Skip to main content
Filosofia Goiás (UFG Regional Goiás)

Filosofia Goiás (UFG Regional Goiás)

By Cícero Oliveira
O Canal de Podcasts “Filosofia Goiás” promove entrevistas, exposições orais e discussões sobre os mais variados temas de Filosofia com discentes e professores/pesquisadores dos cursos de Bacharelado e Licenciatura em Filosofia da da UFG Regional Goiás e de outras Universidades de todas as partes do país. Além de ampliar os debates filosóficos, o "Filosofia Goiás" pretende promover a interlocução com instituições congêneres e o diálogo filosófico que transite entre a tradição do pensamento filosófico e as questões do nosso tempo. E-mail: filosofiargoias@gmail.com



Listen on
Where to listen
Breaker Logo

Breaker

Google Podcasts Logo

Google Podcasts

Overcast Logo

Overcast

Pocket Casts Logo

Pocket Casts

RadioPublic Logo

RadioPublic

Spotify Logo

Spotify

Currently playing episode

35. Por uma vida não memetizável - uma conversa sobre Ludwig Feuerbach - parte 1

Filosofia Goiás (UFG Regional Goiás)

35. Por uma vida não memetizável - uma conversa sobre Ludwig Feuerbach - parte 1

Filosofia Goiás (UFG Regional Goiás)

