com generosidade e paciência, para que todos possam se nutrir da beleza que vem da inteligência e do talento das pessoas, ao longo de todos os séculos.” [Ernesto Olivero] A partilha da estilista Gabriela Sakate – que se questiona sobre a forma de fazer o seu trabalho levando em conta que para muitos a roupa é uma questão de se proteger – e a perseverança de Elizabeth Graceffi Blanco – que mesmo na pandemia não parou de envolver os vizinhos numa iniciativa de reciclagem –, nos estimulam a refletir e compartilhar um olhar novo, de quem é atento e capaz de compartilhar.
15:49
May 03, 2021
Os olhos de minha mãe
“Hoje de manhã me lembrei do olhar do meu pai e da minha mãe. Pelo olhar deles percebia que me queriam bem. Eles me queriam bem e isso me fazia bem, e aquele olhar me acompanhou desde meu primeiro momento.” [Ernesto Olivero] As palavras da Fernanda Fioravanti Paixão – que teve a pequena Olívia em plena pandemia – e o depoimento de Gustavo Lino Guerra – engajado na “Ação Ser Presença” do Centro de Juventude “Anchietanum” [www.anchietanum.com.br] –, nos recordam que o nosso olhar de amor e de paz são o melhor investimento para o futuro.
12:60
April 26, 2021
O sim do primeiro dia
“É preciso tempo para dar valor ao Sim, para entender o que é o amor verdadeiro, aquele que não espera recompensa. É preciso passar por provas para crescer em profundidade.” Mas se for o fruto de uma escolha livre e madura, o “Sim” nos faz descobrir todo o nosso potencial para amar, inventar, socorrer... É o que nos contam a Irmã Ana Risia Santos Ramos, das Pequenas Irmãs da Divina Providência, e o Lucas Juliano Susco, do bloco de rua "Pedra no Rim".
15:40
April 19, 2021
Capazes de lutar
“Deus nos criou com uma força capaz de lutar contra o negativo do nosso Eu, a injustiça, a discórdia, o ódio. Ele nos fez tendo dentro de nós um tanque cheio de potência.” [Ernesto Olivero] Os testemunhos do boxeador Fernando Menoncello (Bolacha) – fundador do projeto sócio-esportivo “Das Ruas Para Os Ringues” [@dasruasparaosringues] – e da Yvone Alves de Lima Furtado – cofundadora do projeto Protegendo Vidas SP [@protegendovidas_sp] nos ensinam que, mesmo não enxergando ainda o fim dessa pandemia, temos que prosseguir o nosso “bom combate” para proteger a vida de todos.
13:29
April 12, 2021
O Contrário da Solidão
“Somos teus filhos, são tantos os teus filhos que estão sofrendo... que palavra podemos dizer? Que comportamento podemos oferecer?” [Ernesto Olivero] As palavras de Fábio para relembrar de seu pai Feliciano e a perseverança da dona Neolza em contar e escrever o número de vítimas da covid-19 [www.contacovidbrasil.blogspot.com] nos ajudam a estarmos unidos, a não deixar ninguém sozinho e a continuar sendo filhos, irmãos, irmãs, pais e mães também daqueles que não estão mais aqui conosco...
15:43
April 05, 2021
O Exercício de recomeçar
“A cada vez recomeça o exercício de recomeçar, recomeçar a fazer esperando, a fazer amando, a fazer dando tudo de si, a fazer pensando qual é a melhor solução.” [Ernesto Olivero] Não deixemos de recomeçar! Não nos deixemos vencer pela quantidade de energia de que precisaremos para seguir em frente. Ela surge, um passo após o outro. Coragem! O engajamento de uma jovem mulher como Ester Carro de Oliveira para alimentar e dar protagonismo a crianças, adolescentes, adultos e idosos do Jardim Colombo [Paraisópolis - SP] e as notas musicais de Renato Adelino são mais um sinal que nos ajuda a ter esperança.