1x
43. Rousseau: o filósofo da educação moderna
Para Wilson Paiva, malgrado as más interpretações sobre o pensamento do filósofo genebrino Jean-Jacques Rousseau, pode-se afirmar que suas reflexões sobre a educação constitui um marco divisório entre a velha e a nova escola. Mesmo tendo sido um filósofo paradoxal, no entanto sua filosofia nos fornece uma perspectiva nova em termos de formação humana e o coloca como um dos principais nomes da pedagogia de todos os tempos.
23:04
June 11, 2021
42. Maquiavel: liberdade e corrupção política – parte 2
No nosso 42º Episódio, Vital Alves desenvolve a segunda parte de sua comunicação so-bre o pensamento político de Maquiavel que tem por título “Maquiavel: liberdade e cor-rupção política”. Segundo Vital, Entre as questões medulares que estruturam a filosofia política de Maquiavel observadas nos Discursos sobre a primeira década de Tito Lívio, verifica-se, por um lado, o secretário florentino confrontando diretamente as reflexões políticas suscitadas pelos gregos, romanos e humanistas cívicos acerca do valor da concórdia no âmbito político. E, por outro lado, ao promover esse confronto em relação à dissemina-da ideia de concórdia, Maquiavel apresenta a defesa, logo nos primeiros capítulos, de uma tese fadada a gerar alvoroço, ou seja, que “a desunião entre a plebe e o senado ro-mano tornou livre e poderosa a república romana” (Discursos, I, 4). Trata-se, [para o pes-quisador], de uma das teses mais ilustres e originais do pensamento de Maquiavel, mas, concomitantemente, uma das mais controversas dentro do panorama da história do pensamento político. Todavia Vital ressalta que, estranhamente, as discussões sobre o lugar ocupado pelos “tumultos” na “teoria do conflito”, desenvolvida a partir dessa tese, recebeu pouca atenção dos diversos intérpretes de Maquiavel até o século XX; pesquisas completas acerca do pensamento maquiaveliano foram produzidas sem se reportarem seriamente aos “tumultos” ou sequer os mencionaram em breves passagens. Partindo dessa constatação, o prof. Vital pretende analisar “a teoria do conflito” que ele considera um traço marcante no pensamento político de Maquiavel em contraponto à noção de concórdia cívica. Seu propósito, portanto, é valorizar a questão dos “tumultos” romanos e compreender como eles se inserem na órbita da referida teoria.
52:55
May 28, 2021
41. Maquiavel: liberdade e corrupção política - Parte 1
No nosso 41º Episódio, Vital Alves apresenta a primeira parte de sua comunicação intitulada "Maquiavel: Liberdade e Corrupção Política". Maquiavel, pensador florentino, ocupa uma posição de importância notória na história do pensamento político e se vincula à tradição republicana. A sua posição na referida tradição teórica, contribuiu diretamente para uma reflexão sobre as noções de “república” e de “liberdade” e, igualmente, para recobrar a relevância e a gravidade do problema da “corrupção política”. Em suas obras, Discursos sobre a primeira década de Tito Lívio e História de Florença, pode-se atestar uma profícua análise não apenas sobre o aludido problema como, simultaneamente, uma enriquecedora discussão acerca da “república” e da “liberdade”. Pretendendo investigar o tema “Maquiavel: liberdade e corrupção política”, esse podcast será dividido em dois momentos fundamentais: no primeiro, será analisada, a definição de república e sua intrínseca ligação com a noção de liberdade, e, no segundo, examinaremos os perigos da corrupção política na república.
42:23
May 14, 2021
40. O Amor segundo Ludwig Feuerbach
Felipe Assunção Martins apresenta o desenvolvimento do seu projeto atual de Doutora-do elaborado na UnB sob orientação do professor Márcio Gimenes de Paula na Linha de pesquisa em Ética, Filosofia Política e Filosofia da Religião. A hipótese central de seu projeto gira em torno da interpretação ética do pensamento de Ludwig Feuerbach a par-tir do tema do amor, compreendendo-o enquanto chave conceitual sintetizadora da in-tenção programática da filosofia feuerbachiana de instauração de uma nova vivência re-lacional do homem no mundo dentro do diagnóstico secularizante da modernidade, cumprindo as suas exigências de auto-constituição (amor fati: o homem como responsá-vel pelo seu próprio destino) e de auto-realização (felicidade: as possibilidades de realiza-ção plena do homem dentro dos critérios imanentes da nova realidade humana).
38:55
April 30, 2021
39. Educação superior: o papel e os desafios de sua democratização