14:51
March 29, 2021
Esta é minha vida
“O cansaço pode me derrubar, pode me exaurir, mas não pode levar embora meu amor por Deus. Essa é a minha vida. Essa é a vida que eu escolhi.” [Ernesto Olivero] Talvez não importe para qual lado a história vai pender, ou mesmo se o cansaço nos derruba e nos esgota. É importante saber em Quem colocamos a nossa confiança e também saber por que estamos gastando todas as nossas energias. O empenho de uma dona de restaurante como Mariana Pelozio e as iniciativas de solidariedade como a de Alexandre Gilsogamo dão uma resposta às urgências do momento, mas oferecem, sobretudo, uma perspectiva de futuro. Coragem!
11:59
March 22, 2021
Imunidade do rebanho todo
“Senhor, até que o rebanho não esteja todo em segurança, Tu irás procurando até a última ovelha que estiver fora. Por ela, te peço, indo ao meu compromisso com a vacina.” [Ernesto Olivero] É possível sair desta terrível crise na qual estamos, mas devemos fazê-lo pensando em todos, redescobrindo a paixão pelo bem comum, pela dimensão comunitária, pela fraternidade para com todos. Só assim poderemos realmente nos recuperar. O senhor Edson Calixto Pereira, voluntário do Coral do Arsenal da Esperança e as benfeitoras Cristina Martinez e Paloma Lima sinalizam - apesar da grande dificuldade do momento - a vontade de não se fechar em si mesmos.
14:37
March 15, 2021
A geografia da esperança
“Estou diante de um mapa geográfico de nosso planeta. Olho para ele. [...] Tenho o coração apertado, mas tenho esperança.” [Ernesto Olivero] A nossa missão é tornar o mundo, as nossas cidades, as nossas casas tão serenas, tão dignas e acolhedoras que sejamos capazes de reavivar nas pessoas a consciência do seu valor, do valor da vida e da possibilidade de futuro. Duas jovens mulheres, Livia Satullo, italiana, e Lívia Miranda, brasileira, falam de suas experiências de trabalho e de serviço para ajudar esse mundo a se abrir para um amanhã melhor. É possível!
13:58
March 08, 2021
As armas da paz
A aventura do Arsenal se inspira nas palavras do profeta Isaías: “De suas espadas eles fabricarão enxadas, e de suas lanças farão foices. Nenhuma nação pegará em armas contra a outra, e ninguém mais vai se treinar para a guerra.” (Isaías 2,4b). A vida de Ernesto Olivero e de seus amigos é uma vida de artesãos que fabricam a paz, como em uma “oficina” onde se trabalha e se aprende, sem medo de se machucar, em um esforço que porém não é somente humano... Deus se compromete e se faz presente, talvez de repente, oferecendo uma carícia que você não esperava... Talvez nem todos saibam que há alguns anos essa história também se tornou um musical: “Arsenal - as armas da Paz”. Um ato único, uma hora e vinte minutos de realidade e de sonhos nascidos do trabalho e da paixão da cantora Ziza Fernandes e da família Oficina Viva.
20:44
March 01, 2021
Todos visíveis
Descrição do episódio: Desde que a pandemia começou, o Arsenal da Esperança se tornou uma “hospedaria em quarentena”. Só Deus sabe quantas situações, pensamentos e gestos aconteceram nesse longo período, que ainda está longe de acabar. Alguns amigos e voluntários da área do cinema e da fotografia – Erica Bernardini, Carla Luzzati, José Luiz Altieri Campos e Luca Meola – documentaram, com muita competência e carinho, um pouco da longa quarentena do Arsenal que, durante a pandemia, deu a possibilidade de permanecer em casa a milhares de pessoas sem casa. Conheça o documentário “Vidas (in)visíveis: um arsenal de esperança” que não somente apresenta uma experiência de enfrentamento da pandemia de covid-19, mas que também convida todos a refletir sobre acolhida, fraternidade e ajuda mútua, uma poderosa vacina para que a humanidade esteja verdadeiramente curada.
16:26
February 22, 2021
Há um vazio para preencher
Há espaços abandonados que podem ser habitados pelo amor. Nenhum espaço deveria ser vazio de Amor! Do Amor de Deus. Mas um Arsenal sozinho não basta... Como fazer para reunir as crianças, as famílias, os estudantes, os idosos, os imigrantes? Com esse desejo, em 2013, ao redor do Arsenal da Esperança nasceu uma iniciativa chamada A PRAÇA: uma capelinha, uma rua sem saída, depois as primeiras crianças e, com elas, algumas mães e alguns pais dispostos a encontrar-se, a tornar possível o Amor do qual somos capazes. O amor é como a água, se infiltra, abre caminhos... E já em 2014 A PRAÇA inventou um bloco de carnaval de rua muito particular: o BATUCA-BRESSER!
18:00
February 15, 2021
A Juventude é um instante
“A juventude é o instante que você tem à sua frente.” [Ernesto Olivero] Este tempo precisa da criatividade, do entusiasmo e da indomabilidade dos jovens. Entre eles já estão os estadistas, os políticos, os cientistas de amanhã... Este “Buona Giornata” é para dizer que estamos com vocês, para que sintam no coração – assim como o Arsenal – a urgência de crescer e lutar pelos direitos inalienáveis do homem, pela urgência de descobertas que aliviem tanto sofrimento, pela necessidade enorme de proteger a terra e seus recursos. São necessários novos Franciscos de Assis, novos Gandhis, novas Madres Teresas... para que a humanidade toque novamente a grande misericórdia e sabedoria de Deus. Agradecemos a Alfredo Juan Guevara Martinez por dar voz ao depoimento do Nick. Vejam o perfil do Instagram @demaosdadas_project e a página do Facebook fb.com/demaosdadasproject para conhecer melhor o projetos apresentado pela Nicole Gomes da Silva
18:46
February 08, 2021
25 anos de Arsenal
Hoje, 1º de fevereiro de 2021, o Arsenal da Esperança comemora seu 25º aniversário! Vinte e cinco anos com a porta aberta, ininterruptamente.  Todo aniversário é sempre uma oportunidade para agradecermos a Deus e a todos os amigos que tornam essa aventura “possível” todos os dias, mas também é uma oportunidade para nos perguntarmos o que nos une, o que nos guia, o que sonhamos... Como presente para este aniversário, compartilhamos com vocês esse episódio que contém a voz de algumas pessoas que estão doando a vida para que essa casa continue sendo casa para tantas pessoas! Entre elas um lindo depoimento do Servo de Deus Dom Luciano Pedro Mendes de Almeida gravado, no próprio Arsenal, em 11 de março de 2006.
25:00
February 01, 2021
O outro sou eu
“Mas será possível que não conseguimos desejar um mundo sem fome, sem guerra? [...] é exatamente em momentos como estes que deve se enraizar em nós um desejo de bem, um desejo onde os outros são aqueles que gostaríamos de ser. Os outros somos nós.” [Ernesto Olivero] Hoje, 25 de janeiro de 2021, a cidade de São Paulo comemora 467 anos. Num momento tão delicado – em que temos que continuar a nos conscientizar sobre a prevenção contra o novo coronavírus e a importância das vacinas – queremos trazer esperança e confiança em dias melhores, a partir de alguns depoimentos sobre uma “vacina” que continua sendo indispensável para sair de problemas e situações anteriores à pandemia: o acolhimento. Esse episódio de aniversário de São Paulo foi maravilhosamente concorrido e não coube nele a participação de todos. Agradecemos às professoras voluntárias Sônia Altomar e Beatriz Lipsky – representando toda a equipe do curso de português para estrangeiros do Arsenal da Esperança –, ao Jean Paul Joseph, de Haiti, ao Abdoulaye Guibila, de Burkina Faso, ao Bakary Yattabare, de Mali e a todos os que gravaram e cujo depoimento não coube aqui. Parabéns a São Paulo, parabéns a todos!