No 39º episódio do Filosofia Goiás, refletindo sobre a contribuição e os desafios do processo de democratização do ensino superior no Brasil, o prof. Dr. Erasmo Baltazar Valadão visa afirmar o papel que a Universidade Federal do Tocantins, campus de Arraias, tem para os sujeitos moradores das comunidades do sudeste do Tocantins e nordeste goiano. Erasmo analisa quais são os limites e as possibilidades dessa inserção neste território, que é marcado por desigualdades e abandono de políticas públicas que incluam a parcela da população constituída por remanescentes de quilombos e até mesmo pelos quilombos reconhecidos na região. O professor destaca o significado que a universidade tem na vida dos estudantes e moradores da região.
31:19
April 16, 2021
38. O signo das similitudes e o signo da representação em Foucault
Matheus Henrique Borges Soares, egresso do curso de Bacharelado em Filosofia da UFG Regional Goiás, expõe parte de sua pesquisa monográfica em torno da investigação arqueológica foucaultiana. Matheus destaca que para Michel Foucault os saberes são produzidos em um determinado contexto que condiciona a própria possibilidade de verdade. Nesse sentido, a arqueologia é esboçada já na obra Arqueologia do saber (1969) que visa esclarecer tal analítica com uma nova concepção da história. Observa ainda que em As palavras e as coisas (1966) o autor realiza uma aplicação dessa analítica, que busca observar as condições de possibilidade em que os saberes emergiram. Nesse aspecto, o signo desempenha papel importante na formação dos saberes do Renascimento e do período Clássico, porque a forma pela qual os signos foram concebidos ao longo do tempo condicionou a forma pela qual os saberes de tais períodos foram estruturados.
28:52
April 2, 2021
37. "Amar e mudar as coisas me interessa mais" - parte 3
Na terceira e última parte desta entrevista, os professores José Edmar e Felipe Assunção conversam sobre a convergência poética e filosófica entre Feuerbach e Belchior. Nesta entrevista, o cearense município de Sobral e as densas florestas do sul da Alemanha se encontram nas paisagens interioranas, no retorno ao simples, no homem comum, corpóreo, do dia-a-da e no "amar e mudar as coisas". Esta conversa é fruto de uma dupla produção da UFG/RG com a Universidade Estadual Vale do Acaraú/CE, a partir do financiamento do Programa de Bolsas de Produtividade em Pesquisa, Estímulo à Interiorização e Inovação Tecnológica – BPI, da FUNCAP-CE, concedido ao Projeto "Ludwig Feuerbach e a Linguagem", desenvolvido no interior do Grupo de Pesquisas "Ludwig Feuerbach e pensamento pós hegeliano", do qual ambos os debatedores fazem parte.
01:01:58
March 19, 2021
36. Religião e política. A política como nova religião? - parte 2
Na segunda parte desta entrevista, os professores José Edmar e Felipe Assunção, debatem a relação entre política e religião a partir do pensamento de Ludwig Feuerbach. As críticas de Feuerbach à religião atingiram, em sua época, diretamente os ambientes políticos, levando-o, inclusive a perder seu cargo de professor universitário. Até que ponto religião e política se interferem publicamente é o tema principal deste debate. Esta conversa é fruto de uma dupla produção da UFG/RG com a Universidade Estadual Vale do Acaraú/CE, a partir do financiamento do Programa de Bolsas de Produtividade em Pesquisa, Estímulo à Interiorização e Inovação Tecnológica – BPI, da FUNCAP-CE, concedido ao Projeto "Ludwig Feuerbach e a Linguagem", desenvolvido no interior do Grupo de Pesquisas "Ludwig Feuerbach e pensamento pós hegeliano", do qual ambos os debatedores fazem parte.
52:40
March 5, 2021
35. Por uma vida não memetizável - uma conversa sobre Ludwig Feuerbach - parte 1
Em uma conversa a partir do filósofo alemão Ludwig Feuerbach, os professores José Edmar e Felipe Assunção dialogam, na primeira parte desta entrevista, sobre o tema da religião e a questão da autenticidade no pensamento do autor. Da crítica antropológica à religião, que considera a redução do Deus da teologia especulativa a predicados humanos genéricos, os debatedores passam pela questão da defesa da finitude humana e da irrepetibilidade da vida, contornos da sua autenticidade e plenitude. Esta conversa é fruto de uma dupla produção da UFG/RG com a Universidade Estadual Vale do Acaraú/CE, a partir do financiamento do Programa de Bolsas de Produtividade em Pesquisa, Estímulo à Interiorização e Inovação Tecnológica – BPI, da FUNCAP-CE, concedido ao Projeto "Ludwig Feuerbach e a Linguagem", desenvolvido no interior do Grupo de Pesquisas "Ludwig Feuerbach e pensamento pós hegeliano", do qual ambos os debatedores fazem parte.
42:30
February 19, 2021
34. Inclusão social e cidadania: uma abordagem a partir de Alexis de Tocqueville - parte 3
Neste terceiro e último episódio, partindo da noção que o equilíbrio entre a igualdade e a liberdade é um ideal para o qual a democracia deve tender, Helena apresenta os problemas sociais e econômicos que podem surgir quando este equilíbrio é rompido. Ela explica que estes problemas aparecem, de modo um pouco assistemático, em A Democracia na América, Viagens à Inglaterra e Irlanda, Ensaios sobre o Pauperismo, Lembranças de 1848, discursos e escritos políticos diversos. Em primeiro lugar, os problemas sociais e econômicos observados por Tocqueville decorrem da desigualdade e da opressão sofrida por negros e indígenas que ficam à margem da democracia existente nos Estados Unidos. Em segundo lugar, problemas sociais e econômicos transparecem nas relações de trabalho que separam e opõem industriais e trabalhadores, que repercutem no âmbito político e recriam a desigualdade e a opressão, não mais entre nobres e plebeus, mas entre ricos e pobres. Sempre que a inclusão social é impedida, o exercício da cidadania fica restrito a uns poucos e, deste modo, a democracia é rompida.
35:35
February 12, 2021
33. Inclusão Social e cidadania: uma abordagem a partir do pensamento de Alexis de Tocqueville – 2
Neste segundo episódio, partindo da noção que o equilíbrio entre a igualdade e a liberdade é um ideal para o qual a democracia deve tender, Helena Esser dos Reis (UFG) visa apresentar os problemas políticos que podem surgir quando este equilíbrio é rompido. Tais problemas, descritos em A Democracia na América, são: 1) Tirania da Maioria: baseada em uma sociedade homogênea e refratária à divergências, o governo e as instituições do Estado servem à imposição da posição da maioria dos cidadãos, excluindo, silenciando e violando os divergentes; 2) Governo Tutelar: em vista do rompimento de laços comunitários, o indivíduo fecha-se sobre si mesmo, acredita que basta a si mesmo, torna-se individualista e politicamente apático abrindo a possibilidade do surgimento de um governo tutelar, que dirija os cidadãos promovendo condições para que cada um busque seus próprios interesses privados. Onde a participação política é impedida ou abandonada, a inclusão social é ameaçada e a democracia descaracterizada.
32:04
January 22, 2021
32. Inclusão social e cidadania: uma abordagem a partir do pensamento de Alexis de Tocqueville - 1
No primeiro episódio da websérie Helena Esser dos Reis (UFG) visa expor o contexto social e político da França no período prévio à Revolução Francesa destacando a desigualdade social e política entre a aristocracia e o povo; apresentar a origem familiar de Alexis de Tocqueville, sua educação e sua curiosidade com o único país democrático na época e, a motivação de sua viagem aos Estados Unidos. Helena expõe ainda a elaboração da noção tocquevilleana de democracia a partir das noções de igualdade e de liberdade, como aspectos social e político interligados e equilibrados entre si.
35:31
January 8, 2021
31. Foucault e a ontologia histórico-crítica do corpo
Igor Freitas Martins procura esclarecer a vinculação que Foucault realiza entre o ser corpo, determinadas épocas da história e os estilos de exercer o poder que lhes são próprios, a saber, a época clássica, com o estilo de poder supliciante, e a época moderna e suas disciplinas. Para ele não se trata de expor Foucault como defensor de uma ontologia metafísica que concebe o ser corpo enquanto essência imutável, mas como um pensador que concebe uma certa ontologia histórica-crítica, um pesquisador que percebe o ser corpo enquanto produto de diferentes sistemas políticos.
30:26
December 24, 2020
30. Sobre estética e educação - Parte 2
A segunda parte desta entrevista, fruto de uma parceria entre a UFG/RG e a UFRB, fez parte do Colóquio "Recôncava intensidade" promovido pelo departamento de filosofia da UFRB e pelo GEPE - Grupo de estudos e pesquisa em Estética daquela instituição. O evento foi dedicado em homenagem ao nosso entrevistado, professor Franklin Leopoldo e Silva da USP e nesta segunda parte, os professores Pablo Enrique Abraham Zunino e Franklin debatem sobre a universidade pública, o caráter prático da filosofia e as conexões dos temas estéticos com conceitos como a verdade, a felicidade e a liberdade.
35:03
December 11, 2020
29. Sobre Estética e Educação - Parte 1