18:32
January 25, 2021
Como nasceu o Buona Giornata
“Vocês sabem como nasceu o Buona Giornata? Eu me lembro. Um dia, um amigo meu me disse: ‘Minha filha vai para o exterior por um ano. Não quer inventar alguma coisa para que ela não se sinta sozinha?’. Então inventei, sem me dar conta, o Buona Giornata...].’”. [Ernesto Olivero] Conheça como Pedro Luiz Amorim Pereira e Henrique Foca Iamarino nos ajudam a dar a nossa voz à mensagem do Ernesto através do podcast, cuidando, respectivamente, do áudio e da identidade visual.
14:08
January 18, 2021
Coisas novas acontecem
“Coisas novas e impossíveis já aconteceram nesta casa pelo amor dos amigos que jamais disseram um não, que nunca se fecharam em si mesmos. Sempre responderam ‘estou aqui. Está feito!’”. [Ernesto Olivero] No início do ano – que ainda parece ser bem difícil – eis um convite a não perder a confiança de que coisas novas e positivas podem acontecer! Os depoimentos do senhor Lademir Weber e da Célia Ramalho nos mostram que, com a nossa disponibilidade, podemos participar da continua criação de um mundo novo. Então força, participemos!
11:49
January 11, 2021
O nada pode se tornar tudo!
“O nada, ao longo do tempo, pode se tornar o tudo. Cada momento é tempo para encontrar a chave da sabedoria, chave da plenitude, chave da verdade. Depende, porém, só de mim. Depende de mim. Se, ao viver o momento presente, decido.” [Ernesto Olivero] Este tempo “suspenso” da pandemia pode ser uma oportunidade para parar, para pensar, para dar novas prioridades à nossa vida, para relançar os nossos compromissos e os nossos desejos. E também pode ser um momento para nos reorientarmos a Deus, origem e fim de tudo, e voltar a Ele com o coração. Neste episódio: os depoimentos de Simone Mattos, enfermeira emergencista e de Siria Fabiana Alejo Tintaya, estudante e estagiária de Biomedicina. Feliz 2021!
12:24
January 04, 2021
Chamada em esper(ança)
“A quem deveríamos agradecer em um momento como este? A quem inventou o telefone, porque nos permite transmitir a nossa voz, nos permite transmitir, pelo telefone, o nosso afeto, as nossas lágrimas.” [Ernesto Olivero] E se fizéssemos uma pesquisa para avaliar – no meio de uma pandemia na qual todos perderam muito – quantas pessoas também acreditam ter ganhado ou descoberto muitas coisas novas e boas, o que descobriríamos? Dona Dete e Ester Geiger Santanna têm algo a compartilhar a respeito... Feliz ano novo e até o próximo “Buona Giornata”!
07:58
December 28, 2020
Apaixonados pela vida
“Eu sou apaixonado pela vida, mas na boa e na má sorte, porque posso viver cada instante amando-o, cada instante pode me ajudar a crescer...” [Ernesto Olivero] Neste episódio, duas mães – a Sonia Vieira, mãe do Samuel, e a Jéssica Janina, mãe do João Francisco, nos comunicam que viver uma frase como essa não é banal, é viver uma abertura que, para quem crê, significa dizer ao Senhor: “Tudo bem, é Você quem sabe, é Você quem faz...”. E Ele faz, Ele vem, mas não como nós pensamos...  Sejamos apaixonados pela vida, vivamos cada instante amando-o, pois cada momento pode nos ajudar a encontrar um sentido para a vida – “O” sentido da vida – de uma forma que nunca teríamos imaginado. Feliz Natal e até o próximo “Buona Giornata”!