O 29º episódio de podcasts do “Filosofia Goiás” traz a primeira parte da entrevista que tem por título “Sobre estética e educação”, com os professores Pablo Enrique Abraham Zunino (UFRB) e Franklin Leopoldo e Silva (USP). Esta entrevista, cujo formato de podcast é fruto de uma pareceria entre os Cursos de Filosofia da UFG Regional Goiás e da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, fez parte do Colóquio “Recôncava intensidade” promovido pelo curso de graduação em Filosofia da UFRB e pelo GEPE – Grupo de Estudos e Pesquisas em Estética daquela instituição. O evento foi realizado em homenagem ao entrevistado, o professor Franklin Leopoldo e Silva da USP, e nesta primeira parte da entrevista o professor Pablo Zunino e o professor Franklin debatem sobre a própria trajetória acadêmica do homenageado, passando pelos seus principais temas de interesse como a estética, a educação e a relação entre a filosofia e a literatura.
26:00
November 27, 2020
28. Um novo trabalho para um novo capitalismo – parte 2
Com base nas contribuições de Richard Sennett, Cícero Oliveira (UFG Regional Goiás) argumenta que a ética do trabalho flexível redefine à sua maneira alguns dos principais valores tradicionalmente ligados ao mundo do trabalho e desafia as noções de competência, talento e mérito ligadas à perícia; a aplicação profissional a uma só coisa na perspectiva de bem desenvolvê-la.
22:59
November 13, 2020
27. Um novo trabalho para um novo capitalismo – parte 1
Num exame das condições sociais nascidas do domínio econômico, sob o amparo de algumas reflexões sociológicas, são abordados os expedientes de flexibilização no mundo do trabalho. A “ordem do descontrole” é, como Cícero Oliveira (UFG Regional Goiás) procura argumentar, um fenômeno coevo à desregulamentação econômica do trabalho e da política. É pela precarização sistemática das duas principais atividades às quais a modernidade confiou o planejamento das trajetórias de vida que o projeto econômico de flexibilização gera descontrole e novos dispositivos de poder, sobrecarregando de riscos e instabilidades as trajetórias individuais e coletivas.
34:09
October 30, 2020
26. Percursos da filosofia platônica
Aia Hipácia expõe sua trajetória de pesquisas no campo dos Estudos de Gênero, na recepção feminista da obra platônica e no campo da filosofia antiga, com estudos sobre Platão e ênfase nos aspectos éticos e políticos de sua fiosofia.
22:08
October 16, 2020
25. Notas sobre religião em Bergson e Freud - Parte 2
Dando sequência ao episódio anterior, Geovana da Paz Monteiro expõe a segunda e última parte da comunicação intitulada Notas sobre religião em Bergson e Freud. Partindo de algumas ideias apresentadas por Henri Bergson no segundo capítulo d’As duas fontes da moral e da religião, em cotejo aos argumentos de Sigmund Freud apresentados, sobretudo, em O futuro de uma ilusão e Totem e tabu, Geovana da Paz Monteiro (UFRB) estabelece um diálogo entre a visão filosófica bergsoniana e a compreensão psicanalítica freudiana para a religião e suas implicações nos âmbitos social, moral e subjetivo. Tanto para Bergson quanto para Freud, observada a partir de seu contexto originário, a religião seria um meio utilizado desde os primeiros agrupamentos sociais humanos para conter impulsos humanos primários tendentes à desagregação social e moral. Questiona-se também a eficácia dessa repressão e suas consequências, uma vez que, a despeito de todo poder que a religião e fabulação exercem sobre a vida psíquica, nossa época tem sido pródiga em reproduzir comportamentos antissociais, individualistas ou aberrantes.
38:06
October 9, 2020
24. Notas sobre religião em Bergson e Freud - Parte 1
Partindo de algumas ideias apresentadas por Henri Bergson no segundo capítulo d’As duas fontes da moral e da religião, em cotejo aos argumentos de Sigmund Freud apresentados, sobretudo, em O futuro de uma ilusão e Totem e tabu, Geovana da Paz Monteiro (UFRB) estabelece um diálogo entre a visão filosófica bergsoniana e a compreensão psicanalítica freudiana para a religião e suas implicações nos âmbitos social, moral e subjetivo. Tanto para Bergson quanto para Freud, observada a partir de seu contexto originário, a religião seria um meio utilizado desde os primeiros agrupamentos sociais humanos para conter impulsos humanos primários tendentes à desagregação social e moral. Questiona-se também a eficácia dessa repressão e suas consequências, uma vez que, a despeito de todo poder que a religião e fabulação exercem sobre a vida psíquica, nossa época tem sido pródiga em reproduzir comportamentos antissociais, individualistas ou aberrantes.