12:57
December 21, 2020
Somos observados
“Como podemos levar paz, esperança a este momento? Nós somos observados, meus amigos... não percebemos, mas somos observados. Falamos com os nossos comportamentos.” [Ernesto Olivero] Beatriz Ennes, estudante de letras, nessa época de isolamento social, resgatou um meio de comunicação “antigo” – a escrita e o envio de cartas – para se aproximar mais das pessoas e – por que não? – estimulá-las a fazerem o mesmo. Mais informações no IG @bia.ennes. No quadro “O bem que é feito”, Ana Regina de Oliveira Hungaro descreve como a adesão dela e do Eric Eduardo Alves Ferreira à Campanha de Natal do Arsenal acabou envolvendo muita gente que talvez não tivesse se mobilizado de outra forma. Sinal da importância de fazer o bem que podemos fazer aqui e agora.
14:06
December 14, 2020
Inventemos algo novo!
“Eu gostaria que cada um de vocês, a partir de hoje, inventasse uma oração, uma poesia, inventasse alguma coisa que pudesse nos ajudar neste momento dramático.” [Ernesto Olivero] Laura Ziere Mesquita, do GTA - Grupo de Teatro Arquidiocesano do Colégio Marista Arquidiocesano, conta para nós como foi produzir e encenar uma peça de teatro numa plataforma virtual. Assista às peças no youtube/GTATeatroArqui e acompanhe no IG @teatroarqui e no TikTok teatro.arqui. No quadro “O bem que é feito”, Walter, conhecido como Walt Jay – músico, cantor e compositor – fala da sua experiência de tocar várias vezes para os acolhidos do Arsenal durante a pandemia. Acompanhe: IG: @w.j.music.
11:13
December 07, 2020
A primeira ajuda é ouvir
“Quando decide não julgar mais, o problema dos outros começa a caminhar com você e talvez você possa começar a dar uma mão, um conselho...” [Ernesto Olivero]    Pe. Sisto Magro, missionário do PIME (o Pontifício Instituto das Missões Exteriores), que vive e trabalha há mais de três décadas no Amapá, nos traz a experiência das populações dos interiores daquela região, que neste período estão sofrendo também com a falta de energia.  No quadro “O bem que é feito”, Alexandre Monteiro Rocha – seminarista do PIME (o mesmo instituto do Pe. Sisto) – fala da sua experiência missionária e de serviço de dois anos no Arsenal da Esperança, que se encerrou neste finalzinho de 2020. Boa caminhada, Alexandre!
17:27
November 30, 2020
Mas o que eu posso fazer?
“Eu gostaria que cada um de nós estudasse rezando o ‘milagre do Arsenal’ para se fazer uma pergunta: ‘mas, eu, o que posso fazer para ser digno desta história de Deus?’”  Vasco e Augusto – amigos presentes ao lado de Ernesto Olivero desde a entrada no que se tornaria o Arsenal da Esperança – compartilharam sobre os desafios e as emoções de quem, como eles e suas esposas, acabou participando ativamente de toda a trajetória da casa.      Não tenhamos medo de nos perguntar o que cada um pode fazer para colaborar com a obra de Deus, para mudar o mundo. Quem sabe não encontramos a resposta que dará sentido profundo à nossa vida? Vale muito a pena!  Este episódio tinha que parar por aqui... mas depois da morte de João Alberto Silveira Freitas – após ser espancado em um supermercado de Porto Alegre, na véspera do Dia da Consciência Negra – resolvemos acrescentar mais uma parte, para dizer que existe sim racismo no Brasil e que não podemos fechar os olhos diante disso. Siga-nos no Instagram: @arsenal_da_esperanca
23:38
November 23, 2020
Tudo é possível