34:21
October 2, 2020
23. Política, vaias e catarse. Parte 2
Em continuação ao episódio anterior sobre o documentário "Uma noite em 67", os professores Lisandro Nogueira e Felipe Assunção Martins conversam nesta segunda parte da entrevista sobre a dramaticidade e teatralidade dos festivais de música no Brasil, vaias e cancelamento, o conflito geracional efervescente na época, a disputa entre velho e novo (representados simbolicamente pela viola e pela guitarra) e sobre o conservadorismo moderno do Brasil.
41:16
September 25, 2020
22. Política, vaias e catarse - Parte 1
No 22º episódio do Filosofia Goiás trazemos uma excelente conversa sobre uma instigante produção da sétima arte. Motivados pela necessidade de migrar o projeto "Vilaboa Cineclube – Filosofia e Cinema" do Cine Teatro São Joaquim da Cidade de Goiás para ambientes virtuais em meio à pandemia, os professores Lisandro Nogueira e Felipe Assunção Martins, debatem sobre o filme-documentário "Uma noite em 67"", dirigido por Renato Terra e Ricardo Calil. Refletindo sobre o contexto político e cultural da época, eles discutem nesta primeira parte do podcast temas como o realismo documental, o papel da política da arte e o engajamento ativo do público dos festivais em tempos de repressão durante os anos 60 no Brasil.
35:05
September 18, 2020
21. Cotas raciais no Brasil
Jacques Kwangala Mboma discute a exclusão social do negro Brasil e a função das cotas raciais, das políticas de cotas ou das políticas afirmativas quanto à capacidade de inclusão a partir de universidades e cargos públicos. Recuperando o contexto de emergência das políticas de cotas até sua formalização jurídica no Brasil, como direito de reparação, Jacques procura mostrar que as cotas sociais não podem substituir as cotas raciais e que estas se encontram reduzidas mesmo nas universidades, especialmente em programas de pós-graduação onde também encontram resistências decorrentes de preconceitos, argumentos frágeis e influxo de certa monocultura europeia.
23:08
September 10, 2020
20. Filosofia Para Crianças 5 - pensando a prática.
No quinto e último episódio da websérie que tem como tema a Filosofia Para Crianças, contamos com as colaborações da Profa. Bruna Aparecida do Nascimento Bacico (SEDUC-SP) e do Prof. Dr. Wilson Alves de Paiva (Faculdade de Educação da UFG). Juntos, eles desenvolvem o subtema Pensando a Prática. Bruna apresenta um relato de caso de sua prática docente, desenvolvida sob a influência do programa de Matthew Lipman, e Wilson expõe, em síntese, o conjunto das dimensões práticas do mesmo programa de Filosofia Para Crianças, além de desenvolver algumas reflexões finais da websérie.
32:40
September 4, 2020
19. Filosofia para crianças 4 - Contexto latino-americano
No quarto e penúltimo episódio da websérie Filosofia Para Crianças (19° episódio do canal de podcasts Filosofia Goiás) temos as contribuições de Diego Bertoldo Pereira e Wesley Brigo Magalhães. Juntos eles desenvolvem o subtema Filosofia para crianças no contexto da filosofia latino-americana. Numa perspectiva crítica, Diego Pereira identifica o programa reformista lipmaniano de uma filosofia para crianças - guiada pelo propósito de contribuir desde a infância para a formação de pessoas e também instituições mais racionais e democráticas - como a expressão de uma “filosofia magistral”, resultante de uma razão que se pretende onipotente. Já Wesley Magalhães procura pensar os desafios que as políticas educacionais neoliberais do Brasil de hoje impõem ao projeto de uma filosofia para crianças, apesar do crescente influxo que desde 1985 o programa homônimo de Matthew Lippmann tem no país.
42:50
August 28, 2020
18. Filosofia para crianças 3 - Aportes práticos do pensar crítico e criativo
No terceiro episódio da websérie "Filosofia para crianças" contamos com a participação de Ana Siqueira e Lorena Borba que, juntas, desenvolvem o tema “O pensar crítico e o pensar criativo: aportes práticos”. Acerca da literatura, Ana Siqueira analisa desde as novelas lipmanianas até a apreciação e produção de histórias na formação de habilidades intelectuais de pensamento crítico, criativo e cuidadoso. Com foco na Música, Lorena Borba aborda as novelas lipmanianas e o desenvolvimento da sensibilidade e da compreensão estética do mundo.
42:35
August 21, 2020
17. Filosofia para crianças 2 - Aportes teóricos do pensar crítico e do pensar criativo