É possível não considerar a diferença um problema. Existe uma fecundidade na diversidade, uma riqueza para toda a humanidade!  Alunas do Sistema de Ensino Mary Ward de SP compartilham conosco sobre a participação delas ao evento do “Dia Internacional da Menina 2020” onde trabalharam o tema “Criando Equidade para as Meninas”. Agradecemos à professora Lia e às alunas Marcella e Paula (Escola Santa Maria), Amanda e Ana Carolina (Colégio Mary Ward) e Juliana e Yasmin (IEBVM).  No quadro “O bem que é feito”, Kathleen Maynard – da Comunidade Maryknoll Lay Missioners – descreve sua experiência de trabalho missionário no Brasil junto com a família. Agora, de volta aos EUA, está feliz com a eleição de Kamala Harris, a primeira mulher a ocupar o cargo de vice-presidente do país. Siga-nos no Instagram: @arsenal_da_esperanca
13:03
November 16, 2020
Elogio à honestidade
Ernesto Olivero se refere várias vezes a uma Regra... mas do que se trata? Ele se refere à regra espiritual da Fraternidade da Esperança do SERMIG.   Gianfranco Mellino, um dos missionários do SERMIG que viu nascer o Arsenal da Esperança, conta um pouco de como viu nascer a Regra que hoje anima também os Arsenais que vieram depois... No quadro “O bem que é feito”, Luiz Fernando Nothlich de Andrade – amigo e voluntário do Arsenal – descreve como, de fato, é possível viver e colocar em prática a página da Regra da qual nos fala o Gianfranco.   Siga-nos no Instagram: @arsenal_da_esperanca
11:55
November 09, 2020
Para cada um, uma cura
“Ninguém está sozinho.” O risco de dizer uma bela frase e depois não fazer nada para que ela se realize é muito grande, mas, quando estamos fazendo de tudo para ajudar quem está sozinho e abandonado, já não é mais uma frase, e sim uma experiência que dá esperança. O amor, especialmente o amor de Deus, pede gestos. As experiências de Claudia Alves Casimiro – criadora do projeto Leitura-Cura no Arsenal da Esperança – e da Magda Lucianelli (Meg) nos recordam que, onde existe alguém que decide amar a partir daquilo que tem ou que sabe fazer, cria-se uma comunidade que “cura”, que sustenta, que não deixa ninguém sozinho.  Compartilhe conosco a sua experiência do bem que você tem feito e da solidariedade que você tem dado ou recebido de alguém. Escreva ao arsenaldaesperanca@sermig.org.br Siga-nos no Instagram: @arsenal_da_esperanca
12:03
November 02, 2020
Como um pelicano no deserto
Há momentos em que o vazio toma conta de nós, e há o risco de que ele se torne a nossa reclamação, o nosso desespero. Nesse episódio ecoam as palavras de um Salmo – “Pareço um pelicano no deserto, sou como uma coruja entre ruínas” [Sal. 102] –. Não paremos de procurar, de desejar, de participar...  As experiências de Aline – criadora do Instagram @tata_taetae_tata – e do Zeca, da Guiné-Bissau nos recordam que os momentos de vazio podem se tornar a oportunidade para encontrar o nosso para quê, o nosso para quem vale a pena viver.  Compartilhe conosco a sua experiência do bem que você tem feito e da esperança que você tem dado ou recebido de alguém. Escreva ao arsenaldaesperanca@sermig.org.br Siga-nos no Instagram: @arsenal_da_esperanca
10:57
October 26, 2020
Fale com a Vida
No começo da pandemia, ninguém sabia o que devia ser feito, mas o Arsenal da Esperança tinha que continuar acolhendo... Foi armada uma tenda – a maior que foi possível, aberta e ventilada – e mil outros gestos foram feitos para continuar a dar uma casa a 1.000 pessoas sem casa. Foi o nosso modo de falar de Deus, de falar com Deus. No quadro “O bem que é feito”, a Viviane conta como chegou a idealizar o blog “Atitude e Sorriso”, procurando conectar quem precisa e quem quer ajudar. Compartilhe conosco a sua experiência do bem que você tem feito! Escreva ao arsenaldaesperanca@sermig.org.br Siga-nos no Instagram: @arsenal_da_esperanca
11:43
October 19, 2020
Uma História sem Fim
Não basta dizer “sim” de uma vez por todas, é necessário mirar o “para sempre” e renová-lo a cada dia. No quadro “O bem que é feito”, Junior e Karla – do grupo @unidosparasolidariedade – mostram que é possível dizer “sim” para se solidarizar, cuidar, transformar e se deixar transformar, todos elementos de uma poderosa “vacina” que já está por aí! Se eles estão conseguindo, você também pode! Se quiser, compartilhe conosco a sua experiência do bem que você tem feito. Escreva ao arsenaldaesperanca@sermig.org.br Siga-nos no Instagram: @arsenal_da_esperanca
10:54
October 12, 2020
Aumentemos o espaço de nossas tendas
Um dos sonhos do SERMIG é manter aberto o espaço dos Arsenais, que são como “tendas” onde as pessoas que sofrem, as massas de pobres do nosso tempo, mas também os jovens e as crianças podem encontrar um pedaço de casa e um pouco de paz. Esse é um sonho compartilhado com tantos amigos.  Neste episódio, viajaremos para o Bangladesh, de onde o Pe. Renato recorda a vida do Ricardo, um jovem que decidiu plantar uma tenda no meio de um acampamento cigano para alfabetizar as crianças. No quadro “O bem que é feito”, Maria Auxiliadora, da Mooca - SP, conta pra nós como é possível transformar a história que passa pelas nossas próprias mãos.    Texto: Ernesto Olivero, Apresentação: Padre Simone Bernardi, Músicas: "Una Nuova Vita" e "Volerò" - Mauro Tabasso | Laboratorio del Suono, Edição: Encaixe, Projeto Gráfico: Henrique Iamarino E-mail: arsenaldaesperanca@sermig.org.br Siga-nos no Instagram: @arsenal_da_esperanca
10:13
October 05, 2020
Quando abri a Bíblia pela primeira vez...
“Peguei a Bíblia e procurei aquele versículo, que anos depois inspiraria e entraria na história do Arsenal da Paz de Turim: ‘De suas espadas eles fabricarão enxadas, e de suas lanças farão foices'.” (Isaías 2,4b). Neste episódio, Padre Lorenzo conta como foi sua experiência de encontro com a Fraternidade da Esperança e com a Bíblia, lida sem interrupção. E no quadro “O bem que é feito”, o artista plástico Tomás Padovani descreve o cenário da última edição da “Leitura Contínua da Palavra”, iniciativa promovida pelo Arsenal no “Mês da Bíblia” desde 2011.  Texto: Ernesto Olivero, Apresentação: Padre Simone Bernardi, Músicas: "Una Nuova Vita" e "Volerò" - Mauro Tabasso | Laboratorio del Suono, Edição: Encaixe, Projeto Gráfico: Henrique Iamarino E-mail: arsenaldaesperanca@sermig.org.br Siga-nos no Instagram: @arsenal_da_esperanca
10:03
September 28, 2020
Ao lado das Crianças
A escola é um momento importante da vida de uma criança. Neste momento difícil de pandemia, é necessária toda a determinação para que a escola, presencial ou à distância, seja uma experiência possível, nova, fascinante!  No quadro “O bem que é feito”, contamos com a participação do Giacomo Antonangeli, jovem voluntário do Arsenal da Esperança que neste período foi morar na Itália com a família, e a da professora Luana Scarpari Resier, que junto aos colegas Fernando Moraes e Tatiane Gusmão criaram um projeto chamado “Nas Ondas da Educação” para levar conhecimento e carinho aos alunos afastados da escola, sobretudo àqueles – e não são poucos – sem acesso à internet. Texto: Ernesto Olivero, Apresentação: Padre Simone Bernardi, Músicas: "Una Nuova Vita" e "Volerò" - Mauro Tabasso | Laboratorio del Suono, Edição: Encaixe, Projeto Gráfico: Henrique Iamarino E-mail: arsenaldaesperanca@sermig.org.br Siga-nos no Instagram: @arsenal_da_esperanca
10:24
September 21, 2020
Entenderam?