As exposições desenvolvem o subtema Aportes teóricos do pensar crítico e do pensar criativo que, partindo dos fundamentos históricos e filosóficos da proposta de Filosofia Para Criança, além de sua caracterização (tratados no primeiro episódio), procura desenvolver uma interpretação dos aspectos teóricos e metodológicos que delimitam a proposta de Matthew Lipman na obra Filosofia para crianças – educação para pensar. Com foco nas “habilidades específicas” e na “comunidade de investigação”, a exposição segue com a identificação das capacidades cognitivas e meta-cognitivas do pensar crítico e do pensar criativo e a caracterização da investigação comunitária proposta por Lipman.
34:34
August 14, 2020
16. Filosofia para crianças 1 - Fundamentos históricos e filosóficos
No primeiro episódio da websérie Filosofia Para Crianças contamos com a participação do professor Wilson Alves de Paiva, da Faculdade de Educação da UFG, e do professor José Arimatéia Alves da Silva, da Secretaria de Educação do Estado de Goiás. Os docentes convidados partem de uma Introdução geral à Filosofia Para Crianças, do seu contexto de emergência, e buscam caracterizar o chamado “pensar de ordem superior”, além de fazerem uma abordagem do contexto histórico da Filosofia para Crianças desde os Estados Unidos até o Brasil.
24:51
August 7, 2020
15. Albert Camus, filosofia e pandemia
Na entrevistada da professora Renata Maria Santos Arruda (UFG Regional Goiás) com a professora Patrícia de Oliveira Machado (Instituto Federal de Goiás), alguns dos conceitos centrais do pensamento existencialista de Albert Camus, como absurdo e revolta, são mobilizados para pensar a relação entre a postura filosófica diante da vida e a situação posta pelo contexto de pandemia; um cenário humano em grande medida antecipado no romance A Peste de Albert Camus.
34:01
July 31, 2020
14. Ética em Platão
A professora Mariane Farias de Oliveira (UFG Regional Goiás) entrevista o professor Fábio Amorim (UFG Regional Goiás) sobre o a ética na filosofia de Platão com foco nos diálogos aporeticos ou de primeira época da obra platônica. Partindo das considerações platônicas acerca da validação do método filosófico e da delimitaçãodo do perfil do filosofo, dos seus objetivos e procedimentos (de como se distingue dos discursos sofistico, poético e de outros pensadores), a entrevista se dirige ao papel da personagem central dos primeiros diálogos platônicos (Sócrates) e de sua delimitação temática no problema moral da definição das virtudes, cuja forma aporetica conduz a um exame e eventual refutação do interlocutor; daquilo que ele afirma saber a respeito das virtudes.
01:12:42
July 24, 2020
13. Samba, pandemia e Kierkegaard (Parte 2)
Provocados pelo contexto da pandemia de coronavírus, numa conversa leve, envolvente e entremeada por sambas, associando música e filosofia, Felipe Assunção (UFG Regional Goiás) e Márcio Gimenes (UNB) tratam sobre subjetividade, solidão, angústia, sofrimento, mas também sobre comunicação e comunidade a partir do legado filosófico do pensador dinamarquês Sören Kierkegaard.
58:11
July 17, 2020
12. Samba, pandemia e Kierkegaard (Parte 1)
Provocados pelo contexto da pandemia de coronavírus, numa conversa leve, envolvente e entremeada por sambas, associando música e filosofia, Felipe Assunção (UFG Regional Goiás) e Márcio Gimenes (UNB) tratam sobre subjetividade, solidão, angústia, sofrimento, mas também sobre comunicação e comunidade a partir do legado filosófico do pensador dinamarquês Sören Kierkegaard.
46:55
July 17, 2020
11. Reforma do ensino médio. Como fica a filosofia?
Em entrevista, o Professor Dr. Ricardo Henrique Resende de Andrade, da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), aborda a reforma do ensino médio e as perspectivas de inserção da filosofia nesse novo cenário cuja implementação está prevista para 2022.
52:07
July 11, 2020
10. Ser ou não ser notado
Em diálogo com a fala da professora Ana Gabriela Colantoni (Episódio 8), neste décimo Episódio o prof. Gonzalo Armijos Palacios reflete sobre o racismo a partir de sua condição de homem branco, membro da classe economicamente dominante e privilegiada no contexto de seu país natal, o Equador, cuja população é de maioria pobre e indígena.
33:24
July 3, 2020
09. Políticas identitárias II
Nesse episódio, o professor Sílvio Carlos Marinho Ribeiro apresenta suas posições sobre as políticas identitárias numa perspectiva que diverge da exposição anterior (Episódio 08) a partir da mobilização de um conceito pós-existencial de identidade.
01:42:55
June 26, 2020
08. Políticas identitárias I