“Um punhado de jovens, um punhado de meninos podem mudar o mundo!”. E eu, escutando, disse: “Puxa vida, ele é um homem confiável, eu sou um jovem, então eu quero tentar mudar o mundo!”. Neste epísodio do “Buona Giornata” estreia um novo quadro sobre “O bem que é feito”. Nesta semana, tivemos a participação de Rafaela e Julia, criadoras do @projetovidanossa cujo lema é “Porque a vida é coletiva | de jovem pra jovem!”.   Texto: Ernesto Olivero, Voz: Padre Simone Bernardi, Músicas: "Una Nuova Vita" e "Volerò" - Mauro Tabasso | Laboratorio del Suono, Edição: Encaixe, Projeto Gráfico: Henrique Iamarino E-mail: arsenaldaesperanca@sermig.org.br Siga-nos no Instagram: @arsenal_da_esperanca
05:57
September 14, 2020
Amor e portas blindadas
Qualquer pessoa pode compreender o amor, mesmo quem está muito distante da nossa sensibilidade, mesmo quem têm ideias opostas às nossas. O amor abre até as portas blindadas. Talvez não imediatamente. Mas, mais cedo ou mais tarde, certamente consegue.  Texto: Ernesto Olivero, Voz: Padre Simone Bernardi, Música: "Una Nuova Vita" - Mauro Tabasso | Laboratorio del Suono, Edição: Encaixe, Projeto Gráfico: Henrique Iamarino E-mail: arsenaldaesperanca@sermig.org.br  Siga-nos no Instagram: @arsenal_da_esperanca
02:52
September 07, 2020
Prontos para ouvir
“Quem está vivendo uma experiência diferente da minha nunca deve me encontrar cheio de mim mesmo, concentrado apenas em mim, mas sempre pronto a escutar, sofrer junto, compreender, amar. É sempre para ‘bater na mesma tecla’, caros amigos: diminuir o próprio eu para dar espaço aos outros, a Deus e às Suas surpresas...”.  Texto: Ernesto Olivero, Voz: Padre Simone Bernardi, Música: "Una Nuova Vita" - Mauro Tabasso | Laboratorio del Suono, Edição: Encaixe, Projeto Gráfico: Henrique Iamarino
02:42
August 31, 2020
Começo eu!
“O mundo muda se, quando tenho um problema diante de mim, é o meu problema e não um: 'de quem é a culpa?'. Fui eu quem vi! É então que se aprende a crescer. Mas tudo parte da minha responsabilidade: se vejo uma coisa, me torno responsável por ela e, até que não tenha sido resolvida de alguma forma, devo tentar, procurar..." Texto: Ernesto Olivero, Voz: Padre Simone Bernardi, Música: "Una Nuova Vita" - Mauro Tabasso | Laboratorio del Suono, Edição: Encaixe, Projeto Gráfico: Henrique Iamarino
03:51
August 24, 2020
É preciso recomeçar do início
"Buona Giornata" é uma reflexão que parte do coração de Ernesto Olivero, fundador do SERMIG - Fraternidade da Esperança, e se dirige ao coração de todos aqueles que se inspiram na espiritualidade dessa Fraternidade que habita o Arsenal da Esperança, em São Paulo, e também os Arsenais da Itália e da Jordânia. Produção: Arsenal da Esperança Texto: Ernesto Olivero Voz: Padre Simone Bernardi Música: "Una Nuova Vita" - Mauro Tabasso | Laboratorio del Suono Edição: Encaixe Projeto Gráfico: Henrique Iamarino
03:16
August 16, 2020