A professora Ana Gabriela Colantoni apresenta alguns dos motivos que justificam a existência das chamadas "pautas identitárias" e esclarece as contribuições que a filosofia oferece para a compreensão dessa questão.
17:60
June 26, 2020
07. Fazer filosofia desde o início
Neste episódio (um dos nossos Seminários de Pesquisas Filosóficas) o Professor Dr. Gonzalo Amijos Palacios, pesquisador e docente dos cursos de Bacharelado e Licenciatura em Filosofia da UFG Regional Goiás, faz uma exposição de sua trajetória de pesquisa e desenvolve considerações críticas sobre as práticas hegemônicas da pesquisa e do fazer filosófico no mundo acadêmico, reverberando posições por ele assumidas em artigos e livros produzidos ao longo de sua trajetória acadêmica.
01:05:45
June 17, 2020
O6. Rousseau e seu legado
Seguindo com a nossa proposta de interlocução com a comunidade filosófica nacional, nosso primeiro podcast de entrevista é com o Professor Vital Alves e trata acerca do legado filosófico de Jean-Jacques Rousseau, filósofo genebrino radicado na França que viveu no período de 1712 a 1778 e cuja obra se tornou um marco do pensamento político e pedagógico.
46:35
June 9, 2020
05. Perguntas frequentes sobre Filosofia II
Produzidos no contexto da mostra anual dos cursos de Graduação da UFG, o Espaço das Profissões 2020, os cinco primeiros episódios, especialmente dirigidos a concluintes e egressos do Ensino Médio, apresentam os cursos de Filosofia da UFG Regional Goiás em forma de convite para a profissionalização filosófica.  Os episódios subsequentes trarão entrevistas sobre os mais variados temas de Filosofia com professores/pesquisadores dos nossos cursos e de todas as partes do país. O quinto episódio da série traz um segundo bloco de perguntas frequentes sobre Filosofia.
06:28
May 13, 2020
04. Perguntas frequentes sobre Filosofia l
Produzidos no contexto da mostra anual dos cursos de Graduação da UFG, o Espaço das Profissões 2020, os cinco primeiros episódios, especialmente dirigidos a concluintes e egressos do Ensino Médio, apresentam os cursos de Filosofia da UFG Regional Goiás em forma de convite para a profissionalização filosófica.  Os episódios subsequentes trarão entrevistas sobre os mais variados temas de Filosofia com professores/pesquisadores dos nossos cursos e de todas as partes do país. O quarto episódio da série traz o primeiro bloco de perguntas frequentes sobre Filosofia.
06:42
May 13, 2020
03. Atividades de extensão em Filosofia
Produzidos no contexto da mostra anual dos cursos de Graduação da UFG, o Espaço das Profissões 2020, os cinco primeiros episódios, especialmente dirigidos a concluintes e egressos do Ensino Médio, apresentam os cursos de Filosofia da UFG Regional Goiás em forma de convite para a profissionalização filosófica.  Os episódios subsequentes trarão entrevistas sobre os mais variados temas de Filosofia com professores/pesquisadores dos nossos cursos e de todas as partes do país. O quinto episódio da série traz um segundo bloco de perguntas frequentes sobre Filosofia. O terceiro espisódio da série apresenta algumas atividades de extensão universitária em da UFG Regional Goiás: i) Filosofia e Vida, ii) Vilaboa Cineclube - Filosofia e Cinema,  iii) e Redes Sociais Filosofia Goiás
05:50
May 13, 2020
02. A formação em Filosofia
Produzidos no contexto da mostra anual dos cursos de Graduação da UFG, o Espaço das Profissões 2020, os cinco primeiros episódios, especialmente dirigidos a concluintes e egressos do Ensino Médio, apresentam os cursos de Filosofia da UFG Regional Goiás em forma de convite para a profissionalização filosófica.  Os episódios subsequentes trarão entrevistas sobre os mais variados temas de Filosofia com professores/pesquisadores dos nossos cursos e de todas as partes do país. O segundo episódio da série traz uma breve exposição de como se dá a formação acadêmica em Filosofia na UFG Regional Goiás.
04:22
May 12, 2020
01. Episódio de apresentação.
Produzidos no contexto da mostra anual dos cursos de Graduação da UFG, o Espaço das Profissões 2020, os cinco primeiros episódios, especialmente dirigidos a concluintes e egressos do Ensino Médio, apresentam os cursos de Filosofia da UFG Regional Goiás em forma de convite para a profissionalização filosófica.  Os episódios subsequentes trarão entrevistas sobre os mais variados temas de Filosofia com professores/pesquisadores dos nossos cursos e de todas as partes do país. O primeiro episódio da série faz uma breve apresentação dos cursos de Bacharelado e Licenciatura em Filosofia da UFG Regional Goiás.
04:03
May 12, 2020